terça-feira, 7 de abril de 2009

Sobre as amigas xérox e a falta de corporativismo feminino

Eu sempre tento me lembrar de ser uma pessoa sensata, mas existem coisas na vida que praticamente te forçam a ser uma psicopata com problemas para socializar. Eu já abordei esse assunto algumas vezes e não me canso de repetir, certas pessoas entram na sua história só para encher o saco.

Eu não tenho muitas amigas, sempre fui a mocinha entre os mocinhos. Me acostumei com os papos, com a super proteção e, principalmente, com o excesso de cumplicidade entre homens. Com o passar do tempo, diversas mulheres conquistaram espaço no meu coraçãozinho e eu descobri a amizade entre meninas. Isso mudou muitas coisas na forma de me relacionar com os outros e não é à toa que hoje estou aqui no Corporativismo Feminino, dialogando sobre a existência feminina. Mas, me abrir para esse novo convívio trouxe algumas complicações. E a amiga espelho ou amiga xérox é um problemão.

Você com certeza já teve uma. Tudo começa com uma inocente amizade cercada de elogios à sua aparência, estilo de vida e escolhas amorosas. Ela se porta como uma pessoa carinhosa e confidente, mas em um passe de mágica se transforma em um infernal monstro copiador. A minha amiga xérox seguiu a cartilha básica:

1 - Nasce uma amizade

Ela me conquistou. Seu jeito meigo e doce, extremamente compreensivo me fez abrir o coração como uma garrafa de espumante no Ano Novo. E, entenda, eu sou uma pessoa razoavelmente fechada para estranhos, mas a amiga xérox sabe te cativar. É um inferno. Nessa fase cor de rosa, ela te enche de elogios e suga bastante informação. O maldoso plano para lentamente se transformar em você já está em ação!

2 - Os pequenos detalhes

Um belo dia você encontra com ela e, vejam só, que surpresa, ela está usando uma roupa igualzinha à sua. Ou quem sabe, aquele adereço que você tanto cobiçava. No dia seguinte, ela menciona que apenas consegue escutar músicas de uma banda, claro, a sua favorita. Na semana seguinte, o corte de cabelo está mudado, bem similar ao seu, diga-se de passagem. Você acha estranho, mas releva, afinal ela é sua amiga, apenas está aprendendo a colocar um pouco mais de qualidade em sua vida.

3 - O clone e a ira

Em pouco tempo você perbe que possui um Mini Me (lembra do filme Austin Powers e do anão idêntico ao vilão? Pois é.) caminhando ao seu lado na rua. TUDO começa a te irritar. Se você usa uma gíria ou expressão com frequência e ouve o clone repetí-lo, sente todo seu sangue entrar em ebulição. Você quer vingança, a cabeça da "amiga" em uma estaca, mas lembra que sua cópia sabe tudo a seu respeito. Um misto de ódio e vergonha, por ter deixado um ser tão vil adentrar sua vida, te dominam, e você nao sabe o que fazer.

4 - A resolução e o adeus

Esse momento é o do corte. Se você conseguir ter sangue frio para administrar a loucura da suposta amiga, poderá ver-se livre do tormento de forma sutil. Os principais pontos são:

*Diminua a frequência dos encontros, nunca suma. Isso só piora, ela vai querer satisfações.
*Demonstre sutilmente que você também possui algumas cartas na manga deixando alguns dados conflituosos da vida dela entrarem na conversa. Mas, apenas mencione. E emende com um "opa, mas isso fica só entre nós não é mesmo?".

Caso você não tenha controle, conteste, mas lembre-se que esta pessoa sabe de sua vida. Ela sabe quem você cobiça em segredo, quanto você deve ao banco e qual sua opinião a respeito das outras pessoas. E como toda amiga xérox, caso ameaçada, ela saberá usar tudo que foi dito contra você.

Então, meninas, esse post além de um grande desabafo pessoal é também um grito de "vamos parar com essa bobagem"! Não existe nada no mundo em que eu acredite mais do que fazer ao outros apenas o que você espera que façam com você. Sejam parceiras. Nada melhor do que ter amizades confiáveis para desabafar e comparar situações pertinentes somente a nós, mocinhas. Corporativismo feminino já! E para as loucas de plantão: GET A LIFE!

Se você já passou por uma situação parecida ou sabe o que eu devo fazer para atrair pessoas normais, manda um email para mim: patsy@corporativismofeminino.com


Esse post é levemente inspirado e dedicado à Ju. =*


Tem mais papo de menina e da vida por aqui:

Qual sua sugestão pra fazer a vida mais fácil ?!
Qual é o filme que mais te fez chorar?
O que vocês não conseguem parar de ouvir?
TODO mundo AMA, mas vc não...
Ser trocada é PIOR quando...

Besos, besos!

Patsy

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Postado por Patsy às 00:40

0 comentários:

 

Corporativismo Feminino Copyright © 2009 Baby Shop is Designed by Ipietoon Sponsored by Emocutez Edited by Blog Feminino