segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Tarado de busão


Quando o assunto é transporte coletivo, posso afirmar que não sou MESMO uma pessoa de sorte.

Para início de conversa, eu morro de medo de dirigir, então vou sempre by bus para os lugares. Dentro do ônibus você passa por situações bizarras, e por que não dizer indignas?

As encoxadas você aprende a driblar logo de primeira: ou coloca a mochila nas costas, ou vira o corpo quando algum ser com ar doentio de aproxima de você. Mamãe passou talco aqui meu bem. Tá pensando o que ?

Mas falando sério agora, doentio é a palavra. Isso porque tara tem limite e creio que um cara que sentre prazer com esse tipo de assédio poderia, tranquilamente, cometer um estupro.

Fui alvo desses seres imundos, pelo menos, umas 4 vezes. Estava distraída, sentada no meu banquinho do proletariado quando me dei conta de que alguém literalmente se masturbava olhando para mim.

Duas ocasiões em especial me traumatizaram. Uma vez o cara abriu a calça e cobriu o dito cujo com o paletó. Na outra, o imbecil nem se deu ao trabalho.

Eu entro em choque, juro. Não consigo gritar, xingar, etc. Desço no ponto mais próximo com uma ânsia de vômito violenta e me sentindo imunda.

O mais estranho é que outras pessoas também perceberam o que estava acontecendo, mas não vi ninguém fazer nada, a não ser olhar com reprovação.
Gente, como assim? Não é possível que isso seja tão recorrente a ponto das pessoas nem se surpreenderem mais.

Agora, quando entro no ônibus, procuro sempre sentar ao lado de mulheres e fico muito atenta com quem para perto de mim. Se o ônibus está muito cheio, chego tarde em casa, mas não subo.

Quando essas coisas acontecem, não consigo simplesmente me indignar na hora e esquecer depois. Fico com aversão a sexo até aquela sensação de nojo passar.

Ah gente, que situação, não é mesmo?

Mas o que eu queria saber são as opiniões de vocês. Já passaram por isso? Como vocês reagiram?

Dicas para afastar tarados de busão também são bem vindas.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Postado por Mel às 00:02

37 comentários:

Bel on 7 de setembro de 2009 08:52 disse...

Mel, eu já presenciei uma cena tragicômica. Um tiozinho começou a encoxar uma outra tiazinha, eu já "conhecia" aquela tiazinha de longa data, todo dia ela pegava ônibus comigo. Até que a tiazinha se rebelou e fez o maior escandalo no ônibus, o cara já tava de p* duro e com a calça molhada. O Motorista parou o ônibus e o cara quase foi linxado, foi posto pra fora do ônibus. Eu ri! hahahaha.

Comigo nunca aconteceu nada tão explícito assim, quando eu percebo que algum homem se encostando muito em mim eu logo uso o truque da bolsa, ou uso o cotovelo mesmo pra afastar a crítura, mas não deixa de ser um incomodo, sempre!

Rock das Antigas on 7 de setembro de 2009 09:44 disse...

Nossa amei o blog! Os textos são ótimos.
Que bom que eu não preciso andar de ônibus haha :)
beeeeijo

mulherpolvo on 7 de setembro de 2009 09:50 disse...

Meu problema com o transporte público é outro.
Uso ônibus para trabalhar e, como faço plantão aos findes e feriados, preciso entrar nos cata-cornos as cinco e vinte da manhã. E como tem gente bêbada voltando das noitadas... Eu com sono, a fim de dormir, e a galera falando alto, rindo alto... me dá ganas de enforcar cada um, mas fico só com aquela carinha de coitada. Tarados? esses não cruzam meu caminho, graças á Deus!!

Camila Miranda on 7 de setembro de 2009 10:57 disse...

Eu ando de moto a anos, só viajar que eu viajo de ônibus e realmente detesto.. tenho horror a ônibus.

Fiquei com a minha moto confiscada um tempo pelo meu pai pq nao tinha carteira até um dia desses (confesso, hehehe) e, entre andar de bus ou a pé, escolhia a segunda opção.

Claro que eu moro no interior e, embora minha cidade esteja movimentada e perigosa ultimamente, nem compara com um SP e RJ da vida...

Sorry, amiga, a solução pro seu caso é comprar uma moto!! rs rs rs

Camila Miranda on 7 de setembro de 2009 10:57 disse...

Eu ando de moto a anos, só viajar que eu viajo de ônibus e realmente detesto.. tenho horror a ônibus.

