sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Eu não peço desculpas pelo aquecimento global.

Sorry, se vocês quiserem se abraçar num urso polar e guardar no freezer beleza, mas eu não quero. Não vou me desculpar pelas invenções maravilhosas da humanidade, tipo a cafeteira, o carro, o milkshake de ovomaltine, e o curvex.
Acho que vão me xingar litros neste post, mas enfim, tamos aí pra polemizar.
Aliás, vamos fazer uma listinha dos culpados pelo aquecimento global, bota aí Heleninha Inflável, o nome da minha mamys, o seu nome e o nome de todo mundo que você conhece que usa isopor daqueles que vem no presunto e tem geladeira em casa - ééé a geladeira só gela porque tem CFC sabia? Sem este troço a geladeira não funciona.
Ah sim, falemos dos carros... bom, se eu puder ter uma tonelada de lata só pra mim, e poder ouvir minhas músicas favoritas enquanto isso, pra mim tá ótimo, não pego ônibus nem por decreto. Ficam fazendo propagandas de "dia sem carro"; "use o transporte coletivo". É mesmo? USE VOCÊ SENHOR PREFEITO E ENTENDERÁ PORQUE TODO MUNDO QUER TER CARRO.
Vai andar de Biarticulado de manhã cedo, vai, com gente que consegue FEDER 7h da manhã, com gente mal educada que fica escutando música sem fone, com os animais que parecem ter recém saído da jaula, já que não esperam o desembarque e ficam parados na porta esmagando todo mundo, com motoristas que parecem que compraram a carteira, com gente que vê mulher com criança pequena no colo mas não se mexe da cadeira pra deixar a mulher sentar. E claro, com a nova placa de banco preferencial: "banco preferencial para obesos (como é que éééé? Agora as pessoas terão de se levantar pra dar Lugar pra gente OBESA????), gestantes, idosos, portadores de deficiência e o resto de sempre.
Falando em falta de educação, deve ser horrível usar cadeira de rodas e depender de ônibus, eu já vi um cara tentando entrar e sério, NINGUÉM se mostra pra ajudar, quase que eu pago uma passagem só pra enfiar o cara no ônibus, puta que pariu. Falta de educação e gentileza me enerva mais que a poluição!
Não vou pedir desculpas porra nenhuma. Tudo bem a gente podia poluir menos, eu faço minha parte, dando carona sempre, se estou de carro, afinal se cabem mais quatro pessoas comigo, não custa nada, separando o lixo, comprando produtos ecologicamente corretos e tal. Mas se desculpar pela humanidade ter evoluído e estar proporcionando mais conforto, muito obrigada, nem a pau que vou me lamentar. Por mim os oceanos podem subir trinta metros, duvido que eu esteja viva mesmo pra ver isso acontecer. E, de boa, acredito de verdade que uma parte disso é exagero. Uma hora a natureza mudaria sozinha, ou vai dizer que os dinossauros poluiam também?
Estamos acelerando o processo? Estamos. Mas não adianta bancar o ecochato ou ficar se matando "oh mel dels o mundo vai acabar", o certo é cobrar de países que poluem mais, medidas para que o desenvolvimento aconteça sim, mas duma maneira mais correta para que os dois lados saiam em vantagem.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Postado por Heleninha às 00:01

35 comentários:

Deja disse...

Heleninha, você disse o que eu estava querendo gritar... Estou cansado dessa onda ecochata hipócrita de hippies abraçadores de árvores que gritam "Salvem o planeta", mas aproveitam de toda a tecnologia, da evolução que pode ter acelerado o processo (Ou não, existem teorias de que isso é apenas um ciclo natural do planeta).

Boa parte dessas pessoas não abrem mão de usarem seus carros para irem até a esquina, boa parte possuem mais de um na garagem... separam o lixo? Não! E as que separam? Enviam para uma empresa que faz coleta seletiva? Desculpa, se não, nem adianta.

