quinta-feira, 5 de março de 2009

Evitando a Ressaca Moral

Boa parte das mulheres tem a impulsividade como carro-chefe e, diga-se de passagem, um carro desgovernado. Pensando nisso, fiz uma lista de comportamentos reprováveis que devem ser evitados na hora de impressionar o seu futuro-ex-namorado (Sim, porque se eu achar que vai terminar, ISSO tem mais chance de ser pra sempre).

Pois bem, depois de longos papos no MSN, gracinhas ao telefone e piscadelas frenéticas ao se encontrarem na rua (tá, exagerei!), vocês decidem sair. Mas como se comportar para não ter uma ressaca moral? Pois, lembrem-se, a ciência ainda não inventou o atalho ctrl + z para a vida.

1. FAÇAM DEPILAÇÃO, mesmo que a ideia seja de que não vão transar.

A depilação deve ser feita. Não que eu ache que vocês devem ir para cama no primeiro encontro (ou o contrário). Cada caso é um caso. Todos os homens tentam (ou a grande maioria) ter relações sexuais com você, isso é normal. Cabe a você escolher se quer ou não e, para isso, é interessante que você esteja pronta para um ensaio fotográfico da playboy. Não que você vá mostrar o útero para o sujeito ou coisa do tipo, mas estar com a depilação em dia é essencial para deixar você tranquila, sem nenhuma neurose. Logo, seu desempenho sexual e, claro, seu próprio bem estar serão outros.

Mas se você é daquelas garotas que pensam estrategicamente e que acham que homens desvalorizam as mulheres que dão na primeira noite... Fique cabeludíssima. De preferência, faça um implante de cabelo nas partes pubianas para inibir a sua vontade de dar.

Veja a história da Fernanda: Fernanda não teve tempo para depilar as axilas e pensou "Tudo bem, não vamos transar! E outra, basta eu não levantar os braços!". Ledo engano, depois de ter tomado algum vinho sem comer nada, a fim de entrar num vestido coladíssimo, ela passou mal e vomitou na frente do seu futuro-ex-namorado (corre a boca pequena que acabou nem virando ex). Para não vomitar no cabelo, a moça segurou as madeixas para o alto, deixando o rapaz cara-a-cara com a sua mata atlântica.

2. Caçola da mamãe, por que evitar?

Segue o mesmo pensamento do tópico anterior, o fato é que estar com uma lingerie deliciosa dá mais confiança, mesmo que você não vá exibi-la. Porém, se você parte do pressuposto de que DAR NA PRIMEIRA NOITE É ESTRATÉGICO então aposte no caçolão de mamãe. Este pode ser o empecilho para que você volte a razão quando estiver inebriada de tesão (Rimou!).

Meu namorado diz que não liga pra isso, que mal vê o que estou vestindo e não faz diferença etc etc. Mas, veja, o uso da lingerie provoca em nós uma libido extra. Mais uma vez, é uma preocupação que devemos nos livrar e, por isso, seria interessante pôr uma lingerie sem furos, larga ou bege. Vai que o cara é tão bom que você não pode perder aquela transa por nada nesse mundo?

Foi o que aconteceu com Patrícia, veja: Patrícia sempre odiou calcinhas estuprantes, por isso pôs um caçolão de algodão para ficar confortável. E pensou "Tudo bem, não vou dar para o João na primeira noite! Ele é um cafajeste!". Ledo engano, o rapaz era bom no que fazia, por isso o título e o currículo crescente de mulheres que caiam na sua lábia. Em poucos minutos, Patrícia quem estava sugerindo para irem a um motel.

Quando estavam prestes a adentrar ao quarto nº 69, Patrícia lembrou que precisava ir ao Shopping comprar algo muito urgente: Uma calcinha. Mas não contou para João. Como bom cafajeste, ele prontamente atendeu seus pedidos e deixou-a na porta do shopping. Corre a boca pequena que Patrícia voltou para casa de ônibus (e com uma calcinha estuprante na sacola), pois João não deu mole e foi curtir sua noite com outra.