Fiquei com a minha moto confiscada um tempo pelo meu pai pq nao tinha carteira até um dia desses (confesso, hehehe) e, entre andar de bus ou a pé, escolhia a segunda opção.

Claro que eu moro no interior e, embora minha cidade esteja movimentada e perigosa ultimamente, nem compara com um SP e RJ da vida...

Sorry, amiga, a solução pro seu caso é comprar uma moto!! rs rs rs

Anônimo disse...

Já passei por situação igual. Saindo do trabalho o ônibus demorou uma era pra passar. Qdo o bus chegou aquele alivio de estar a caminho de casa. Um 4 pontos depois entra um cara e senta ao meu lado. Mau sentou abriu a calça e começou a se masturbar. Também não consigo fazer escandalo fico em choque...tipo: não posso crer!

Desci do ônibus e tive que esperar mais um tempão, por conta de um tarado cheguei meia-noite em casa. Desaforo!

Outra vez foi com a minha mãe. Estavamos voltando do hospital, sentamos uma ao lado da outra, qdo um cara q estava no banco de trás, coloca a mão na bunda da minha mãe naquelas frestas que tem.
Fiquei louca. Bati com a bolsa guarda chuva. E o cobrador viu e deu porrada também. Nisso o cara foge pela janela pq eles iriam levá-lo a delegacia.

Olha a única coisa que posso dizer é ficar sempre muito atenta e sentar próximo ao cobrador ou perto de mulheres.

Fico com raiva só de lembrar, pq bate uma sensação de impotência.:(

Ju on 7 de setembro de 2009 12:55 disse...

Essa coisa de ônibus é foda mesmo!! Tem gente que pega ônibus só por causa disso.

Só é preciso ter cuidado também, pra quando acontecer essas coisas e a pessoa ter o impulso de descer do ônibus o tarado não seguir a pessoa.

Se for descer que seja em um local bastante movimentado.
Se não, é melhor mudar de lugar no ônibus ou ficar em pé.

bjo

teresafur on 7 de setembro de 2009 13:33 disse...

Nossa, Mel
eu poderia ter escrito esse post, já passei por situações tão bizarras quanto...
primeira vez que aconteceu eu tinha uns 11 anos e um cara começou a encoxar, eu fiquei apaaaaaaaavorada e desci do bus, dps entendi o que foi a situação, depois disso, aconteceram mais algumas vezes, mas adoto a seguinte postura:
Viro e na lata dura pergunto se o sujeito está passando bem, pois está caindo em cima de mim e já nem dou tempo p infeliz falar e peço lugar pq afinal ele está passando mal AHHAAHAHAHAHHA é hilário e funciona 100% dos casos (das 5 vezes nenhum saiu fora me chamando de louca kkkkkkkkkkk)

se alá ajudar ano q vem estaremos motorizadas e livre dessa maldição chamada onibus bleeeeeeeeerght

bjoks, boa semana

Didi Iashin on 7 de setembro de 2009 13:35 disse...

Já aconteceu uma encoxada (e olha que eu não sou uma senhôra "encoxável", ao contrário ...)que terminou com um cotovelaço. O cara queria mais e foi para outro lugar, onde começou a encoxar uma moça que abriu o berro. Queria ser assim ...
Outra vez foi no metrô, com um cara se masturbando, escondendo seu "melhor amigo" com a bolsa, de um lado. Só que do MEU lado dava para ver aquele seu "melhor amigo".
NOJO!! E eu compreendo, é uma coisa tão nojenta, tão suja - fazer para os outros verem - que a gente fica totalmente sem ação. Eu adoraria ser daquelas senhorinhas que partem para a guardachuvada.
Ah, sim, uma vez - faz tempo, um sujeito começou a se esfregar na minha mãe. Então, ela "sacou" de um canivetinho que sempre carregava na bolsa e começou a limpar as cutículas, como quem não quer nada. O carinha se escafedeu na boa! Acho que o negócio é andar com alguma coisa que aparentemente machuque ...

Carlinha Said on 7 de setembro de 2009 14:39 disse...