Desliguem os ar-condicionados, eles poluem! Verifiquem se a empresa da qual vocês consomem diversos produtos tomam medidas para não poluir o ar, a água... Não comprem celulares, pilhas (Lítio só o do Carbolitium 500mg), elas poluem o planeta! Desodorante Aerosol? Inseticida? NEM PENSAR! e usem um pano de chão no lugar do absorvente! E 'bora, vamos cantar e dançar "Age of Aquarius" em volta de uma fogueira... ops, não, fogueira não pode.

Vamos ser ecológicamente corretos porque está em voga! "Mamãe, mamãe, não use mais sacolinhas plásticas".

Grazi on 11 de dezembro de 2009 08:52 disse...

Concordo com vc Heleninha e com vc Deja.

A parte que me maiz me fez rir no post foi: "ou vai dizer que os dinossauros poluiam também?"

Bel on 11 de dezembro de 2009 09:32 disse...

Como eu disse no outro post, procuro fazer coisas que não me custam nada, como reaproveitar sacolinhas, mas daí a mudar meu estilo de vida, difícil heim.

É o mesmo papo do vegetarianismo: Se o problema é ter que "matar" pra se alimentar, vão viver de luz então! Afinal, plantas também são seres vivos NÉ! Cadeia alimentar e panz, é uma coisa natural.

Não recrimino quem faz tudo pela ecologia ou é vegetariano, desde que não seja um ecochato ou vegetochato que fica TENTANDO ME CONVERTER.
Cada um no seu quadrado!

margarita on 11 de dezembro de 2009 09:39 disse...

Olha, concordo plenamente com você de que o avanço da tecnologia so veio a beneficiar o planeta. mas nao posso deixar de achar seu discurso no post equivocado. sim, o planeta sofre ciclos regularmente, mas está mais do que comprovado que a ação humana(uso indiscriminado de recursos naturais, e desperdício, entre outros) está acelerando um processo de aquecimento global.
Não custa absolutamente nada fazer certos esforços para a manutenção do meio ambiente, custa reciclar, custa usar menos plástico, custa gastar menos energia?
claro que nao, o brasil é um dos paises com maior quantidade de recursos naturais no mundo e iss so fez acostumar a populacao a desperdica-los. O que voce prega é "fodam-se as gerações futuras, afinal, nao vou estar aqui mesmo", um pensamento extremamente egoista e irresponsavel. Quanto aos países desenvolvidos, de fato eles têm que diminuir a emissao de gases poluentes, mas é dever de nós, paises emergentes, e crescentes poluidores mundiais (china, india e brasil no topo do ranking) também fazermos nossa parte!
O meio ambiente é um assunto em voga atualmente, e vai continuar nos holofotes enquanto pessoas como voce nao se conscientizarem. Sim, o prefeito nos manda fazer uma coisa enquant ele mesmo nao segue essa diretriz, mas isso significa que só porque o outro nao faz nao temos obrigacao tambem?
Voce reclama da ma educacao das pessoas no onibus, trem e afins, mas ta exigindo elementos de países de primeiro mundo sem nem começar por voce msm.

Croft disse...

To com a margarita e não abro.

Fácil ficar de mimimi apontando a falta de educação e hipocrisia dos outros, soa até heróico.
Mas quando chega a hora da gente tomar uma atitude independente de qualquer coisa que envolve tirar a nossa própria bunda do lugar, aaah, aí não dá, porque meu vizinho também não tira a dele. Sei.

Driks on 11 de dezembro de 2009 11:47 disse...

Ate que enfim alguem falo algo certo sobre o assunto.
Precisamos dessas coisas para viver, eu sei bem o que enfrentar trem com gente fedida e mal educada,e tentar entrar num onibus e nao conseguir...nao é luxo é necessidade merrrmao!
Um dia tudo acaba mesmo,o transito em sampa ja ta um caos,logo mais nem carro sai de casa...mas ate la ja teremos morrido,por isso so terei 2 filhos, pq a agua tambem vai acabar rs.

