quinta-feira, 3 de junho de 2010

TEXTO DA LEITORA: O fora mais educado que eu já tomei

Sabe aquela história de curar um amor com outro? Então. Todo mundo faz, e eu também.

Eu tinha acabado de me decepcionar com um carinha que eu estava saindo, amigo de uma amiga minha, e estava meio tristinha. Como sempre fui uma pessoa de muitas noitadas, logo surgiu uma amiga com uma festa pra gente ir e ver se me dava uma animadinha... Confesso que das 50 pessoas da festa, eu conhecia apenas 5, mas assim mesmo eu fui...

Chegando ao evento, conheci várias pessoas e uma em especial já lá pro final da festa me chamou a atenção, e qual foi a minha surpresa ao descobrir que ele era o dono da festa!! Conversamos durante horas e acabamos ficando. Foi um papo maravilhoso e eu já nem me lembrava mais do babaca que quase me fez ficar em casa naquela noite.

Depois da festa, mantivemos contato pela internet e pelo celular. Sempre tentávamos marcar alguma coisa, aparentemente os dois queriam se ver novamente, mas nunca dava certo. Depois de algumas tentativas frustradas, conseguimos nos encontrar em uma festa. Ficamos. Mas percebi que havia algo de diferente no ar.

Durante os próximos papos, por mais que me tratasse super bem, percebia um certo afastamento. Sempre que eu tentava marcar de sair, ele se esquivava, arrumava uma desculpa. Foi quando no dia que haveria uma festa, e que inevitavelmente iríamos nos encontrar, ele resolveu me contar a verdade.

Com todo carinho do mundo (verdade!), ele veio me falar que uma pessoa que havia sido muito importante para ele no passado, estava de volta na vida dele. E exatamente por ele não querer me magoar, estava evitando sair comigo, para que eu não me envolvesse com ele. E que essa pessoa estaria na festa, mas que acima de tudo ele iria me respeitar e não queria por nada perder minha amizade.

Achei simplesmente demais. Quando ele podia agir como a maioria dos homens, e simplesmente sumir, foi lá e me encarou. Por mais que fosse me magoar, contou a verdade. Ganhou muitos pontos comigo e somos amigos até hoje. Ah, se todo homem fosse assim...


Texto da leitora Viviane Farias
viviane.farias.santos@gmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Postado por CF às 00:01

14 comentários:

Deja disse...

"Não é você, sou eu".

Fernando Ramiro on 3 de junho de 2010 14:01 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Andréia Freire on 3 de junho de 2010 14:02 disse...

Concordo.

Não arranca pedaço contar a verdade! Mulher não morde e também não é um vaso de porcelana. Porque isso (sumir, não ser honesto) só pode ser medo (da reação e de magoar respectivamente)... ou é sem vergonhisse mesmo.

Ray disse...

ele não está tão afim de vcê...

Cris Soleitão on 3 de junho de 2010 16:18 disse...

Ah, se todo homem fosse assim... [2]

Sem mais...

claudiauchoa on 3 de junho de 2010 17:20 disse...

Esse é o tipo de homem que toda mulher procura; aconteça o que aconteça o melhor sempre é ser sincero e falar a verdade. O rapaz demonstrou uma maturidade dificil de se encontrar em "alguns homens" e em "algumas mulheres". Tenho certeza que pode não ter rolado namoro, mas, esse cara ganhou sua admiração.

Maíra K. on 3 de junho de 2010 18:21 disse...

Ele, talvez, seja a prova de que os homens ainda tenham salvação! Sinceridade acima de tudo, isso basta para que uma relação dê certo, seja para namorar, ficar, ser amigo, enfim (para os dois, homens e mulheres, claro).

... disse...

"Homens têm salvação", blá blá chato...

Tem tanta mulher escrota que também está nem aí na hora de dar o fora...

Anônimo disse...

A atitude dele só prova que ele realmente se importava com você e que mesmo que vocês não fossem ficar juntos ele não queria te magoar... Pelo jeito você conseguiu uma amizade e tanto... e pode partir pra outra....

Anônimo disse...

Eu ja agi assim com ficantes tb. Alias, rolou uma historia exatamente igual a sua... Eu estava com um carinha quando o meu marido, na epoca apenas um rolinho, veio de mala e cuia pra minha cidade. Eu muito educadamente expliquei pro outro ficante a historia, dizendo que uma pessoa especial tinha chegado na cidade e eu nao queria enganar ninguem, mas que o respeitava muito e portanto estava sendo sincera.
Resultado: o cara fingiu que entendeu mas saiu espalhando que eu era uma puta que so queria saber de brincar com o sentimento dos outros. Conclusao: homem nao respeita mulher sincera; nos mulheres e que nos impressionamos com isso.

Stella (aquela....) on 4 de junho de 2010 21:04 disse...

Ah, se todo homem fosse assim... [3]

Zingara on 9 de junho de 2010 09:19 disse...

O mundo seria um lugar bonito para se viver se todos fossem iguais ao rapazinho do texto.


Eu sou adepta a dizer NA CARA, doa a quem doer.

Maiara on 9 de junho de 2010 23:00 disse...

Me identifiquei muito com esse texto, já aconteceu algo semelhante comigo, admiro muito o cara.... Na época ele me contou que um amor do passado havia reaparecido, continuamos amigos, mas nunca mais tocamos no assunto de sair, há pouco tempo atras o namoro terminou e voltamos a flertar.
sinceridade é tudo nessa vida!

Anônimo disse...

ele ja estava com a outra e queria uma "reserva" por um tempinho.

 

Corporativismo Feminino Copyright © 2009 Baby Shop is Designed by Ipietoon Sponsored by Emocutez Edited by Blog Feminino