domingo, 11 de julho de 2010

Para evitar a fadiga...

Ah, a preguiça.



O que não fazemos para evitar a fadiga, não é mesmo?

Não sei se isso já virou doença, aliás, morro de inveja de pessoas saltitantes que fazem mil coisas ao mesmo tempo, enquanto eu estou aqui, nessa moleza eterna.

Meu professor de cursinho falou uma vez que um americano tinha feito um estudo, sério, sobre o motivo pelo qual os brasileiros são tão preguiçosos e chegou a uma conclusão: No Brasil existem muitas redes.

Sim, redes.

Resolvi fazer uma análise interna dos motivos da MINHA preguiça. E, só para variar um pouco, vou enumerá-los e descrevê-los.

A cama



Ô delícia cremosa que é a nossa cama. Pode nem ser a melhor cama do mundo, mas é NOSSA. Eu lembro de quando estava na escola, chegava lá pelo meio dia em casa, olhava para minha cama, ela olhava pra mim, e simplesmente, me abraçava. E lá eu passava boas três horas enrolando para não estudar. Rola para um lado, rola para o outro, colocava uma música...
Minha cama e a possibilidade de passar a vida deitada nela são motivos vibrantes da minha preguiça diária.

O calor




Eu não sei vocês, mas eu sou uma pessoa que passa ridiculamente mal no calor. Enjoo, canseira, dor de cabeça, pressão baixa... Então, só esses motivos fisiológicos já me fazem preferir ficar em casa, na sombrinha, tomando água de coco e vendo TV. Ai, aquele povo suando, você suando, todo mundo suado, a cabeça tostando... Acabando sem conseguir comer por estar enjoado de tanto calor e depois desmaia, porque não comeu. Uma beleza! Argh!


O frio



Amo o frio! Ele não me faz passar mal e as pessoas ficam mais bonitas ou, sei lá, as pessoas feias ficam mais cobertas. Mas que não dá vontade de sair das cobertas, não dá! O frio é uma época carente do ano. Do tipo carência sem esforço, você quer ficar abraçadinho com alguém debaixo das cobertas, mas você, obviamente, quer que o alguém venha até você, te esquentar.


Ah, pega pra mim



Os clássicos que começam com “Manhêêê”. Aquela preguiça básica de fazer aquilo que outra pessoa poderia fazer por você. Você está do lado do controle remoto, mas por preguiça algum motivo, ele parece inalcançável. Você olha para ele, ele olha para você e então, sabiamente, você começa a mentalizar o controle vindo na sua direção e fica esperando. O controle não vem. O que fazer? “Manhê, pega o controle pra mim!”.

Bom, preguiça não é preguiça se tiver um bom motivo. Eu tenho vários bons motivos para justificar minha preguiça. Inclusive, meu corpo já se acostumou e me ajuda. Como? Quando eu despejo todos os meus livros na mesa e sento para estudar, 2 minutos depois minha cabeça começa a doer e eu fico enjoada. Conclusão? Tenho que descansar.

- Tô com a rinite atacada, não posso abrir a geladeira pra pegar Coca.
- Acabei de fazer a unha, não posso lavar a louça.
- Não vou atender o telefone, é pra você.

E vocês, são preguiçosos de carteirinha ou só de vez em sempre?

Por aqui também:

@omerengue


OMerengue




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Postado por Thaís Prado às 23:59

13 comentários:

Lu a Dois on 12 de julho de 2010 00:52 disse...

Sou a favor da teoria do Jaiminho carteiro... "preferi evitar a fadiga!!"
Pois é... tenho me sentindo péssima com essa preguiça que me consome dia e noite... meu corpo está gritando por exercício mas só de pensar em vestir a roupa para ir a academia me dá uma preguiça que acabo desistindo!!

Tô precisando criar coragem... quem quizer me dar um pouquinho eu tô aceitando!!


:) sou assumida e ponto final!

Ana Vicente on 12 de julho de 2010 01:24 disse...

Adorei o post...seria capaz de passar uma semana sem sair de casa de pijamas comendo e curtindo o ócio... no calor deitada com as costas no chão, no frio, coberta feito um esquimó...
Me acostumo facilmente ao ócio...
O delícia!!!
www.coisasaleatoriasdaminhacabeca.blogspot.com

Erika Mariana on 12 de julho de 2010 03:11 disse...

