quarta-feira, 5 de agosto de 2009

O Sexismo da batata Ruffles

Uala, povo! O texto de hoje foi enviado pela Ana, aliás, a idéia saiu do blog dela, o Já Experimentei


por Ana Clara
Lima Gaspar

Não sou publicitária, mas acho que fazer campanha de uma marca que já está nas graças do povo deve ser simples; basta não abusar. Mesmo que a novidade seja meio esquisita. Então, a princípio, a Ruffles estaria feita. Não sei de vocês, mas essa é uma das minhas marcas de batata frita nacionais preferidas. Só que...
Bom, vejam só o que a Ruffles aprontou:

Agora vamos nos atentar às embalagens. Quer dizer que INSTRUMENTOS MUSICAIS são objetos masculinos? Está lá, também, o eterno preconceito de que futebol é coisa de homem. E como assim costelinha e churrasco é para macho? E, pára tudo! BATATA ONDULADA é mais masculino do que batata lisa?

E essa embalagem de menina, toda rosinha, com borboletas? Gente, COMO ASSIM laptop, iPod e câmera fotográfica são objetos identificados com o público feminino??? O pior de tudo: cream cheese é coisa de mulher. Naonde, meu deus???

Não posso com isso, não. Me pergunto por que raios ninguém meteu o pau nessa campanha, ainda. Talvez ninguém tenha percebido o quão ofensiva e perigosa a idéia da Ruffles é. Dá um look no site Ruffles. Aquela enorme divisão me dá medo. E tem um lance de opostos de atraem, ainda por cima. Quer dizer que a menina ideal gosta de cream chesse e tem um laptop? E o menino ideal curte churrasco, guitarra e futebol?

Dividir os sabores de batata frita por sexo... Qual é a próxima etapa, criar um sabor para os negros e outro para os brancos? E aí na capa vão ter instrumentos de percussão e futebol associados à cultura negra e computadores e aviões à raça branca? Gente, não é exagero. O que impede uma campanha preconceituosa como essa exemplificada por mim é uma tênue linha, que está ainda mais frágil depois dessa história de que guitarra e futebol são coisas de homem e cor-de-rosa e câmera fotográfica são coisas de mulher. Não sei de vocês, mas eu prefiro um churrasco a um cream cheese. Mas vou me sentir meio estranha comendo uma batata destinada tão obviamente ao público masculino. E, por outro lado, um cara saindo do supermercado com uma embalagem de Ruffles Cream Cheese vai se sentir como se estivesse comprando absorvente.

Como diria a Bel: "Se eu comer a Ruffles Barbecue vou me sentir a Cássia Eller".

-------------------------------------------------------------
A Ana é blogoólatra como a gente, escreve aqui, aqui e aqui!
-------------------------------------------------------------

Leia também:

[x] Mulher à venda, aceitamos cheque pré
[x] Mitos e verdades sobre dietas
[x] Emagrecer enlouquece!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Postado por B. às 00:36

98 comentários:

Ariel Lawinsky on 5 de agosto de 2009 02:46 disse...

Sou estudante de publicidade e achei a campanha no minimo sem noção, fiquei pensando como uma empresa como a elma chips aprova uma ideia tão estapafurdia como essa.

O Ridiculo mesmo é o comercial da batata costelinha onde o garoto só pensa em mulheres durante todo o tempo e no final citam o trecho biblico da costela de adão.Se não bastasse alem de separarem os sabores por sexo ainda ligaram batata frita ao desejo sexual, e o pior é que o garoto da propaganda aparenta ter uns 12 anos.

Essa campanha é constrangedora.

Danusa on 5 de agosto de 2009 03:06 disse...

é a continuação do assvertising, seguindo a campanha homofóbica do doritos. assim anuncia a pepsico.

Bel on 5 de agosto de 2009 09:54 disse...

Totalmente sem noção! e olha que esse site "dividido" por sexo é o site principal da batata ruffles mesmo, pensei que era só um hot site, AFFF.

Me envergonha, Elma Chips.

Anônimo disse...

EU PREFIRO COSTELINHA A CREAM CHEESE E AGORA O QUE FAÇO?

Simplesmente babaca essa elma chips, nem ruffles posso comer sossegada mais.


Heleninha

Camila Alves on 5 de agosto de 2009 10:07 disse...

Que coisa mais sem lógica, eu também prefiro churrasco do que cream cheese.
E o site?! Completamente sem noção.
Isso tá pior que o sistema de cotas.

Ivana disse...

Não sei vocês, mas eu vou na batata ondulada de costelinha feliz da vida. Nem sabia que existia, vou comprar!

Anamyself on 5 de agosto de 2009 10:46 disse...

Poxa, Ariel! Ainda não assisti ao comercial na televisão. Só a vergonha alheia na internet já bastou.
Mas associar a costelinha com a costela de Adão... Ahahahaha! Só rindo mesmo.

Tem machismo, tem pedofilia... Muito bem, Elma Chips?

É por isso que prefiro Pringles!

