segunda-feira, 6 de setembro de 2010

A Minha Falta de Habilidade em ser Dona de Casa


Quem me conhece já sabe, quem me segue, soube: não nasci para ser dona de casa. Esses dias no twitter, eu postei que minha mãe havia pedido para eu limpar a geladeira e qual não foi a minha surpresa ao descobrir que eu não tinha a mínida idéia de como se fazia isso. Uma vergonha, eu sei, mas who cares?

Eu não sou dona de casa e ponto. Sou uma mulher moderna, é isso. MO-DER-NA. Não sei cozinhar, lavar, passar e muito menos cuidar de criança. E apesar de que neste texto eu digo eu quero ser esposa e mãe a moda antiga, a probabilidade disto se concretizar me obriga a encarar os fatos. Sou péssima candidata a Amélia, perfeita como Betty Boop.

Pra vocês terem uma idéia, meu cardápio se resume apenas a strogonoff, arroz, macarrão, cachorro-quente, brigadeiro, cookies, bolos e sanduiches. Quer dizer, além de péssima dona de casa, se eu depender disto viro obesa. Passar então, nem se fala! Acho que demoro meia hora para passar uma blusa. E não complica, porque se tiver que mudar a temperatura do ferro para cada tipo de tecido, já era.

Meus dotes são limitadíssimos e muito pouco reconhecidos. Por exemplo, quem dá valor a alguém que desentorta quadros como ninguém? Ou que consegue pensar no que fazer para o almoço? Vejam bem, eu disse PENSAR. Isso significa pedir para alguém fazer (obrigada mamãe/papai/irmão) ou ligar para o delivery. Ou ainda: quem lembra da pessoa que repõe o papel higiênico, quem, quem? Todo mundo xinga quando percebe que acabou, senão, ninguém dá falta.

Umas semanas para trás eu estava trabalhando e ouvi das minhas chefes a seguinte frase:

“A Fulana que é uma mulher de verdade. Sabe todas essas coisas de casa, não é como nós que não sabemos nem fritar um ovo”

*Nota mental: adicionar ovo frito no cardápio.*

Então é isso? Se eu não sei fazer todas essas coisas eu sou menos mulher? Ou sou fútil? Ou mimada? Pera lá, não é bem assim. Posso ser descuidada e talvez até um pouco mal acostumada, mas isso não significa que eu seja um aborto da sociedade feminina. Ou significa?



Será grave, doutor?


É claro que mulheres modernas como eu também sabem se viram muito bem. Sendo assim, só restam duas saídas para nós: a) casar com um homem rico para contratar várias empregadas ou b) aprender na marra. Qual vocês acham mais provável?



Follow Me: @claris_simao
claris@corporativismofeminino.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Postado por Claris Simão às 09:00

17 comentários:

Laura on 6 de setembro de 2010 09:06 disse...

Mas a gente acaba aprendendo na marra quando vai morar sozinha, ou até mesmo quando casa, pq o bofe pode até ajudar mas só faz metade do serviço né. Eu não sabia fazer nada tb, hoje eu troco até resistência de chuveiro, hauahau.

Bjo

Dani Aquino on 6 de setembro de 2010 09:38 disse...

Pois eh, eu ateh tenho tais habilidades, mas sinceramente nao gosto de praticá-las!
:x

Bárbara on 6 de setembro de 2010 09:54 disse...

outra alternativa é casar com um homem que saiba fazer tudo isso e esteja disposto, claro. Estou trabalhando nesse caminho ;D

.Intense. on 6 de setembro de 2010 10:26 disse...

Intensamente feliz de saber que não sou a única. Ou sou, de certa forma - meu cardápio é beeeeem mais restrito do que esse seu aí. No entanto, agora eu descobri o delivery pela internet e meu leque de opções-pra-não-passar-fome está mais amplo... :p

Não sei qual vai ser a solução. Eu, além de tudo, tenho rinite - oq me impossibilita de usar um monte de produtos de limpeza pra cuidar da casa - e um pavor de fogo que me impede de chegar mto perto de qualquer coisa na cozinha...mas tá bom, sou otimista. Não ao ponto de achar que vou mesmo arranjar um marido rico e milhares de empregados, mas de pensar que na hora do aperto, todo mundo dá um jeito.


Mas vou tentar agora não. Vou esperar a tal hora do aperto. Haha.


Vamos fundar uma cooperativa de auxilio mútuo entre nós...
:p

Emy on 6 de setembro de 2010 10:43 disse...

Aprender na marra msm....hehehehe

Gabi disse...

opção a) com certeza! HAHA A última coisa que pretendo aprender na vida são coisas de casa. Tenho coisas muito mais interessantes e importantes a fazer :) Nem, liga, sou igualzinha a você! E olha, seu cardápio é muito mais cheio do que o meu HAHAHA (só sei fazer coisas de fritar/colocar no micro-ondas)

Anônimo disse...

