segunda-feira, 19 de abril de 2010

Verdades Normais - E os tipos de mulheres são...



“Não existe mulher interessante feia, a nota máxima alcançável por uma mulher feia é comível” Rui


Porque eu não duvido disso? Tudo bem, “Os Normais” foi uma série cômica, cheia de exageros, mas sem dúvida foi a que retratou a vida com mais veracidade e menos hipocrisia (vide novelas). Sou só eu ou vocês também não estão nada chocadas em ouvir um homem dizer isso? Ô coisa…Nós, Vanis, sabemos muito bem o perrengue da heterossexualidade! Mas a coisa boa que sai de tudo isso é, a previsibilidade…

Mas enfim, andei pesquisando e pelo visto os homens têm um sistema simples para categorizar as mulheres.


O grupo das comíveis e o das não comíveis, basicamente se subdividem assim;

Dentro do grupo das comíveis existem as;


Bonitas, já pra cama! –






















As tchutchuquinhas da vida, modeléts, cocotinhas, loiras aguadas, morenas com ou sem sal…Enfim, diante de uma mulher bonita o intelecto fica em segundo lugar, alguns homens se sentem confortáveis nessa categoria por “conversarsobrecoisasinteressantes” não ser o seu forte. E no fundo, se tratando de uma mulher bonita, tanto faz o que sai de sua boca; “o importante é o que vou colocar dentro” (ignorem o surto!).

No primeiro momento o importante é a atração física…bonitinhas levam vantagem sobre qualquer tipo de feinha; a simpática, a cheirosa, a inteligente, a animada…enfim, qualquer uma.
O que tem de mulher bonita e chata/burra no mundo não tá no gibi e com certeza os homens sabem disso…mas eles ignoram.
Resumindo: Bonitas, já pra cama!


Gostosas ou, no ponto! -






















Alguns homens não tem a capacidade de distinção entre as “bonitas” e as “gostosas” e normalmente fazem confusão. Os que não fazem vêem as gostosas como comíveis independente do pescoço pra cima ou seja, podem ser feias! Aqui valem peitões, bundonas, cinturinhas, quadris e tudo de preferência, bem a mostra para o material poder ser melhor avaliado. Não me levem a mal, garotos, não estou dizendo que é assim que vocês escolhem a mulher que vão casar, mas pra comer vamocominá, né? É bem por aí. Camarões e Raimundas, todas entram no jogo!


Ah! Se rebolarem bastante e souberem “vender o material” ganham pontos, mas se ficarem paradas …Mmm, dá no mesmo.

Agora, as não comíveis;

As Feiosinhas (não gostosas) Voltem para a caverna -























Fubanga, Catira, Catiroba, Catilanga, Caticoco, Trubufu, Mocréia, Brucutu, Cruz Credo...

Pode ser inteligente, pode ter milhões de qualidades, mas num primeiro momento, se não é nem gostosa nem bonita, será muuuito provavelmente não comível (claro, dependendo do grau de carência do indivíduo).
O que as mulheres nessa categoria podem fazer pra se ajudar? Maquiagem, roupas provocantes, saltos e perfume oou ser bem vagabunda e deixar isso claro. Gorda demais, magra demais…não faz muita diferença, você não é gostosa e ponto. Sabe aquela boa vontade que eles tem com as bonitas e as gostosas? Pois é, fica limitada a elas.

Dentro dessas categorias existem variações, claro;

- Pode existir uma bonita com um bafo insuportável (mas mesmo assim, pode apostar que vai rolar uma boa vontade extra)
- Pode existir uma gostosa sem dente (atrapalha, mas não impede)
- Pode existir uma feiosinha suuuper estilosa (o que dependendo do público alvo, funciona muito bem)

Ps. Sem intenção de ofender ninguém por aqui, ein! Nem os homens nem a mulherada! Agora, o maior fator de exceção dessa lista é a CARÊNCIA! Homem carente demais tem pouquíssimas exigências para encher a cama. Não estou dizendo aqui que homens são incapazes de amar, que só a aparência é que importa. Exceções existem sempre e ainda bem!!

Eu gosto de acreditar nos temperos dessas categorias; o charme e a confiança são os principais deles. Quanto mais confiante, mais bonita, do mesmo jeito com as mais charmosinhas. Tem também a sensualidade, o perfume, o jeito de andar, de falar… Mas é assim, basicamanete, que funciona o software masculino.

(Ruis do nosso Brasil, nós te amamos, mas amamos mais ainda reclamar de vocês, então…não se revoltem. Não desejamos mal a quase ninguém!)

