segunda-feira, 23 de março de 2009

Acontece mas a gente não conta

Hesitei bastante antes de escrever esse post mas finalmente me decidi. Blog voltado para a mulher, informação idem!

Mas esse daqui eu aconselho que os namorados não leiam. CALMA garotos! Não vou desvistuar nenhuma donzela nem plantar idéias revolucionárias antimacho (ai gente, essa reforma ortográfica ainda me mata!).

Acontece no mundo mágico dos garotos, as garotas não fazem isso.

Qual o tema de hoje afinal? Eu digo: intestino preguiçoso (mentalizem uma trilha branca impactante).

Começando pelo nome, intestino preguiçoso é uma expressão tão hipócrita quanto aquele líquido azul que aparece nas propagandas de absorvente com garotas de calça branca (não sei como funciona com você, mas eu não menstruo azul). Gente, quem sofre disso sabe que o raio do intestino não tem preguiça, não é soninho coisa nenhuma. Ele parou, trancou, entrou em coma!

E também não é exagero quando digo que quando o moçoilo se recusa a trabalhar, é a sua vida que vai pela descarga.
Com o passar dos dias a cabeça começa a doer, surge um incômodo generalizado, sua calça jeans não fecha direito, os vestidos marcam e seu bom humor entra na onda do intestino e faz greve também.
O corpo entra praticamente em colapso. A fome ainda existe, a comida continua entrando mas NADA sai.
Existem mil fórmulas mágicas para resolver esse problema, mas a questão toda gira em torno da própria alimentação. Vamos então conhecer alguns ingredientes da nossa poção:

Fibras, fibras e mais fibras

Para quem não está habituado é uma droga. A sensação inicial é a mesma que mastigar, hmm...sei lá, alfafa (ai de quem me perguntar como eu sei disso!).

Sugiro que incorpore aos poucos as fibras à sua dieta. Uma granolinha pela manhã, frutas, alimentos integrais, grãos, etc. Com o tempo você se habitua e até passa a gostar.
Mas devagar girls! Em excesso e com pouca ingestão de líquidos o efeito é contrário, além de reduzir a absorção de outros nutrientes importantes como o ferro, zinco, etc.
Falam muito do Activia, mas enjoei rápido, achei caro e não valeu a pena. Por que não pedi meu dinheiro de volta? Minha avó jogou fora os papéis das embalagens que guardei.

Não sou muito fã de All Bran, mas para quem quiser, fikdik.

Chás e fitoterápicos

Já experimentei diversos tipos e alguns eu recomendo, outros não.

Metamucil é suave e não senti diferença. O mesmo aconteceu com o chá verde.

Naturetti resolve, mas dá cólicas e um barrigão. Não, não quero parecer grávida de um filho em estado gasoso.

Recomendadíssimo o chá Plan 30 dias da Té Guarani, mas é difícil de achar.


Medicamentos Hard Core

Leia-se Lacto Purga, Complexo 46, Dulcolax e afins. Nossasinhora, só em última ocasião MESMO. Viciam e de lavam de dentro para fora.

Não tome coisas assim minha amica. Se o problema for realmente grave, consulte um médico.

Por fim, faço uma reinvidicação: toda garota que sofre (e como sofre!) desse mal, quando tiver um "dia de rainha" depois de uma intervenção de emergência merece um trono assim.






Atenção: esse post é baseado em experiências pessoais e sem qualquer indicação médica. Só bate-papo de banheiro feminino, ok? Se seu problema for realmente grave, insisto, procure um médico (e depois me conta o que ele receitou).

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Postado por Mel às 00:10

1 comentários:

Fernanda disse...

Mel, tenho uma sugestão excelente, foi a única que funcionou comigo e com a minha mãe: fibra de trigo.você encontra ela nas fármacias de manipulação ou lojas de produtos naturais.Não tem sabor nenhum, eu sugiro que voc~e tome duas ou três colheres de sopa ao dia, misturados ao leite do café ou na comida mesmo, como se fosse farofa!

 

Corporativismo Feminino Copyright © 2009 Baby Shop is Designed by Ipietoon Sponsored by Emocutez Edited by Blog Feminino