quinta-feira, 17 de setembro de 2009

O que leva uma mulher a ser a outra?

Há duas maneiras de uma mulher se tornar a outra. A primeira delas é com o consentimento. A mulher sabe que o cara é comprometido, mas não está nem aí, parte para cima assim mesmo. Já na segunda maneira, ela NÃO sabe que o rapaz em questão já tem namorada/noiva/esposa e pode vir a descobrir isso com o tempo.


Primeiramente, falemos da situação número 1.
Eu não entendo esse monte de mulher com dor de corno. “Ai, como eu sofro, o Zezinho não quer largar a esposa dele e só me enrola, todo dia ele promete que vai deixá-la para ficar comigo.” Amiga, dá um tempo, né? Quem mandou se meter com homem casado? Será que quando você se envolveu com ele, achava mesmo que ele iria deixar a mulherzinha dele, que é mãe dos filhos dele, que cuida da roupa que ele usa todo santo dia? Tanto homem disponível no mercado e você tinha que escolher logo um comprometido?

Há pessoas que pensam que, só porque o cara é quem está envolvido com a mulher, a amante não tem culpa no cartório, pois não deve fidelidade à esposa. Discordo.
Que raios de corporativismo feminino é esse? Falamos tanto em nos ajudar, em sermos companheiras, mas na hora de tomar o homem da outra, esquecemos o que pregamos?
Eu sei que o cara só trai se quiser. Sei que uma mulher não vai obrigar um homem a levantar o vestido dela e transar com ela. Os dois têm culpa no cartório, obviamente. Mas isso exclui o fato de a outra também ter errado? Claro que não!

Eu podia dar milhões de razões morais e éticas para uma mulher não aceitar ser a outra. Mas vou focar em uma razão totalmente egoísta: SEU bem-estar. Pensem comigo: será que encontros escondidos são desejáveis? Encontros com hora marcada, diga-se de passagem. E aquela vontade que dá de a gente ficar cada vez mais com quem gostamos? Você quer mesmo abdicar da qualidade de um relacionamento? Você estará com ele em um motel e a esposa dele vai ligar dizendo que o filhinho está passando mal. Ele corre para o hospital e te deixa com cara de tacho. SERÁ QUE O SIMPLES FATO DE UMA MULHER QUERER ESTAR SEMPRE EM PRIMEIRO LUGAR NA VIDA DE UM HOMEM NÃO É MOTIVO SUFICIENTE PARA NÃO ACEITAR O FATO DE NÃO SER A ÚNICA?

Passemos à situação 2.
Você encontra um cara perfeito. Ele é lindo, inteligente, carinhoso e, de quebra, ainda toca violão. Quanto mais tempo você passa com ele, mais você tem certeza de que é isso que você quer. Algumas semanas depois, sua amiga lhe conta que ele tem namorada. E agora, Anália?
Pois é, situação complicada. Eu já passei por isso. O que fiz? Botei meu rabinho entre as pernas e saí de fininho. Pelo mesmo motivo exposto nos parágrafos anteriores, inclusive. Sou egoísta demais pra dividir um homem com alguém. Tem que ser meu e acabou. Tem que ter tempo disponível e dedicação. E outra, gente, imagina o caráter do sujeito que faz uma coisa dessas? Quem garante que ele não vai fazer o mesmo comigo em um futuro próximo?

Não é todo mundo que pensa como eu, sei disso. E, nesse caso, se você for uma santa alma e tiver paciência de Jó, não condeno se quiser jogar a merda no ventilador só pra ver o que vai dar. Você pediu pra te colocarem nessa? Não, ué. Então se tá no inferno, abraça o capeta!

Não pretendo mudar o pensamento de ninguém, quem trai, vai continuar traindo. Quem é a outra, vai continuar sendo a outra sem a menor dó na consciência. Mas vamos parar de se fazer de vítima, ok?

Homens são homens e vão continuar procurando mulheres para comer fora de casa. Se você quer ser a carne nova do pedaço, beleza, só não vá se fazer de vítima quando ele disser que não vai trocar a estabilidade da família por você. Depois não diga que não te avisaram.



Para me chamar de machista, dizer que é a outra e ainda espera que ele deixe a oficial para ficar com você ou até mesmo para chorar suas pitangas: analia@corporativismofeminino.com

Sigam-me no Twitter, é só clicar AQUI!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Postado por Anália às 00:01

23 comentários:

Grazi on 17 de setembro de 2009 08:47 disse...

Concordo plenamente!
Eu também sou egoísta, quero o homem para mim e para mais ninguém! E se ele não quiser ser só meu, que caminhe para fazer vento!

Oras!!

Kelly Ferri on 17 de setembro de 2009 09:11 disse...

ahhahaaha adorei!!

Pura verdade. As vezes precisamos masculinizar os pensamentos. Corporativismo Feminino na veia, mas ser trouxa...fala sério..q mancada!
E pq os homens são mais tranquilos? Pq não pensam muito nos detalhes. E a outra tem culpa no cartório sim! E que não desmoralize a mulherada. Por isso que os homens sempre pulam a cerca, pq tem mulheres que ajudam.. Daí fica difícil né! Por isso difícil achar um ser digno de respeito no mercado.

