sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

A proliferação de preconceitos na grande imprensa

Daí um grande portal de notícias achou que seria uma ótima idéia proliferar preconceitos e ideias machistas, por meio de uma matéria grotesca, estereotipada e de mau gosto. Peço que todos entrem no link a seguir: http://noticias.r7.com/esquisitices/noticias/veja-como-a-cerveja-transforma-as-mulheres-20110204.html


Olha o nível da coisa.

Rola um esqueminha para "arrastar a cerveja" e ver como "o nível de feiúra" torna-se mais suportável, conforme o nível de álcool no sangue aumenta.

IMAGENS




REVOLTA. É a primeira coisa que vem a minha cabeça. Sou brasileira, de pele cor de mistura de raças, estou (e sempre estive) acima do peso, sou mediana, cabelo enrolado. Ou seja. Sou uma pessoa comum para os padrões brasileiros. Mas é claro que o R7 e o autor desse jornalismozinho de merda desprezam e DESQUALIFICAM qualquer tipo de pessoa que não seja uma Ana Hickmann. Me sinto cruelmente atacada. Nojento. Destestável.

Monstro, baranga, nível de feiura. É o R7 ajudando a promover o bullying.

Ainda por cima o texto não é assinado. Óbvio: que ser abjeto publica uma coisa dessas e quer dar a cara a tapa? Ninguém, né?

Esse é um post urgente, cheio de revolta e rancor de gente que me bullynou (?) a vida inteira. Saber que a imprensa - e um dos grandes portais do País - contrata e PUBLICA um texto como esse só aumenta o meu desgosto e descrença pela mídia brasileira, da qual faço parte - felizmente longe desse tipo de nojeira.

Isto dito, deixo meu adeus.

Beijo,

Anamyself
anamyself@corporativismofeminino.com

------------------------

Veja também: Concurso cultural Viaje no nome!


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Postado por B. às 13:40

53 comentários:

Bel on 4 de fevereiro de 2011 13:58 disse...

Não me espanta ver esse tipo de coisa em blogs de humor, onde o sarcasmo rola solto. Mas em um portal de notícias realmente é pra chocar..

Ainda que esteja na sessão "esquisitices", a colocação ficou fora de contexto e preconceituosa mesmo.

Shame on you, R7.

Deja disse...

Lamentável, mas vemos isso em filmes, seriados também. Porque está na cabeça das pessoas.

E isso tem que acabar.


Não sou gordinho, mas curto uma gordinha, magrinha etc e tal.

E não bebo mais. (hoje)

.Intense. on 4 de fevereiro de 2011 14:30 disse...

Estou com a Bel.

Acho um absurdo que tantas pessoas se sintam discriminadas por viver numa sociedade que cobra uma beleza estereotipada e, ainda sejamos obrigados a ver isso veiculado de forma tão deliberada num portal de notícias.

É...nojento.
:/

Bruxa on 4 de fevereiro de 2011 14:33 disse...

Realmente deplorável.
Além de tudo o que você falou, ainda contribui para o conceito "mulher-objeto", afinal, objetos não pensam, não tem sentimentos, você pode falar mau de uma porta tranquilamente que ela não vai "sentir" nada, devem pensar que assim é com mulher também.
Me assusta o nível que as coisas tem chegado ultimamente, e agora com o "apoio" da mídia... uma coisa é encher um programa de mulher pelada. Ridículo, porem quase aceitável, afinal quem ta ali mostrando a bunda tá porque quer. Mas esse tipo de preconceito, na minha opinião, é inaceitável.

Anamyself on 4 de fevereiro de 2011 14:46 disse...

Pois é, Deja. Filmes, seriados, novelas... Toda a mídia e o mercado ajudam a promover esse tipo de coisa. Mas um portal de notícias? Imperdoável.

A Globo não é padrão de perfeição para absolutamente nada, mas duvido muito que um editor do G1 aprovasse um texto desses.

Anamyself on 4 de fevereiro de 2011 14:48 disse...

Verdade, Bruxa! Quase deixei passar a ideia de mulher-objeto explícita nesse texto. Inaceitável.

