segunda-feira, 13 de julho de 2009

Ela manda, eu odeio

O post de hoje depõe contra o movimento, confesso.

Sempre ouvi meus amigos falarem que chefe mulher era o cão e eu, como boa corporativista que sou, torcia o nariz e dizia que era despeito porque os homens jamais aceitariam uma mulher num cargo superior.

Então comecei a ouvir minhas amigas reclamarem. Ainda assim, eu argumentava e não aceitava. Dizia que o problema não estava ligado ao fato da chefe ser mulher, mas sim da pessoa que não tinha muitas qualidades.
PARA TUDO!

Pela primeira vez na minha vida tenho uma chefe mulher. É O CÃO!
Eu tentei me convencer com os argumentos que usei contra as minhas amigas. Ai, não deu.
Tudo piora. A competição inerente às relações interpessoais femininas se torna latente. Eu como subordinada tenho que ficar calada quando vejo coisas com as quais não concordo e dessa vez, não posso me confortar com a frase "ele é homem, não tinha como esperar uma atitude diferente".
A Chefe, por outro lado, precisa mostrar que é a SUPER a todo o momento. Concordo que existe mesmo essa cobrança. O trabalho da mulher tem que ser impecável, porque qualquer cagada feita por mulher parece imperdoável (o que muitas vezes não acontece quando a cagada veio de um homem). Só que ela mostra que é a SUPER às custas das subordinadas.
E tem mais. Para não cair a máscara de inatingível, A Chefe não assume fragilidades, TPM, etc. Quando muito uma dor de cabeça e olhe lá.
Moral da história: eu gosto de ter a palavra final, gosto de ter a razão e estou detestando ter que morder a língua para A Chefe, que por nada nesse mundo dá o braço a torcer.
Agora concordo com meus amigos. Mulher quando quer faz a vida de qualquer ser humano um inferno.
Meu Diabo pode não vestir Prada, mas está quase lá.

Nas próximas entrevistas de emprego, quando perguntarem quais são minhas expectativas, falo na lata: chefe homem.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Postado por Mel às 00:01

14 comentários:

Bel on 13 de julho de 2009 00:38 disse...

Tive chefes mulheres super gente boa, e outras da classe leiteira (vacas). O mesmo pra chefes do sexo masculino.
No fim da contas, o que conta é o caracter e as habilidades para liderança e não o sexo. (liderança não é coisa pra qualquer um),
Eu já coordenei uma equipe de 10 pessoas (sendo 9, homens) e não tinha problemas (não que eu tivesse tomado conhecimento..haha...mas eu era uma chefe bacaninha, juro)

susimply on 13 de julho de 2009 01:02 disse...

Já tive uma chefe CÃO! Por isso prefiro mto mais os homens!!! E outra, trabalhar com mta mulher tb sempre é problema, não sei pq a maioria insiste em fofocar tanto... E pessoas assim queimam o filme da nossa classe, né? Poxa...

Liana on 13 de julho de 2009 01:36 disse...

eu digo 'viva chefes homens'!!!!!

Laivine on 13 de julho de 2009 11:26 disse...

Nunca tive chefe mulher... Mas também, na minha área fica difícil... Já é difícil ter uma funcionária mulher na informática, quem dirá chefe! É muito preconceito, jesuis. >.<

Deja disse...

Quando eu era subordinado a uma mulher, bem, os hormônios dela no comando, meu temperamento na dianteira... tudo isso quase causou uma hecatombe nuclear na empresa.

Mas eu também já fui o pior chefe que alguém poderia ter.

Eu: "-Faça isso"
Peão: "-Mas por quê?"
Eu: "-Porque eu estou mandando porra"
Peão "-..."

Agrilla Bass on 13 de julho de 2009 13:29 disse...

minha chefe é uma flor de pessoa, mas já tive cada uma. Chefe em si é um pé no saco, a maioria apenas quer impor o que eles querem, e nao deixam tu pensar.

Alle Snave on 13 de julho de 2009 16:37 disse...

Assim... eu nunca tive chefe mulher. Minha irmã já. Ela era super simpática quando estava só com as subordinadas, mas quando aparecia algum supervisor ou superior a ela, virava uma tirana de marca maior.
Concordo com isso de as mulheres sofrerem mais pressão. Só também não pode descontar nos outros né?
Adorei o post. Diabo Veste Prada é MARA!

tereSafur on 13 de julho de 2009 22:24 disse...

Concordo com a Bel, depende muito das qualidades e competência de cada um...
Já coordenei e era um inferno, tive diversos problemas... mas o pior deles? Era quando os subordinados faziam as coisas mal feitas, julgavam algumas atitudes, sem ter nem ideia da pressão que sofre-se num cargo de liderança... pode ter ctza que se tu tá se sentindo pressionada, ela tá no treinamento do bope rsrsrsrs

acho que todos deveriam passar pela experiencia da liderança, é um crescimento sem igual profissionalmente.

abç,

Teresa.

Zingara disse...

O trabalho da mulher tem que ser impecável, porque qualquer cagada feita por mulher parece imperdoável (o que muitas vezes não acontece quando a cagada veio de um homem). Só que ela mostra que é a SUPER às custas das subordinadas. [2]

Tenho uma ex-chefe que marcou pra vida toda. Eu chegava a chorar enquanto trabalhava de tanto ódio REPRIMIDO. Aff

Anônimo disse...

Mas e vc, não vai ser chefe nunca?
Ou não quer ser chefe um dia?
Essa opinião só te prejudica. Ou melhor, NOS prejudica...

Anônimo disse...

A chefe

Se você estiver atribulada, sua chefe vai e te ajuda...
Se você for relapsa, ela explica o quanto for necessário...
Se você pedir conselhos, ela terá o maior prazer em dá-los...

(...)

Agora experimenta ser magra e jovem...

Suellen

Sabrina Mix on 14 de julho de 2009 21:28 disse...

Oi, Mel!

Pior é quando tem uma colega de trabalho que pensa que pode mandar na gente. Ninguém merece, né?!

Beijos e sucesso!!!

Roberto Sena on 17 de julho de 2009 22:14 disse...

Olá! É minha primeira visita ao blog, e estava lendo o post...se quiserem fotos da carol ou do reinaldo tenho todas lá no blog, pois cobri o SPFW. Parabéns pelo blog!

LUCIANE on 2 de setembro de 2010 20:50 disse...

Geralmente elas são infelizes na área pessoal e como na área profissional são "bem sucedidas", se acham no direito de infernizar a vida dos subordinados.

 

Corporativismo Feminino Copyright © 2009 Baby Shop is Designed by Ipietoon Sponsored by Emocutez Edited by Blog Feminino