quarta-feira, 5 de maio de 2010

Joguinhos de Sedução

Quem nunca ouviu aquelas “dicas” de como segurar um homem? O que você deve ou não fazer para deixar o cara caidinho na sua e fisgar o rapaz. Essas receitas prontas invadem nossa vida desde que deixamos as bonecas de lado e passamos a reparar mais nos meninos.

Por exemplo: você conheceu o cara, ficou com ele e quer que a coisa vá pra frente. Em primeiro lugar você DEVE assumir uma pose de donzela e JAMAIS permitir que o tal te dê uns amassos. E em hipótese nenhuma, dar no primeiro encontro. Numa boa, e isto agora é uma opinião pessoal, prefiro dar no primeiro encontro e saber se vale mesmo a pena ou não. Se o cara tiver “preconceito” com mulheres que fazem isso, é bom que eu já descarto de uma vez.

Outro exemplo: mulher não pode ligar ou correr atrás do cara. Vocês ficaram, foi bom e você está louca para encontrar com ele de novo. Mas, apesar de terem trocado telefones, o fulano não ligou ou deu qualquer sinal de vida. Você considera a idéia de ligar para ele e marcar alguma coisa no fim de semana, mas sua mãe / tia / prima / amiga / vizinha já toma as rédeas da situação e a impede de fazer isso. Afinal, “ele tem que sentir a sua falta”. Mas pera lá: se o cara não teve a oportunidade de sair outras vezes com você, como ele vai sentir sua falta?

O mesmo vale para aquele carinha que você está paquerando há anos e nada acontece. Você tem fazer com que ele te note, mas sem dar na cara que está afim. É a filosofia de Orkut predominando: “o importante é não correr atrás da borboleta”.

Mais um segredo milenar perpetua entre as mulheres: o cara tem que rebolar para conseguir ficar com você. Em outra palavras, c* doce. Fazer charminho, dar mole, mas depois falar que não...um verdadeiro morde e assopra. Teoricamente, isso faria que com ele ficasse mais afim de você e se esforçasse muito mais para te conquistar. Minha avó fala que eu não posso rir/sorrir muito para o meu pretendente. Segundo ela, ao simples ato de sorrir, o menino já pensa que me conquistou e vai embora. WTF???

Não contesto se as táticas funcionam – e na maioria das vezes elas funcionam –ou não, nem se é certo ou errado quebrar as regras e muito menos que nunca usei nenhuma delas. Particularmente, não tenho a menor paciência para joguinhos de sedução. Acho que na verdade ninguém gosta, mas algumas escolhem fazer, por via das dúvidas. Eu, Clarisse Simão, ajo da forma como achar melhor e se o homem não souber distinguir personalidade de valores éticos e morais, prefiro nem esboçar uma relação mais séria.

E acho que isso tudo é culpa nossa mesmo. Uma situação cíclica: nós estipulamos as normas, eles as adotam como “pode e não pode”, e nós, na maioria das vezes, não saímos dela por medo de acabarmos sozinhas. O que acontece é que de fato essas “regras” dão certo e a mulher que seguir tudo direitinho, terá seu Príncipe Encantado antes de virar abóbora.




------------------------------------------------

Please allow me to introduce myself: As leitoras do CF devem estar estranhando a minha presença no blog, então vou me apresentar. Meu nome é Clarisse, tenho 23 anos e moro em Belo Horizonte. Faço faculdade de jornalismo e desde que descobri o CF não larguei mais. Me identifiquei totalmente com a proposta do blog e agora aqui estou. Espero que eu faça por merecer. ;)


Follow Me: @claris_simao

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Postado por Claris Simão às 00:01

21 comentários:

Thaís Prado on 5 de maio de 2010 00:30 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Thaís Prado on 5 de maio de 2010 00:31 disse...

