sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

A geração da roupa mal passada

Não há nada mais irritante do que gente dizendo que na sua geração era diferente, querendo colocar intelecto onde não tinha. Se as crianças liam mais é porque não havia televisão a cores. Se as crianças brincavam mais com as outras na rua é porque não existia tanta bandidagem desenfreada, nem um belo XBox. A tecnologia nos emburreceu? A informação pulando na tela do nosso computador tem menos credibilidade que os jornais sujos que o seu avô lia?

Se essa geração é da alienação, me diz por que tem tanta gente usando frases do tipo "Os meninos de hoje em dia são muito inteligentes"? Sou amante da tecnologia. Adoro perceber que os tecidos que amassam estão por um "fio" - Embora exista todo esse saudosismo na moda. Com ressalvas, já que o saudosismo da moda não vem em forma de VALE A PENA VER DE NOVO, mas de REVISÃO. E, ok, os cortes podem voltar, mas sem os malditos tecidos que amassam. Nada mais deprimente que acertar aqueles vincos psicóticos.

Essa geração descobriu que fumar é prejudicial e ridículo. Que jogar o lixo no lugar certo é essencial. Que óleo bronzeador é patético. Que a separação de seus pais é natural, já que hoje um pai ou mãe PODE educar seu filho sozinho(a) - Sem ficar na porra de um relacionamento falido porque a sociedade vai esbravejar e condenar.

E antes que eu me esqueça: Claro que a leitura, se exercitar e brincar com crianças na rua para se sociabilizar é louvável, magnífico e é uma pena que nossa geração não pratique tanto esses feitos como no passado. Mas me diz se você, vindo de uma geração MELHOR, tivesse no conforto do seu lar videogames incríveis, tv a cabo e o bandido do lado fora... O que faria?*


* Pergunta retórica, já que não aceito mais comentários em meus posts. Caso queira me escrever: sarita@corporativismofeminino.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Postado por Sarita às 00:00
 

Corporativismo Feminino Copyright © 2009 Baby Shop is Designed by Ipietoon Sponsored by Emocutez Edited by Blog Feminino