Nuss...acho que quem não tem histórias de enconxadas no ônibus, infelizmente, um dia vai ter..Espero mesmo que não as tenham..Enfim, já aconteceu comigo também, eu enfiei um senhor tapão na cara do velhote bêbado e cara de pau, que ele cambaleou e o povo do ônibus encheu ele mais de tapa ainda e jogaram ele pra fora do ônibus. Eu também me senti suja...E pra contar isso em casa?! Meu pai não queria me deixar pegar mais ônibus, meu irmão ainda passou umas 2 semanas indo me levar e buscar na faculdade...Mas, assim, meu sangue ferve com essas coisas, eu sou muito íntima do meu corpo e não permito que alguém me viole de forma alguma [sem meu consentimento, claro...rs]

Cansada de ser boazinha on 7 de setembro de 2009 17:55 disse...

Passei por uma situação muito ruim quando tinha 10 anos. Eu era tão bobinha que não entendi na hora o que estava acontecendo, mas, como fiquei com medo do cara, falei alto pra todo o ônibus ouvir um "sai daqui". Imagina, né, um criança de 10 anos dizendo isso pra um cara. O pior foi perceber que ninguém me ajudava, olhavam de canto, mas não fizeram nada, nem o cobrador. Para a minha sorte, o cara desceu antes da minha parada, se não ele iria descer comigo certo.

Gabbi Leão on 7 de setembro de 2009 22:03 disse...

Quando eu tinha uns 18 anos voltava no trem lotado do cursinho, quando um tiozão começou a me encoxar, fiz de tudo: gritei, xinguei, esperniei e nada dele sair de lá, até disse que só tava fazendo aquilo por preconceito porque ele era velho, porque se fosse um garotão eu gostava e um bando de idiotas dando apoio a ele. Até que banquei a louca. Tirei um compasso da bolsa e enfiei na virilha dele. Ele desceu do trem sangrando e me chamando de louca e seu público cativo abriu um espaço bem grande em volta de mim!

Bel on 7 de setembro de 2009 22:40 disse...

Gabbi é idála!!!

Crazy on 8 de setembro de 2009 01:15 disse...

Credo, já passei por coisas assim...... vou falar uma coisa, ônibus lotado é um dos meus maiores pesadelos.......... nem vou entrar em maiores detalhes, mas concordo que homem que faz isso é estuprador em potencial.... pior q eu já vi fazerem isso até com tiazinhas.... que uó! Fiquei sabendo que na cidade do México eles têm algumas linhas em que só mulheres podem subir, eu adoraria que aqui tivesse isso tb

Deja disse...

Juro que uma mulher ficou se esfregando em mim, ela vinha pra trás, cada vez mais agressivamente, e eu me afastava com medo daquela situação.

Bizarro.

Sobre o busão, já denunciei várias comunidades no Orkut que incentivavam essa prática, davam dicas.

E certa feita, um sujeito com cara de psicopata do caramba, ficou na fila do metrô encostando em uma menina, novinha, novinha... fiquei puto... olhei feio pra ele e o cara se afastou, dava pra ver que ele tava com volume nas calças, e a menina com medo, só se afastando.

Detesto esses doentes, eu fiquei com vontade de socar...

Grazi on 8 de setembro de 2009 10:32 disse...

Já aconteceu comigo também.

Estava eu sentada no banco do lado do corredor, até que pára um fulano do meu lado e começa a se esfregar no meu ombro. Olho em volta e vejo que o ônibus não está tão lotado assim, e constato que era de propósito mesmo.

Quando "o merda" se encosta de novo, eu olho para ele e pergunto bem alto: "o senhor quer se sentar?" ele me olha com cara de apavorado e diz "nããão" dai eu " ah tá, tava se atirando tanto em cima de mim que achei que queria se sentar".

O cidadão deceu na próxima parada! hehhe Na hora falei mesmo, mas depois me deu um medo. E se o maluco desce comigo e me segue? A gente se sente mal assim pela sensação de impotência, de não ter o que fazer. Isso é horrível.

Anamyself on 8 de setembro de 2009 15:36 disse...

Raimundos, "Esporrei na Manivela":

"O coletivo é muito bom para sarrar
Pois o povo aglomerado sempre tende a se esfregar
Com as nega véia é perna aqui perna acolá
E se a xereca é mal lavada faz a ricota suar

-Se é nos calombos ou nas freadas
Se é nas curvas ou nas estradas
São situações propícias para o ato de sarrar
No coletivo o que manda é a lei do pau
Quem tem, esfrega nos outros
Quem não tem só se dá mal
"

Né?

Débora Fonseca on 8 de setembro de 2009 16:10 disse...