3. Lembre-se: Vocês não são íntimos.

Falar palavrões como acentuação não é legal, caralho. Vocês não se conhecem, logo ele pode fazer um pré-julgamento da sua boa pessoa. Você pode pensar como eu: "Se ele fizer isso é porque não serve para mim!" Vai nessa, filha, assim você acaba amargando sozinha.

Estamos em terreno desconhecido, não se mostre tanto. Não, não estou dizendo pra você fingir ser de outro planeta, mas para você ter atitudes ponderadas. E, como disse anteriormente, não use palavrões. Se forem para cama, por exemplo, não encene um filme pornô barato. Deixe isso para mais tarde. Não agora.

Marcos conta: Sai com uma garota linda e acabamos indo para o motel. Durante o ato, a mulher falava tanta pornografia que eu acabei broxando. Não era só palavrões, mas algumas frases bregas. Ela era tão exagerada, berrava tanto e tão alto que quando fui pagar a conta, o recepcionista falou "Ah, você é que é o Marcos!". Depois disso, nunca mais vi a criatura.

4. Não exagerem no álcool/drogas.

Com o organismo alterado, você pode fazer/dizer coisas que queimarão seu filme pelas próximas duas décadas. E, como não têm intimidade alguma, isso fica 3x pior. Quando estamos entre amigos, eles relevam (nem sempre), riem e te tiram de ciladas. O ditado de que cu de bêbado não tem dono é verídica, portanto não fique a mercê de alguém que você mal conhece.

Diana conta uma triste história: Havia terminado um namoro de 6 anos e estava desesperada para arranjar outro macho. O Júnior me convidou para sair e como ainda amava o Igor, meu ex, comecei a beber uma vodka logo cedo, depois tomei algumas anfetaminas para ficar mais confiante e extrovertida. O resultado é que acordei sozinha num quarto de hotel e tive que pagar a conta. No dia seguinte, eu não lembrava de nada e reatei com meu ex-namorado, o Igor. O fato é que descobri que estava grávida meses depois e o Igor ficou muito feliz. Depois de 9 meses, a criança nasceu afro-brasileira, sendo eu e o Igor loiros. Resultado: Ressaca Moral Forever.

5. Desliguem o celular.

O recado é que você deve desligar o celular para evitar interrupções de exs, amigas desesperadas para que você desencalhe e afins. Isso tudo só vai atrapalhar o momento de vocês e, talvez, ajudá-la a ficar mais apreensiva.

Ronaldo garante que é furada: Quando eu ia beijar a Suzana, seu telefone tocou e ela ficou ali por horas, papeando com alguém que deduzi ser alguma amiga, curiosa em saber como eu era. Ela não parava de tagarelar. Nesse ínterim tomei umas 2 cervejas. Quando não aguentei mais, fiz sinal de que ia ao banheiro e deixei as 2 cervejas para ela pagar.

6. Não falem dos exs!

Se você quiser que a coisa dê certo no primeiro momento, favor morder a língua para falar do salafrário que te deixou ou de como ele era maravilhoso. Bem ou mal, não fale do seu ex. Se falar mal e como ele foi canalha ao te deixar... Vai mostrar quão frágil você é e essa não é uma boa promoção da sua pessoa. Se falar bem, vai deixá-lo enciumado e inseguro - O que num primeiro momento não é uma boa estratégia.

Diz Fabiana que ao sair com Renato a primeira vez confidenciou como seu ex havia lhe traído com sua melhor amiga. Mas, ainda assim, Fabiana não poupou elogios ao ex. No final da noite, ela estava chorando nos ombros dele. Corre a boca pequena que Renato acabou se apaixonando pelo ex da Fabiana!

