sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Personal Jesus



Não, esse post não tem nada a ver com nada. É que eu estou ouvindo Personal Jesus e achei que daria um bom nome. Este post é sobre minhas peripécias de carro. Quando fiz 18 anos, meu sonho era dirigir, ir pra "balada" dirigindo, voltar louca de bêbada pra casa e tudo mais. Fiz 18 anos e não fui fazer auto-escola. Meu pai dizia que eu não tinha capacidade (brigada pai, formador de cárater, beijos). Fiz 19,20,21...e fui deixando pra lá, pra lá.

No fim, não era ruim, todo mundo que eu conhecia tinha carro, era carregada para lá e para cá e simplesmente esqueci que devia dirigir. Aos 22 resolvi ser gente e fazer auto-escola. Reprovei 3 vezes no exame de vista, quase desisto. Mas o pior ainda estaria por vir. Quando comecei a fazer aulas práticas, minha vida desandou. Perdi um namorado que amei muito (e desde então meu coração tá fechado para balanço), tive anorexia nervosa, minha sobrancelha caiu, minha vida profissional estava um lixo, a minha vida se resumia a pensar se eu me jogava da sacada - não, muito baixo - me enforcava no lustre, ou tomava comprimidos para dormir "para sempre".

Lógico, Heleninha aqui é uma pessoa anormal. Juro por Deus, a minha idéia não era dormir para sempre, uns 3 dias estava bom, eu sempre fui cagona pra morrer, sempre peço pra PELOAMORDEJESUSCRISTINHO, morrer dormindo e bem velhinha, de preferência. A monga achou que podia dormir "para sempre por 3 dias" tomando remédio para infecção urinária. Era a única coisa que eu tinha à mão. Resultado: fiquei pilhada a noite toda, ansiosa para dormir "pacaralho". Ganhei uma lavagem estomacal de brinde e um cartão de uma psicóloga.

É, eu não estava pronta para dirigir ou para fazer qualquer coisa. Fiquei proibida de tomar remédios de comprimidos, passei quase um ano tomando só gotas e olhe lá, sempre na frente de alguém.

Pois bem, este ano eu faço *hmm cof cof cof, 26 anos. Tenho carro há um ano, e não conseguia ir até a panificadora com ele. Só de sair pelo portão me dava vontade de vomitar. Suava, tremia, pânico de fazer cagada. A verdade é que reprovei 5X no exame prático. Às vezes pensava que meu pai tinha razão, que eu não era apta mesmo. Só que estavam todos errados. Segunda-feira passada comecei um novo emprego, e me vi obrigada a dirigir.

E, hoje, sexta feira, fazem 10 dias que estou dirigindo. Loucamente. Pela cidade toda. Estacionando e manobrando, fazendo RAMPA, gente vocês tem noção do que é o carro não morrer na rampa? É um sonho realizado, no mínimo. Eu sei, é um sonho bobo, no fim das contas todo mundo acaba tirando carta um dia. Só que pra mim, dirigir tem um sabor especial... de vitória!


*para cartão Ipiranga, me chamar de barbeira e dizer que eu não sei fazer baliza em público:
heleninha@corporativismofeminino.com.br


*Inflável sim, e com orkut também!
http://www.orkut.com.br/Main#Profile.aspx?uid=11331418238189250417

beijos e até a próxima sexta;

Heleninha.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Postado por Heleninha às 00:01

0 comentários:

 

Corporativismo Feminino Copyright © 2009 Baby Shop is Designed by Ipietoon Sponsored by Emocutez Edited by Blog Feminino