Mel on 5 de agosto de 2009 11:02 disse...

Elma Chips mandou mal...muito mal. Caiu no meu conceito.

Fernanda on 5 de agosto de 2009 11:15 disse...

foda.


pelo menos eles não fizeram da batata feminina uma versão light. "Sabe, é que mulher tem mais tendência a engordar". Aiai, esses publicitários. São uns fanfarrões.



(não conta pra ninguém do meu diploma, beijos.)

Agrilla Bass on 5 de agosto de 2009 12:16 disse...

pior ainda seria se a embalagem de menina tivesse batom, blush e balada. ainda que colocaram coisas eletrônicas.

tb acho um bsurdo. deviam me contratar eu nao faria tamanha atrocidade.

e eu prefiro churrasco, devo ser menino e nao sei.

Bel on 5 de agosto de 2009 12:23 disse...

* Que conste que eu também prefiro churrasco.

Ingrid disse...

"Mas vou me sentir meio estranha comendo uma batata destinada tão obviamente ao público masculino. E, por outro lado, um cara saindo do supermercado com uma embalagem de Ruffles Cream Cheese vai se sentir como se estivesse comprando absorvente."

Concordo que é um absurdo essa separação e também sou mais fã de costelinha que cream cheese, mas ôpa, isso vai mesmo impedir/constranger alguém? Meio radical, né não?

Anamyself on 5 de agosto de 2009 13:13 disse...

Radical é o meu sobrenome, Ingrid. hehe

Impedir não vai, mas sei de pessoas que ficariam meio constrangidas, sim.

Luana Mendes on 5 de agosto de 2009 13:20 disse...

Nojo. Só consigo dizer isso. Sociedade nojenta que ainda nao colocou fogo nas fábricas da elma chips. SOu revolta mesmo.
Hûm;

;**

Shadowcat disse...

*vergonha alheia
Me surpreende como já no séc. XXI ainda exista tanto preconceito, é algo que me revolta!
Quanto a esse negócio de divisão dos sexos, [fugindo do tema grandes empresas] não posso deixar de citar o livro que está fazendo um sucesso enorme entre os adolescentes e até mesmo entre os adultos e está levando pessoas ao fanátismo: Twilight(Crepúsculo)...Machismo puro!

Anônimo disse...

Primeiramente pensem na idade de vcs. A campanha é para o público jovem/adolecente, que ainda tem SIM uma richa entre meninas e meninos.
Me poupem com esse comentário sobre o sabor da bata, né? É LÓGICO que vc pode comer qualquer sabor sem se sentir gay ou lésbica.

Com relação ondulada e lisa: As meninas não bem mais delicadas, por isso batatas lisinhas e o meninos tem uma agrecividade maior(natural) por tanto batatas com ondas (incluse mais grossas que a onde original da ruffles)

Sobre os objetos que corespondem aos sexos: me desculpe quem escreveu o post, mas qual outros objetos vc colocaria para descrever cada sexo? futebol pras meninas? É bastante constrangedor para mim e acredito que também para a marca, ler esse tipo de comentário sem nexo.
Mas, de qualquer maneira a elma chips sabe o público crítico sem noçaõ com o qual está lidando.
E não se preocupará com esses coment[arios soltos de quem nem é público alvo, até por que o site, outro setor criticado aqui, está tendo picos enormes de acesso.

Reclamem quanto quiserem, é um direito de vcs!

Anamyself on 5 de agosto de 2009 17:56 disse...

Que ótimo, Anônimo! Tava esperando alguém defender a marca.

Por acaso alguém aqui está sugerindo um boicote a Ruffles? E alguém tá interessado com o que a marca tá achando? Alguém disse que nunca mais comeria Ruffles na vida por causa disso? Acontece que eu, e as outras meninas que comentaram, pelo que parece, não concordamos com a linha dessa campanha. E, puxa, que maravilha que o site está tendo picos de acesso, não? Hoje vai ter um pico também, por causa desse post, que vai render bastante visitação para lá, não é? É tão infantil torcer para que a campanha dê errado. Só estamos DISCORDANDO da posição da Elma Chips.

E se a publicidade se aproveita do "público sem noção" com que lida, não é muito legal, não é? Tudo bem que publicidade raramente é ética, não vou discutir isso. Mas também não acho certo escancaram dessa forma uma richa tão machista só porque o público é sem noção.

Por que não futebol para as meninas? A Marta é a melhor do mundo, e nenhum brasileiro é mais. Claro que, classicamente falando, o futebol "combina" mais com a figura masculina, então até dá pra entender. Mas e a guitarra? É um objeto masculino?

Tomara que você, Anônimo, chegue a ler isso.

Tate! ² on 5 de agosto de 2009 18:49 disse...

Ain cara, achei ridículo isso que a ruffles fez! Preconceito puro!

Tibes ;* on 5 de agosto de 2009 18:55 disse...

Uiiii, tô meio Cássia Eller, a própria :D

Thê,Gii e Cami on 5 de agosto de 2009 21:59 disse...

