domingo, 28 de novembro de 2010

Coisas que surgem do Nada – Parte 1: Antipatia


Você está sossegada no seu canto e de repente ela chega sem avisar e senta do seu lado. Aí você começa a sentir uma leve irritação, um incômodo, uma falta de paciência, tudo isso subindo pelo estômago. Senhoras e senhores, abram alas que ai vem ela, a Antipatia!

Tá ai uma coisa que não tem explicação, às vezes ela surge sem motivo, apenas alegamos que “o santo não bateu”, e outras vezes ela surge por causa de uma atitude, uma fala, um gesto... É impossível prever como e quando ela vai chegar, mas não se engane, uma hora ela chega. Pode ser passageira, pode ser que venha para ficar.

Eu sou mestre em ter isso, e algumas vezes nem é com uma pessoa, às vezes é um programa de televisão, um objeto, uma matéria da faculdade, um livro. Crepúsculo por exemplo, eu não li/vi e nem vou ler/ver porque tenho antipatia (fãs xingando em 5...4...3...). Outro exemplo é o Orkut. Juro que é só fazer o login que já começo a ficar incomodada com aquele negócio que antes tomava boa parte do meu dia. Hoje, só entro para olhar scraps e às vezes responder. O processo todo não deve demorar mais do que 5 minutos.

Acho que todo mundo já passou pela situação de ser apresentada (o) a alguém e simplesmente não ir com a cara da pessoa. De do nada surgir uma antipatia que nem você sabe dizer de onde vem. Seu santo apenas não bateu com o dela.

Confesso que nos últimos dias, tenho tomado antipatia das coisas com muita facilidade. E por este mesmo motivo, ando muito chata e reclamona, eu sei, e peço desculpas aos meus amigos e seguidores no twitter que têm firmemente me agüentado. Mas na boa? Sou só eu mesmo ou o mundo resolveu expelir sua podridão? Porque tá tenso de verdade. Vou para balada, tem mala que gruda. Vou pra faculdade e de repente todo mundo parece estar no jardim de infância, vou pro cinema e o diretor de quem sou fã faz uma porcaria de filme, fico em casa e a programação da TV é ridícula e o twitter/facebook está sem graça.




Follow Me: @claris_simao ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Postado por Claris Simão às 08:00

13 comentários:

Luana on 28 de novembro de 2010 09:09 disse...

Entendo perfeitamente. A foto do House foi interpretada por mim de várias maneiras. Teria você uma antipatia por ele? Ou ele é uma pessoa que tem antipatia por todos e é um exemplo do seu texto? Ouuuuuuu melhor ainda... mensagem subliminar... Esse dedo do meio puxado pelos dentes. Seria um manisfesto de antipatia? HAHAHA
Fiquei curiosa!

omerengue on 28 de novembro de 2010 15:09 disse...

Hahaha ótimo! É assim mesmo!!

"Querido, seja lá quem você for, SE VOCÊ respirar do meu lado mais uma vez, eu dou uma bica na sua cara!"

Argh!

Adorei :)

Isadhora on 28 de novembro de 2010 19:01 disse...

Olha...
tenho esse blog
http://isadhoracamacho.blogspot.com

e acabei de criar outro com coisinhas pra desapegar
http://fazendoalimpa.wordpress.com


Dá uma olhadinha...
Se te interessar, é só entrar em contato!

Beijos!

J@de on 28 de novembro de 2010 20:24 disse...

De vez em quando eu também me sinto assim, tem dias que puxam assunto comigo na rua e eu converso simpaticamente, noutros eu viro a cara, e saio correndo de perto!!
E eu também sinto antipatia por coisas!!
Beijos!!

Claris Simão on 28 de novembro de 2010 20:55 disse...

Luana, tirando o fato d deu ter antipatia do House, as outras hipóteses estão certíssimas! hehehe...

.Intense. on 29 de novembro de 2010 13:54 disse...

"Vou pra faculdade e de repente todo mundo parece estar no jardim de infância" - dois membros o/


A foto do House me lembrou uma outra coisa: a foto dele ilustra comunidades no orkut chamadas 'Antes antipático do que falso' - inclusive eu, estou em uma, hahaha...entendo bem o lance da antipatia.

Eu costumo pegar por pessoas. Do nada. Normalmente por causa de atos, expressões, hábitos dessas pessoas, sei lá...ela pode até mudar depois, mas a minha antipatia não. E a pessoa - que normalmente, no meu caso, quando acontece isso, sempre é uma songa monga 'amo todo mundo, oi, quer ser meu amigo?' fica por entender, o que foi que fez pra eu não ficar lá, pagando pau...mas ó, antes antipático do que falso.

¬¬
=*

.Intense. on 29 de novembro de 2010 13:54 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Sei como é acabei de pegar antipatia com algumas pessoas que eu até gostava...agora não tem mais jeito. :/

Bel on 29 de novembro de 2010 20:38 disse...

super me identifico com antipatia que surge do nada! hahahaha...bom saber que não estou sozinha nessa!

Dani Pontes on 29 de novembro de 2010 21:06 disse...

Nossa, adorei o texto!! Eu tenho mto isso de ter antipatia de uma pessoa q nem conheço!! Ja passei fases de ter antipatia do meu blog e ate da internet em geral!! rs
Parabens pelo post!!
Beijos, Dani

Anamyself on 1 de dezembro de 2010 10:26 disse...

Acho que no meu caso a antipatia surge pq a pessoa em questão lembra outro cidadão que eu não goste.

Por exemplo: estava no avião há alguns meses. Sentou do meu lado uma menina super sorridente, agradável com a galera e tal. Mas eu simplesmente a odiei. fdoi subindo aquela sensação ruim que vc bem descreveu no primeiro parágrafo...

Depois que me dei conta: odiei-a pq ela era total a minha ex-chefe, que era toda de sorrisos para todo mundo, mas na maior falsidade do mundo.

Mabby on 9 de dezembro de 2010 13:48 disse...

Antipatia não tem explicação mesmo. E quando surge... sai de baixo! Não tem jeito! A gente não gosta e ponto final!

Bárbara Marinho on 9 de dezembro de 2010 16:14 disse...

Acabaram de me perguntar se estou na TPM...por que estou completamente sem saco e antipatizada com as coisas e pessoas que me rodeiam...rsrsrs
Abro o blog e vc escreveu exatamente o que estou sentindo!!!!
ahahahaha...eu sou normal!!!!!

Bjossssssssssssss

 

Corporativismo Feminino Copyright © 2009 Baby Shop is Designed by Ipietoon Sponsored by Emocutez Edited by Blog Feminino