Claris Simão on 4 de fevereiro de 2011 14:50 disse...

Record, a vergonha nacional do jornalismo.

Ferdi disse...

Lamentável e comum na nossa mídia.
Realmente triste.

Dama de Cinzas on 4 de fevereiro de 2011 18:24 disse...

Entendo sua revolta. Se as pessoas se colocassem um pouco no lugar das outras, muitas barbaridades, como essa, não aconteceriam...

Beijocas

Sarita on 4 de fevereiro de 2011 18:24 disse...

NOSSA! Muito digno esse post!

Uma vez aqui no blog fiz um post sobre como as propagandas COISIFICAM AS MULHERES, no ranking estão as da cerveja. Sinto nojo de propaganda de cerveja e, coincidentemente, ODEIO cerveja.

Patricia Daltro on 4 de fevereiro de 2011 19:22 disse...

Absurdo! Sinceramente, ando não podendo mais com esse preconceito. Chamaria de Gordofobismo, não sei se existe esse termo, mas cada dia me parece que ele se concretiza e amplia seu poder de alcance, escapando dos guetos e indo para as mídias com o nome de humor...

Chris on 4 de fevereiro de 2011 22:52 disse...

É triste que tudo que não se encaixa no padrão de beleza que a mídia quer vender é tido como feio. O que é feio ou bonito é muito relativo, ou ao menos deveria ser. Beijos

adelia_daniela on 5 de fevereiro de 2011 00:49 disse...

é revoltante mesmo!o q me deixa mais triste é saber q existe gente q acha o máximo esse tipo de coisa!! como se fosse super natural!!
odeio

Rebecca on 6 de fevereiro de 2011 09:40 disse...

Que coisa ridícula!!!

Acabei de ir ao site do CONAR (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária) e fiz uma denúncia contra essa publicidade.

Sugiro que façam o mesmo!

Danny Jasmin on 6 de fevereiro de 2011 22:58 disse...

Olha gosto muito do seu blog, tenho um selinho pra vc, espero que aceite...

http://recantojasmin.blogspot.com/2011/02/outro-selinho.html

Anônimo disse...

entre em uma academia, talvez você não se sinta tão atacada assim

Júlia on 7 de fevereiro de 2011 00:21 disse...

Em breve um site de compras coletivas totalmente diferente de tudo aquilo que você já viu!

www.rsurbano.com.br

À partir de março suas compras nunca mais serão as mesmas...

Deja disse...

Imperdoável mesmo Ana.

Anamyself on 7 de fevereiro de 2011 11:55 disse...

Rebecca: Acho que isso não se configura como publicidade. Não aparece marca de nenhuma cerveja nem no texto, nem na arte...

Anamyself on 7 de fevereiro de 2011 11:57 disse...

Anônimo disse...

entre em uma academia, talvez você não se sinta tão atacada assim

--

Mania de achar que peso é O ÚNICO problema que afeta a minha auto-estima... tsc, tsc, tsc.

Danny Jasmin on 7 de fevereiro de 2011 19:48 disse...

Olha gosto muito do seu blog, tenho um selinho pra vc, espero que aceite...

http://recantojasmin.blogspot.com/2011/02/outro-selinho.html

Thabata on 7 de fevereiro de 2011 21:04 disse...

Este é o tipo de notícia que vai educando a cultura das pessoas, estereotipando no subconsciente que o valor real das pessoas está na beleza externa, e não no interior. É triste mas não me preocupa, porque por mais fora do padrão que sejamos, quem realmente vale a pena vai olhar pra dentro e não somente pra fora.


No final das contas, a sua aparência não importa em nada (mas sua saúde sim).

evelin on 8 de fevereiro de 2011 11:21 disse...

Olha eu sempre achei os comerciais de cerveja nojentos, cheio de machismo.
Não imaginaria que a midia fosse chegar a um ponto destes em ter feito uma brincadeira que fosse, tão cheia de preconceito, achei de muito mal gosto da parte deles.

Anônimo disse...