Bjaum adorei o post

Deja disse...

Bem, não está comprovado que estamos acelerando o aquecimento do planeta, ou se são somentes ciclos, existem cientistas que acreditam em uma ou outra TEORIA.

E...

É hipocrisia gritar para salvar o planeta, gastar menos energia, blá blá blá, sendo que ela ainda toma outras atitudes "ecológicamente incorretas", porque 100% correta, desacredito.

(FALAR QUE FAZ, NA INTERNET, É FÁCIL! DEIXAR DE LIGAR O FERRO TODO DIA, TOMAR BANHO DE 5 MINUTOS, LAVAR A ROUPA UMA VEZ POR SEMANA, NÃO COMPRAR SPRAYS AEROSOL, VERIFICAR SE AS EMPRESAS FORNECEDORAS DOS SEUS PRODUTOS POLUEM OU NÃO, JÁ É DIFÍCIL.)

Uma pequena ajuda não custa, MESMO... mas sem o alarde como andam fazendo, SEM ESSA MARRA POLITICAMENTE CORRETA, que é diferente de repassar pequenas medidas que ajudariam.

O problema é o radicalismo (hipócrita), essa moda ecochata que muitos agora acham bonito, essa pose de superioridade de consciência ecológica.

Deja disse...

Como eu não sou hipócrita eu falo, não tomo nenhuma atitude ecológicamente correta.

Arthur "тнuzαuм" on 11 de dezembro de 2009 12:29 disse...

Meus parabéns pela sinceridade.
Somos poucos os que tÊm a coragem de admitir isso.

Eu admito não ser "ecologicamente correto" (estou para comprar um Opala...).

A grande solução para este fato é ou matar todas as vacas do mundo, o que faria com que a emissão de gases reduzisse drasticamente. Ou uma solução mais inteligente, cabível, educar o povo.

Educar o povo, inclusive nós, para sermos ecologicamente corretos. E não é difícil.

Por exemplo, quando eu tinha 8 anos de idade (há 11 anos atrás) eu não me importava com quem ou quando usar o cinto de segurança. Hoje, tenho uma prima de 4 anos que alerta a todos os que estão sem o dispsitivo quando estão no carro!!! E ela o faz naturalmente, como dá um sorriso.

Para nós, que não estamos acostumados, que vivemos a novidade, será muito difícil mudarmos. Para os nossos filhos, moleza, basta que queiramos que isso aconteça.

Não se preocupe, Heleninha, você não está sozinha.

Arthur "тнuzαuм" on 11 de dezembro de 2009 12:29 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Crazy on 11 de dezembro de 2009 12:42 disse...

Tá certíssima, tem muita neura por trás dessas de aquecimento global, tem muito cientista que acredita que o aquecimento global iria acontecer de qualquer forma, e que os efeitos que os humanos causam com a poluição não são fortes o suficiente para provocar isso. E, antes que os adeptos das teorias de conspiração digam, não são só os cientistas patrocinados por empresas poluidoras que dizem isso, muitos pesquisadores independentes também o dizem.
E, de mais a mais: se vc é ecochato, por favor, em vez de usar paninhos no lugar do absorvente, entre outras baboseiras que a gente vê por aí, que tal fazer algo que REALMENTE dá resultado: não procrie! Cada ser humano, em sua vida, emite uma quantidade absurda de carbono, e além disso, o mundo não precisa de mais gente. Então, se vc quer ser ecochato, não deixe descendentes, e aí sim vc estará verdadeiramente contribuindo para um mundo melhor no futuro. O resto é mimimi para posar bom cidadão

Ivana disse...

Concordo com vc, Heleninha!
No dia em que eu me tornar uma motorista com CNH, vou lá e compro meu carro pra esburacar mais a camada de ozônio. Ou se alguém se incomodar, pode me doar seu carro :)

.Intense. on 11 de dezembro de 2009 14:44 disse...

