sábado, 18 de julho de 2009

Como sobreviver ao futebol




por Caio Costa



Futebol é um esporte pra lá de estranho. São 23 homens em campo, correndo uns atrás dos outros durante 1 hora e meia, suados e fedidos. Alem disso, há muito agarra-agarra e fungadas no cangote. Embora possa não parecer, todos os jogadores são, inclusive, heterossexuais. Como é dito na sabedoria popular brasileira, “futebol é jogo para macho”, independente de tratar-se de homem ou mulher.

O nome do esporte vem do inglês: foot quer dizer pé, e ball, nesse caso, são as bolas escrotais. A cada final de semana que os homens não fazem outra coisa, o dia inteiro deitados no sofá, dá vontade de dar vários chutes com o foot nas balls de seus maridos.

Muitas mulheres não se conformam em serem trocadas pelo futebol. Isso é um erro fatal, pois não há nada que a mulher possa fazer para vencê-lo, exceto parar de pagar a conta de luz por mais de 2 meses e torcer para a Light cortar a energia.

Tem moça que compra camisola de seda e ensaia dança do ventre só pra tentar concorrer com o futebol de domingo às 4 da tarde. Erro de principiante. Seu marido ou noivo folgado, que acha que pode transar com você sempre que quiser, te coloca pra escanteio sem titubear, fazendo com que você se sinta velha, feia e gorda.

Radicalizar, jogar a roupa no chão e sentar em cima do membro dele também não me parece boa idéia. Claro que você vai causar alguma reação instantaneamente, mas, acredite: o homem pode manter uma ereção e assistir a uma partida de futebol ao mesmo tempo. E colocando o pescoço de lado, para não perder os principais lances. Agora, além de velha, feia e gorda, você vai se sentir como uma boneca de plástico também.


Dicas úteis

O melhor a fazer, nesse caso, é ignorar solenemente a partida, e fingir que não está nem ligando. Pode ser até que ele se preocupe, e dedique a você uns 10 minutos do intervalo.

Não esqueça de que o humor do homem pode mudar de uma hora pra outra, dependendo do resultado do jogo. É uma mudança muito mais drástica e irracional do que a da TPM feminina. Se o time dele perder, ele ficará deprimido não só como se ele estivesse estado em campo, mas como se fosse responsável pelo lance que originou a derrota.

Triste e combalido, ele terá vergonha de ir ao shopping, jantar fora ou até mesmo de fazer xixi com a porta do banheiro aberta. Como ainda não foi inventada uma injeção de masculinidade, você será obrigada a conviver com um resmungão, pelo período entre 24 e 72 horas, dependendo da importância do jogo.

Há um remédio milagroso para isso, no entanto: jogue futebol no vídeo-game com ele e deixe-o ganhar. Rapidinho, ele irá ficar alegre e começar a narrar os próprios gols. Só não deixe os vizinhos escutarem, ou você vai ficar morrendo de vergonha.
Ai, ai... Felizes eram as mulheres da idade da pedra que não tinham que concorrer com futebol... concorrer com video-game... e ler obras literárias como essa.



*Caio Costa é humorista, autor do livro Assim Caminha a Insanidade e um grande amigo das corporativetes. Possivelmente, Caio passará mais vezes por aqui! Para conhecer melhor o trabalho do Caio, clique aqui e conheça o seu twitter.

*Este post não é um publieditorial.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Postado por Anália às 00:01

18 comentários:

Anália on 18 de julho de 2009 00:54 disse...

Talvez seja melhor optar pela clássica máxima "Ou o futebol ou EU!"

Bel on 18 de julho de 2009 00:59 disse...

*Anotando as dicas, hahahahaa.

Homem com mau humor pós-derrota do time ninguém merece!!!

Anônimo disse...

TETESTO FUTEBOL AAAAAAAAAAAAAAA

Heleninha

Dama de Cinzas on 18 de julho de 2009 08:00 disse...

Odeio futebol! Como disse a Vani de "Os Normais", futebol só teria sentido pra mim se todos os jogadores estivessem pelados em campo, aí com certeza eu assistiria.. ahahah

No mais eu tento ignorar totalmente. Sempre dei sorte de arrumar parceiros que não gostasse de futebol, mas o ficante atual é doente por esse esporte, e nos dias de jogo não quero ele por perto... rs

Beijocas

Dá. on 18 de julho de 2009 11:36 disse...