7. Rolou a possibilidade de irem para a cama? não deixe que ele descubra de última hora que o Chico te visitou.

Se ele sugerir ir para algum lugar mais aconchegante (eufemismo de matadouro) diga que está menstruada. Para algumas, avisar que está menstruada é humilhante. Caso isso vá prejudicar o seu encontro, tente adiá-lo para quando o Tio Chico for embora. Ainda frisando o fato de que isso não quer dizer que você vá transar com a criatura, mas é aquilo da cabeça boa, a possibilidade de escolha e a mente tranquila que te ajudam no bem-estar do encontro.

Luísa conta que menstruou bem no dia do encontro e quando deram o primeiro beijo, ela confessou para Ricardo: Estou naqueles dias. O rapaz, muito delicado, perguntou se ela toparia um anal básico. Corre a boca pequena que Luísa foi presa pela delegacia de proteção aos homens.

8. Ele falhou!

Talvez isso aconteça porque ainda não são muitos íntimos. Ponha-se no lugar do rapaz. Eu mesma não sei se conseguiria LEVANTAR A COISA (isso é uma puta engenharia) SEMPRE. Caso aconteça, não desista dele. Risadas são dispensáveis e você pode perder para sempre AQUELE CARA bacana só por causa de um momento isolado. Vamos dar créditos a eles.

Felipe conta que ao falhar com uma garota lindíssima, ela soltou uma risada infame. Episódio que o fez lembrar da Porta dos Desesperados, quadro exibido no SBT pelo Apresentador Sérgio Mallandro, onde um macaco saltitava de uma das portas e uma risada macabra ressoava pelo auditório. Pois bem, a risada da moça era, estranhamente, a mesma. Desde então, Felipe que era um garanhão de marca maior traumatizou e corre a boca pequena que ele hoje é chamado, carinhosamente, de Felipa.

9. Ele está sujinho? Convide-o para tomar banho.

Vamos ser estratégicas, garotas! Às vezes o cara saiu do trabalho e não deu tempo de passar em casa para tomar aquele banho básico. Veja, ele é um cara trabalhador/dedicado e essas qualidades devem ser exaltadas. Banho a gente resolve, né? Se rolar o sexo da primeira noite, sugira um banho a dois. Caso não queira molhar o cabelo escovado, diga "Vai na frente que depois eu vou" e não vá. Há!

Conta Carol que Adriano estava com CC, e o hálito não estava lá essas belezas. Mas sabendo a boa pessoa que ele era, investiu: Convidou ele para um banho e quando ele deu um bocejo... Ela prontamente lançou um halls-preto-extra-forte na boca do moço. Corre a boca pequena que eles tiveram 5 filhos.

10. Ele não é seu analista!

Sério, se você está com humor ruim, não saia com o cara. Não vai dar certo. Algumas mulheres abrem seu coração e contam todos os seus problemas familiares para o rapaz. Encaram-no como o salvador da lavoura e se debulham em reclamações. Homem nenhum tolera isso, muito menos NA PRIMEIRA NOITE.

Beto contou que saiu com uma colega de trabalho, mas ela não parava de pedir conselhos sobre seus problemas familiares. Ele, logo, entendeu que não queria entrar naquela roubada e quando a colega voltou do banheiro, Beto disse que precisava ir para casa naquele momento pois precisava acordar cedo - Mesmo que o dia anterior fosse domingo. Corre a boca pequena que a colega de trabalho do Beto foi demitida na segunda-feira e virou tia.


Todas as histórias são fictícias. Corre a boca pequena que todas são verídicas, só que os nomes das vítimas foram preservados.

Recomendação de leitura: Amante Elegante - Um guia de etiqueta a dois, da escritora Claudia Matarazzo.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Postado por CF às 00:05

1 comentários:

Janaína Valadares on 20 de março de 2011 17:49 disse...

muito bom, muito bom! Ri Horrores!
'Corre a boca pequena que ...' é a melhor parte RSRS

 

Corporativismo Feminino Copyright © 2009 Baby Shop is Designed by Ipietoon Sponsored by Emocutez Edited by Blog Feminino