O caso é que: o povo ainda não me convenceu como é q o mundo vai acabar, afinal, é o aquecimento global ou a profecia maia? Em todo caso, se for a profecia maia, minha única saída é esperar. Se for pelo super aquecimento, minha única saída é desejar que a galera que vem atrás de mim tenha uma 'boa hora'. Ou não, né, pq esse povo vai pegar mais modernidade aí pela frente e viver ainda mais confortável do que eu.

Por toda a vida q eu vivo na net, é a primeira vez q vejo alguém falar sincero sobre o assunto, e gostei muuuuito. Todo mundo fala, fala, fala...mas pra fazer um dia sem carro, ou 10min. de apagão numa única noite em um ano inteiro, tem que divulgar meeeeeeses e em várias mídias...só pra ver o povo entrar na 'vibe' da coisa e topar. E só pela vibe da coisa, se for pra tornar permanente pro 'planeta durar mais', ninguém vai mexer com isso. Sérião.

E, é como eu li hj cedo no twitter do @bomdiaporque: quem vive preocupado com o aquecimento global, na boa, não tem problema na vida.

parabéns pelo texto, Heleninha.
Ó-TI-MO!
;*

Laivine on 11 de dezembro de 2009 17:47 disse...

Crazy: "Então, se vc quer ser ecochato, não deixe descendentes, e aí sim vc estará verdadeiramente contribuindo para um mundo melhor no futuro."

Ei, isso não é ser ecochato... É ser sensato. Realmente, a única salvação do planeta terra é a extinção da humanidade. :)
E não estou sendo irônica, eu realmente acredito que isso seja verdade. Igual aquele filme ridículo sobre o fim do mundo com o Keanu Reeves xD

Laivine on 11 de dezembro de 2009 17:49 disse...

O Planeta Terra é extremamente forte, e tem uma capacidade maravilhosa de reconstrução.

Eu acho que a humanidade acaba antes da Terra. A Terra da um jeito de por fim na gente antes que tudo esteja realmente f... Eu confio nela! o/

Marcos disse...

Triste...muito triste.

Anônimo disse...

Croft resumiu tudo muito bem.

E acontece, Helena, que você se iguala ao mesmos que está criticando - os supostos ''ecologicos'' de araque que reclamam, reclamam e muito pouco fazem
pra mudar isso de verdade. É fácil você reclamar do ônibus, da falta de educação e gentileza e depois
vir fazendo um post tão sem educação e sem gentileza quanto. O que você está fazendo pra melhorar a situação?
Não, usar seu carro não é mudar de fato a situação, você só está tirando o seu da reta e rindo dos idiotas que não são tão
sortudos de possuir um carro como você.


Lógico que 100% correto e ecológico é impossível de se ser, ao menos que você viva isolado da sociedade, no meio da selva e sem lenço e sem documento.
O que não quer dizer que as atitudes que estão ao nosso alcance (como a simples usar sacolas não plásticas) sejam desprezíveis.
Nesse caso, qualquer ajuda mesmo que mínima é importante.

Pelo que vejo o problema é que os que só fazem o mínimo se consideram superiores e apontam pros outros que nada fazem.
Aí os que nada fazem ficam bravos e defendem seu lado argumentando que os que fazem o mínimo não são o suficiente e por conta disso estão é de lorota.
E assim continua o ciclo sem fim um acusando o outro e agir que é bom mesmo, muitos poucos fazem.


Não acho bonito quem fica tentando converter os outros a todo tempo e muito menos o discurso
de sou superior e salvador da pátria, assim como não acho bonito alguém que bate no peito de orgulho dizendo que não tá nem aí pra nada, só pra cutucar e rebater os considerados ''corretos''.

Gabriela on 11 de dezembro de 2009 20:27 disse...

