quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Platonice aguda ou fail timing

Alguém deve ter uma história parecida com a minha. Creio que sim. Sabe aquele cara que você sempre quis ter um algo mais? Pois bem. Ele é esse cara. Quando eu estou namorando, ele está solteiro e começa a me ligar. Dizendo que vai me pagar todos os drinks, prometendo-me coisas que não pode dar.
Então, eu digo, triste: - Agora não dá! Daí, sem mais nem menos, eu me separo do cara da vez e ele muda de lugar. Vai embora, diz que arranjou emprego na China e eu fico triste, muito triste. Penso que ele poderia estar comigo nesses dias solitários.


Então, num belo dia, me decido por mudar. Mudar de lugar, de ares, de vontades. E ele me diz num tom de flerte "Estou voltando pra te ver", aí, eu, ressentida, digo que não estou no mesmo lugar para esperá-lo. Ficamos em silêncio e deixamos pra lá. Eu esqueço. Ele me esquece. Vivemos aqui e ali sem saber do outro. Quantas cicatrizes temos agora? Será que ele tem tantos medos quanto eu? Essas indagações soam até bonitas e eu quase posso ver um filme no estilo sessão da tarde com a nossa platonice aguda.

Num fim de verão qualquer, eu me movo até voltar pro mesmo lugar. Então eu digo "Voltei!" e não dormimos fazendo planos virtuais, aqueles que parecem nunca acontecer. Os dias passam, desfaço as malas e me acostumo ao ar seco. Ele está feliz, amável, diz-me coisas, todas aquelas coisas já ditas à primeira vista. E elas, as palavras, quase me confortam e se tornam críveis por seus olhos apagados.

Estamos no mesmo lugar. Livres. E o que me impede é a realidade. O que me impede é dizer "Sim, eu quero o que você não pode me dar!". O que me impede é Deus. Quer dizer, você tentaria despistar Deus depois que Ele disse "Não" tantas vezes? Não se pode com Deus, pois chegará um momento que Ele lhe mostrará que não se chuta pro Gol quando Deus é o goleiro!

Então me despeço, despisto, desmarco e fecho os olhos para sentir o que poderia ser e não foi. Não com ele, não com esse homem tristonho, de olhos cansados como os meus.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Postado por Sarita às 00:27
 

Corporativismo Feminino Copyright © 2009 Baby Shop is Designed by Ipietoon Sponsored by Emocutez Edited by Blog Feminino