quarta-feira, 25 de agosto de 2010

O Fantástico Mundo de Bob


Sabe aquela pessoa que cria mil e uma histórias na cabeça e quer transportá-la para a vida real? A pessoa que vive num Fantástico Mundo de Bob é assim: imagina uma coisa e esquece que ela não aconteceu na vida real. Algumas vezes para não se sentir ridícula por ter se dado mal, outras só porque querem mesmo (ou eu não encontrei uma explicação plausível para o fato).

Com vocês, a pessoa que vive num Fantástico Mundo de Bob.


Situação 1:
A: Então, eu estava lá parada. Apenas curtindo o show e tal, e de repente o guitarrista começou a olhar pra mim...
B: Jura??? Que legal! E aí, o que mais aconteceu?
A: Aí depois que o show acabou, ele veio direto até mim e falou que eu era a mulher mais bonita que ele viu na vida, que queria casar comigo e ter 3 filhos. Me pediu em casamento e tudo!!! Mas eu nem quis porque ele não fazia meu tipo...
B: Ah, claro...
(No dia seguinte):
C: Nossa, você viu que a A levou um fora do guitarrista lá da banda? Ela grudou nele depois do show, tava praticamente se jogando em cima dele e o cara neeeeem ai! Parece que ela falou algo como casar e ter filhos também...
B: Sério? Ela me contou diferente, mas esta versão faz muito mais sentido.

Situação 2:
A: Nossa, você não vai acreditar!!! Eu fui ao supermercado hoje e na seção de vinhos, um argentino MARAVILHOSO veio conversar comigo, falou que tinha acabado de chegar ao Brasil e não sabia qual vinho deveria levar. Trocamos algumas idéias sobre o assunto e tal, depois cada um foi para um lado. Aí, quando eu fui pra fila do caixa, adivinha? Ele apareceu logo atrás de mim. Pediu meu telefone e me convidou para ir com ele à Buenos Aires. Prometeu me mostrar a cidade toda!
B: E você topou, né?
A: Claro que não, tá louca? Passei até o número errado...que cara doido!

Situação 3:
A: E ai, você passou na matéria?
B: Passei não, tomei pau por falta, acredita?
A: Não creio!
B: Verdade! Eu fiquei com 99 no semestre, mas tava com 1 falta a mais e o professor não quis tirar...

Acho divertido fantasiar algumas situações. Que mulher nunca imaginou uma cena romântica, uma briga com o namorado (e a reconciliação, claro)? Faz bem e estimula a criatividade, mas o tempo todo só pode ser caso clínico. Além de encher o saco.

Follow Me: @claris_simao
E-mail: claris@corporativismofeminino.com

----------
Gentém do céu, peço desculpas pelo sumiço, mas eu estava trabalhando igual Isaura e fiquei sem tempo de escrever para o blog, mas agora estou de volta! ;) Miss you, guys!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Postado por Claris Simão às 01:50

12 comentários:

Cris Soleitão on 25 de agosto de 2010 02:06 disse...

Hahhaha... conheço bem o tipo. Tenho uma amiga que é EXATAMENTE assim.

Ela conta umas coisas TÃO mirabolantes que é impossível acreditar na veracidade total da palavra dela. Tenho pena, mas não consigo considerá-la muito confiável...

Conheço outro alguém que vai gostar muito desse post!

Laura on 25 de agosto de 2010 04:37 disse...

Caiu como uma ficha pro dia de hoje. Tive que desistir de uma amizade pq a pessoa era uma mentirosa patológica. Nao sei até que ponto isso não é uma doença viu. A pessoa não tem nem a cara de pau de verificar se os outros tem ou nao como descobrir a mentira. Aí fica aquela situação desagradável e a pessoa lá com aquela postura de quem ta arrazando...

Elaine dos Anjos on 25 de agosto de 2010 09:13 disse...