Digamos que eu rezo todos os dias pra que quando eu casa eu arranje alguem que goste de futebol!
Não é locura não , é porque na realidade comigo é diferente , eu jogo futebol certo , [nos sabados também ], então quem vai ter que atura o outro nas derrotas digamos que vai ser ele ,OPASKOAPSPAOSKOAPSK.
aaa e eu amoooo demais futebol, tem que gostar de ir á estádios , gostar de discutir sobre o assunto , e assim vai . HIHI ^^

Beeijos:*
ps: Adooro esse blog! Só não me inndentifiquei muito com o post,AOISJIOSJIO mais garanto qe muitas outras mulhes simm^^

Zingara on 18 de julho de 2009 12:59 disse...

Tá aí um bom argumento para eu ficar solteira por uns anos: Ter que namorar um ser que gosta de futebol.

BOAS DICAS. MAS prefiro fingir suicidio. ;P

Drama Queen on 18 de julho de 2009 13:30 disse...

Super válido, adorei!

Joy on 18 de julho de 2009 13:52 disse...

os homens podiam ser mais criativos e gostarem de outros esportes! parece que só tem futebol! por isso adoro homens que gostam de skate, surf, volei, basquete... chega de futebol! aghhhhhhhhrrrrrrrrr!

Joy on 18 de julho de 2009 13:53 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
M@RIA JÚL!A disse...

nao é kerendo ser chata, mas ja sendo...:sao 22 homens em campo, nao 23 como dito na primeira linha ;P

Anália on 18 de julho de 2009 15:47 disse...

Tipo assim, Maria Júlia, o juiz não conta? Ele não é um ser vivo?? Ele não fica no campo?

Patsy on 18 de julho de 2009 20:27 disse...

hahahaha adorei o texto =]
caio tem um bom senso de humor

=*

Priscila on 18 de julho de 2009 20:40 disse...

Gente!
Nunca pensem em dizer: "ou o futebol ou eu!".
Vocês não serão as escolhidas.
Na boa, namoro com um suuuuuuper viciado em futebol. E o vício não é só de ver e sim de jogar. A sorte que tenho é que gosto do esporte. Mas mesmo assim, as vezes, acho exagerado essa fissura, mas entendo. Da mesma maneira, que existem mulheres que não perdem um capítulo da novela (o que nãoe meu caso), há aqueles homens que não perdem uma partida de futebol (mesmo não sendo o time dele).
Dica: Nessa hora vão fazer algo que gostem. Leiam um livro, coloquem a depilação em dia, sei lá! Qualquer coisa.
Tentar cortar isso do homem é declarar guerra. E essa guerra é muito difícil de vencer.

susimply on 18 de julho de 2009 20:47 disse...

Ah! Para vai!
Futebol é bom demais!!!
Sou super a favor de homem gostar de futebol! Mas homem meu tem q ser são paulino... Hehehe!

Desdhemona on 18 de julho de 2009 21:52 disse...

Agora sim eu sei como sou sortuda de meu noivo odiar o futebol ainda mais que eu!

M@RIA JÚL!A disse...

"Anália disse...

Tipo assim, Maria Júlia, o juiz não conta? Ele não é um ser vivo?? Ele não fica no campo?"

ahuahuahua nao tinha pensado por esse ponto d vista... mas entao nao seria necessario contar os bandeirinhas?

Patsy on 21 de julho de 2009 12:12 disse...

e os gandulas! hahahaha

¬¬

Andréia Freire on 21 de agosto de 2009 16:09 disse...

Ainda bem que meu namorado não se interessa muito por futebol! \o/

Na boa, acho besteira iniciar uma guerra por causa disso. Vai fazer outra coisa, vai sair com as amigas, vai ler um livro, vai fazer alguma coisa que você goste. Pronto.

 

Corporativismo Feminino Copyright © 2009 Baby Shop is Designed by Ipietoon Sponsored by Emocutez Edited by Blog Feminino