Às vezes a coisa acaba dando certo ou errado por algum motivo "x" e nós ficamos sentindo que foi porque liberamos muito rápido, porque falamos mais do que deveríamos e lalala.
Joguinho tem limite e existem os saudáveis e os doentios.
Fazer um ciuminho bobo, é saudável. Testar o queridão colocando uma amiga pra dar em cima dele, é doentio.

Mas no fundo, vai de cada um. Acredito que devemos agir da forma mais natural possível e torcer para achar alguém que responda bem a nossa naturalidade!

Por uma vida sem nóias!

Zingara on 5 de maio de 2010 00:31 disse...

Eu quebro todo o protocolo.

Eu ligo, transo, choro, morro. Só não peço em casamento porque casar não está nos meus planos.

E concordo demais, quando você diz que "Se o cara tiver “preconceito” com mulheres que fazem isso, é bom que eu já descarto de uma vez". Penso assim, milimetricamente assim. É bom que a gente pula a fogueira previamente.

Bem-vinda, querida!

Zingara on 5 de maio de 2010 00:33 disse...

Testar o queridão colocando uma amiga pra dar em cima dele, é doentio. [2]

Quem é doente levanta a mão. _o/

HAHAHAHAHAHAH

Thais Aires on 5 de maio de 2010 00:39 disse...

sinceramente to deixando de seguir essas porcarias de regras e ta sendo bem melhor, pelo menos aproveito o tempo que dura e fico sem pensa um monte de besteira.

Tereza on 5 de maio de 2010 09:10 disse...

Eu também detesto joguinhos, detesto fingir que não estou afim, quando na verdade tô morrendo de tesão pelo cara.E sou do mesmo time que a Zingara, vou a luta, faço o que tenho vontade, se o cara não me quiser, ele que ache uma virgem prometida então... Eu sou mulher de verdade, cheia de defeitos, mas com muitas qualidades tbm...sou de carne, osso e emoção...e como diz a musica.. Quando amo é pra valer, dou carinho, me entrego, faço o amor acontecer...

Beijos, parabéns pelo post e seja bem vinda...

Grazi on 5 de maio de 2010 09:14 disse...

Namoro há quase 3 anos, e acho que se por acaso terminasse agora eu ficaria um bom tempo solteira, pois não tenho a menor paciência para joguinhos "ligar ou não ligar, dar ou não dar, e se ele me ignorar..." bla bla bla!

Nesse ponto eu sou muito transparente, ou eu to afim do cara e vo ficar com ele, (vou ligar, vou procurar) ou não to e ponto final, não sou de dizer não quando quero dizer sim.

Simples como a vida deveria ser! =D

Cris Soleitão on 5 de maio de 2010 11:34 disse...

Affe... eu não sei o que tá certo e o que não tá e to nem sei. CANSEI.
Não só do jogo, como dos homens... ou melhor, me traumatizei e acho que continuarei traumatizada por tempo indeterminado!

Se eu fico com um cara e to afim de ver ele de novo troco telefones mas não ligo... pode até parecer filosofia de butiquim... mas eu realmente não fico ansiosa, esperando com o celular na mão, verificando a cada 5 segundos... eu simplesmente desencano e sigo minha vida!
Se, depois de alguns dias eu tiver afim de sair e lembrar que o cara existe, daí ligo.

Mas, definitivamente, esse tipo de coisa não rege a minha vida!!!
Ser solteira e livre é a melhor coisa do mundo!!!

E, sim, quem quiser que corra atrás porque eu não corro mais atrás de ninguém. Eu abtraio, desencano, penso em uma viagem maravilhosa a Paris ou Nova Iorque SOZINHA... com certeza aproveitaria bem mais!!!

Thaís Prado on 5 de maio de 2010 12:02 disse...