Valeuuu

Anália on 17 de setembro de 2009 09:44 disse...

Master erro de digitação no texto e só percebi agora. Bom, já foi corrigido =)

Deja disse...

Bem, já passei por isso... O pior foi receber cobranças quando terminei meu "caso", avisei a pessoa que estava comprometido (Situação complicada, morava com a pessoa, mas não me relacionava com ela, porém era possível uma reconciliação).

Quando terminei com essa "outra", ela me acusou de diversas coisas, falta de honestidade e tal, mas como assim? Ficou comigo porque quis muito, ela me assediou, estava em todo canto.. e eu sempre deixei tudo claro, mas não, depois ela saiu espalhando por aí como sou canalha, que sempre a enganei, que fiz acreditar que deixaria minha esposa...

Cada uma viu...

Fernanda on 17 de setembro de 2009 10:59 disse...

Eu concordo com você.
Já fui a outra.
Já me envolvi com homem casado.

Mas, graças a diós, não criei nenhuma expectativa de me tornar a oficial. Queria só sexo mesmo, haha.

E outra, se o cara trai a esposa contigo, quem garante que ele não fará o mesmo com vc, caso vc se torne a oficial? Aliás, diria que as chances são imensas.

Mas olha, hoje eu fujo de homens casados/namorados/enrolados. De problemas, já bastam os meus, haha.

tanto homem solteiro por aí! hihihi

beijo!

Anônimo disse...

[Manu/ Bonekita - Comu CF]

Simples: o cara te esconder que tem outra e você só descobrir isso quando estiver perdida e irremediavelmente apaixonada. Paixão + melhor química da tua vida = incapacidade de pular fora desse relacionamento. Seria tudo mais simples, se o [pseudo] príncipe NUNCA tivesse sido Príncipe. Enfim... teu texto foi escrito sob medida pra mim, risos. Pena que a prática seja too much complex, comparada à teoria.

Eu abracei o capeta, tou vendo no que dá [já tou no inferno mesmo, risos]

juliana. on 17 de setembro de 2009 11:40 disse...

Comportamento/sentimento é alguma coisa muito complexa de se analisar, né? Tudo tem pelo menos uns três lados.

mas as mulheres precisam se dar o devido valor e o devido respeito. Só assim pra estar acima de todas essas coisas e problemas!

Deja disse...

"mas as mulheres se dar o devido valor e o devido respeito.", tenho asco dessa frase clichê.

Todos se devem dar ao respeito, se valorizar, e em teoria funciona que é uma maravilha.

Gabi disse...

Olha que bonito, meus pais se separaram por causa disso. =)

Amei o post. Não tenho paciência pra essas "outras". Pra mim não têm nada de coitadinhas.

Esse tipo de gente me dá NOJO. Não se valorizam, não valorizam o relacionamento dos outros... são lixo.

Não. Eu não me importo nem um pouquinho se elas sofrem também. Trouxeram isso pra si mesmas. É bom que sofram.

Desculpa o comentário cheio de ódio. É um ponto sensível pra mim =P

Andréia Freire on 17 de setembro de 2009 13:02 disse...

Adorei o texto, só não gostei do "homens são homens", pois é o argumento mais utilizado pra fazer as pessoas aceitarem o que é inaceitável e ainda hostilizarem a mulher.

Não só as mulheres. É muito fácil colocar a culpa nas mulheres, né? Os homens são uns coitadinhos, não sabem o que fazem, blablablá, estão apenas seguindo o instinto, etc. Me poupe. Eles também deviam se dar ao valor. Acharam o pinto no lixo? Muitos sim, né? Não me envolvo com homem assim má nem fudendo. Nunca vou entender aquele tipo de mulher que descobre uma traição e ao invés de brigar com o HOMEM vão atrás de brigar com a mulher. Tipo Melissa Cadore. É ridículo. Como se o homem fosse inocente.

Havena disse...

Já passei pela situação 2 e era muito novinha, quando descobri que ele tinha namorada, eu idiota ao quadrado procurei ela e contei tudo, acabei descobrindo que ele namorava ela a nove meses, ficava comigo a um mes e ainda tinha mais duas ficantes. Moral da historia? ela saiu me chamando de puta pra todo mundo, poxa eu fui inocente sim! Era nova, idiota enfim... me lasquei!

Thais on 17 de setembro de 2009 13:19 disse...

Concordo plenamente!
Eu também sou egoísta, quero o homem para mim e para mais ninguém! E se ele não quiser ser só meu, que caminhe para fazer vento!

Oras!![2]

Leticia B. disse...

Acho que você disse tudo nesse texto, as pessoas sabem no que elas entram então não têem o porque se fazerem de vitima e no segundo no caso é obvio né o cara é um "cafá"...

Ah nesse aspecto sou egoista sim!