Posso estar sendo machista, mas quero lembrar que essa revolta só é causada pois as senhoras revoltadas não se encaixam no padrão apresentado, mas gostaria de lembrar que a senhoras provavelmente tem preferência por homens loiros de olhos claros e musculosos ou pelo menos com "tanquinho", não é necessário me responder pois é provavel que eu nunca mais entre nesse blog, apenas reflitam antes de criticar algo que tem dois lados

Anônimo disse...

Que lindas palavras comentadas de revoltas...mas eu não vou mentir! Mulher tem que se cuidar mesmo! Do mesmo geito que vcs são seletivas na escolha de um homem...nós também somos! Eu..não falo por nenhum grupo, nem por todos..eu somente eu prefiro mulher em forma sempre! Até o mercado de trabalho é assim! Aceite esse fato brasileiro e chega de hipocrisia de falar que não é a aparencia q importa....mentiraa! Importa e muito!

Anônimo disse...

O anonimo ai encima falou tudo! Como diz o ditado: "As feias que me perdoem, mas beleza é essencial." Gosto muito de mulher em forma, baixinha, morena... deve haver quem goste de mulheres acima da forma? Provavelmente... entao nao precisa ficar criando polemics sobre mulher...mulher é mulher e pronto! Quem sabe ser mulher gorda, magra, alta, baixa, nao tem o q ficar choramigando sobre preconceito nao...

Anônimo disse...

Bem, entendo seu desgosto ao ver tão encrustrado na midia/propagandas/televisão/boca do povo o grande preconceito quanto a pessoas acima do peso. mas não podemos deixar de considerar os perigos da obesidade. Fazer com que a pessoa gorda seja digna de uma bebedeira pra ser vista como bonita é complexo, a pessoa que elaborou a propaganda mandou mal demais (alias, a propaganda, não interessa como fosse formulada, seria preconceituosa. fosse com uma mulher feia, nariguda, negra, gorda, baixinha, vesga, magrela etc). Ofendeu? sim, certamente. Mas não se pode deixar de considerar a perda de peso em qualquer caso, não apenas por estetica, mas pela saude. A obesidade/excesso de peso é uma epidemia mundial e agradeço por ter a noção de que meus comportamentos refletem na minha saude e aparencia, por isso cuido dos mesmos com obediencia. bora pra academia meu povo

Bruxa on 9 de fevereiro de 2011 02:03 disse...

Gente!
Não acho que se trata de gordura, o problema vai muuuito mais além disso.
Vendo uma empresa desse porte apoiar o preconceito, seja ele qual for, é deplorável. Querendo ou não, a mídia forma opiniões, e pior, molda comportamentos.
Acredito que quem trata de mídia, deveria ter mais cuidado com o que autoriza ou não ser veículado por suas vias. Afinal, não é preciso ser gênio para saber a influência que a mídia tem.

Anônimo disse...

A postagem faz referência ao sujeito que tá tão alterado, (bêbado) que uma mulher "comum",
como vc citou,se torna a mais Top; a mais Gata!
Pra alguns é uma maneira de demonstrar algum benefício em estar bêbado.
Mas acho que a intenção do criador é tirar sarro de quem bebe. Do sujeito comum, que enche a cara todo dia,mas nunca irá encontrar uma mina gostosa (como aquelas dos comerciais de cerveja) no boteco que ele freqüenta.
E é claro que uma brincadeira machista quebra o gelo,né.? Ou vc esperava o quê?
Um bêbado fazendo comercial de cerveja?
Aliás,
Já viu algum comercial de bebida com um bêbado em cena? Se tiver,posta aí que eu quero ver.
Seria o óbvio BEBIDA / BÊBADO! Mas não é esta imagem que eles vendem.
Vendem jovens curtindo uma vida agitadíssima,rodeado de mulheres,uma mais gata que a outra.Como se bebendo cerveja elas ficassem daquela forma. "Tisc tisc"

Mas voltando ao foco principal vc está certa na sua revolta pelo efeito Barbie proporcionado pela mídia. O padrão que eles sugerem,influencia pelo menos 90% dos brasileiros homens e mulheres.
Só pra lembrar que não é só nos seus casos.
Tanto que a maioria dos freqüentadores de academia que conheço,buscam mais estética que condicionamento físico.É o efeito Shuazeneger. Tanto que já injetam esta imagem na infância.É só prestar atenção nos bonecos vendidos hoje comparado aos dos anos 70's e 80's.
Outro modo de notar esta mudança da mídia desde a infância estão nos clássicos como Luluzinha e Turma da Mõnica.
Quem acompanhou os primórdios destas revistas,vai se assustar com a versão "sensualizada "de hoje.

