quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Votando neles!


Em época de eleições os políticos promovem deliberadamente seus atributos e feitos. Fantasiando um país melhor com saúde, comida e salários decentes para todos. Aí você, faminto, doente, desempregado, acredita. E vota, você vota por promessas.

É com essa analogia que nós, mulheres, também votamos nos homens. Eles dizem que são incríveis, nos tratam bem para conseguirem nosso voto. E nós votamos, não digitando números numa urna eletrônica. Mas votamos abrindo nossa intimidade - Para não dizer algo mais escancarado.

Assim como os políticos, os homens munidos do seu objeto de cobiça mostrarão o que são e a que vieram. O político receberá seu salário indecente de tão ostensivo e o homem terá, muitas vezes, um coração para ferir ou algo do tipo. Me pergunto: Qual é o prêmio? É aí, quando eles assumem o cargo e sua cama, respectivamente, que nós saberemos se a) Ele continuará sendo o homem incrível que disse ser em suas campanhas e em torpedos à meia-noite. ou b) Ele apenas se refestelará com o usufruto da sua conquista. ou c) Ele tocará o foda-se.

Devo dizer que esse ainda é o fato que ainda põe mulheres e mais mulheres na dúvida sobre fazer sexo no primeiro encontro ou no seguinte, ou depois dele. Mesmo que queiramos também fazer sacanagem, muitas vezes também queremos o compromisso e a companhia que parece se diluir quando escancaramos a perseguida - Dessa vez não deu para segurar o termo. Então você não sabe se atrasa, se retarda, se acelera. E age. Às vezes a noite de sexo se transforma em longínquos 5 anos, noutras em uma ligação do tipo "Olha, arranjei um emprego nas montanhas. Nos vemos qualquer dia. Beijosnãomeliga".

Se dou sexo na primeira noite e o cara some... Que bom! Pois ele me poupou de descobrir posteriormente o babaca que ele é. Mas, peraí, quem disse que eu o queria por perto depois daquela primeira noite? Aí é que está. Acho que esse é um dos problemas do sexo masculino, acreditam que somos gatos egoístas arraigados a suas camas. Acreditam que estamos ávidas por um véu-e-grinalda ou um avental-todo-sujo-de-ovo. Que nesse imbróglio não se exima a vaidade do sexo feminino: Queremos ter a oportunidade de dizer NÃO.

O meu discurso aqui é "Por que porra eles fazem uma campanha fenomenal e depois enfiam toda a porra do dinheiro num paraíso fiscal?" (Talvez para os políticos tenha uma justificativa mais plausível: GRANA!) e "Por que diabos eles prometem filhos e grinaldas, que não dissemos QUERER, para fugir para as montanhas no dia seguinte?". Muito injusto! Pois a) Você se sente uma trouxa. b) Você fica achando que é ruim de cama ou é muito puta para o cargo de uma esposa confiável. c) Você está precisando acompanhar mais o site da transparência e não escolhê-lo pela propaganda mais pomposa. Como sou otimista, penso que d) Eles só ficaram envergonhados porque descobrimos que são uns brochas do pinto pequeno.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Postado por Sarita às 00:01
 

Corporativismo Feminino Copyright © 2009 Baby Shop is Designed by Ipietoon Sponsored by Emocutez Edited by Blog Feminino