Aiiiiiiiiiii
que alivio saber que não é só comigo.
Menina, eu tenho pavor de sentar do lado de homem em onibus.
Aconteceu comigo duas vezes, uma ninguém viu porque o onibus tava meio vazio, mas como eu tava la atras, o senhor que tava do meu lado começou a se masturbar.
Da outra vez, o onibus tava lotado, e quando eu reparei, parecia que ninguem via, só eu.
Desci na mesma hora as duas vezes.
Peguei trauma de sentar do lado de homem em onibus.
Agora só do lado de mulher, AS VEZES do lado de homens, mas prefiro ficar em pé algumas vezes... do que ter que passar por isso de novo porque a gente fica tao sem reaçao, nao da pra gritar, xingar... eu gelo total, só penso em descer do onibus rapidamente.
Sua historia foi um consolo depois de tanto tempo, eu contando isso pras pessoas e elas nao ligam porque não é com elas... tenho ate vergonha de dizer pros meus pais. (y)
Além disso procuro andar de calça também, porque um motoqueiro passou por mim uma vez, eu tava de saia, e ele apertou minha bunda ...

Claudia Letícia on 10 de setembro de 2009 19:19 disse...

Gente. eu não sabia que a coisa era tão comum. Se masturbar num ônibus é o fim da picada. Uma funcionário de um banco me contou uma vez que um homem abriu a calça junto dela e começou a tocar punheta. São loucos!!!!!!
Esse tipo de coisa realmente causa trauma nas mulheres. Sexo é tão gostoso, pena que esses tipos esquisitos transformem seus mastros em arma de humilhação.

Gi disse...

Nossa, eu estava sentada no banco do lado do corredor e chegou um velho e encostou os bagos dele no meu joelho. Pior q eu me afastava e ele ia atras (grr...). A mulher do meu lado jah tava toda espremida no canto da janela pq ela também tava horrorizada com a situação e se afastava também. E o pior de tudo é que toda a hora ele enfiava a mão dentro das calças (blergh! pior pra quem tem q pegar nas barras dos onibus sujas depois)
Eu já estava quase vomitando e então resolvi descer e pegar outro.
Que nojo, em pleno século 21 tem gente que faz isso ainda!Deprimente...

Anônimo disse...

Pois eu adoro set encoxada, claro que nao por qualquer um, mas se for um gostoso, adoro, cheguei mesmo a ser penetrada por tras por um loirinho que nao devia ter mais de 18 anos, eu tenho 34 e ainda hoje me toco pensando nessa foda, e sei q qualquer mulher adota, tem q ser é o cara certo...aproveitem a vida

ernades on 10 de dezembro de 2009 23:09 disse...

olá todos os dias vou de ônibus
pro trabalho pego o metro tatuape
sempre fico num lugar que possa ficar
bem confortavel ai me entra uma mulher de vestido bem curto um belo corpo fica bem perto de mim com o balançar do ônibus ela bate a bunda no meu pau que sobe na hora e fica rebolando.depois fala que os homens são todos safados.

Anônimo disse...

POIS EU ADORO... PROVOCO, ESFREGO MEU BUMBUM GOSTOSO NO CARA, DEIXO QUE ELE SE ESFREGUE EM MIM, QUE PASSE A MÃO, QUE TIRE PARA FORA... FAÇO ISSO TODOS OS DIAS E ADORO!!!!!!!!!!!!! eU ENTRO NO TREM LOTADO, E PROCURO FICAR NA FRENTE DE ALGUM CARA MAIS VELHO, AMOM MAIS VELHOS. AÍ, COM O BALANÇAR DO TREM, VOU ENCOSTANDO E REBOLANDO GOSTOSO. ASSIM, O CARA JÁ PERCEBE, E COMEÇA A PASSAR A MÃO, A ESFREGAR O PAU BEM BURO EM MIM. APROVEITEM A VIDA!!!!!!!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

Ah meu bem... Comigo é assim.
Vem não deu, o pau cumeu.
No ônibus isso sempre me costuma acontecer, mas eu saio, dou uma cutuvelada do bem ( mal ), mais em um dia de TPM meu bem, eu mato. ( quem botou minha cueca pra fazer pano de prato ). Imagina só que o cara apertou minha bunda. De repente, minha TPM subiu aos meus nervos mais simplórios ( o.O ? ) e inocentes. Me virei como uma serial Killer num desenho de mangá e dei - lhe uma joelhada no saco que ele há de nunca mais ter filhos. Depois pedi um batonzinho emprestado. Todos me olharam como se eu fosse uma Assassina de sacos ( que exagero, ele nem viu meu lado negro! ).
Quer ser engraçadinho ? Não num dia de TPM...