Completamente absurda uma propaganda assim. É impossível separar batatas por sexo! Eu sou fã de churrasco e de instrumentos musicais, e como você prefiro isso do que um creamcheese.

Liana on 5 de agosto de 2009 22:46 disse...

eu não como ruffles mesmo =P

Eduardo Araújo on 5 de agosto de 2009 23:49 disse...

Eu concordo com os objetos escolhidos por eles para "separar os sexos", mas realmente, isso de querer separar um sabor pra cada sexo eu achei bobagem!

Bjooo

Patsy on 5 de agosto de 2009 23:51 disse...

Ana, o triste é que os Anônimos da vida tendem a não voltar...
Mas entendi teu ponto de vista e concordo. Esse tipo de associação eu achei que já estivesse ultrapassada.

E, Dios Mio, como você é blogoólatra! hahahaha

besitos querida

Butterfly on 6 de agosto de 2009 00:09 disse...

Prefiro uma guitarra a sair p/ fazer compras, o q é conciderado "coisa" de menina

;P

Estefânia on 6 de agosto de 2009 01:08 disse...

Sabe de uma coisa.. eu gosto muito mais de costelinha do que de cream cheese...

Bel on 6 de agosto de 2009 08:24 disse...

FAIL total da Elma Chips, todo mundo aqui prefere barbecue! huahuaha

Cantinhos da Surpresa on 6 de agosto de 2009 10:09 disse...

Então sou do contra, também,
instrumentos musicas e futebol é para meninas também, não gosto de rosa e scream cheese.
É um absurdo essa campanha...
sabe de uma coisa pego o ruffles para meninos e
FUCK A COMPANY!!!
Eles não vão decidir o que eu quero!!!
essa campanha é uma furada e
Detalhe: Estudo Comunicação social, muito preconceitosa e conservadora para meu gosto...
Deveriam pesquisar muito mais e fazer bons comercias!!!

Anônimo disse...

Olá meninas!
Ao contrário do que a Prsy disse, eu estou sim acompanhando tudo!
Vcs tem todo direito de descordar da campanha, como eu já havia dito no post anterior:"Reclamem quanto quiserem, é um direito de vcs!"
Mas também é um direito meu defender o que acho certo, ou errado, não é?
Percebi que muitas discordam da campanha dividir meninos e meninas e esse ponto, como pode ver no meu post inicial, eu não defendi em nenhum momento.
Mas ela existe, e não é machista nem feminista é: sexista.
Afinal por que esse blog não se chama corporativismo de todos. é só feminino. looogo, concordam que não é pra homem, não é? Enfim...

Só acho que os objetos escolhidos para representar cada sexo foram sim bem feitos.

Como a Anamyself mesmo disse, futebol combina mais com meninos. É só isso que importa no momento de descrever as preferência de cada sexo.
Se vcs acham que estão errados os objetos, digam vocês o que acha que deveria estar na embalagem que representa cada sexo: Mas de maneiras que quem bate o olho sabe que isso é "coisa de menino" ou de menina.
Se vcs forem bem sinceras, vão ver que não conseguem fugir muito disso!
Reclamar da campanha, não concordar como foi feito, é certo, é um direito de todos. Mas embasar sua opinião em defesas furadas e sem nexo, não agregam em nada para ninguém!
Outra coisa:
"Tudo bem que publicidade raramente é ética, não vou discutir isso"
A publicidade no Brasil é auto-regulamentada. vc como consumidora, se sentiu-se agredida ou discorda da propaganda que está no ar, pode entrar em contato com o CONAR e fazer sua reclamação, com embasamentos. Se forem feitas reclamações concisas e com fundamentos, a propaganda será tirada do ar. Assim como foi feito com o Doritos. Porém, neste caso, a empresa entrou com recursos e conseguiu voltar ao ar.
POis teve mais fundamento na sua defesa do que nas reclamações dos consumidores.

Não venha me dizer que a propaganda não é ética, por que essa é mais uma afirmação sem embasamento que vc está fazendo.

Gente, pensem antes de sair escrevendo tudo na internet.
Este também é um meio regulamentado (apesar de não parecer)
se alguém se sentir realmente agredido pelo que vcs dizem, podem processar vcs!

Beijão!
Cris
assinei como anônimo pra não precisa colocar conta de email e mais um monte de coisas aqui!

Anamyself on 6 de agosto de 2009 11:47 disse...

Cris,

É lógico que é um direito seu! Fico até feliz com essa discussão saudável. É super válido gente que discorde.
Assim como você disse, é um direito nosso criticar a campanha. Por tanto, em que universo seria justo eles me processarem, apenas por expôr minha opinião? Como eu já disse, não pedi que tirassem a campanha do ar, não exigi um boicote à marca, nem o faria. Primeiro porque acho que tem coisa bem mais séria acontecendo por aí, depois que morro de preguiça de lutar por grandes causas.