Bem eu sou uma mulher moderna, trabalho, estudo, penso em ter uma carreira antes de ter uma familia, na verdade acho que nunca pensei em ter uma familia... o fato é o seguinte, sei fazer varias coisas em casa, lavar, cozinha, tá ok não sou muito boa em passar roupa, mas até ai td bem, é só comprar roupas de tecido que não amassem. Não acho que vc seja um aborto da sociedade feminina, pelo contrario, acho que vc, eu, todas nós do seculo 21, somo fruto de muita luta feminina, e qual é, ninguem é obrigado a ser perfeito, e vc não precisa ter qualidades de dona de casa, vc precisa é fazer o que gosta, se gosta de cozinhar, bem é só se dispor a aprender, se não gosta, deixa pra lá, afinal comida pronta existe pra quê, né? Só acho que temos que saber o minimo pra sobreviver, não morrer de fome e nem andar com roupas sujas por aí, isso é claro se vc não casar com um homem rico que tenha varias empregadas...
Post engraçadissimo, muito bom!!!

Renata on 6 de setembro de 2010 11:59 disse...

sou igualzinha. sinal dos tempos, eu acho.
mas eu me esforço, pq acho necessário saber. minha mãe sempre me disse que até pra saber mandar alguém fazer, é importante que você saiba como se faça, pelo menos na teoria.
sábio conselho, seguirei para sempre.
fora que, quando o calo aperta e a conta bancária não colabora, prefiro me aventurar a limpar a privada do que deixar ela criar pés de cogumelo! eca!

Pami on 6 de setembro de 2010 12:35 disse...

Aprender na marra, porque achar um homem rico não está muito fácil HAUSHUASH
Entenda o rico como rico E DISPONÍVEL ;)

@rezinhae on 6 de setembro de 2010 14:27 disse...

Adorei o texto! Claro, me identifiquei logo né? KKKKK!
Eu não me orgulho de não ter uma pluralidade de dotes, como ouço SEMPRE a minha mãe falar que 'a filha da fulaninha' tem, mas tenho certeza que quando EU for a dona da MINHA casa vou tomar gosto pela coisa e me empenhar mais nas 'artes domésticas' (Não, eu não pretendo ter uma empregada gostosona em casa). No tempo da minha mãe, as moças eram criadas de outra forma, era uma preparação pro casório.. Hoje, como a Claris falou, as mulheres são modernas. Modernas no sentido de ter um plano futuro no ambito profissional. Estudam, fazem cursos, trabalham, viajam e os afazeres domésticos.. Ih, deixa pra empregada, já que bem-sucedidas podem se dar ao desfrute desse 'luxo'.
Como falei, não me orgulho.. mas também não me preocupo, dá pra me virar, e o resto a gente aprende! :D


sempre acompanho vocês corporativetes, a-d-o-ro!
beijo meninas! :*

Luciana disse...

hahahaha adorei!!! ;) muito bom!!!! tb nunca tive vocação pra ser dona de casa! mas qdo a casa passa a ser sua...... e vc nao esta com nenhum namorido rico, tem que aprender na marra! ;) hahahah beijoooo

Bel on 6 de setembro de 2010 19:19 disse...

Também estou feliz de não ser a única, e meu cardápio é muito mais restrito que o seu. o Mais elaborado que sei fazer é miojo com atum, hahahaha.

Mas é que realmente não tenho saco pra cozinhar, até queria, mas isso não me pertence!!!

Raissa on 7 de setembro de 2010 00:43 disse...

Eu não sou a única! *capota*
Meu cardápio? BRIGADEIROOO! Sério. Só isso. A última vez que eu fiz ovo consegui separar a gema da clara perfeitamente... uma caiu na panela e a outra no fogão *desastre*

Thaís Prado on 7 de setembro de 2010 13:20 disse...

E dizem os gourmets que ovos são as coisas mais difíceis de se preparar...

O que será de mim?

Andréia Freire on 8 de setembro de 2010 03:29 disse...

Vão me criticar por algo tão simples mas, ok.

Que tal começar a não pensar que esses deveres são exclusivamente femininos? Que isso gente? Você casa, você trabalha da mesma forma que o seu marido e você tem que ser a responsável pela casa? Tipo, nada a ver isso. O homem também tem que ser dono-de-casa.

Meu namorado sabe cozinhar, varrer, passar pano, as vezes sabe mais sobre limpeza de casa e cozinha do que eu! Ele lava roupa também. Algumas coisas foi ele que me ensinou. Se seu namorado/marido não sabe, ele aprende. Os dois aprendem. Né, não?

Muita coisa só aprendi depois que fui morar sozinha com o namorado. Eles tem que dividir as tarefas sim. É o justo.

Única coisa que a gente não faz é passar roupa, hauahuaha, mas passar é uó!

Anônimo disse...

Engraçado como a mulher da figura parece feliz de limpar! hahaha
eu sei fazer tudo, mas não acho tãaoo divertido!

Giulia on 19 de agosto de 2011 09:33 disse...

Confesso! Eu também não sei fazer as tarefas domésticas... quando eu percebi isso?
Quando minha mãe pegou dengue e eu me vi obrigada durante 1 semana:lavar, passar, cozinhar, limpar e ainda trabalhar e estudar.
Resultado: Virei piada em encontro de família. Primeiro pq pra lavar 1 semana de roupa coisa que minha mãe faz em 2 horas eu demorei 8 horas, passar 4 horas, limpar a casa 2 horas (por dia), cozinhar 1 hora sem contar que eu não consigo fazer tudo junto.

Meu consolo é que minha mãe afirma que me criou direito, ou seja, ela não me criou para ser dona de casa.

Bom é isso!!! Adorei o post!

 

Corporativismo Feminino Copyright © 2009 Baby Shop is Designed by Ipietoon Sponsored by Emocutez Edited by Blog Feminino