Aquele batonzinho tinha uma cor ma-ra-vi-lho-sa ! E era da boticário...

Anônimo disse...

Trabalho como cobrador para ajudar a pgar a faculdade de engenharia aqui em Porto Alegre(RS) ja fas uns 6 meses e a mais ou menos um mes atras aconteceu de um velho grisalho fdp começa a chega perto de um guria acho q de uns 11 anos loira com uma mochila da hello kit ateh q ele meio q abraça a guria quando ele fes isso o meu sangue subiu e fui pra cima do cara e eu ñ so piqueno tenho 1,93 metros e 92 quilos mais ñ sou porrudo. o pior foi o fdp no chão me xingando disendo q ia me processa por ñ te respeito com os mais velhos e te batido nele

super abusado (chuteosaco@ymail.com) disse...

Como faço pra levar uma joelhada no saco?

Otto on 5 de maio de 2010 00:36 disse...

EU QUERIA ENTENDER AS MULHERES , NÃO SOU TARADO , MAS O QUE ELAS GOSTAM AFINAL ? SEREM ENCOXADAS OU UMA LIMOUSINE SÓ PRA ELAS ? UMAS GOSTAM OUTRAS NÃO ... QUE PORRA !!! AINDA BEM QUE SOU BONITINHO , SEMPRE COMO BUNDA LONGE DE ÔNIBUS , TREM , ETC HEHEHE , QUE GRAÇA TEM TAMBÉM ESSES CARAS BURROS DE GOZAR NUM ÔNIBUS , DEVE SER UMA MERDA , ALÉM DE NÃO TER PAPEL , SABONETE , HIGIENE , AINDA APANHÁ DE MULHER (MAIORIA FEIAS) HAAAAAAAAA , PÁRA COM ISSO MEU !!!

Anônimo disse...

aff sou homen e sinceramente nunca vi isso em onibus ate porque nao ando de onibus mais ai de algum fdp fazer isso com alguma mulher na minha frente qebro ele em 10 pedaços. independente de ser homen ou mulher todos merecen respeito afinal todos somos brasileiros e pagamos nossos impostos.

Anônimo disse...

eu ja tive varias experiencias de encoxar no bus!! mas tudo consensual nunca...... sai procurando nada .......a gora acho que tirar o pau para fora ese masturbar e loucura doença tem que se tratar........

@RogerioPOA disse...

Mulher é um bicho triste mesmo.
Vivem cobrando direitos iguais, que são capazes de fazer qualquer coisa, e agora ficam aí plantando de vítimas.

Eu já fui assediado por mulher em ônibus, e já me aproveitei disso também. Imagina se um cara fizer um escandalo porque uma mulher apertou a bunda dele no ônibus lotado!? Vira motivo de piada.

Em resumo, vocês podem fazer o que quiserem, e nós não. É isso?

E outra, é fácil pra vocês fazerem escândalo e chamarem a atenção, culpando uma pessoa que, se não for linxada, no mínimo vai passar vergonha. Quando na verdade você nem sabe se ele fez isso por querer (me refiro a encoxada, claro. Não a esses punheteiros aí).

Antes de bater, gritar, chorar, descer do ônibus e sofrer na parada, pensem se realmente foi intencional.

E outra, não esqueçam que tem muitas (mas MUITAS) mulheres que gostam e procuram isso. Vocês seriam muito hipócritas se dissessem que não existem mulheres que gostam.

Anônimo disse...

puts muito boa essa materia comigo aconteceu, eu estava no onibus acompanhada do meu filho de 8 anos na epoca, o onibus esta hiper cheio eo cara comecou a se encostar em mim maliciosamente, qto mais eu empurava mais loko ele ficava, achei desaforo eu tava com meu filho.
ai eu desci do salto me deu um ataque de furia e gritei bem alto " filho de uma p...." todas as atencoes se voltaram para nos, ai eu gritei " ja gozou seu filho da p...? ai a macharada se revoltou e qdo ele desceu p. fugir uns 5 foram atras dele, acho que pegaram ele

Anônimo disse...

