quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Lealdade não tem preço


Quando me pedem pra listar quais as minhas virtudes ("beleza, hihi, inteligência, e meu livro favorito é o Pequeno Principe" NOT, MAS MUITO NOT MESMO), coloco no topo a lealdade. Se entro num relacionamento, pode ter certeza que não cobro fidelidade, mas cobro lealdade, porque sou leal até o fim.

Foi por ser leal até as últimas consequências que esta semana, levei a maior punhalada pelas costas de todas. Na verdade, o tapa na cara veio bem antes, mas eu achava que era gratuito. Só que a mentira e a falta de lealdade tem pernas curtas, a versão certa das coisas sempre aparece, e descobri que as pedradas que levei não eram "do além". Elas vieram a partir da pessoa que poupei. Nosso único trunfo? Se uma fosse pro fundo da lama, a outra ia junto, sem rodeios. E foi este trunfo que pensei estar guardado a sete chaves, que destruiu nós duas.

Hoje, ela veio me pedir perdão, que ficou com raiva e agiu por impulso. Raiva? Impulso? PERDÃO? Não, não tem perdão. Falta de lealdade, de compromisso, quebrar, o que pra mim era um pacto, que era algo que nos mantinha apoiadas, não tem perdão. Eu confesso, eu mesma quase ia fazendo a mesma coisa, mas quando vi que não ia valer a pena sacanear alguém por quem eu tinha uma certa estima e afeto, por um capricho, por alguém que eu nem conhecia, recuei. Passei por furona, pipoca, mas recuei.

E, quase posso afirmar que foi no mesmo dia, que ela decidiu destruir tudo, e para que? Para nada. Eu não perdi muita coisa, não tinha nada a perder. Mas ela, ah ela perdeu muita coisa. Perdeu uma amizade, que, do meu lado seria concreta, e perdeu também a confiança do outro lado, quando ela decidiu abrir o jogo. Me considero uma pessoa diplomática, e já levei muito pito por ser "em cima do muro", mas quando desço do muro, tendo a ficar do lado que não prejudique quem eu gosto mais, ou do lado que não jogue a merda no ventilador, pelo menos.

Eu tolero tudo, só não tolero que traiam a minha confiança.

E vocês, o que não toleram? Já tiveram amigas traíras? Já confiaram em gente que não merece?
____________________________________________________________


ORKUT
http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=11331418238189250417

TWITTER





*postando exepcionalmente hoje, e amanhã também ^^

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Postado por Heleninha às 00:01

16 comentários:

Crazy on 8 de outubro de 2009 01:26 disse...

nem vou comentar sobre o post, mas essa foto... (q eu já tinha visto em outro lugar) me dá até aperto no peito. Ninguém entende de lealdade como o cachorro

Maldita Futebol Clube on 8 de outubro de 2009 10:43 disse...

A foto diz tudo. existem amigos e colegas. E existem falsos amigos. Graças a DEUS me precavejo desses. beijos.Depois, se der me diga lá no MFC, sua opinião sobre segredos e lendas do Rock and Roll, ok? abraços, leandro

Fernanda on 8 de outubro de 2009 12:18 disse...

ah, já.
vide meu post de hj, haha.



a vida continua e a gente ainda vai se ferrar msis vezes. Eis a beleza da vida... NOT.


ai ai.

Shadowcat disse...

Realmente, lealdade é algo que também tenho com meus amigos e quero que seja recíproco.
Já tive amigas traíras. Ultimamente estou bem mais desconfiança e espero algum ato que me faça ter certeza que poderia ser leal a pessoa e ela a mim.

Ps: Eu chorei e senti um aperto no coração com a foto que ilustra o post...

Rafaela on 8 de outubro de 2009 14:25 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rafaela on 8 de outubro de 2009 14:25 disse...

Já fui traída sim por uma amiga que eu considerava mais que irmã... Confesso que perdoei mesmo, do fundo do meu coração, mas por circunstâncias desconhecidas, nossa amizade não voltou a ser como era antes... Nos distanciamos MUITO, o que eu sinto muito, porque ela era uma ÓTIMA amiga, hoje parece ser só mais uma! =/

By CeLLa Cris on 8 de outubro de 2009 14:28 disse...