A internet é, sim, um meio regulamentado. É mais difícil de ser condenado, pela vastidão de informações e dificuldade de descobrir a autoria de determinados textos, mas nesse caso seria simples.
No entanto, você não acha meio ditatorial um processo por eu falar que a campanha é machista? Você acha que a minha liberdade de expressão está caluniando a Elma Chips, ou concorda comigo que é apenas UM PONTO DE VISTA?

Eu concordo com a "associação" masculina da bola de futebol, mas reitero: guitarra? iPod e laptop para as meninas? Alguém disse aí em cima que pelo menos não colocaram batom e blush. Mas eu não acho "pelo menos". Pq é ÓBVIO que batom e blush é coisa de mulher. Mas futebol não é unicamente masculino. Aliás, eu e as meninas da minha faculdade (comunicação social também, na PUC) tinhamos um time de futebol. Nada masculinizado, por sinal.

Além disso, você acha que a Ruffles não pensou que certo nicho acharia essa campanha machista? Talvez por isso os objetos da capa não sejam TÃO obviamente femininos.

É isso aí.
Adorei postar no CF!

Beijos e obrigada a todos que comentaram!

Anamyself on 6 de agosto de 2009 11:50 disse...

Patsy,

se eu te falar que além dos 3 blogs descritos no post, tenho mais 3 - 2 deles secretos - você acredita?

E tudo atualizado!

Marcela on 7 de agosto de 2009 03:32 disse...

Achei meio chuva no copo d' agua esse post, não?

só uma obs.. cor de pele não eh raça... somos todos homens!

Anônimo disse...

Gente, GET A LIFE.
Não entendo o porquê de tanta discussão a respeito de uma campanha publicitária de BATATAS. Vocês não tem mais com o que se preocupar, não?
A propósito, deixem-me esclarecer uma coisa: antes de zombarem das pessoas por trás da criação da campanha, saibam que quem a fez tem muito mais conhecimento em publicidade e relacionamento com pessoas do que vocês. Muito dinheiro foi investido em pesquisas antes da aprovação da campanha como um todo, e quer queiram, quer não, a campanha tem tudo para ser um sucesso com seu público-alvo.
[ironia]Obviamente existem pessoas que não poderiam deixar passar essa oportunidade de se auto-afirmarem grandes publicitários criticando tamanha merda veiculada na TV em cadeia nacional.[/ironia] Só digo-lhes uma coisa: que se foda os comerciais. As duas novas batatas são deliciosas e eu vou continuar comendo.
Passem bem!

Anônimo disse...

Mais uma coisa: se a falta de criatividade pra postar algo decente e realmente interessante for muito grande, fechem o blog. Eu gosto de ler o que é postado aqui, mas esse post foi uma tremenda tempestade em um copo d'água, como citou a Marcela, logo acima.
Além do mais, que objetos vocês colocariam para representar o sexo masculino se não uma bola de futebol, uma guitarra e os demais presentes? A sociedade já impõe há muito tempo que esses objetos são predominantemente utilizados pelo público masculino, e a AlmapBBDO sabe bem disso.
Para finalizar: alguém aqui tem experiência com jovens e sabe o poder de uma segmentação bem feita? Ah, então tá.

Anônimo disse...

Acho muito barulho pra pouca coisa. Pensem bem, se fosse quaisquer outros objetos no pacote "feminino" ou "masculino" vcs estariam reclamando e criticando igualmente. Pq simplesmente não compram o sabor favorito e comam??

São apenas imagens representando gostos que não combinam com os seus, encare isso =) E não vejo nada preconceituoso ali.

PS: Pessoas de publicidade tem coisas mais importantes pra se preocupar que imagens de laptop ou guitarras...

Anamyself on 7 de agosto de 2009 12:08 disse...

Marcela:

É lógico que é uma tempestade num copo d'água, o que eu escrevi não vai mudar em NADA o mundo da publicidade e nem a opinião de ninguém. Nunca foi minha intenção fazer isso.

E, sim, é um erro cultural dizer que a cor da pele é a raça. Admito meu erro quando falei em "raça branca", até pq a cor de pele branca engloba vááárias raças diferentes. Mas no contexto, não faz tanta diferença: brancos, estejam no canto do mundo onde estiverem, nutrem um preconceito e inferiorizam os negros, sejam eles da parte do mundo que forem.

Anamyself on 7 de agosto de 2009 12:16 disse...

Anônimo da madrugada do dia 7:

Sim, eu tenho vida, obrigada. O que você sugere, Anônimo da madrugada do dia 7 de agosto, que eu pare de prestar atenção na embalagem do produto e vá pra balada? Ou vá ler um livro? A parte boa é que, além de escrever coisas inúteis, de acordo com você, eu também trabalho, leio bastante, vejo séries, filmes, saio com amigos, conheço pessoas, bebo... Ou você acha que eu passei 3 noites em claro bolando esse texto?

Bom, olha que coisa. Eu trabalhei com esse lance de embalagem já. Sabe quando a Kuat passou a ter embalagem dourada? Ajudei na divulgação daquela campanha. Antes disso eu nem perceberia que a embalagem é rosa ou marrom, que tem público-alvo, etc. Mas com o lance do Kuat acabei me habituando a reparar nessas coisas, sabe.

