segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

Ele não está a fim de você

Me pergunto porque algumas mulheres se rebaixam tanto por um cara. Ele não está nem aí para você? Vai ser feliz, garota! Sair com as amigas, tomar um sorvete, assistir um filme... Mas não, você insiste em pensar no dito-cujo e faz uma promessa a si mesma: ele vai ser seu.

Não importa se ele não pensa em você, se ele quer só te dar uns beijos e cair fora, mas você insiste na idéia: ele TEM que ser seu, TEM que desfilar com você de mãos dadas por aí e te ajudar a fazer inveja na Denise, aquela menina sem sal que não tira os olhos dele.

Qual o sentido de ficar com alguém que não quer ficar acorrentado a você por livre e espontânea vontade? Qual o sentido em telefonemas bêbados durante a madrugada ou saber da vida dele através dos amigos? Eu pelo menos não tenho vocação para ser que nem o Fagner em Deslizes (“É pelos outros que eu sei quem você é...” Letra na íntegra aqui)

Você pensa e fala nele 24h por dia? Já pensou que seus amigos podem estar de saco cheio de tanto você falar no Reinaldinho? Mulher tende mesmo a ficar monotemática quando está apaixonada. É um tal de contar como foi na última vez que o encontrou, de perguntar se o fato de ele estar com uma camisa cor-de-burro-quando-foge significa que ele está apaixonado por você... Não se chateie com seus amigos por eles estarem fartos de tanto você falar em Reinaldinho, REINALDINHO, R-e-i-n-a-l-d-i-n-h-o! Assim como você, é óbvio que eles também têm alegrias e problemas para compartilhar, e sim, precisarão da sua força.

Eu sei, você deve estar pensando que sou uma anta sem coração e que só falo assim porque não estou apaixonada por alguém que não me quer. Talvez, talvez. Amar e ser correspondida é tão bom, a gente começa a se questionar mesmo qual o sentido de gostar de alguém que nem tchum pra você.

A receita para esquecer o Reinaldinho? Não sei. Mas um pouco de racionalidade ajuda. Basta pensar que enquanto você sofre e implora por migalhas, ele provavelmente está pensando em outra, saindo com outra, sendo feliz com outra. Pra que continuar com essa paixãozinha que não vai te levar a lugar algum, afinal?

Para discordar de mim e dizer que amar e não ser correspondida tem lá suas vantagens ou para dizer que concorda com tudo que escrevi e assina embaixo: analia@corporativismofeminino.com

Follow me: http://twitter.com/analiamaia
Para seguir também o twitter das Corporativetes: http://twitter.com/corporativetes

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Postado por Anália às 19:53

21 comentários:

Zingara on 4 de janeiro de 2010 20:22 disse...

RACIONALIDADE pode ter gosto de rúcula, mas depois entenderemos COMO VALEU a pena se privar de sabores breves... (Não estou boa com metáforas hoje, confesso). HAHAHAHAH

Concordo com cada linha. E digo mais: Eu sobrevivi.

Beijo, amoooo vc!

Marcelle on 4 de janeiro de 2010 20:45 disse...

vc está certissima! eu sou apaixonada por um cara e vivia assim, mas agora eu percebi que se ele gostasse realmente de mimm, estaria comigo!tô vivendo a minha vida, não falo, nem procuro saber dele, e estou muito bem, mas fiquei sabendo que ele anda perguntando de mim, é, o despreso faz as pessoas agirem assim...

Mega beijo!

Bel on 4 de janeiro de 2010 21:00 disse...

Eu concordo em gênero, número e grau. NÃO SEI me arrastar, se não tá afim, báu baú, meu bem. Não sofro por quem não me quer... e se sofrer, esse alguém certamente não ficará sabendo, haha.

Não sei até que ponto isso é bom, porquê assim nunca tem aquele gostinho de "Eu consegui!" se estou com alguém é porque esse alguém realmente está interessado e não porque eu venci pelo cansaço. hahaha.