Dói e como dói! Já me decepcionei e como vc, também acho que isso ñ tem perdão. Confiança é precioso p/ qq tipo de relação, e sem ela essa troca fica sem sentido.
Realmente ñ vale a pena reagir da mesma forma, mas que isso passa pela nossa cabeça, passa! rs

Sempre visito o seu blog e como agora criei um aproveito p/divulgar : http://bycellacris.blogspot.com/

Já te linkei ok?

Beijosss,CeLLa.

A Aquariana on 8 de outubro de 2009 14:58 disse...

Adoro seus posts!

Tb não gosto de ser "traída" por amigos e já escrevi sobre isto em meu blog antigo..
Por isto, hj em dia nao confio em quase ngm...

A foto realmente diz mto... cães são os animais mais leais da face da terra.. E é por isto que eu estimo alguns "peludos" mais do que certa gente por aí...

Beijos!

Andréia Freire on 8 de outubro de 2009 16:28 disse...

Ah, fui traída por alguém que considerava um grande amigo, sim, sim, um homem. Esse papo de que amigo homem é mais confiável que amiga mulher, é pura balela, caráter não tem sexo. Como a gente se engana, né? Acha que conhece as pessoas.

E aconteceu com a pessoa que já foi uma verdadeira amiga-irmã, mas que deu um super vacilo por puro ciúme. Ciúme porque estava refazendo uma amizade com uma amiga nossa, que eu tinha me distanciado e essa amizade estava crescendo. Então ela resolveu contar uns podres meus (todo mundo tem, né?) pra um fulado e pra uma fulana da turma. Nem preciso dizer que depois que eu descobri a amizade NUNCA MAIS foi a mesma, né? Agora é no máximo colega. Depois que a confiança é quebrada não tem mais como remendar, não. A amizade pode até voltar, mas a confinça vai ser sempre uma confiança frágil.

Robycirne1 on 8 de outubro de 2009 17:35 disse...

Aconteceu comigo exatamnente isso, fui defender a menina contra outra e depois, as duas se voltaram contra mim, virei a má da história, sabe como é?A diferença é que ela nem ligou, seguiu atropelando tudo e todos pelo caminho...
Certas pessoas não tem o coração no lugar certo do peito.Prezo muito também a lealdade, e também NÃO PERDOO.

Tuany Fraga on 8 de outubro de 2009 17:38 disse...

Eu escrevi sobre lealdade no meu blog esses dias e concordo plenamente com você. Infelizmente, ninguém aprende a ser leal. Isso nasce com a gente. Apenas aflora com o tempo. Ou não.

Anônimo disse...

Oi Tuany, sua borderline. :)

Anônimo disse...

Depois de levar rasteira de 2 amizades que cultivava a 20 anos... Não confio em mais ninguém cada um só olha o seu lado nessa vida.

Anônimo disse...

Me identifiquei totalmente com o texto. Me decepcionei com quem eu considerava uma irmã pra mim! Sofri muito, passei dias mal pelo o que houve, ela muito orgulhosa pediu meras "desculpas" e deu por finalizado o assunto. Continuei nossa amizade como pude; não faz muito tempo, que ela pouco me olha na cara e me conta algo sobre a vida dela, e já a alguém em quem ela nunca depositou confiança, ela faz. Errou uma vez, perdoei, porque as vezes perdoar vale a pena quando se trata de uma amizade verdadeira. Porém, quando percebemos que ela não é verdadeira, o melhor a fazer é deixar pra lá, e que a vida te leve e cure as dores que essa "amizade" te causou.

Anônimo disse...

Tbm fui apunhalada pelas costas por um amigo semana passada.
Minha vida toda escutei as pessoas me dizendo pra me soltar mais, me abrir, falar dos meus sentimentos... quando resolvo ser assim usam justamente isso pra acabar comigo.
O pior são aqueles que vc sempre escutou, sempre fez de tudo por eles, dizem que te amam, te adoram mas basta vc abrir a boca pra desabafar agem como se fosse a coisa mais insignificante do mundo.
Estou aprendendo a desconfiar das pessoas antes de confiar nelas, o contrário do que eu sempre fiz.
Vamos ver...

Caroll on 28 de junho de 2010 02:53 disse...

nem preciso te contar que já tive né! vc estava lá ;) ao meu lado!

AMO

 

Corporativismo Feminino Copyright © 2009 Baby Shop is Designed by Ipietoon Sponsored by Emocutez Edited by Blog Feminino