Pra falar a verdade, geladeiras gelam sem CFC sim, é aquela do Einstein que usam outros gases refrigeradores, mas ninguém precisa saber disso né. Acho legal a sua sinceridade, mas acho que o receio dos outros de que o mundo acabe deve ser respeitado, porque você, assim como todo o resto da humanidade, ajudou a desencadear esse receptaculo de desgraças. E siim, você não vai estar viva, mas seus filhos, netos, bisnetos e todo o resto da sua prole vai estar. Não to querendo mudar a opnião de ninguém, mas é egoísmo só pensar em você e não na geração que te sucede.

Gisele on 11 de dezembro de 2009 20:34 disse...

Nossa, quanto absurdo li aqui hoje!

Quem não gosta de desrespeito, falta de educação, sujeira, deve ser o primeiro à tomar a iniciativa.
Ninguém dá lugar pra senhora idosa no ônibus? Dê você, ou então estará compactuando com os sem-educação.
Ninguém ajuda o cadeirante? Ajude você e dê o exemplo! Não adianta só ficar indignado mas não fazer nada para reverter a situação. Também não adianta esperar do governo. Nós todos habitamos o planeta, coexistimos, e todos nós somos responsáveis, não só o governo.

Não precisamos voltar a viver como índios no meio da selva! O progresso é bom, traz conforto. Não precisamos abrir mão do que já conquistamos, do conforto de poder viajar de carro ou usar a geladeira. Só precisamos reduzir a emissão de poluentes, a produção de lixo. Não é tanto sacrifício assim...

Prefiro ser "ecochata" do que uma porcalhona sem educação, que reclama da falta de educação dos outros, mas compactua com ela ao invés de praticar a justiça.

A gente pode, sim, sobreviver sem geladeira ou chapinha. Só não podemos sobreviver sem água potável.

A pior frase que li:"As águas podem subir 30 metros que não estarei mesmo viva ver." Tremenda falta de respeito e sensibilidade... As gerações futuras têm tanto direito de viverem bem neste mundo quanto nós. Que egoísmo o nosso tirar isso deles.... Quem pensamos que somos?

Gisele on 11 de dezembro de 2009 20:43 disse...

Que triste.... Tava curtindo esse blog até então...

Laivine disse...

Eh, a humanidade esta mesmo fadada a desgraça e a extinção.

Hip Hip Hurray! :)

Anônimo disse...

huaahuauhahu OBRIGADA DEJA POR ME DEFENDER UMA VEZ NA VIDA

Heleninha

Anônimo disse...

e Grazi tb ahaha
ah brigada a tdo mundo que entendeu o tom humorístico do texto =)

Heleninha

Anônimo disse...

Realmente lamentável alguem ainda pensar assim hoje em dia!!

Nanda on 12 de dezembro de 2009 02:37 disse...

Caraca, é até engraçado o modo como as pessoas te criticaram. Como se elas estivessem se privando de toda a modernidade anti-ecológica em favor da salvação do nosso planeta. Todo mundo sabe que soluções não virão, de fato, se você mesma fizer sua parte. Deve haver, pelo menos, uma massa significante, fazendo sua parte.

Parabéns pela tua coragem e honestidade! Por mais que seu texto tenha um teor muuuito crítico, tenho certeza de que vc ainda está fazendo mais do que muita gente...

Nanda on 12 de dezembro de 2009 02:37 disse...

Caraca, é até engraçado o modo como as pessoas te criticaram. Como se elas estivessem se privando de toda a modernidade anti-ecológica em favor da salvação do nosso planeta. Todo mundo sabe que soluções não virão, de fato, se você mesma fizer sua parte. Deve haver, pelo menos, uma massa significante, fazendo sua parte.

Parabéns pela tua coragem e honestidade! Por mais que seu texto tenha um teor muuuito crítico, tenho certeza de que vc ainda está fazendo mais do que muita gente...

anay on 12 de dezembro de 2009 12:47 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Stella (aquela....) disse...