ELAS GOSTAM SIM, tenho 50 anos e encocho desde os 17 so tem um detalhe,a preferencia sao as novinhas,pq as senhoras ja passou a fase entao se sentem constrangidas, mais de uma coisa pode ter certeza, morrem de inveja, raiva sei la o que quando ver uma novinha gostosa com uma TORA enfiada no rabo e nem se mexe indo de artur alvim ate a se,como se nada tivesse acontecendo,E VERDADE que tem as que nao gostam, assim como tem poucos HOMENS tbm que nao curtem, agora esse lance de tirar,mostrar nao curto mais tbm nada contra cada um cada um,FODA-SE o mundo ta uma merda mesmo e vai ficar pior todos sabem disso, QUANTA IPOCRESIA.

Anônimo disse...

E uma verdade que tem muitos caras que passao dos limites da taradisse mas consensual muitas mulheres gostam, eu uma vez fiquei ate com medo de encostar em uma mulher com cara de brava no onibus mas estava tao cheio que foi inevitavel e o hormonio pulsou no sangue e meu pau ficou duro e ela sentia isso mas nao me aproveitei apenas fiquei exitado ai depois disto esvaziou um pouco o onibus e ela ficou de frente pra mim me cuidando e eu com medo de ela falar alguma coisa, ai quando ela percebeu que eu ia descer deu uma risadinha pra mim...vai entender o bicho mulher rsrsrs

Anônimo disse...

Desde adolecente eu aproveitava o onibus ou metro lotado para encoxar eu tenho essa tara porem sempre com o consentimento da mulher as vezes tem mulheres que nao falam nada mas é facil perceber dai desisto porque os dois tem que querer para ficar legal. Se um não quer não é porque o outro é doente mas porque não tá afim naquele momento e tem que ser respeitado. Assim acontece tb num relacionamento. Doente é aquele que se masturba, suja os outros em local publico, isso é nogento. Tambem depois de tanto encoxar voce adquire experiencia disfarca bem. Se a mulher nao consegue disfarcar eu tambem nao gosto porque os outros percebem. Concordo que muita gente tem inveja porque o outro esta se dando bem. Se vejo que os dois estao no amasso eu disfarco nao fico encarando. Mas quando chego em casa vou para a banheira com o poderoso na mao e me masturbo sem pudor. Sorte ou azar que a empregada essa hora ja foi embora senao ela ia pagar por todas as encoxadas do dia.

† Deivid † on 20 de setembro de 2012 13:43 disse...

No meu tempo de faculdade,sempre pegava uma conduçao lotada e claro aproveitava a situaçao ... Já encoxei muito e ate ejaculei em algumas situaçoes.As vezes ia de bermuda e colocava o junio pra fora.O mais legal e quando elas sentem e se deixam levar.

Anônimo disse...

É FODA TUDO ISSO, SOU HOMEM E ACHO QUE QUEM FAZ ISSO SÃO HOMENS IMPOTENTES QUE NÃO COSENGUEM COMER NINGUÉM DE DEPOIS AO CHEGAR EM CASA VAI BATER UMA!!!

Deborah on 23 de abril de 2015 19:47 disse...

Bando de mentirosas, vocês adoram tá lá no apertadinho se esfregando e morrendo de tesão e quando chegam em casa se masturbam na hora do banho, eu não ando de ônibus porque a vida me deu privilégios, mas já vi cada vídeos de encoxadas na net e percebi que todas ficam totalmente relaxadas e excitadas, algumas passam até a mão no pau do cara parecendo estar adorando. portanto sejam mais francas nas respostas. Obs: Entendam que em ônibus lotado não tem como uma pessoa não encostar na outra e o lado que sempre fica mais vulnerável é o traseiro da pessoa, se vc não quer ser encoxada, ande de costas dentro do ônibus assim vc ficará de frente para todos, mulher tem essas frescuras, ninguém pode encostar, triscar sequer, os homens também levam encostadas no rabo, no ombro e isso é pior ainda, porque homem não gosta de pica, e nem por isso faz escândalos e movimentos contra encoxadas, esses moralista que dizem que dão porrada se ver alguém encostando numa mulher, querem se aparecer pra vcs que estão comentando com esperança que alguma peça o contato deles, que idiotas.
Quero ver um desgraçado entrar em um ônibus lotado e ir de uma porta a outra sem encostar em ninguém.
Se tem nojo, vontade de vomitar porque sentiu um pênis encostando em sua roupa, vão chupar buceta então!!!
Para mim estas reclamações não passam de frescura de gente que é cheia do "não me toque" ou que retribuiu a encoxada e agora está querendo limpar a consciência dizendo que não gosta.

 

Corporativismo Feminino Copyright © 2009 Baby Shop is Designed by Ipietoon Sponsored by Emocutez Edited by Blog Feminino