terça-feira, 8 de setembro de 2009

O cara certo

Desde cedo ouço as pessoas dizerem: “Espere só até você encontrar o cara certo”.


Tento imaginar por onde anda o cara certo, e penso com pesar que ele é muito lerdo, pois sim, ele já devia ter me encontrado. Ah não, o cara certo não pode ser lerdo, não segundo os meus preceitos. Ele apenas não deve saber que é o meu cara certo, provavelmente ele não saiba da minha existência, deve ser isso.

Enquanto o cara certo não aparece, conheço novos caras errados. Caras errados às vezes são bacanas, são inteligentes e até bonitos, mas ao olhar pra um cara errado eu não me engano. O Beijo não tem aquele timing, o assunto por vezes se esvai, e não, não me interessa ouvir sobre o dia dele! Encaro seus olhos e tenho a certeza de que despir-se para ele não será nada fácil - se é que chegaremos a esse tipo de intimidade.

Questiono-me qual o segredo das pessoas que emendam um relacionamento no outro com tanta agilidade. Elas se apaixonam assim, com essa facilidade? Ou apenas não se importam de tentar com o cara errado? Não é possível que haja tantos caras certo para algumas e nenhum cara certo pra mim. Papai do céu me fez e quebrou a forma antes de desenvolver a tampa da panela, deve ser isso!

E sabe? acho meu tempo precioso demais pra usá-lo com caras errados. A cada novo cara errado que cruza o meu caminho, lembro-me que realmente não me importo de ficar solteira. Por outro lado, penso que talvez esse seja meu problema: Não tentar. Vai ver é isso, caras errados se tornam caras certos com o passar do tempo, mas eu nunca dou chance pra que isso aconteça.

Eu não quero só um homem. Eu quero as borboletas no estomago. Eu EXIJO as borboletas no pacote!

Me sinto a verdadeira protagonista daquela música:

“Vamos pedir piedade, senhor piedade, pra essa gente careta e covarde...
...pra quem não sabe amar, e fica esperando alguém que caiba nos seus sonhos...”

Mas de tempos em tempos, encontro alguém que me faz suspirar, alguém que pode me acompanhar por horas a fio sem que eu me entedie, alguém que beije no timing perfeito, alguém me faça derreter ao beijar meu pescoço. Enfim, alguém que caíba nos meus sonhos. Alguém que eu realmente tenha vontade de estar junto, que não me intimide, e que me faça pensar: "Sim, esse deve ser o tal do cara certo!"

Esganiço-me internamente, dizendo: "Hey, você! volte aqui! Você é o meu cara certo!"

Eles nunca me escutam. Ai alguém sempre me diz: “É porquê ele não era a pessoa certa pra você, espere só até você encontrar o cara certo..”

O cara certo deve ser surdo e cego, concluo. (Ou no mínimo, tem aversão a borboletas)

------------------------------------------------------------------------
Pra me escrever: bel@corporativismofeminino.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Postado por B. às 09:30

35 comentários:

Anônimo disse...

Lindo post... É só o que me veio em mente.

Após tanto quebrar a cara procurando a "mulher certa", decidi esquecer isso de sentir borboletas no estômago... comecei a achar que seria pedir demais.

Deja disse...

Esqueci de assinar o post acima...

mulherpolvo on 8 de setembro de 2009 09:52 disse...

Ai querida... Eu encontrei o cara certo mes passado, mas ele só ficou comigo uma semana. Meus maridos foram o cara certo durante algum tempo,depois tornaram-se o cara errado.
O importante é a borboleta. caras certos, depois de um tempo devem ser chatos. Namoradeira que sou, posso dizer que homem solteiro, hetero e saudável sempre é um cara certo. "Oi gato!! Sabia que vc é o cara certo? Pra eu mandar catar coquinho..."
E quem diz que o amor é lindo, deve estar drogado: o amor é louco, louquinho de pedra!!

Grazi on 8 de setembro de 2009 10:34 disse...

Ai ai...

Fico até encabulada em dizer que sim, eu tenho um cara certo para mim xD.

teresafur on 8 de setembro de 2009 11:19 disse...

bah, ótimo texto hein, bel...
tava inspirada mesmo ontem ehehehheheh

a única coisa que lamento é que perdi total a capacidade de me apaixonar, o que pode não ser tão ruim... racionalizar tudo ajuda bastante a não te meter em roubada :)

ótima semana!

