sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Início de Relacionamento

"Não ligo para essa sms, querido! Eu acho ótimo que a Paulinha queira te ver sexta à noite!".

O telefone toca, e o primeiro pensamento é “tomara que seja ele”. Aquele frio na barriga dá as caras, pra te dar a certeza do que você já sabe mas não quer admitir: você está apaixonada. Justamente agora que você iria iniciar a sua pós graduação... (in)Felizmente, essas coisas não tem hora marcada mesmo. “Já era”.

Há quem diga que início de relacionamento é uma maravilha. Pode até ser – nada melhor do que ser surpreendida por uma ligação de “estava pensando em você, resolvi ligar para saber o que vai fazer amanhã à noite”, daquele cara incrível. Acredito que o início de uma relação pode sim ser ótimo, mas isso só acontece porque fazemos um esforço espartano para fazer dar certo.

Há, por exemplo, a questão de agradar as amigas dele. Quer dizer, ninguém quer agradar alguém que deixa um recado terminado em “eu te amo e sinto saudades daquele tempo”. Principalmente se a amiga se chama Regininha, Amandinha ou qualquer outro nome terminado em inha. Mas não é hora de mostrar suas garrinhas... Você não quer parecer uma personagem hitchcokiana neurótica, ao menos logo de cara. Paciência.

Aí vem o futebol no sábado, às sete da noite. Detalhe que você planejou usar sua cinta-liga justamente no Saturday night party. Maldito! Mas que nada, você dá um sorrisinho e o libera. Afinal, é até bom que ele tenha amigos, certo? Mais uma vez, paciência.

Ah, sim, já ia esquecendo: existem os surtos estéticos. Não é fácil saber se o vestido preto decotado vai cair melhor que uma saia mais longa e uma meia calça. E quando ele resolve te buscar na academia? Pânico na certa. Afinal, não existe coisa pior que mulher suada, e com certeza ele broxará para sempre ao te ver saindo da academia. Coisa de mulher: aposto que o fofo nem vai reparar se você está descabelada ou milimetricamente penteada Eles só sabem dizer quando você está bonita ou não, e nem sabem o porquê. Truques, detalhes, isso são coisas nossas. Mas e quem coloca isso na cabeça de alguma de nós?

Tem também a hora do sexo. Você até pensa em fazer aquela posição mais provocante, mas há o risco de ele te achar uma vadia. Vai saber se ele não foi criado na Igreja Nacional dos Oitenta Pecados, com a mentalidade de algumas coisas são manifestações do Capeta? Pois é. Se fosse apenas isso... A questão é que demora um tempo até vocês entrarem em sintonia e você se sentir segura. Esse tipo de dúvida costuma deixar inseguras várias mulheres. E na cabeça deles, é tudo tão simples...

Por essas e (muitas) outras, quando saio de um relacionamento, saio totalmente esgotada. Início de relacionamento é, sim, uma maravilha, mas pode ser muito cansativo também. Deveríamos aprender a rastrear as pistas que os bonitos dão nesse período, para não passarmos por toda essa fase construindo planos e planos para o futuro.

Por isso, caro XY, elogie sempre sua mulher: acredite, não foi fácil para ela escolher usar esse vestido. Ela conversou, no mínimo, com três amigas e com a mãe, para se convencer de que não estaria exagerando no modelito. E se você quiser marcar o futebol para o sábado à noite, pense bem. Espartanas que são espartanas adoram guardar rancor para reverberar tudo no momento certo... Preste atenção nela. E boa sorte.

Penélope.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Postado por CF às 14:42

2 comentários:

Anônimo disse...

That’s Too nice, when it comes in india hope it can make a Rocking place for youngster.. hope that come true.

rH3uYcBX

Anônimo disse...

Walnuts and pears you plant for your heirs

 

Corporativismo Feminino Copyright © 2009 Baby Shop is Designed by Ipietoon Sponsored by Emocutez Edited by Blog Feminino