quarta-feira, 20 de maio de 2009

Traição tem limites?

Outro dia li uma matéria assim "Pesquisa confirma, mulheres traem mais que os homens".



Ué...mas eu jurava que era ao contrário! Na verdade, na minha vasta experiência de recaídas com a Revista Nova e similares (eu juro que nunca mais compro essa porcaria) sempre foi dito que os homens traem mais que as mulheres.

Desconfio dessas pesquisas. Ninguém nunca me perguntou nada. Pelo menos não assim, oficialmente.

Difícil dizer. O que é traição para um, pode não ser para outro. Tem gente que acha que é possível trair em pensamento e já vi casamentos se desmancharem por causa de uma pulada de cerca virtual. Outros entendem que a traição funciona como o crime de injúria: só se consuma quando a vítima toma conhecimento.

Uma vez, assistindo "Os Normais" defini meu parâmetro de traição (quanta profundidade!). A traição ocorre quando alguma parte do corpo de uma pessoa entra no de outra pessoa. Interessante não?



Meu tipo penal ficaria assim então:

Traição

Introduzir qualquer parte do corpo em terceiro.

Pena - morte (hahaa, brinks)

E você? O que considera traição?

(E o bate-papo sobre continua em nossa comunidade no orkut.)

Para sugestões, reclamações, choradas de pitangas e organização de pesquisas que inclua nós mortais: mel@corporativismofeminino.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Postado por Mel às 07:10

0 comentários:

 

Corporativismo Feminino Copyright © 2009 Baby Shop is Designed by Ipietoon Sponsored by Emocutez Edited by Blog Feminino