sábado, 11 de outubro de 2008

As Maçãs Intocáveis

As melhores mulheres pertencem aos homens mais espertos. Mulheres são como maçãs em árvores. As melhores estão no topo. Os homens não querem alcançar essas boas, porque eles têm medo de cair e se machucar. Preferem pegar as maçãs podres que ficam no chão, que não são boas como as do topo, mas são fáceis de se conseguir. Assim as maçãs no topo pensam que algo está errado com elas, quando na verdade, ELES estão errados. Elas têm que esperar um pouco para o homem certo chegar, aquele que é valente o bastante para escalar até o topo da árvore." (Machado de Assis)

Sei que, para muitas, este texto é um consolo. É como se Machado estivesse dizendo: “Ei, não desistam! Não é porque vocês estão solteiras há tanto tempo que são piores que as outras!”. Confesso que essas linhas já serviram de alento a mim também. Mas, hoje, permito-me discordar integralmente desta idéia.

Certo, mulheres são como maçãs, as melhores no topo, tudo muito bonitinho, certo, inocente. Engraçado. Percebo que, por trás desse cenário, é como se estivesse implícita a teoria de que mulheres devem se resguardar para seus futuros “príncipes encantados”. É mais ou menos assim: “Ok, meninas, vocês querem seus homens, então os consigam por meios corretos. Não façam coisas consideradas erradas, guardem-se, pois eles só irão desejá-las com fins mais sérios se vocês forem puras e intocáveis”. As outras mulheres estão aproveitando a vida, estão ficando com homens, estão errando, estão sofrendo, aprendendo, crescendo, criando prioridades – mas, sobretudo, estão vivendo. As puras, as santas, estão se privando de conhecer a vida (conhecer a vida não é ficar com qualquer um, mas experimentar sabores, cores, cheiros, é vestir a roupa de turista enquanto passa por esse mundo), esperando seus machos montados em cavalos brancos. Até quando elas ficarão assim?

As maçãs de baixo não são podres. São independentes. Não precisam que alguém as colha, normalmente, elas é que escolhem quem desejam. Não perdem sua vida em busca de um homem perfeito, porque sabem que ele não existe... E, até por isso mesmo, compreendem os defeitos suportáveis e as qualidades que não abrem mão, e através dessa profunda introspecção sobre seus desejos, é que partem a busca de um homem, não o ideal, mas o seu ideal.

E é por isso que eu acho besteira se manter virgem até o casamento, é por isso que acho besteira todas essas listas de moralidades que ainda estão em voga. Não defendo a esculhambação geral... Para vocês terem uma idéia, em 3 anos, fiquei com cerca de 5 pessoas. E aproveitei a vida mesmo assim, acredito que não sou uma maçã do topo. Ser seletiva é diferente de ser impossível. Não tenho minhocas na cabeça que vão me impedir de vivenciar o que eu desejo, a fim de manter-me absolutamente pura a alguém. Porque, se pureza significa ficar a vida toda esperando um gentleman para que você possa existir 100%, então, com certeza eu sou a pessoa mais suja do mundo – e com o maior orgulho disso.

Penélope.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Postado por CF às 12:56

1 comentários:

Anônimo disse...

Desculpe...mas esse texto é de Mário Quintana...acho que ele merece os créditos....Texto muito bom....

 

Corporativismo Feminino Copyright © 2009 Baby Shop is Designed by Ipietoon Sponsored by Emocutez Edited by Blog Feminino