Mas só pra apimentar estes comentários vou deixar duas perguntas:

Qual seria sua opinião (sincera) se vc se encaixasse nos padrões atuais da mídia?

Qual de vcs não riram com uma piada de humor negro? (não é rir do negro,é humor negro)
Como o apresentado no R7.Por exemplo.
Como nas novas propagandas da Tigre Conexões. (queimando os cabelinhos....)

Abs. Fuiiiiiiiiiiiiiiiiii...............

babiilemos on 9 de fevereiro de 2011 05:30 disse...

não é uma questão de feiura ou beleza... eles fizeram essa brincadeira idiota com isso... mas poderia ter sido feita com negros... gays... etnias... qualquer assunto!
e o portal de uma rede nacional televisiva posta um absurdo desses?
depois aparece no "jornal da record", ou no "domingo espetacular", ou até mesmo no "tudo é possível" uma historinha de um pré-adolescente... que tava na aula, no cantinho dele, excluído da turminha... todo mundo tirando com a cara do guri, rindo dele por qualquer motivo. então aparece o repórter/apresentador indignado com o ocorrido. A VÁ! ¬¬

Anônimo disse...

Sério mesmo... Record? Tipo, Edir Macedo e Paulo Henrique Amoral?

Pelamordedeus... faz tempo que não mexo com drogas.

Anônimo disse...

Os BURRINHOS de plantão pra variar, estão levando o post para um lado NADA A VER.
O tema aqui é BULLYING, não tem nada a ver vocês ficarem mandando a autora do post ir malhar!
Você ARRASOU no post, gata! ;*

Anamyself on 9 de fevereiro de 2011 11:20 disse...

Eu curto gente bonita, sim. Mas tem tanta gente "fora do padrão" que me encanta BEM MAIS.

Vcs parecem um bando de adolescentes falando.

P.S.: gente que escreve "GEITO" não merece qualquer consideração.

Immortalz on 9 de fevereiro de 2011 11:51 disse...

Ignorância faz parte da nossa cultura infelizmente.
Foi cientificamente comprovado que quando esta sobre efeito do álcool, as pessoas ficam mais atraente.
O que você esta falando?
Qdo eu era gordo todo mundo me "aloprava" nem por isso fiquei chorando num blog, isso até me ajudou a toma vergonha na cara e ir pra academia.
Vai malhar 30 min de esteira uma dieta simples e pronto em 6 meses esta legal.
Se vc falar que não quer então para de chorar...
Pessoas que se sente incomodadas com que a sociedade pede, são aquelas que querem fazer parte mais não se esforçam.
Pessoas que não estão nem ai para que a sociedade pede, não fica chorando nem se sente incomodadas simplesmente toca o "foda-se".
Para de chora e vai malhar...

Anônimo disse...

eu nao entendo , as pessoas gordas nao podem se sentir ofendidas quando alguem fla q ser gorda eh feio , na nossa sociedade ser magra eh o padrao de beleza, e se elas realmente se importassem com oq as outras pessoas flam, elas deviam se alimentar direito, eu jah fui gordinho quando menor ,e descobri q nao era legal ser intao eu resolvi emagrecer.

Anônimo disse...

O último comentário resumiu tudo que eu penso sobre esse assunto.

A sociedade cobra, lógico, e isso afeta a auto-confiança de quem deveria tocar o foda-se pra sociedade...a pressão é da sociedade, mas quem é suscetivel à pressões externas é você!

É quase como se vc pedisse pra não exigirem isso de vc, e a cobrança vem de todas as formas: se vc a sente pelo lado do fisico, eu posso sentir em relação a ser inteligente, boa filha, boa namorada,profissional do ano etc. Auto-estima e saúde são fundamentais pra sabermos lidar com as cobranças...