Anônimo disse...

Bel, texto perfeito! Você traduziu o que eu penso e sinto.

Que o cara certo nos encontre!!!!
Beijos.

Bee

Maldita Futebol Clube on 8 de setembro de 2009 12:44 disse...

O homem ideal está apenas no imaginário surreal feminino. a pessoa certa, as vezes está onde menos acvhamos que ela esteja e por vezes, a dexiamos passar em branco. eu, achei, meu par ideal. minha esposa, é amiga, é companheira, é leal, é amante, é mãe, é mulher,é e´brigona...rs mas, o amor não escolhe pessoas ideais, só os contos de fada! beijos, vc achará o seu par perfeito! leandro

Shadowcat disse...

Bel, você descreveu exatamente o que acontece comigo...

Fran on 8 de setembro de 2009 14:16 disse...

Bel, você descreveu exatamente o que acontece comigo... [2]

Não sei o que está acontecendo que eu ando não me interessando por ninguém! ¬¬

Agrilla Bass on 8 de setembro de 2009 14:27 disse...

eu sou mais prática, esqueci as borboletas e achei aalguém que achava que eu era a certa hahaha

talita disse...

o meu cara certo não chegou ainda,talvez seja muito cedo,concordo. Ótimo texto.

Anamyself on 8 de setembro de 2009 15:31 disse...

ÓÓÓÓÓÓTIMO!!! Clap, clap, clap.

Bel, você descreveu exatamente o que acontece comigo... [3]

Faz um tempão que eu não sinto borboletas no estômago. Faz mais de 3 anos. Criei uma proteção para evitar de me foder o tanto que já me fodi que é impenetrável.

E preciso citar um exemplo real:
Tenho uma amiga que começou a namorar aos 15 anos. Ficou 4 anos com esse cara (que geral achava q era alma gêmea), mas aí as convergências começaram, ciúme, briga... Acabou. Ela emendou outro namoro. Depois, outro. Agora começou outro. Ela tem 21 anos.
Por um lado, é bastante óbvio que ela não consegue ficar solteira. SOZINHA. Por outro, é claro que ela nunca esqueceu aquele primeiro cara.

Quando penso na situação dela, agradeço por não sentir borboletas e só pegar sem me apegar. Lógico que eu sinto muita falta de alguém do meu lado, às vezes, mas no geral eu fico bem sozinha, com a minha privacidade garantida.

Babizinha on 8 de setembro de 2009 15:46 disse...

Ah, meu Gzuiz, isso só me lembra que eu estou interessada em quem não quer se interessar por mim.

Atropolei alguns passos e não sei se estou no direito de exigir alguma coisa.
Ele pede sigilo e até concordo, não gosto de pessoas metendo o bedelho onde não foram chamados, mas suportar ele se insinuando com outra na minha frente, está pedindo, não está?!
"/

Li Oliveira. on 8 de setembro de 2009 16:12 disse...

'penso que talvez esse seja meu problema: Não tentar. Vai ver é isso, caras errados se tornam caras certos com o passar do tempo'

Isso nunca funciona. Pelo menos comigo. Eles são caras errados que se tornam caras certos, até a primeira canalhice ou sinal de tédio aparecer, e voltar pra onde começamos.
Incrível!

Renata Bittes on 8 de setembro de 2009 17:47 disse...

AHHHH adoreiii seu texto!

Acho que esse lance de pessoa certa está na cabeça da gente. Queremos alguém que se encaixe na gente e não que nós encaixemos nelas ( no bom sentido, claro).

Estou solteira recentemente e eu tb nunca entendi essas mulheres que vivem namorando. Parece até que homem cai do céu. Mas a sensação de liberdade depois do fim de um namoro não tem preço. Até que um carinha chega, e rouba o espaço pra ele.

Não acho q há caras certos. Há momentos certos. E as pessoas estão por aí.

Bjs

Cansada de ser boazinha on 8 de setembro de 2009 17:52 disse...