Só estou criticando, não estou impondo uma revolução. Já falei isso mil vezes. Não pretendo mudar nada, não tenho uma solução genial para a publicidade, não tenho o cérebro das grandes mentes do marketing... Mas tenho o direito de criticar. Assim como você.

É inegável que há campanhas excelentes por aí. Posso citar algumas: Havaianas, todas da Pedigre, Coca-Cola... Comparando com essas, acho a da Ruffles de mal gosto. Mas eu sei que vai atingir o público alvo, que vai ser um sucesso, que foi muito bem pensada, que investiram uma grana nisso, fizeram estudos... Não sou publicitária, mas conheço um pouco esse meio.

E é sério que você achou esse post tão inútil a ponto de deixar de ler o blog? Olha, a parte boa da internet é que, se vc não gosta do conteúdo, é só sair do site.

Anamyself on 7 de agosto de 2009 12:19 disse...

Anônimo da manhã do dia 7 de agosto: sim, estariamos reclamando fossem qual fossem as imagens na capa, concordo. Mas continuo discordando da campanha sexista da Ruffles.

E repito MAIS uma vez: eu SEI que a publicidade tem coisas mais importantes a se preocupar. Não pretendo revolucionar a publicidade. É só uma crítica.

Anamyself on 7 de agosto de 2009 12:22 disse...

Meu deus, que trabalheira que dá responder às críticas. Tá pior do que a era Se Mata.

Mas continuo as discussões, enquanto vocês continuarem.

É ótimo exercitar o meu poder de argumentação e defesa, mesmo que eu não mude a opinião de ninguém - essa nunca foi a minha intenção.

Zingara on 7 de agosto de 2009 12:32 disse...

ANA, parabéns pelo texto muito bem escrito e pelos argumentos em resposta a esse pessoal aí.

Eu gostaria de ter a MESMA leveza de espírito que você e minha admiração é que você NÃO HUMILHA.HAHAHAH

PARABÉNS! Aguardo novos textos seus!

Vitor Pinho disse...

Pelo que eu entendi, a intenção foi ativar o público Infanto-Juvenil, e só isso...
Mostrei o site pra minha irmazinha de 15 anos, e ela achou o máximo e já pediu que a batata fosse comprada...
será que é mesmo aterrador? será que eles erraram mesmo? acho que a rufles está a muito tempo no mercado pra cometer uma gafe desse tipo.
bom, é só minha opinião.

Anônimo disse...

Não vi nada de mais.
Simples jogada de marketing e tem gente fazendo um alarde desses.
Que besteira! Quer a tal batata de churrasco? Compra, ué. Ninguém vai te esfolar porque você comprou a própria pra meninos.
Fala sério, vocês vêm problema onde, definitivamente, não tem.

Hans Misfeldt on 7 de agosto de 2009 17:43 disse...

Você pode ter certeza que, antes de se realizar uma loucura destas, a Ruffles utilizou de pesquisas de mercado. No mínimo, fizeram pesquisas com patricinhas e playboyzinhos que separam muuuuito as coisas. Nenhuma empresa é tão doida de queimar sua marca, mas nas pesquisas (eu não fui e nem conheço alguém que tenha ido) com certeza o resultado pareceu ser muito bem positivo. Logo isso sai de moda. Todo mundo gosta é da Ruffles azulzinha.

Lílian de Oliveira disse...

Ok, mais uma campanha onde as mulheres as garras de fora e falam mal. Isso já não é novidade.
Vou tentar explicar outro pensamento. Primeiro é que nenhuma grande campanha é feito sem pesquisa. Essa não deve ter sido diferente. A pesquisa deve ter sido feita e essas caracteristicas apontadas.
Sim, homens e mulheres são diferentes, e as diferenças são claras. Como vários anos átras a maioria das mulheres imploravam ao marido um liquidificador novo, hoje elas guardam dinheiro para um novo computador.
Meninas se preocupam mais em não engordar que os homens, e nossa cultura mostra que o homem gosta mais de churrasco que a mulher.
Qual o problema de ser ligado com novas tecnologias? Ouras, as mulheres de hoje querem sim novas tecnologias. Não foi preconceituosa nos mostrar essa caracteristica.
Mas não é só pq isso está do lado da mulher que quer dizer que o homem não gosta. Ou vice versa.
A verdade é que não é a agencia de publicidade que chega com uma proposta de propaganda, e fala: Faça dois sabores para diferenciar homens e mulheres. Mas o cliente chega e fala: Temos dois sabores novos, o que vocês sugerem?
Pegamos a pesquisa de novo, provavelmente a maioria das mulheres devem ter preferido o gosto do cream chesse, e o homem de barbecue.
Somos diferentes sim, e a autora do texto que me desculpe, mas colocar as diferenças masculinas e femininas é uma coisa, e isso não é preconceito.
Não achei ela ofensiva de maneira alguma.
E mais, se o menino tinha cara de 12 anos, eles estão tentando atingir o público dessa idade. Já não estamos na idade de saber o que queremos, que somos diferentes, e ainda, que não é só pq uma coisa é masculina que não podemos comprar?