Entendi, é claro, seu apelo em relação ao preconceito, mas todos nós temos preferências.

Preconceito é não te dar emprego porque vc é "gorda", mas selecionar alguém num relacionamento pela aparência é demosntrar sua preferência - e essa seleção não tem só o critério da aparência! - quem escolhe alguém só pela aparência nada mais é que superficial, ou está em busca de algo superficial.

raiza on 9 de fevereiro de 2011 15:23 disse...

"Sou brasileira, de pele cor de mistura de raças, estou (e sempre estive) acima do peso, sou mediana, cabelo enrolado." essa sou eu ou é você? haha. Falando sério, me sinto cruelmente ferida quando vejo esse tipo de coisa ;/

Alini Soriano on 9 de fevereiro de 2011 15:25 disse...

Terrível isso..né.. eu vi e fiquei chocada...
Espero que o R7 dê uma explicação por isso...


bjs..
http://eutobonita.blogspot.com

Anônimo disse...

Acho que voces deveriam criar vergonha na cara e emagrecer essas banhas nojentas!
Isso é inveja de vocês suas gordas!

Aline disse...

Tem muita gente que deveria pensar melhor no que fala na internet, pois alguns comentários aqui são preconceituosos. Assim como a matéria publicada pelo R7. Imagine se fosse uma mulher negra que se transformasse em uma loira com o "efeito da cerveja": PROCESSO! se fosse uma deficiente física que se transformasse em uma morena com pernas bem definidas: PROCESSO! Então temos que começar a tratar este tipo de comportamento contra gordinhos, obesos e afins com PROCESSO tb. Vamos pra justiça! Pq que gordo tem q ser tratado como idiota e não como vítima de preconceito?

Anônimo disse...

Não é só isso não, se formos reparar em grande parte da programação da tv, mídia impressa, internet, rádio etc, veremos anúncios pregando status social elevado, racismo disfarçado, imposição de modinhas atrávés de novelas e os malditos realty shows, desperdício de comida em cenas ''cômicas'' e por aí vai. Mas não nos preocupemos, os pobre de espírito sempre tem um fim nada agradável. Para eles, dos males o suportável. Lembrando também que, a culpa é dos telespectadores, ouvintes, internautas que consomem, promovem o sucesso dessa gente fraca e sem talento que deteriora cada vez mais os nossos veículos de comunicação.

Bruxa on 9 de fevereiro de 2011 16:42 disse...

Aline, assino em baixo.
E só pra constar, acho esse comentário de alguns "só achou ruim porque é gorda" coisa de gente preconceituosa e ignorante.
Ninguém tá questionando a preferência de cada um não, o assunto aqui é o preconceito apoiado por um portal de notícias, que, pelo menos deveria ser, sério.
Eu por exemplo não tenho problema algum com minha aparencia (claro, tem dias que meus cabelos acordam de mau com a vida, ms tirando isso...), achei uma matéria muito preconceituosa.
Diferente disso, se fosse um site de humor, eu nem ia falar nada, cada um com seu senso de humor.
E só um adendo quanto a gordura, emagrecer não é simplesmente "fechar a boca" como muitos dizem aí, muitas vezes envolvem questões psicológicas, questões de saúde, e algumas vezes até, para espanto de vocês, pessoas que realmente não se importam em estar acima do peso, o que eu não condeno, cada um se sente bem a seu modo.

Paula disse...

Ai como tem anônimo patético... o máximo de "padrão de beleza" que eles tem na vida é um video em baixa definição no redtube. A vida é cheia de gente bonita, gente feia, magra, gorda,pobre,idiota, de todos os jeitos. E ninguém deve humilhar quem não se encaixa sob um argumento fraco como "não é o padrão", "vai pra academia", "vc tá com inveja".

Eu não sou bonita mesmo, nunca fui. E nunca me senti sozinha, nunca estou solteira... não tenho problema algum. E aprecio a beleza sim, mas não sou escrava dela, já tive namorados encantadores nos mais diferentes aspectos.