Só passei aqui pra dizer que no Brasil o que mais polui, contribuindo para o efeito estufa, são as queimadas.

Mas aproveito pra dizer que ninguém precisa enlouquecer tentando salvar o mundo à custa de sua felicidade; faz o quê pode, poxa, alguns vão poder mais que outros, ótimo façam. Outros podem bem pouquinho, mas desde que não deixem de fazer por achar que é pouco, tá valendo também.

Giovanna Bauer on 12 de dezembro de 2009 21:48 disse...

Sigo o blog há séculos, e quando tinha orkut participava da comunidade. Essa é a primeira vez em cerca de um ano que me decepcionei com o post.
Eu sinceramente não sei como ainda há pessoas que confundem evolução com destruição. Helena, ser ecologicamente correto não significa abdicar da tecnologia, adotar ursos polares, banir sacolinhas plásticas ou bandejas de isopor. Ser ecologicamente correto é ter respeito à natureza e ao meio ambiente, além de respeito ao próximo, tanto que o conceito de desenvolvimento sustentável, definido pelo relatório de 1987 chamado "O nosso futuro comum", é: "desenvolvimento que permite o atendimento das necessidades do presente sem comprometer as possibilidades de as gerações futuras aterem as suas próprias necessidades".
Você nem ninguém deve deixar de usar a geladeira ou o carro. A questão é: você realmente tem que abrir a geladeira de cinco em cinco minutos e ficar pensando na morte da bezerra, ou usar o carro para ir a esquina? É preciso mesmo utilizar duas sacolas plásticas para carregar um leite, sendo que com uma sacola de pano é possível carregar cinco litros de leite?
Muito prático da sua parte reclamar sobre a falta de educação das outras pessoas, da falta de iniciativa dos governantes, e da preocupaçao das pessoas e simplesmente adotar um discurso extremamente egoista e sem educação alguma, além de ser embasado em nada, em lugares-comum de pessoas acomodadas.
Pelo amor de deus, use a sua cabeça antes de falar asneiras desse tipo.

Deja disse...

Eu estava em hipomania, mas mesmo assim: Por nada, Heleninha!

Daniela on 14 de dezembro de 2009 22:29 disse...

Eu concordo com uma grande parte do que falou, da hipocrisia das pessoas e tal, mas acho que não podemos ser tão radicais, ao ponto de dizer: se as pessoas não fazem eu também não faço, ou não adianta fazer uma pequena parte só e não seguir toda a cartilha.
Pequenos gestos fazem sim a diferença e acho que devíamos tentar fazer tudo quanto pudéssemos sem abrir mão do nosso conforto. É aquela coisa: deixar a torneira aberta enquanto se ensaboa ou escova os dentes não traz conforto nenhum, é apenas preguiça.
E uma informaçãozinha: já faz algum tempo que o uso de CFCs é proibido no Brasil, portanto ninguém precisa se sentir culpado ou criticar ninguém por usar desodorante spray, ar condicionado ou geladeira. Claro que os aparelhos elétricos consomem energia que na maioria das vezes é proveninete de fontes emissoras de gases de efeito estufa, mas isso já é outra conversa. Camada de ozônio e geladeira não tem mais nada a a ver.

Anônimo on 15 de dezembro de 2009 19:59 disse...

Eu faço oq posso pra não poluir tanto o planeta, pois penso nos meus filhos e netos. O que nos custa usar sacolas retornáveis? Concordo que ninguém é obrigado a andar de ônibus se tem a sorte de ter uma carro na garagem, mas essas pessoas podem muito bem usar um combustível não poluente que não agrida ou agrida menos a naturaza. Penso que temos de nos adptar mas sem precisar sacrificar nosso conforto.