=)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Postado por Thaís Prado às 14:36

16 comentários:

Bel on 19 de abril de 2010 15:40 disse...

Adorei! sou super fã de Os normais.
Estou sem cabeça pra comentar muito agora, mas quis registrar meus votos boas vindas ao blog. Então, bem vinda! :)

Gabriela on 19 de abril de 2010 15:43 disse...

COMÉDIA :D

Zingara on 19 de abril de 2010 16:09 disse...

Super bem-vinda. Muito feliz de oferecer esse espaço para uma pessoa com senso de humor e desenvoltura na escrita.

Qdo se fala em mulher feia só lembro da Sofia que era casada com Nazareno (personagem do Chico Anísio).

Anália on 19 de abril de 2010 16:17 disse...

Bem-vinda, Tha =) E já começou arrebentando, né? Texto muito engraçado e realista!

Thaís Prado on 19 de abril de 2010 16:18 disse...

Hahaha, eu lembro da Filomena (Ô coitado!)

Jullyane on 19 de abril de 2010 16:26 disse...

Adorei o texto, morri de rir com a irreverência em retratar uma realidade tão óbvia.

Onde assina? rsrsrs!

Beijos

Aninha disse...

Adorei! a verdade nua, crua e bem humorada.

Lua disse...

Hahahahahahahaha
Ótimo ótimo. Vc escreveu tudo que eu pensava mas nunca tinha conseguido sintetizar.

Manah on 20 de abril de 2010 01:36 disse...

vc tá dizendo verdades, não precisa se justificar tanto.. risos.

Allys on 20 de abril de 2010 14:58 disse...

ÊPA!

Protesto, nobre companheira-alvo do desejo sexo-afetivo dos meus congêneres!

Não vamos simplificar tanto...:

- faltaram vários outros estereótipos femininos que estão impregnados e já até viraram folclore entre nós!

mas tudo bem... a ciência do "comportamento pegador" funciona assim mesmo, e começa por essas duas ramificações: as pegáveis/comíveis e as não-pegáveis/não-comíveis (isso é simples questão terminológica!), surgindo ainda uma terceira corrente, as sobriamente-não-pegáveis! que há muito se discute em qual das duas outras correntes elas se encaixariam, chegando a ser classificada como uma categoria sui generis!

e não vou me alongar tanto aqui pra gente não se embolar no meio de campo e correr o risco de desprestigiar alguma subdivisão aí.

mas... enfim... boas ilustrações e boa pegada (do texto)!

Deja disse...

Pego todas, desde que bem higienizadas.

Dai on 21 de abril de 2010 10:01 disse...

Grande Rui...gosto muito dele e do Super Sincero.
Acho que as pessoas são utópicas demais pra acreditar na verdade nua e crua da vida.
Gostei do post..super esclarescedor.
Mulheres que si virem pra serem gostonas, ou no mínimo, comíveis...kkk


Beejo!

Thaís Prado on 21 de abril de 2010 12:04 disse...

Pois é, Dai...
É muita Capricho e Disney na cabeça dessas crianças, haha...

Um pouco menos de brilho pode até fazer bem!

Obrigada pelo comentário ;)
Até o próximo!

Mulherzinha Sim! on 22 de abril de 2010 08:37 disse...

Muito pertinente esse post! É assim mesmo que funciona a cabeça dos homens (as duas). rsrs

Beijos

www.mulherzinhasim.blogspot.com
www.formspring.me/mulherzinha

Deo disse...

Realmente amigas...
Só vou dar a dica para o próximo post, eu tava conversando com um amigo meu, e ele disse que prefere as gordinhas, ou as "gordelicias" como ele chama...

Ele comentou que se fosse para ficar entre uma magrinha e uma gordelicia, ele preferia a gordelicia...

Eu acho que eh um bom assunto para comentar...

bjkss

Anônimo disse...

Ridículo post, a única coisa que tem que agradar os homens é uma coisa que acho que você desconhece: CARÁTER.
Não importa se você é baixa, gorda, alta, magra, loura, morena, negra... a única coisa que realmente deve importar é quem você é por dentro, beleza física não vale de nada, isso é apenas um estereotipo idiota que a sociedade criou para controlar as nossas vidas.
Mas, recado para todas as mulheres: SE AMEM, SE VALORIZEM.
Ninguém precisa de macho pra ser feliz não, beijos fofa.

 

Corporativismo Feminino Copyright © 2009 Baby Shop is Designed by Ipietoon Sponsored by Emocutez Edited by Blog Feminino