Camila Miranda on 17 de setembro de 2009 18:13 disse...

impressão minha ou este tema "traição" anda me "perseguindo"?

até mesmo no meu blog favorito vai rolar este sermão.. ou melhor... assunto?

tô brincando, ser a outra tá por fora em qquer ocasião, mas acho mais fraco ainda quando o cara é casado, tem filhos e tal.. vc acaba fazendo mal pra uma família toda...

já quando ele tem namorada e é um safado... escolha sua.. mas lembrando que, se ele termina com a namorada e vc vira a oficial "o chifre muda de endereço"... uma vez infiel...

hehehe

bjos meninas!

Mel on 17 de setembro de 2009 21:27 disse...

Já fui "a outra" e hoje não me imagino nessa posição de novo. É muito baixo, feio mesmo!

Se o chifre mudou de endereço eu não sei, mas que a probabilidade disso acontecer é ENORME.

Não me sujeito, simples assim.

Bel on 18 de setembro de 2009 08:22 disse...

Tem uma coisa que eu discordo:

"Tanto homem disponível no mercado..."

NOT. Hahahaha

Mas não, claro que não justifica.

Carola Salgado on 18 de setembro de 2009 13:25 disse...

Condordo com vc mas confesso que nem sempre pensei assim... já fui a escrota que pensava "Quem tem que pensar em ser fiel é ele e não eu, não sou namorada de ninguém" E hoje acho um absurdo esse pensamento.
Já traí namorado e me achava super esperta e hoje não penso mais assim (não, não fui pega no flagra só cresci acho) mas sei que NENHUM homem larga a namorada/esposa/noiva pra ficar com a amante.. não mesmo...
Certa vez fiquei com um cara casado que trabalhava cmgo.. fiquei me sentndo super mal e resolvi acabar com a palhaçada.. dois DIAS depois que terminei ele tirou uma licença e foi passar uma semana na Bahia com a esposa pra uma segunda lua de mel, sei lá mais o que... Acho que foi aí que percebi que não valia a pena entar na história alheia...

Deja disse...

Não é verdade: ") mas sei que NENHUM homem larga a namorada/esposa/noiva pra ficar com a amante.. não mesmo..."

Já fiz isso.

Eu corro atrás do que me faz feliz...

Bebel, homem tem, mas você é muito exigente. =(

Cherry Waves on 18 de setembro de 2009 20:24 disse...

tem uma terceira situação ainda:a minha. quando você já ama o cara e ele arruma uma namorada depois que vc já o amava. e aí?
haha.

Anônimo disse...

também acho que com mulher rola o problema da rivalidade,vc quer fazer o homem largar a "oficial" para mostrar que é melhor,mesmo que depois seja chifrada e saia totalmente cagada na situação.

Estevão Becker on 19 de setembro de 2009 00:55 disse...

"Passemos à situação 2.
Você encontra um cara perfeito. Ele é lindo, inteligente, carinhoso e, de quebra, ainda toca violão."

Poxa, eu toco teclado só... me senti menos agora! =(

Cris Soleitão on 19 de setembro de 2009 15:52 disse...

Fato: não gosto desse assunto.
Ponto fraco demais pra mim!

Não que eu já tenha sido a outra, mas vamos dizer que escapei por um triz.
Minha situação foi a 2... Mas vida real não é assim tão simples infelizmente!!! Só que a história toda foi complexa DEMAIS e eu só me lasquei. E olha que eu nem fiquei com o cara. Nem sequer selinho rolou, e agradeço a Deus todo dia por isso!

E no fim das contas, ele conseguiu me fazer desacreditar totalmente na posssibilidade de um relacionamento sério e SINCERO.
Endureci e não vai ter santo que me amoleça mais!!!

Além do que, concordo com a Bel, não tem tanto homem disponível assim não... aliás, tá em falta. E quando tá livre, é um traste assumido!
Quando não é um traste assumido, desconfio de cara que alguma merda tem por trás de tanta perfeição...

nana on 20 de janeiro de 2010 01:48 disse...

That's actually really cool!AV,無碼,a片免費看,自拍貼圖,伊莉,微風論壇,成人聊天室,成人電影,成人文學,成人貼圖區,成人網站,一葉情貼圖片區,色情漫畫,言情小說,情色論壇,臺灣情色網,色情影片,色情,成人影城,080視訊聊天室,a片,A漫,h漫,麗的色遊戲,同志色教館,AV女優,SEX,咆哮小老鼠,85cc免費影片,正妹牆,ut聊天室,豆豆聊天室,聊天室,情色小說,aio,成人,微風成人,做愛,成人貼圖,18成人,嘟嘟成人網,aio交友愛情館,情色文學,色情小說,色情網站,情色,A片下載,嘟嘟情人色網,成人影片,成人圖片,成人文章,成人小說,成人漫畫,視訊聊天室,性愛,a片,AV女優,聊天室,情色

 

Corporativismo Feminino Copyright © 2009 Baby Shop is Designed by Ipietoon Sponsored by Emocutez Edited by Blog Feminino