Algumas coisinhas que não nos encomodam, mas que fazem a diferença:

usar sacola retornável(já que daqui a pouco nossas casas vão se entupir de tanta sacola plástica...);

não jogar lixo nas ruas (já inventaram uma coizinha chamada lixeira);

usar lâmpadas fluorescentes(é até melhor pro nosso bolso!);

acessar o eco4planet.com.br em vez do google;

Enfim, são pequenas coisas que não são nenhum sacrifícil e que todo mundo pode fazer sem precisar abrir mão do seu próprio conforto.

Respeite, Recicle e Reutilize.

Ilanine Maria disse...

É realmente o mundo Capitalista em que vivemos nos manipula e tapa nossos olhos...
COMO VOU VIVER SEM MEU ARCONDICIONADO?!!!
Sei tudo isso é revoltante...
Porém o BURACO é mais embaixo...
o Problema aqui ñ é viver sem carro, ou ñ comprar mais comida industrializada, o REAL PROBLEMA é como esses carros e comidas são produzidos...
ou vc acha realmente que Produzir Comida e tecnologia suficiente pra dois planetas ao menos tempo vai acabar com a fome e tudo mais.
Nós sempre queremos mais e mais.Produzimos o suficiente pra alimentar muuuuuuito bem todo o planeta, teoricamente ninguém deveria passar fome, pois o que é produzido de alimentos daria pra suprir as necessidades de todos, SE NÃO FOSSE UM DETALHE: SÓ COME AQUELE QUEM PAGA PELO ALIMENTO INDUSTRIALIZADO!!!!E OUTRO DETALHE: POUCOS PODEM PAGAR!!!
Nossos recursos naturais são poucos e FINITOS, e os utilizamos de forma desgovernada... Desmatamos florestas pra produzir carne ou alimentos que em sua maior parte vão parar no lixo.
Deveriamos produzir apenas o extritamente necessário pra sobreviver, mas o PODER do capitalismos nos impede.
Não serei hipócrita e afirmar que não sou consumista, muito pelo contrário, porém também não vou mentir pra mim msm e fingir que não sou culpada da destruição do planeta, nem que não deva fazer nada contra isso, e eu faço!
Detalhe....
EU QUERO TER FILHOS E PRETENDO QUE ELES VIVAM TANTO QUENTO EU PRETENDO VIVER! ENFIM, PODE SER QUE AS CONSEQUÊNCIAS DE NOSSOS ATOS Ñ ME ATINJAM DIRETAMENTE, PORÉM ATINGIRÃO MEUS FILHOS E NETOS E BISNETOS, SE É QUE ESTES ÚLTIMOS EXISTIRÃO!TEMOS QUE AGIR AGORAAAAAAAA!!!!
VAMOS LÁ...

PS.: recomendo que vcs assistam "THE CORPORACION" é um ótimo documentário que aborda tal assunto...
é muuuuuito interessante e IMPRECIONANTE! É REALMENTE CHOCANTE!!! É BOM DE VEZ EM QUANDO UM CHOQUE DE REALIDADE EM NOSSAS VIDAS, SÓ ASSIM PODEMOS NOS LIVRAR DE NOSSAS BOLHAS E ACORDAR PRA O MUNDO DE VERDADE!

Cris Soleitão on 23 de dezembro de 2009 13:20 disse...

Eu nem ia comentar por ser um post relativaente 'antigo', mas o assunto me interessa.

Não sou uma ecochata [nem a pau que vou usar absorvente de pano... afffee... vai sonhando!].
Mas sou a favor sim, do uso de transporte coletivo. E quando posso vou a pé ou de bicicleta [leia-se lugares próximos... até o outro bairro, por exemplo].
Uso sacola retornável, mas não sempre... senão, vou ter que comprar sacos de lixo o que DÁ NA MESMA que usar sacola plástica. o.O

Mas várias coisas não dependem de nós e, aliás, nem tem a ver com o Brasil.
O GRANDE problema do aquecimento global é o uso de energia suja e não-reciclável, como os EUA que ainda QUEIMAM CARVÃO. Até pouco tempo eu nem sabia disso... É absurdo demais, gente!!!
Aqui agente usa água pra produzir energia. Causa danos, mas não tão grandes.