Mas conheço casos de pessoas que praticamente imploraram por meses ou anos até conseguir ficar com a outra, e no fim deu certo. Vai entender?

Fernanda on 4 de janeiro de 2010 21:17 disse...

Boa.

Mas vai fazer uma mulher retardada, digo, apaixonada entender isso...

é, o que nos consola é que uma hora a ficha cai, fatalmente. E muitos Reinaldinhos virão por aí.


ah, o coração. Tolinho.

Gi on 4 de janeiro de 2010 22:21 disse...

Digo isso sempre pra uma amiga que teima em se rebaixar para o ex, mas como sempre ela não da ouvidos e acha que falo isso por não amar ninguém....É complicado!!!

Bjão

Lu s2 on 4 de janeiro de 2010 23:32 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Débora Fonseca on 5 de janeiro de 2010 00:48 disse...

Cara, até faz sentido, mas no momento que estou to achando que vale a pena continuar gostando, porque até então eu era correspondida, não consigo perceber se ainda sou, mas mesmo sabendo que uma relação é improvável ainda gosto de amá-lo. Sério, mesmo que ele não me ame. E eu nem fico perturbando os outros falando... tento guardar o máximo possível. No máximo desabafo no twitter rs

Mas conheço casos de pessoas que praticamente imploraram por meses ou anos até conseguir ficar com a outra, e no fim deu certo. Vai entender? [2]

é isso...

s1m0ne on 5 de janeiro de 2010 02:35 disse...

Amor, paixão , não tem nada haver com racionalidade. Se quer correr atras e não faz mal pra ela deixa a pessoa correr atras. Assim mais adiante ela vai saber (mesmo que fracasse ou seja infeliz) que fez todo o possivel pra viver a história que ela queria.
AMor paixão não tem que ser racional (claro que não vale essa coisa de matar ou morrer), mas medir os atos de amor como: não vou ligar pq ele vai achar que to mt apaixonada, não vou dizer "te amo" pq ele vai se sentir dono, etc. é com ctz mais infeliz que simplesmente correr atras de quem se quer.

Historias de Depois... on 5 de janeiro de 2010 04:12 disse...

Concordo com tudo, já passei por isso uma vez e sobrevivi, agora tô nessa de novo e no futuro sei que sobreviverei novamente. Mas aí agora fica dificil ser racional, o jeito é tentar pra não ficar pensando no que poderia ter sido depois se tivesse feito isso ou aquilo, é até melhor pra esquecer saber que se tentou de tudo. E vai ver no final acabo nessas estaticas das que conseguiram, kkkk! beijos :)

Joyce Rodrigues on 5 de janeiro de 2010 10:37 disse...

Que atire a primeira pedra quem nunk passou por isso, mas continuar no erro é gostar muito de ser infeliz.

Grazi on 5 de janeiro de 2010 11:49 disse...

É tão bom amar e ser correspondida, que depois que provei isso não consigo entender como pode essas mulheres se rebaixarem desta maneira!

Pior ainda são aquelas que aceitam apanhar do cara, "por amor" achando que ele nunca mais vai fazer isso.

Sinceramente, nessas horas tenho vergonha de ser mulher.

Se já chorei por algum zé ruela? Já! Mas se acontecer de novo, o zé ruela jamais ficará sabendo.

A mulher tem que se valorizar poxa! Se ele não te quer, olha bem em volta porque com certeza alguém tá esperando tu parar de falar no Reinaldinho pra tentar se aproximar!

Ane on 5 de janeiro de 2010 13:31 disse...

Continuar apaixonada sem ser correspondida, eu entendo, já que não controlamos esse tipo de coisa - infelizmente.
O que não entendo, é a pessoa se humilhar, ir atrás de migalhas, pois isso, sim, é opcional.

Nunca fiz nada do tipo. Acho até que faço de menos ¬¬. E espero nunca chegar a tanto.

