quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Divã Cinematográfico - "Timer"

Assisti Timer hoje, uma comédia romântica(?) bem diferente. Não sei se gostei muito, na verdade o filme em geral é bem bobinho, mas traz algumas discussões interessantes. Em resumo, vive-se num mundo onde  existe uma aparelhinho chamado "Timer", que promete dizer a data exata que você encontrará sua alma gêmea. 


Num mundo como o de hoje, onde as pessoas precisam mais do que nunca de certezas e provas científicas, calculem o sucesso de um brinquedinho desses. A pergunta que fica no ar durante todo o filme – É realmente melhor saber? Um dos efeitos que aparecem no mundo pós Timer do filme , é que as pessoas não “perdem” mais tempo namorando, conhecendo outras pessoas se não puderem ter certeza que aquela é a sua alma gêmea. Por exemplo, você sabe que vai encontrar o amor da sua vida quando fizer 48 anos (que é o caso de uma das personagens do filme), o que fazer? 

Um diálogo que eu achei muito interessante e me fez refletir foi esse:

- Você acha que antes do Timer eles pensavam assim, que só acontece uma vez? A expressão "primeiro amor" não implica que teria um segundo e um terceiro?

Na cabeça das duas personagens principais do filme, a princípio nem passa a ideia de que seria possível encontrar um outro amor que não sua alma gêmea. Os amores são válidos. Num mundo onde a tentação por certezas e garantias é cada vez maior, não podemos deixar de acreditar que todas as experiências também são válidas. A vida merece ser vivida com não um grande amor, mas alguns. Acredito demais no amor pra acreditar que existe um só - pra vida toda. 


O que vocês acham?



Sigam! @_thaprado

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Postado por Thaís Prado às 19:53

2 comentários:

Mila on 29 de dezembro de 2011 15:49 disse...

Sempre que a gente passa por uma desilusão amorosa a gente sonha, pede, implora por um amor certo e pra sempre. Mas depois que a dor passa, é, está certo, as experiências super valem a pena.

Thaís on 29 de dezembro de 2011 16:44 disse...

Com certeza :)! E são elas que nos fazem o que somos hoje!

 

Corporativismo Feminino Copyright © 2009 Baby Shop is Designed by Ipietoon Sponsored by Emocutez Edited by Blog Feminino