quarta-feira, 14 de abril de 2010

Chantagem Emocional é Freud


Às vezes acho que nunca crescemos, só passamos a ter uma vastidão de pentelhos e contas a pagar. Com uma ressalva: Estamos mais aptos à chantagem. Observo notadamente como as relações estão incrustadas de chantagem. A gente chantageia todo mundo o tempo todo, senão as coisas não acontecem, a privada não funciona, o semáforo não abre. Obviamente, a relação amorosa, a mais conflitante, entra no ranking (ou seria no ringue?) das que são mais bombardeadas por chantagens de todos níveis.

Mas onde quero chegar quando digo que "nunca crescemos"? Basta fazer um apanhado geral (e até superficial) de crianças que você vê em shoppings, parquinhos e até em aeroportos. Vamos à cena num Shopping: Lá está a criança com seus pais. Até que ela vê uma vitrine colorida gritando: "Venha, Chucky querido!". Os pais não querem. Mas a criança quer. E é nesse momento que ela chora. Cho-ra. Mas é em caps: CHO-RA. Todos estão olhando. A criança convence a platéia que seus pais são cruéis e, talvez, nem sejam seus pais... Talvez sejam sequestradores. Os pais, envergonhados, adentram a loja. E então o que eles compram? Mais um ser humano chantagista para fazer parte desse mundão de Deus (?).

Quase pergunto ao homem que estou saindo se ele dava chilique em vitrines coloridas na infância, mas, sinceramente, ele já tem coisas suficientes para me achar ALOK. Ao invés disso, dou o meu melhor sorriso e cruzo os dedos, desejando que ele não seja um chantagista ortodoxo. Porque chantagista ele é, eu sou, tu és, nós somos, vós sois, eles serão... Conjugue isso em todos os tempos que dá certo e é sensato. Mas a gente sempre tem a esperança (a burrice vestida de fada) que eles serão incríveis!

Vamos às situações chantagistas do Segundo Reich em relacionamentos amorosos:

"Se você me deixar, eu me mato".
Frase muito conhecida para quem tem uma lista de ex-namorados de pelo menos 5 pessoas. Ao menos 1 terá se portado dessa maneira (senão você é uma garota de sorte) OU VOCÊ MESMA já se portou assim, né? Confessa! O fato é que você não quer ser responsável pela morte de outro ser humano, não é mesmo? Então o que você faz? Você vai trabalhando a culpa, vai dormindo com a culpa, comendo com a culpa, namorando a culpa. Mas quem fode você é a culpa. A tortura psicológica está lá, só mais um passo e a corda da caridade para sua canonização continuará firme, apertando cada vez mais seu pescoço.

Dica: Não faça caridade. Ninguém (muito menos a criatura chantagista) faria tanto esforço POR VOCÊ. Se ele se matar, ótimo, ele só precisava de UM MOTIVO TORPE (um fim de namoro) para isso. Algumas pessoas tem tendência ao suicídio. Não deixe que ele alimente A CULPA em você. Conheço casos que aconteceu, sim, do cara prometer que se mataria e o fez. E daí? A fraqueza é dele, o problema mental é DELE!

"E aquele dia...?"
Você bebeu muito e acabou se insinuando para os amigos na frente dele. Ele ficou putíssimo, brigaram feio. Mas fizeram as pazes. Vida segue, mas quando ELE QUER ALGO, quer BANCAR O CALHORDA, ele rememora "Lembra aquele dia fatídico que você dançou rebolation para os meus amigos?".

Dica: Larga a mão de se sentir culpada. Você fez. Bancou a putona. Mas passou. Fim. Nada de fazer cara de Madalena no tronco, por favor. Isso o enche de DIREITO para chantageá-la. Não dê munição! Imponha-se!

"Se você viajar, eu vou..."
Muuuuuuuuuuuuuito usado. "Se você for para a puta que pariu, eu vou para a merda". Já disse. Já usei. Já chantageei. Ow coisa boa.

Dica: Use com parcimônia, ou corre o risco de ouvir "Então eu vou pegar o beco".

"Snif. Buá."
O aprendido desde bebezinho. Quero mamar, choro. Quero brinquedo na vitrine, choro. Quero que meu namorado me leve para assistir um filme de mulherzinha, choro. Não é à toa que o jargão "Quem não chora, não mama" é muito usado.

Dica: Chore, mas sem gesticular muito para não dar rugas.

Dessa vez meu texto não vai ter adendo. Só que CHANTAGISTA AQUI é toda espécie humana, não há gênero. E, ah, obviamente há uma vastidão de ATITUDES/FRASES CHANTAGISTAS... Lembrei aqui as triviais.

