domingo, 9 de maio de 2010

Mãe é tudo igual, mas a minha...

aisPois é gente, o que mais se escuta por aí é que “mãe é tudo igual, só muda o endereço” e realmente não tem como negar, nas loucuras de mãe, elas são muito parecidas, não diria exatamente “tudo igual”, acredito que cada uma tempera a doidice com alguns ingredientes especiais.

No fundo, mãe é tudo esquizofrênica, isso sim! E pelos meus 21 anos de observação, a minha, pelo menos, tem alternado entre algumas personalidades básicas;

A mãe cúmplice














Essa é mamãe amiga, que as vezes tem até menos juízo que você, mas que você sempre pode contar tudo que ela vai te ouvir sem te julgar ou sem já sair dando bronca. Os conselhos são calmos, nem sempre muito sensatos, mas com certeza muito carinhosos. É aquela mami que te ajuda quando seu pai empata foda não deixa você fazer alguma coisa que quer muito e que só você e ela sabem o quanto é importante.


A mãe escândalo







- SAI DESSA CAAAAMA!

- PÕE O CHINEEEELO!

- TÁ LEVANDO O CASACO??


- EU NÃO SOU SUA EMPREGADA!



Entre muitas outros, benditos sejam os chiliques de cada dia! É a mãe que te liga 858459283 vezes até acabar a bateria do seu celular e ela ainda fica achando que você desligou para não dizer onde está. É aquela que assim que levanta, antes de qualquer coisa, vai ver se você já arrumou a cama. Ah, ela não se sente nem um pouco intimidada pelos seus amigos, não importa quem estiver por perto, se um berro entalar em sua garganta, ele vai sair! Basicamente aquela que, no calor da ira, ameaça e acaba sempre cedendo no final; - JURO QUE FOI A ÚLTIMA VEZ!

A mãe protetora

A mamãe ursa é aquela que pede o telefone dos amigos que vão junto pra balada e liga pra eles quando não consegue falar com você. Que te espera no sofá de madrugada, vendo TV. A que foi no colégio brigar com quem brigava com você! Que implica com os namorados porque eles são altos demais, porque eles não olham no olho, porque põe o pé no sofá...
-Só a mamãe pode falar mal do bebê!


A mãe agouro













Ah, o prazer de estar certa! Nunca vejo minha mãe tão feliz quanto quando essas palavras saem da boca dela: E u a v i s e i! E acho que isso diz tudo.


- Olha, não pisa no chão descalço que você gripa!

E então, você gripa.
- Eu avisei!

- Filha, não vai beber e dirigir, ein!
E então, você bate o carro bêbada.

- É, vai fazendo o que te dá na cabeça...Agora se vira, eu avisei!

A mãe carente















A famosa mãe “mimimi” as vezes usa essa carência para te mimar, outras pra cobrar atenção.


- Mãe, qual cinto eu coloco?

- Põe o vermelho, filha.

- Não gosto.

- Você não gosta de nada que eu gosto, você não me admira!


Ou como um exemplo que vi no twitter hoje, dado por @claudiotognolli: "Minha mãe me deu 2 camisas. Fui lá hoje vestindo uma. Ela chorou muito: "Você não gostou da outra, filho?”
Você não me liga, você não me ama, você não me dá valor...Mal sabe ela! Mas enfim, essa é uma personalidade muito constante dentro de toda mãe e haja criatividade pra lidar com ela e com as chantagens emocionais!
- Eu sei que hoje é dia das mães, mas você não tem obrigação nenhuma de ficar aqui comigo, viu? Mimimi...

E como disse Lenine; “todas elas juntas num só ser...

Pois é, acabamos de vez em quando esquecendo que nossas mães têm mães e que elas já passaram maus bocados também! Mas uma frase mais clichê do que “mãe é tudo igual”, é “mãe e mãe” e nessa eu acredito completamente.

Mãe não é necessariamente a pessoa que te pariu, essa com certeza foi a parte mais fácil da experiência de ter um filho. Mãe é aquela que te puxava a orelha quando você se jogava no chão no meio do shopping, aquela que já tropeçou com você no colo, caiu e ficou se sentindo culpada para resto da vida, aquela que já te deixou comer 3 sorvetes antes do almoço e principalmente, aquela que, seja lá qual foi a besteira que você fez, seja lá onde você esteja, vai te buscar e te aninhar, dizendo que vai ficar tudo bem!

UM FELIZ DIA DAS MÃES PARA AS MAIORES MERECEDORAS DO NOSSO AMOR INCONDICIONAL! O resto é o resto...

@_thaprado

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Postado por Thaís Prado às 15:49

9 comentários:

Deborah disse...

minha mãe é uma mistura de protetora e a mãe escandalo.
e eu...hm...provavelmente tambem!
a unica coisa q digo é "DEPOIS DE UM PARTO MÃE MERECE SER DOIDA"

Roberta disse...

Hahah, eu acho também!! Todas esquizofrenicaaaaas

otimo texto!!!

Vãnia on 9 de maio de 2010 18:55 disse...

adoooooro

Thaís Prado on 9 de maio de 2010 19:03 disse...

Hahah, thaanks! =)

Tassyane on 9 de maio de 2010 20:43 disse...

Ai meu Deeeeus... Hahaha, acho que a minha é tudo isso e muito mais! :P Beijos

Zingara on 9 de maio de 2010 23:48 disse...

Tenho múltiplas personalidades depois que virei mãe. E só assim também pude entender todas as facetas da minha mãe. Na adolescência eu vivia furiosa e achava ela muito imprevisivel (escrevi isso num cartão de dia da mães pra ela). hahahah

Hoje eu compreendo tudo.

Bem, costumo ser a mãe escândalo. O meu filho resolveu se dedicar mais ao futebol que os estudos. Resultado? Gritos e ele está proibido de treinar até recuperar algumas notas.

Bel on 10 de maio de 2010 09:04 disse...

Minha mãe é um pouco de tudo, menos a cumplice! haha

Alaana GR on 11 de maio de 2010 15:01 disse...

Gostei do post, e do blog de vcs também, muito bom, primeira ves que visito e gostei muito!!

Renan on 11 de maio de 2010 23:43 disse...

beleza de texto!

 

Corporativismo Feminino Copyright © 2009 Baby Shop is Designed by Ipietoon Sponsored by Emocutez Edited by Blog Feminino