_o/

Thais on 5 de maio de 2010 13:34 disse...

não acho que seja nada demais vc procurar o cara, afinal, foi bom mesmo... dar uns sinais de vida não arranca pedaço. dependendo da intensidade da parada, eu stalkeio, me mordo, me arrebento, espero resposta, não desencano até gastar o que tô sentindo (e gasta) e encher meu saco... isso tudo com alguma discrição. espero, haha.
mas na boa? se vc fez e aconteceu, se deu todos os caminhos e assinalou a rota até vc claramente e o cara não foi, paciência. não rolou mais pq não tinha que rolar.
geralmente a gente que é mulher não se engana com os sinais. na maioria das vezes o cara gostou mesmo! mas daí a prosseguir... melhor que esse tipo de coisa "foi-mas-não-foi" fique engavetado no arquivo de "mistérios insolúveis" da nossa vida.
e bora pra próxima!

Fernanda on 5 de maio de 2010 14:37 disse...

Concordo. Plenamente. Sou adepta desta idéia.
E Cla, parabéns, eu adoro esse blog, e poder te ler aki toda quarta eh um orgulho!
Muahhh =****

Anônimo disse...

Oiii Clah! Seja super bem-vinda, adoro o CF também!

Acho que joguinhos não valem a pena, pois nunca é verdadeiro, vc nunca faz o que vc realmente quer e sim o que está estipulado "faça isso, faça aquilo, mas não desse jeito, e tal"!
Acho que quando é verdadeiro é muito mais gostoso!!

Beijos meninas!

Deja disse...

Eu detesto jogos.

Eu irei me apaixonar ou não, nos primeiros 5 minutos em que eu conhecer a pessoa.

Não é necessário isso...


Meu último casinho me ignorava sempre após a gente se ver, uma vez confessou que era para me provocar.

É, há 20 dias não ligo pra ela, antes eu estava apaixonadinho.

Anônimo disse...

Legal o post! Seja bem vinda!! ^^

Tay Joplin on 5 de maio de 2010 21:59 disse...

DOREI o blog minha ruiva favorita!!!

Ah, já sou tua fã tem anos, sem mais hahah


Xoxo

Crazy on 6 de maio de 2010 00:10 disse...

ah, sei lá, acho q essas coisas têm um fundo de verdade, óbvio q não dá para levar ao pé da letra, ainda mais hj em dia, mas que tem um fundo de verdade, isso tem. Meu namorado diz com todas as letras q o fato de eu não ter corrido atrás dele e até chegar a fazer frescura para sair com ele no começo fizeram sim com que ele se interessasse por mim, já que havia outras no pé dele. Mas claro q eu não fiz de caso pensado, foi natural, se fosse forçado seria perceptível (e ridículo)

Paiva on 6 de maio de 2010 14:25 disse...

O mundo seria muito melhor rsrs

Bel on 7 de maio de 2010 23:11 disse...

Também não gosto de joguinhos, e não gosto de não saber o que se passa na cabeça do sujeito. Quer me deixar puta, é só me deixar no vácuo!

Gabriela on 8 de maio de 2010 15:34 disse...

Eu cá sou eu mesma, sem conselhos de revistas, nem filosofias de quem quer que seja. Quem gosta, gosta.

Temperamento Inquieto on 9 de maio de 2010 13:36 disse...

Hahahha... adorei. Concordo com você em gênero, número e grau. Me recuso a fazer joguinhos. Acho que o homem que precisa disso para se interessar é um pateta, e então não ME interessa. :-)

Beijos,

Deb.

www.osexoeasmulheres.blogspot.com

Michele Salaberry disse...

Acho q cada pessoa é unica e o q da certo hj comigo e o carinha X amanha naum dara com o carinha Y. pq o amor a paixão é na hora!!!! E joguinho é pra atleta!!! Meu negocio é romance ou....lance!!!!
Vamos ser felizes no momento q a felicidade aparecer na nossa frente e naum esperar q ela bata na porta!!!!

 

Corporativismo Feminino Copyright © 2009 Baby Shop is Designed by Ipietoon Sponsored by Emocutez Edited by Blog Feminino