Deixem de ser bobos, anônimos, aposto que 99% de vcs tb estão LONGE de qualquer tipo de beleza. Então... caia na real, esqueça TUDO q os filmes pornôs te ensinaram.

Anônimo disse...

GORDA u.u

Anônimo disse...

Nao vi nada demmais nessa propaganda.
Sim existe um padrao de beleza. Nao nao é todo mundo que acha esse padrao o preferido. Desse modo entao deviamos proibir, por exemplo, toda a propaganda que tratasse alguém como burro, por que nem todo mundo é inteligente.

Anônimo disse...

Sempre que vejo um post falando sobre preconceito com pessoas acima do peso vejo os mesmo comentários mandando o autor ou autora tomar vergonha na cara e ir malhar. Ou que a preocupação é com a saúde da pessoa. E sinto dizer, a preocupação é com a aparência sim, você pode ser acima do peso e ser saudável você pode fazer exercício físico todo dia e ainda ser acima do peso. Pessoal esquece que tem outros fatores que podem dificultar e muito a perda de peso. Conheço diversas pessoas que comem equilibradamente, malham, e são magras e que mesmo assim tem colesterol alto, glicose alta... E também tem muito gordinho que malha, come equilibradamente e ainda é gordinho. Acontece é que o gordinho TEM que emagrecer mesmo que ele seja saudável porque está fora do padrão de beleza, ou você escuta por ai a mídia dizendo que as atrizes precisam engordar porque elas estão abaixo do peso ideal?
E me desculpe, mas uma propaganda que praticamente diz que a pessoa que está acima do peso é incapaz de conseguir um parceiro se ele não estiver bêbado é preconceituosa sim.

Anônimo disse...

DESCULPA FALAR, mas é exatamente isso q acontece com os homens... simples. não é bulling, é uma constatação.

Anônimo disse...

Mais uma garrafa de cerva e fica perfeita! hahuauhauhhu

Rafaela disse...

Ana concordo com vc, ñ dá pra levar a sério alguem que escreve "GEITO" ou "INTÃO", cara para de tomar bomba e vai estudar, pq vc é semi-alfabetizado, e ñ tem um mínimo de cultura.

CNS disse...

As pessoas não sabem realmente o que é estar "em forma" e "saudável".

Como já comentaram acima, primeiramente não tem nada a ver com o peso da pessoa. Ela pode estar bem de saúde mesmo acima do peso.

Segundo: reparem nas DIVAS das décadas de 30 e vão comparando década por década até hoje em dia.
Vejam que, por exemplo, Carmen Miranda e Marylin Moore eram cheias de curvas. Até a década de 80, +/- as modelos e atrizes tinham um visual saudável: dentro do peso ideal, malhadas mas não magrelas.

O padrão de beleza sempre existiu e sempre vai existir. [Reparem nos quadros Renascentistas - o padrão de beleza era mulher 'cheinha'] Mas, fiquem sabendo os magrelos de plantão, que ser magro demais também é prejudicial à saúde.

O que me dá esperança é saber que a própria indústria da moda está mudando nesse ponto, exigindo de suas modelos saúde no lugar de anorexia e bulimia.
Rezo para que, pelo menos a longo prazo, isso dê resultados mais positivos e mude a maneira de pensar da sociedade.

Anônimo disse...

O jumento que escreve jeito com g provavelmente deve ter o pau pequeno!

Anônimo disse...

é um absurdo mesmo,concordo muito com seu post,eu primeiro era perseguida na escola por que usava uma camisa xadrez de manga longa em dias frios,e depois que engordei comecei a ser perseguida por simplesmente ser gorda!

e detalhe,só eu percebi que a menina gorda é bem mais bonita que a magra nas fotos? ._.

Pompolinas on 28 de fevereiro de 2012 21:19 disse...

Esse joguinho deve servir para a mãe do autor que fez essa porcaria.
Quem sabe é a transformação da própria antes do pai dele acasalar com a mamãe querida! FDP!
(...)

*depois eu quem sou mal educada*

 

Corporativismo Feminino Copyright © 2009 Baby Shop is Designed by Ipietoon Sponsored by Emocutez Edited by Blog Feminino