Anamyself on 7 de agosto de 2009 18:32 disse...

Meus argumentos estão se repetindo.

Eu sei que tem pesquisa de mercado, eu sei de tudo isso, gente.

Se quem continua a criticar quiser saber mais sobre O QUE EU SEI, leia todos os comentários.

Cansei.

Ingrid disse...

Mas Ana, vc não entendeu que os comentários não são direcionados a sua pessoa? Assim como vc teve a oportunidade de expor sua opinião, todos os outros leitores tem!

►♪ Felippe Alves ♪◄ on 7 de agosto de 2009 19:26 disse...

Só porque amo a Ruffles Cream Cheese não quer dizer que eu seja essa mulherzinha que ama borboletinha e florzinha. CAMPANHA ESTRANHA.

fabiano disse...

com tanta coisa pra se indignar ....

P. on 8 de agosto de 2009 01:08 disse...

Eu como estudante de publicidade acho que eles quiseram causar...e conseguiram.Como toda grande peça.Polêmica.

E eu sou mulher e prefiro a cream chesse...é mais DELICADA, no sabor e na textura.

A barbecue é intensa...FORTE.

Pensem antes de levantar a bandeira do feminismo...uma coisa é preconceito,outra é o apontamento de elementos óbvios.

Patsy on 8 de agosto de 2009 10:36 disse...

Ninguém está levantando a bandeira do femininsmo aqui P. Pense antes escrever. Esse comentário é um apontamento óbvio, mas enfim.

gema on 8 de agosto de 2009 19:32 disse...

incirvel comom só as meninas fizeram, reclamação., mas se a intenção da campanha é dividir,, não tem como, com esse mundo globalizado, sempre vai ter alguém que faça algo para, dizer que não é só para meninas ou para meninos, mas historicamente esse, o gosto das meninas e dos meninos, e afinal existem preconceitos muitos mais prejudiciais, que niguém, fala nada, esse ainda dá para evitar, pois se ofendem, é só não comsumir, afinal, tme pessoas no Brasil que comeriam esse bata se mesmotivessem alguma ofensa..!!

CARoLINA on 8 de agosto de 2009 20:47 disse...

"para criar algo como a discrimina çao basta so jogar uma fagulha na gasolina" TODOS NOS TEMOS PRECONCEITO A SOCIEDADE É PRECONCEITUOZA!!!A pesar de falar q nao tem preconceito ,tem sim ,mais esta mascarado JENTE posso nao ser tao culto como a maioria ou ter erros ortograficos de vezem quando mais sei nos compramos um ALIMENTO PELO SABOR E NAO PELA EMBALAGEM !!!esse negocio de descrimina çao é podre quanto mais fala mais se prolonga

Pedro disse...

meu Deus nunca li tanta frescura num post só de um blog. Larga de queimar sutiã, concordo totalmente com o P.

não só o post como também os comentários [só li os primeiros] parecem ter acabado de ver um anúncio oficial da ONU falando que iam soltar uma bomba atômica no Brasil...


Aff, é uma propaganda de batata chips, se toquem, menos né.

Xinon on 9 de agosto de 2009 22:33 disse...

Cara, eu adoro barbecue! :B

Carolina Bataier on 10 de agosto de 2009 01:24 disse...

Talvez porque eu não sou publicitária e não tenha esse olhar "clínico" sobre o assunto, mas não vi nada demais. Tanto que dia desses comprei a ruffles de barbecue.E olha que ela estava bem ao lado da de cream cheese. Fiquei agora a pensar: será q isso é realmente preocupante e eu é que sou meio desligada?

Anônimo disse...

alguém ai já parou pra pensar que esse tipo de propaganda nem é formulada no BRASIL?
só de olhar vejo norte-americanidade(acho que acabei de inventar essa palavra) nisso

Anônimo disse...

meu deus,esse blog é pior do que aquele do pastor silas,nunca li tanta merda na vida

Anônimo disse...

meu deus,esse blog é pior do que aquele do pastor silas,nunca li tanta merda na vida

Anamyself on 10 de agosto de 2009 10:25 disse...

Anônimo ctrl+c ctrl+v:

Não gostou, vai pra outro blog.

Anônimo disse...

pra que,esse aqui ta me rendendo bastantes risos

Lincoln Castelo Branco disse...

Prezada Ariel Lawinsky, aparentemente está nos primeiros períodos da faculdade ou não entendeu como funciona a publicidade.
O principal objetivo é fazer as pessoas terem consciência da marca, seja por propaganda direta ou indireta, como é o caso desse blog que, com argumentos ridículos, está fazendo tempestade em copo d'agua ao overthinking algo banal como uma propaganda para pré-adolescentes.

Uma dica: Ninguém gosta de extremistas.