No caso de transporte público, é obrigação dos governos melhorarem e aumentarem, de modo que todos os usem confortavelmente e sem atrasos [afinal não pago imposto pra enriquecer FDP, e sim pra ter meus direitos assegurados]! E alguns países acredito que seja assim! E aposto que ninguém, ou quase ninguém, reclama.

Outros dependem das industrias. Vamos falar o português claro: os fabricantes de carro e os exploradores de petróleo NÃO QUEREM o lançamento de carros que funcionem à água e/ou elétricos. E, acreditem, eles fazem de tudo pra impedir e/ou retardar esses lançamentos!

Mas o que esses ESTÚPIDOS [políticos e empresários de grande porte] não percebem é que se eles não aceitarem mudanças, não se adaptarem e não adaptarem os serviços públicos para que nós também possamos nos adequar, brevemente NÃO HAVERÁ MUNDO para lucrar.
Como diz uma colega minha: verão que dinheiro não se come.

Tem gente falando 'dane-se o Urso Polar'. É, você não come Urso Polar... Mas você come o boi, o boi come a grama. E se o tempo virar e ficar mais doido do que já tá e der uma geada ou um calor muito intenso nas fazendas, não haverá tomate, alface, acelga, cenoura... e nem a grama do boi. Consequência: o boi morre de fome, doente... portanto não gera decendentes e nem chega ao supermercado.
Os poucos supermercados que ainda tem estoque no frigorifico, aumentam demais os preços até acabar o estoque ou apodrecer por falta de comprador... e, ADIVINHA?!
Nosso organismo NÃO digere celulose [matéria prima do papel]

E agora, José?!

GENTE, o Planeta Terra funciona em um eterno ciclo. Uma coisa depende da outra, mesmo que não vejamos.

Estamos tendo tornados no Sul. Quer coisa mais bizarra?!
Onde já tinha enchente, está aumentando.
No Norte está tendo tempestades de neve tão fortes que nem dá pra sair do lugar! [Até os confortáveis trens estão parando].

E pra quem acha que, mesmo com tudo isso, não estará mais vivo quando o mar subir e inundar suas casas [embora estarão, porque essa é a herança da NOSSA geração]... Então não se importam com a extinção humana?! Com seus filhos, sobrinhos, etc...?! É isso!
Pois é... os que vieram antes de nós também não se importaram conosco!!!

Sim, concordo que as mudanças são naturais... Acontecem de tempos em tempos... E que nós as aceleramos.
Sim, a culpa, em maior parte é dos governos!

Mas TEMOS que fazer a nossa parte. Nossa parte não inclui apenas meios alternativos de energia [já passou pela sua cabeça que ter gerador de energia solar no teto da sua casa vai diminuir drasticamente sua conta de luz?!], meios alternativos de transporte e separar o lixo.
CONSISTE TAMBÉM NO VOTO!!!

Votar em pessoas inteligentes e ativas, e não em MULAS!
Afinal, o que foi feito em Compenhagen?!
Só serviu para um monte de "chefes de estado" tirar uns dias de folga e passeio, enquanto nós aqui nos ferramos e nos matamos de trabalhar para pagar impostos que ele roubam!!!

Pensem nisso!!!

Flávio Meira on 17 de junho de 2010 17:55 disse...

Falar mal do vegetarianismo ao mesmo tempo que diz fazer o básico para poluir menos, é estranho... mas cada um na sua... saiba que boa parte do aquecimento global é gerado pela morte absurdamente em excesso de animais. A parte de matar os animais é apenas MAIS UM agravante para a situação.

 

Corporativismo Feminino Copyright © 2009 Baby Shop is Designed by Ipietoon Sponsored by Emocutez Edited by Blog Feminino