Perfeito o texto e lindo mesmo. Imagino que muitas como eu tenham se identificado com o que vc escreveu. Tb desconfio que o meu cara certo foi sequestrado por alguma vaca, pq não é possível serem todos errados!!!
O negócio é viver e tentar desfocar disso. Eu tb não consigo brincar muito tempo com os errados. Isso me deixa mal, a falta de interesse meu e dele. Duas pessoas se enganando é triste demais.
Bjos!

Natty disse...

Adorei o post. Apesar de sempre ler, eu nunca comento.
Mas eu me identifiquei totalmente ._.

É exatamente isso, não sei se não tento o suficiente, ou me sinto mal de dar errado tantas vezes.
Ou o que eu gosto, não gosta de mim u_u

Carol ;* on 8 de setembro de 2009 19:59 disse...

amei o post.
graças a deus eu achei meu 'cara certo' e realmente ele é o cara certo! aihaiuhi
;@

Maikel Vieira on 8 de setembro de 2009 20:03 disse...

Pior q to em ctba!Vc tb?kkkk
Mundo pqueno mesmo!
Apesar do teu blog ser voltado pro público feminino, virei fã, assim eu posso entender mais essa cabeça complicada de vcs!
Já indiquei pra várias garotas q me pedem conselho...as vezes dentista vira psicólogo tb!
Bjo e sucesso...qquer coisa twitt-me!

Raquel disse...

aah meninas..me identifiquei taaaaaaanto com esse post,qse chorei,sério mesmo..
ás vezes eu penso q sou a garota maaaais carente do mundo,não consigo ficar sozinha,e só de pensar em ficar solteira por muito tempo me dá pânico..=/
e logo agora q eu tô suuuuuuuper apaixonada por um cara q tem TUDO de certo pra mim,me sinto uma idiota..
=/
o amor é piradão mesmo viu?

Beeeeeijo meninas,sucesso sempre!

Drama Queen on 8 de setembro de 2009 22:27 disse...

Acho que não se deve perder tempo tentando com caras que não garantem as borboletas no estômago.

Seu melhor texto, bbel. Amei.

Zingara on 8 de setembro de 2009 22:34 disse...

Por muitas vezes acreditei em sapos e, dentro da minha imaginação, tentei transformá-los em príncipes. Mas toda magia se extingue...

Hoje não consigo NEM PAQUERAR, quanto mais ter fé em encontrar alguém SAUDÁVEL. hahahaha

*Distribuindo patada pra todos os homens que tentam algo comigo*

Aninha disse...

Ameei demais o post, é exatamente o q acontece comigo [200].

E nao é pq a gente nao se dá a chance de dar certo, não é o tempo q traz as danadas das borboletas (eu ja tentei) rs

"Eu quero as borboletas no estomago. Eu EXIJO as borboletas no pacote!"

Gisa Feitilhiér on 9 de setembro de 2009 08:00 disse...

Leiam A PESSOA ERRADA do VERISSIMO...
Cai como uma luva pra esse post...!

Bel on 9 de setembro de 2009 08:31 disse...

Obrigada pelos comentários meninas (e meninos), bom saber que não sou a única em tal situação, rs

Beijos!

Anália on 9 de setembro de 2009 08:59 disse...

Termeinei um namoro no comecinho de 2007 e fiquei até quase o finzinho de 2007 sozinha.

Nesse meio tempo, prometi a mim mesma que não namoraria alguém que não fizesse meu estômago revirar e ficar tonto.
Fico feliz em cumprir o que me prometi. Esperar a pessoa certa nunca compensou tanto =)

Mel on 9 de setembro de 2009 14:39 disse...

Eu sou daquelas que emendo um relacionamento no outro. Fico numa boa solteira também, mas não por muito tempo.

No início, o que rola é uma grande afinidade e o prazer pela companhia. As borboletas no estômago vem depois.

Com meu atual namorado, as borboletas surgiram quando reatamos após um término dramático.

Na verdade, essa coisa de "o cara certo", para mim, parece coisa de conto de fadas...algo muito difícil de acontecer na vida real.

Todos os caras que namorei foram os "caras certos" do momento. Mas depois deixaram de ser.

Para mim, o cara certo é aquele em que posso confiar (não cegamente, é claro), que me faz rir, que proporcione conversas interessantes e que tenha defeitos com os quais eu consiga conviver.