Pedro disse...

CARALHO TINHA ESQUECIDO DO PASTOR SILAS IEAUHEUISHSIUAHSIUAHSISAEUHAEISHUAESIUAEHSIAEUSHSAEIUHEAIUAEHSISAEUHAEUISHEISAHEIAEHSA



TO APLAUDINDO O ANÔNIMO EIUAHAESHAEISUHASEIUAEHSIUAESHIAEUSHAESUHAEISUHAESIUHAESIUAEHS

Anônimo disse...

anom rlez ~bro

Alguém disse...

Que post mais INTERESSANTE!

Anônimo disse...

Meu, o que aconteceu com o Pr.Silas?

Anônimo disse...

Nós homens estamos acostumados a comer bucetas (carne) e vocês, a engolirem porra (creme)

deal with it.

Anônimo disse...

depois dessa eu fecharia o blog e sairia da net

Bel on 11 de agosto de 2009 12:27 disse...

Exatamenter anônimo. Feche a janela do nosso blog e saia da net, vai.

Anamyself on 11 de agosto de 2009 17:07 disse...

HUahuahuahuhuahuahua

curti a associação de carne (buceta) com cream cheese (creme)

HUAHUAHUAHUAHUHUAHUAHUA

Excelente, anônimo! Muito bem pensando!

E isso não é sarcasmo, juro.

Barba on 11 de agosto de 2009 17:24 disse...

Nossa...me arranja um pouco do q vc usou?

Anônimo disse...

Dalhe ruffles adorei a campanha e quase tudo aquilo ta certo [menos o negocioda sabor] mais tem que separar os homens que sao superiores as mulheres

Anônimo disse...

Simples, feche os olhos e coma a batata :D

Anônimo disse...

Sou mulher, e entraria de boa no supermercado com meus amigos, e se preciso até com meu namorado e compraria a "masculina", afinal, o que importa é o sabor, e não uma embalagem que vai parar no lixo mais tarde. Claro que concordo que a publicidade foi péssima, porém não teria vergonha de comprar uma, igual muitas disseram aqui, e nem me sentiria um homem por isso!

Andréia Freire on 14 de agosto de 2009 03:25 disse...

E, por outro lado, um cara saindo do supermercado com uma embalagem de Ruffles Cream Cheese vai se sentir como se estivesse comprando absorvente.

HAHAHAHAHA, A-MEI.

Andréia Freire on 14 de agosto de 2009 03:43 disse...

Engraçado como esse anônimos só conseguem falar essas grosserias sem se identificar. Aiaiai, bota a cara pra bater bando covarde.

Anamyself on 14 de agosto de 2009 16:10 disse...

Hahaha É isso aí, Andréia!

O cara fala que homem é superior à mulher, mas nem pra se identificar.

oi, FRANGUINHO?

có-có

Ai, perdeu a graça.

beijo-não-me-liga.

Vinicius Rauber on 14 de agosto de 2009 16:12 disse...

Eles usam as categorias que estão no imaginário social (esse imaginário é inconsciente e coletivo). Assim como, se tu vês um quarto com um enfeito rosa na parte da maternidade de um hospital, tu entende que é uma criança do sexo feminino que nasceu. Tu não irias estranhar se fosse um menino? Não é uma questão de preconceito nem nada.

Há uma dualidade nesse processo. Por um lado de reproduz uma categoria existente, por outro se estabelece a continuação dessas categorias.

Mas não é nenhuma propaganda sexista. São categorias que já existem na sociedade e eles simplemente se aprovitam disso.

Não é à toa que vende bem.

Anônimo disse...

concordo! vi o comercial da ruffles "de menina" hoje, achei ridículo!
só uma coisa, raça branca?

Dedelho on 19 de agosto de 2009 10:15 disse...

Também sou estudante de publicidade. É impossivel criar produtos e/ou promoções sem se valer de esteriotipos. É ÓBVIO que a bola fica com o homem, que a camera digital fica com a mulher. Isso não é preconceito. Apenas faz parte da assimilação de mensagem sem estranhamento. Para lançar uma nova esse praticamente novo posicionamento, a elma chips fez, sem duvida alguma, pesquisas de mercado. Enquanto vocês acharam ruim, sem noção e mal feito, outros tantos gostaram.

Anônimo disse...

Ah vai tomar no cu, deixa de frescura!!

Vai arrumar o que fazer

Viajante on 25 de agosto de 2009 23:43 disse...

Nussa eu achei legal o novo sabor cheese cream...pq eu não gosto do churrasco...mas daí com embalagem rosa...como eu vou comprar?aaff viu BRASIL IS A SH*T!

Bruno,Idiota Master on 26 de agosto de 2009 02:19 disse...

Percebe bem , você está num blog muito famoso , divulgando as duas batatas , o site oficial e ainda indicando um dos sabores , se a idéia deu tão errado assim , o caminho seria ignora-la .... mas querendo ou não ponto pra Elma Chips e sua psicologia reversa .... aliás a Cream Cheese é bem enjoadinha , ainda não troco a Sensações Frango Grelhado =D

Anônimo disse...