Grazi on 5 de janeiro de 2010 14:07 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Grazi on 5 de janeiro de 2010 14:08 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Andréia Freire on 5 de janeiro de 2010 16:59 disse...

Assino embaixo! =) Já passei por essa situação com um ex, mas foi a primeira e última!

Ser correspondida é tudo de bom!

Danicrystal on 5 de janeiro de 2010 17:04 disse...

[RACIONALIDADE pode ter gosto de rúcula, mas depois entenderemos COMO VALEU a pena se privar de sabores breves....]

Zingara é musa!!!!!

Cherry Waves on 10 de janeiro de 2010 03:44 disse...

Meu Deus do céu, você me descreveu aí literalmente.
Eu tenho que esquecer o meu "Reinaldinho", que no caso se chama Alisson.
Como é bom ler esse blog!

Cris Soleitão on 12 de janeiro de 2010 18:34 disse...

Ai, vergonha! Já fiz isso, já fui assim... e faz bem pouco tempo.

Aliás, 2009 pra mim foi uma Merda, com 'm' maiúsculo mesmo!!! Porém, a única coisa que pedi no Reveillon 2008 / 2009 eu consegui: PAZ!!!
Claro que tive que fazer minha parte... alguns sacrificios, principalmente evitar lugares e pessoas em comum [que eram amigos que eu considerava muito]... mas valeu a pena!!!

Só 2x tive o desprazer de ter contato com a Criatura. A 1ª, nos vimos no shopping... Passei reto e ele também. UFA!
A 2ª a desgraça teve a coragem de me mandar um e-mail convidando para uma viagem em grupo que ele estava organizando... bem, sacomé né, quem escreve o que quer, lê o que não quer!!!

Agora comemoro feliz da vida 1 ano de PAZ [minhas amigas também comemoram, hahhaha...].
Agora eu saio e me divirto sem neuras enquanto alguém que não valha MUITO a pena não aparece. E se aparecer, vai ter que provar que vale... porque nessa não caio mais!

O problema é que, gostar de quem não gosta da gente é realmente sem nexo, sem sentido... [Como diz na música do Pato Fu: "Não estou disposto a esquecer seu rosto de vez e acho que é tão normal. Dizem que sou louco, por eu ter um gosto assim... Gostar de quem não gosta de mim! Levante suas mãos para o céu e agradeça se acaso tiver alguém que você gostaria que estivesse sempre com você"] Mas ninguém escolhe isso e sair dessa situação é muito mais difícil do que parece, leva tempo e paciência... precisamos mais do que nunca de amigos verdadeiros... MAS É POSSÍVEL!

Boa sorte a quem ainda estiver nesse barco e parabéns a quem conseguiu superar ;D

Super recomendo esta cena: http://www.youtube.com/watch?v=P1CMnZDllDU

Caféína on 13 de janeiro de 2010 00:02 disse...

Chorei muito e custei a entender o fim de um relacionamento, mas depois que caiu a ficha que ele tb tinha o direito de não estar a fim, de não ter gostado de mim, eu enxuquei o pranto, sacudi a poeira e to danda a volta por cima, simplesmente não rolou!

Cachinhos on 13 de janeiro de 2010 15:19 disse...

Perfeito! Disse tudo! Agora percebo como fui boba às vezes rs... Adorei seu blog, simplesmente perfeito!

Tatiana Coêlho on 18 de janeiro de 2010 19:27 disse...

Mulheres, somos mais felizes quando descobrimos duas coisas:
1. PASSA! Sim, a gente acha que vai morrer, sofre mais que a Maria do Bairro, mas uma hora simplesmente passa....
2. O Reinaldinho não é o único, vc não vai se acabar pq ele não te quer.. outros surgem, eles SEMPRE surgem!

Racionalidade Rocks!!!!

 

Corporativismo Feminino Copyright © 2009 Baby Shop is Designed by Ipietoon Sponsored by Emocutez Edited by Blog Feminino