Vou bem na linha do Soneto da Fidelidade, que hoje virou clichê: que não seja imortal, posto que é chama. Mas que seja infinito enquanto dure.

Maiara on 13 de setembro de 2009 14:44 disse...

Pára tudo!
esse post foi perfeito!
é exatamente isso que eu penso.

Thaisa on 13 de setembro de 2009 19:22 disse...

"As Melhores Mulheres pertencem aos homens mais atrevidos. Mulheres são como maçãs em árvores. As melhores estão no topo. Os homens não querem alcançar essas boas, porque eles têm medo de cair e se machucar. Preferem pegar as maçãs podres que ficam no chão, que não são boas como as do topo, mas são fáceis de se conseguir. Assim, as maçãs no topo pensam que algo está errado com elas, quando na verdade, ELES estão errados... Elas têm que esperar um pouco mais para o homem certo chegar... aquele que é valente o bastante para escalar até o topo da árvore”.

(Machado de Assis)

por isso axamos que nós somos o defeito, quando na verdade o problema são eles...

Estevão on 14 de setembro de 2009 01:13 disse...

Quando você escreve "Eu não quero só um homem. Eu quero as borboletas no estomago. Eu EXIJO as borboletas no pacote!", acho meio claro do por que você não encontra o cara certo. Você quer grandes paixões, emoções fortes, etc. e acredito que nem sempre a pessoa certa vai despertar isso já logo de cara. O mecanismo da paixão é diferente do mecanismo para se sustentar um relacionamento. Se você quer algo que dure, priorize a amizade, o companheirismo e o caráter, que não são coisas de momento, e sim coisas que podem durar uma eternidade. Não falo de relacionamentos chatos e sem sal, pelo contrário, falo de relacionamentos em que cada dia os tornarão mais fortes e mais especiais. O verdadeiro amor vem com o tempo, e independe de paixões ou de borboletas no estômago.

Jazz disse...

Nossa, eu acabo de conhecer o blog e dou de cara com um texto que parece me despir! Foi sobre mim que vc escreveu!

Cansei de ouvir que eu desisto muito depressa, que eu simplesmente resolvo que a pessoa não serve pra mim e pulo fora. E não sei se me julgo covarde ou sensata por agir assim.

Biamundi on 25 de setembro de 2009 15:20 disse...

Bom hoje o cara que pensava ser certo me deu um gelo de presente disse que quer ser livre curtir a vida!! viva viva e mais uma vez me engano será que o cara certo é oq mais odeio?? será que ele ta mascarado pra ve se enxergo ele??

Tamires on 18 de outubro de 2009 17:34 disse...

parece q foi eu que escrevi esse texto... se eu soubesse escrever bem assim.. LKASLKASLKALSKLAS...
Caramba, perfeito... é o que realmente acontece comigo, me identifiquei com todo texto, mas principalmente com o final dele... é justamente q acontece comigo.

"Esganiço-me internamente, dizendo: "Hey, você! volte aqui! Você é o meu cara certo!"

Eles nunca me escutam. Ai alguém sempre me diz: “É porquê ele não era a pessoa certa pra você, espere só até você encontrar o cara certo..”

O cara certo deve ser surdo e cego, concluo. (Ou no mínimo, tem aversão a borboletas)

Nathy VR on 23 de fevereiro de 2010 19:16 disse...

Alguém ali em cima disse que vc esta errada por querer as borboletas....mas eu discordo.
As borboletas vem quando estamos apaixonadas......mas na minha opiniao o cara certo é aquele por quem vc se apaixona sempre.....os casamentos q realmente dao certo nao sao aqueles nos quais o casal vira amigo e a paixao vira carinho.
Nao, sao aqueles q apos anos, vc ainda ve o brilho no olho quando estao juntos.....e isso é amor, carinho, felicidade, cumplicidade e paixao...sim......pq o segredo é manter as borboletas sempre vivas.

Anônimo disse...

eu fikou esperando e esperando ainda so bv mas morro de vontade de acabar com isso pq tenho medo de estar iludida e q essa historia de borbolhetas no estomago seja so ilusao

 

Corporativismo Feminino Copyright © 2009 Baby Shop is Designed by Ipietoon Sponsored by Emocutez Edited by Blog Feminino