Esse post é a minha cara, vc descreveu minha vida ai kkkk

Sério eu também odeio calor, passo mal e amo o frio de paixão!!

E sou preguiçosa assumida, nasci cansada e sou adepta da frase "Ahh agora não tô com preguiça"

Ah e uso as mesmas desculpas!! rs

Amei!!! beijus

Dama de Cinzas on 12 de julho de 2010 07:54 disse...

Preguiça é meu pior defeito. Eu só faço o que tenho que fazer, tudo que posso adiar, jogo pra frente... Mas entenda adiar, tarefas, trabalhos, coisas do cotidiano, nunca decisões importantes, pra essas eu não tenho preguiça... Trabalhos domésticos me matam de preguiça totalmente...

Beijocas

Carol disse...

Nossa, que bom que não sou só eu.
PREGUIÇA é meu maior pecado.
HAHAHAHAHAH
Minha vida se resume em um pequeno ciclo: comer da sono, drmir da fome. Ponto. Sem mais.
Simples assim, mas que dá inveja de pessoas animadas, que fazem tudo ao mesmo tempo, dá...
Ainda chego lá, quem sabe.
Mas ainda não cumpri nenhuma das minhas promessar particulares para as férias, como, fazer alguma atividade fisica, dá uma preguiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiça
~/

rayssa gon on 12 de julho de 2010 13:55 disse...

Ele não me faz passar mal e as pessoas ficam mais bonitas ou, sei lá, as pessoas feias ficam mais cobertas.

sua frase fez meu dia.

beijo

Dani disse...

Ah, agora deu preguiça de comentar...

Renata on 12 de julho de 2010 21:16 disse...

até minha luz e meu ventilador têm controle remoto! haahhaha

ah, dá muito trabalho levantar da cama pra apagar a luz qd vc já tá aconchegadinha no cobertor pra dormir, né?!

um salve pra criatividade humana!

Bel on 12 de julho de 2010 22:26 disse...

Renata, agradeço ao meu gênio-pai por ter projetado minha casa com interruptor da luz na entrada do quarto e na cabeceira da cama, hahahaha.


Ah, me senti abraçada com esse post. NÃO SOU A ÚNICA!! UFA!!

Sou uma Cumbuca on 12 de julho de 2010 22:26 disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkk

Esse post foi pra mim!
Nenhum outro teve tanto a minha cara.

Vejam vocês que agora estou trabalhando em casa. Um prato CHEIO para a minha preguiça.


Não preciso acordar cedo, não preciso tomar banho gelado de manhã CEDO, não preciso pegar ônibus cheio no CALOR de Recife, nem no frio, quando faz... Enfim. Minha cama está o tempo todo ao meu lado, com os braços abertos e fofinhos para me receber.

Estou aprendendo a me controlar e a dosar essa preguiça que toma conta de mim o dia todo.

Beijos, meninas! Esse blog é meu segundo lar! kkkkkkkkkkkkk


Cumbuca Mor

Claris Simão on 15 de julho de 2010 21:08 disse...

Ai q preguiça de comentar...
hehehe

Nega. m disse...

Ei, vc, sou eu! Entendeu?!
O texto parece escrito por mim.
Preguiça de trabalhar de noite (mas trabalho), preguiça de trabalhar de manhã e de tarde ahhhhh,depois do almoço da mó preguiça.

O que nos diferencia é que amo a cama e o sofá, qdo não estou dormindo, estou deitada vendo tv... em relação ao 'MEU' amado controle (Obrigada mesmo a quem o criou \o/), peço p/ o meu filho de 10 anos (Fillhooo, se vc for bonzinho trás o controle p/ mãe, tem coragem?.rs)e ele trás, falando: - Preguiçosa! e eu respondo: - Eu?! Com a maior cara lavada.

Vc diz 'EU TE AMO' para sua cama? Pois eu digo, toda vez que levanto contra minha vontade, qdo preciso cumprir minhas obrigações, eu sempre me declaro e a beijo tbém!

EITA AMOR QUE NÃO CABE EM MIM!

MEU LADO GAY, A AMA... AMADA CAMA!

Rossana P on 17 de julho de 2010 14:22 disse...

Precisamos de férias! Por tempo indeterminado...

 

Corporativismo Feminino Copyright © 2009 Baby Shop is Designed by Ipietoon Sponsored by Emocutez Edited by Blog Feminino