Eu apelidei uma pessoa da minha familia de BOB. Ela só conta vantagem e histórias que só acontecem no mundinho dela...Na verdade ninguém a suporta de tão chata e metida, só quer bancar a superior a todo mundo e com 25 anos ainda é sustentada pelos pais e viver de mesada...rsss Homem nenhum aguenta,a acha uma mimada e fútil. Nossa se ela soubesse como rende tantas e boas piadas depois que encontramos com ela...kkkk Eu me divirto!! kkk
Bjuxx!! Meninas!
http://garotavaidosa.blogspot.com

Caarii on 25 de agosto de 2010 13:25 disse...

Como eu me divirto com esse tipo de coisa... Eu tenho 2 assim... Eu sou ironica demais, juro. Qdo eu vejo, a lingua grande já saiu da boca. Vc sente que a pessoa é uma mentirosa patologica qdo vc ve q ela aumenta o tom de voz pra contar uma coisa no meio de um monte de gente que n tá dando a minima pra ela. AI ela vira e solta: Posso falar em frances? é mais o meu jeitinho! AHHHHHH num pode não...

Dani Dorini Sabbato on 25 de agosto de 2010 15:30 disse...

HAHAHAHAH

essas pessoas são engraçadas.
Tenho vários amigos que a gente brinca que vivem no Fantástico mundo de Bob! HAHAHA, maaas é bom viajar um pouco as vezees.. =)

Parabeeens pelo blog.. adoro os posts de voces.

Beeeijos

Ana Helena on 25 de agosto de 2010 16:25 disse...

O mais legal eh quando uma pessoa lê um livro e coloca algumas coisas do livro nas situações do dia-a-dia...vc sabe de quem eu to falando,neh?! eh a Luiza_BrotoDeFeijão

Tereza on 25 de agosto de 2010 17:10 disse...

Olha... preciso desabafar...
Eu sou o próprio BOB, é claro que não invento mentiras pro outros, até pq minhas viagens são bem particulares...sabe sou do tipo que fala sozinha soh pra matar o tempo, invento historia, ou seja, sou pirada, adimito... Mas entendi o post, essas pessoas que inventam história, sei lá pra contar vantagem, pra parecer que é a rainha da cocada preta...conheço pessoas assim... e pior a gnt nunca sabe qdo fala a verdade, neh?! as vezes até tah contando a real, mas ninguem acredita..

Kle_z on 25 de agosto de 2010 19:47 disse...

Pessoas assim me matam de rir e o pior, elas não sabem parar de inventar. Haha

Beeeijos.

Deja disse...

Meu apelido era Bob quando criança, mas pela aparência.

Este post me resgatou traumas.

Zingara on 28 de agosto de 2010 07:26 disse...

HAHAHAHAHAHAHA


Nem vou comentar porque a pessoa lê o blog. Mente tanto que eu geralmente escuto e fico dando redbull para ela, ou seja, fico fazendo mais perguntas sobre a mentira.

Thiara Ney on 30 de agosto de 2010 09:37 disse...

Ah Cris, adorei o post, e tem gente assim meeesmo, deve ser doença.
Mas vou te contar uma coisa... No penúltimo semestre da faculdade eu fiquei com 9 de média em uma matéria que eu gostava e tinha 10 faltas (eram permitidas 9). Eu não faltava tanto, é que eu morava longe da faculdade, e sempre saía da sala 10 minutos antes do final da aula, e a professora me dava falta. Só descobri isso qdo soube que estava de DP, com 9 mesmo de média. No fim a coordenadora foi complacente e eu só tive que fazer um trabalhinho para contar como DP cursada (mas tive que pagar a matéria, haha).
Pois é, acontece de verdade...

zackmoura on 3 de junho de 2011 17:14 disse...

Pessoal visitem meu canal no youtube: http://www.youtube.com/user/Izahell
Estou colocando todos os 80 episódios de O fantástico mundo de Bobby lá.
Quem quizer conferir:

Episódio 38 - A namorada de Bobby

Parte 1 http://www.youtube.com/watch?v=pFsu8Ls5pdg

Parte 2 http://www.youtube.com/watch?v=Jec7h0Ry-lU

Obrigado.

 

Corporativismo Feminino Copyright © 2009 Baby Shop is Designed by Ipietoon Sponsored by Emocutez Edited by Blog Feminino