E você quão chantagista é? E quão chantagista é/era a pessoa que você se relaciona/relacionou?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Postado por Sarita às 00:13

12 comentários:

Zingara on 14 de abril de 2010 01:04 disse...

Esqueci de pôr a saúde, mental ou física, como objeto de chantagem.

Deja disse...

"Se você me deixar, eu me mato".

Já ouvi.

Também sou chantagista... e manipulador. Como todo mundo.

Daia.BSilva on 14 de abril de 2010 08:55 disse...

"Se você for para a puta que pariu, eu vou para a merda".

Ai, morri... mas já usei, ainda que de brincadeira, e não funcionou (pq falei de brincadeira, + toda brincadeira tem um fundo de verdade, enfim... ao menos não foi frustrante pq não era nada "sério")!

Franciele on 14 de abril de 2010 09:45 disse...

Adorei o texto! E as chantagens de mãe então?! Me deixam quase louca...rs

Beijos!

.Intense. on 14 de abril de 2010 10:28 disse...

Tem gente que acha que, se terminar, a gente se mata. Daí a gente chantageia com o oposto: Se vc me deixar, eu não vou morrer e vou ficar melhor ainda.

oO

vale? já fiz. ahuahuahauhauh

Camila on 14 de abril de 2010 12:48 disse...

"Se você me deixar, eu me mato"
Já ouvi.
Mas ele não se matou. haha
Ah, eu sempre choro. Até quando não quero.
o.O

omerengue on 14 de abril de 2010 13:31 disse...

Puts, cair em chantagem emocional é uma droga mesmo...mas se todo mundo cai e todo mundo faz, não deve ser tãão "não-saudável" assim, haha...

Quando sabemos que é chantagem emocional podemos ainda escolher levar a sério ou não...mas quando não percebemos ou não queremos perceber..iihh

adorei o post! =)

T. on 14 de abril de 2010 17:21 disse...

n sei se é pq se eu fizesse chantagem na infancia meus pais tinha o sangue frio de me ignorar. N sei se é pq eu sou um ser humano incompetente. Não sei chantagear ng, e sempre caio em chantagem. snif eu sou mto molóide.

Crazy on 14 de abril de 2010 17:59 disse...

A do "se vc .... eu vou ...." eu uso direto. Mas sempre com a mesma moeda: "Se vc vai viajar com seus amigos, eu vou viajar com minhas amigas" (de preferência com as solteiras e para um lugar onde eu vá passar o dia de biquini, claro) ou "se vc vai sair prá beber com seus amigos, eu vou sair para beber com minhas amigas" (usando um belo decote e muito mais bem arrumada do que quando saio com vc, por sinal) e por aí vai rs Faço direto.
Agora a chantagem do "E aquele dia...", nossa, sobre essa eu nem comento, um cara q aceitasse ficar com uma mina q se insinuou para os amigos dele, não importa que por bebedeira, tem espírito de corno. Se eu estivesse na situação dele, não teria volta não. Tem mulher q banca a vaca e culpa a bebida, mas na minha opinião, a bebida só te libera para fazer o que vc já queria fazer e não tinha coragem, ou seja, se a mina faz isso é pq ela É vaca. Quanto às outras chantagens, todas normais, acho q já enfrentei algumas e protagonizei outras. A chantagem é realmente muito poderosa, todo mundo acaba fazendo uma hora ou outra.

Grazi on 15 de abril de 2010 09:13 disse...

Nossa, acabei de descobrir que spu extremamente chantagista. o.O

E pior, é que meu namorado e minha mãe normalmente caem. ;)

Quando era criança se eu fizesse fiasco no meio da rua, o máximo que ganharia seria um belo esporro na frente de todos. Realmente não colava se jogar no chão.
Mas sempre há outras maneiras... =D

Jullyane on 15 de abril de 2010 15:18 disse...

Muito feliz aqui por ter uma lista de 5 ex-namorados que nunca ameaçaram se matar po minha causa! =] Nem eu muito menos ameacei me matar por eles!

Agora, o "e aquele dia?" é o mais usado in the world, affff! Ainda tem aquele que é o irmão do outro também "e tudo o que eu fiz por vc"?

Né? Uó.

Beijos

Mulherzinha Sim! on 22 de abril de 2010 08:50 disse...

"Se vcoê me deixar, eu me mato". Já ouvi" Ele não se matou...quase. Porém, o doido também fez uma tatuagem com o meu nome.

"Se você for para a puta que pariu, eu vou para a merda". Já usei!

Além disso, poderia citar várias outras... "Se você ficar de gracinha, eu vou embora e te deixo aí". huahuahuaa



www.mulherzinhasim.blogspot.com
www.formspring.me/mulherzinha

 

Corporativismo Feminino Copyright © 2009 Baby Shop is Designed by Ipietoon Sponsored by Emocutez Edited by Blog Feminino