Ahhhhh faça-me o favor né querida. Isso tudo é falta de piru? Foi apenas uma propaganda, as meninas são mais femininas sim, tu queria o que?! Ahh por favor né, ainda não acredito que li está merda.

Caio on 9 de setembro de 2009 01:04 disse...

Boa Madrugada meninas e companheiros
achei esse blog sem querer e parei pra ler.
Não vou ser indelicado como alguns, pq namoro e sei o quanto isso chateia vcs, alguns vão até me criticar por isso, mas, pra mim, tratar bem as mulheres é algo importante, afinal, não vivo sem elas.
Mas agora comentando o texto, tbm acho q seja tempestade em copo d'agua, é apenas uma propaganda imbecil q não tem nd d mau intencionada, ela bastante simples, coisas robustas e fortes para os meninos, e coisas mais belas e delicadas para as meninas.
Acho q vcs deveriam usar toda essa revolta por uma embalagem d batata frita e colocar em algo realmente importante, q é o futuro, será q com tanta gente roubando no governo vcs vão continuar se preocupando com coisinhas sem sentido???
vamo acordar povo

Ricardo M on 8 de outubro de 2009 09:57 disse...

bah, não deu coragem de ler tudo até o fim... nem os comentários. Mas não posso deixar de comentar:
- To achando que a querida ai tá com falta de pinto mesmo! oh ociosidade heim!?

daiane disse...

Tbm sou publicitária, e acho que quem fez o comentário nao deveria se chmar de "publicitario" pois está com a mente muito fechada. Vc só percebeu os lados que te covem criticar, da uma olhadinha nas teorias de marketing de novo.

Érika on 28 de fevereiro de 2010 11:25 disse...

Concordo com tudo dito aí!

Tbm é por isso que eu prefiro Doritos =D

Daniella on 3 de março de 2010 12:46 disse...

Adorei o texto. Escrevi algo sobre sexismo no meu blog tbm, se quiserem dar uma checada, ficarei feliz com a visita. Usei até essa imagem (citei a fonte, viu?), ficou perfeita pra ilustrar o texto. É triste um negócio desses viu... TRISTE!

Anônimo disse...

Tem mais é que ser assim!

Lugar de mulher é na cozinha! Mulher é uma raça inferior!

lucas panoni oliveira. on 24 de março de 2010 19:59 disse...

acho mulheres feministas muito engraçadas. sempre me fazendo rir com suas críticas infundadas e de mente fechada.
até concordo que a publicidade do ruffles é desnecessária, mas precisa se doer tanto?

Goiabinhah on 24 de março de 2010 20:02 disse...

rs

Anônimo disse...

É o cúmulo da idiotisse reparar isso numa EMBALAGEM DE BATATA FRITA. Puta que pariu...

Sério, vão queimar sutiã fora da internet.

Anônimo disse...

Só feia e mal-comida vira feminista.

Anônimo disse...

Eu também acho que laptops, iPod e camêras digitais não diviam estar relacionados com mulheres. Deviam ter um ferro de passar roupa, um fogão, jogo de pratos lá na embalagem! rsrsrsrs.

ultima janela on 10 de abril de 2010 11:39 disse...

E a tentativa de Português Europeu? Um autêntico assassínio gramatical. E também um preconceito.

Anamyself on 14 de abril de 2010 18:57 disse...

Meu deus, não sabia que esse post continuava a bombar!

Que mania que esse povo tem de achar que uma crítica besta dessas é falta do que fazer, ou falta de pinto, ou falta do que seja.

Eu nunca fui de ficar observando rótulos - ééé, tenho mais o que fazer. Na real, nem tinha reparado nessa porra sexista. Só depois que me falaram, e eu achei que seria uma boa CAUSAR escrevendo esse texto.

E parece que surtiu o efeito esperado. Melhor, até. Pq quase 100 comentários, num blog que geralmente tem uns 30, 40 por post... Ó, super é lucro.

Obrigada POVO QUE NÃO TEM O QUE FAZER E QUE ACHA QUE ME FALTA UMA PIROCA.

E afinal de contas, isso é um blog onde as autoras escrevem O QUE QUISEREM. Se quisermos falar de idiotices sexistas, falamos. Se quisermos falar do carinha da TV, falamos. Se quiseremos falar de economia, falamos. E se vcs não gostam, se sentem incomodados e blá, FECHEM A PORRA DA JANELA DO BLOG E NÃO VOLTEM MAIS, CARALHO.

Ok.

Anônimo disse...

sygqcrzkhbneeiwpqydt, ways to naturally increase testosterone , luxiprz.

Anônimo disse...

fosavpsmpvrxwibrxxlp, Hello there great post get ripped , lzpbrsg.

Anônimo disse...

Que exagero.

 

Corporativismo Feminino Copyright © 2009 Baby Shop is Designed by Ipietoon Sponsored by Emocutez Edited by Blog Feminino