domingo, 17 de agosto de 2008

A Arte da Interpretação




Esses dias, um casal de amigos teve uma dr daquelas. Terminaram, voltaram, fizeram o maior escândalo. O cara, que é meu vizinho e praticamente da família, me pediu ajuda desesperadamente. Segundo ele, o problema maior era: “ela vê coisa onde não tem!”. Perguntei o que tinha desencadeado a coisa toda, e ele me respondeu que “falou que ia jogar futebol no domingo e voltava depois, e ela interpretou como ‘você não gosta de namorar comigo e prefere jogar futebol a fazer sexo’”. Dá pra entender uma coisa dessas? Pois é, e o pior é que o coitado ia mesmo jogar futebol. E, segundo ele, eles estavam fazendo sexo duas vezes por semana. Tá, não entendi.
Pensando bem, cheguei à conclusão que mulher adora interpretar o que ele diz quando ele simplesmente queria dizer aquilo. Ponto. Quer ver? “Estou um pouco cansado pra sair hoje” como “Você não gosta mais de sair comigo” ou “Por que não ficamos em casa e fazemos um programa à sós hoje?” como “Você tem vergonha de sair comigo”. E a lista é interminável. É claro que gato escaldado tem medo de água fria, e manter um pé atrás com bom senso sempre é uma carta na manga pra você não se decepcionar depois, mas às vezes, o que ele está dizendo, é simplesmente aquilo e pronto. Até porque homens não são cheios de truques como as mulheres. Quer ver como somos complicadas?

“Vamos com calma, tudo tem seu tempo” – Por mim, já saía apresentando você pra todos, mas se eu fizer isso, você vai pensar que sou fácil, e eu não sou!
“Não precisa me dar presente” – Eu quero presente.
“Vamos rachar a conta?” – Estou esperando você pagar, porque isso é o mínimo de cavalheirismo que se espera de um homem (ao menos nos primeiros encontros).
“Vai mesmo?” – Não quer ficar comigo, então?
“Não estou a fim de sair esse fim de semana” – Não tenho roupa/Estou feia/Quero dar um gelo em você.
“A gente precisa conversar” – Estou de saco cheio de suas atitudes infantis.
(Ad infinitum)

É claro que homens também dizem coisas querendo dizer outras. Mas isso é a exceção, não a regra. O método deles é adiar, e não dizer implicitamente. Por isso, querida amiga mulherzinha, interpretar o que ele diz pode ser muito perigoso – principalmente se for neurótica. Saiba usar essa arte com coerência, e da próxima vez que ele pedir para você usar aquele vestido bonito, acredite: ele te acha mais bonita com aquele vestido, não significa necessariamente que você esteja uma mocréia horrorosa precisando de todos os tratamentos de beleza existentes!

Penélope.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Postado por CF às 20:21

0 comentários:

 

Corporativismo Feminino Copyright © 2009 Baby Shop is Designed by Ipietoon Sponsored by Emocutez Edited by Blog Feminino