domingo, 31 de agosto de 2008

Malhar? O que é isso?

Hoje em dia, nem quem vive de imagem precisa malhar como doida para ter barriga sequinha. O Negócio é ter um photoshop!
Sim amigas! Tiremos fotos sensuais e passemos no photoshop! Seremos recordes de venda nas bancas!

Não me considero uma “escrava” da vaidade, mas nada contra uns quilinhos abaixo e uma cabeleira arrumadinha. Eu me contento em ser quem eu sou.
Que tal sermos seres-humanos (AS) normais, só para variar?

Que tal nos permitirmos comer doce, pegar leve na academia, deixar o salão de beleza para semana que vem?

Chega dessa obsessão pela perfeição. Perfeição NON ECZISTE! A prova está aí na foto!

Eu não trabalho na TV, não sou modelo, atriz, dançarina ou qualquer outra coisa que necessite de perfeição corporal. Aliás, nem elas precisam mais disso, ? (again, vide a foto)

Eu não compro mais revistas de beleza... todas elas são mentirosas e, muitas vezes, me deixam com complexo de inferioridade (sim, tenho problemas!)

Homem gosta do que vê? Sim, é claro... mas tenho certeza que o seu namorado/marido, aquele que GOSTA de você, não se importa com um quilo acima da balança!!!!!

Vamos nos arrumar e nos produzir para impressionar eles sim, mas não precisa ficar doente por causa disso... garanto que a barriga da Uma Thurman não impede que ela faça sexo de qualidade com o parceiro dela! Pergunte a qualquer homem.

Aliás, leitores da CF, machos que nos acompanham... O que vocês acham disso? Barriguinha impede alguma coisa? (quem responder que sim vai levar uma voadora!)

ANSIOSA PELA RESPOSTA!



E viva o advento do photoshop!


Beijos e excelente semana!

B.Beiçola

Continue Lendo...
Postado por B.Beiçola às 08:30 0 comentários

sábado, 30 de agosto de 2008

Estréia do Quadro: CF RESPONDE

Nossa leitora perguntou: Fui convidada pro aniversário da ex-namorada do meu namorado. Porém ela fez o convite diretamente a mim. O que vocês fariam? Considerando que meu namorado diz que quer ir.


T. responde: Eu iria, pra saber em que terreno estou pisando.

Y. responde: Iihh eu não iria não. Aliás, que amizade é essa que ele tem com a ex? Ora essa! Ele não tem nem que querer ir. Hunf

B. responde: ...mais de 1 ano que eles terminaram, se ainda quisessem algo um com o outro já tinha tido nesse meio tempo, desencana mulhé.

B. B. responde: Gente, depende de muuuuitas coisas.

EU iria sem problemas se:

- Tivesse certeza absoluta dos sentimentos dele!
- Fosse uma ex que eu sempre soube que mantém um contato cordial com meu namorado;
- NÃO fosse uma daquelas minas chatas que ficam postando baboseira toda hora e toda se querendo;
- Se existe algum tipo de consideração sincera entre os dois.

Não vejo motivo para pânico... aliás, prove que você não é insegura e vá...

M. responde: Não sei não, ela ainda ir no seus recados te convidar, isso não me cheira bem não, mulher não se preocupa tanto assim não.

Acho que ela tem outros planos além da amizade sincera.

Eu iria na seguinte situação: Se eu fosse mais linda que ela milhões de anos luz, e ele pagasse muito pau pra mim. Iria pra pesquisar o terreno e se agarrar na festa como namorado só pra se mostrar. Não iria na seguinte situação: Se ela fosse mais linda do que eu milhões de anos luz, e ele pagasse um pau pra ela ainda. Não tendo certeza do que vc irá enfrentar por lá. Sabe aquela famosa frase:_ É uma cilada BINO!

M. responde: Eu não arrisco...vai que eu passo a noite inteira no brejo, só engolindo sapo??

Deixar ele ir sozinho? Má de jeitchu ninhum!!!!

Existe apenas um ex meu que ainda converso numa boa, mas tem o diferencial de sermos amigos de infância.

No consenso geral, "ex" boa é "ex" morta e exorcizada.

Ch. responde: Gente, eu não iria. Porque sou paranóica e ia achar que ela me convidou pra mostrar que ainda tem algum domínio sobre o ex. Eu sei, sou doida, vou falar sobre isso na terapia amanhã. Hahahaha.

T. G. responde: Deixa ele ir confia no seu taco guria !
Se nao vai se sentir a vontade nao va, mesmo assim se quiser
nao vejo neuras ja que foi convidada.

E além do mais se nao for, sai com as amigas. Se distrai pra nao pensar bobagens

S. responde:

Depende muito do tipo de relação que você tem com o seu namorado e depende do tipo de pessoa que é a ex dele.

Eu não iria, porque acharia a situação meio constrangedora e também porque não gostaria de ver nenhum ex meu com a nova namorada em festa minha. Mesmo que se apele para o argumento que eles dois juntos "não tem mais nada a ver", acredito que o problema não seja esse. Evidente que não tem mais nada a ver, se não ele ainda estaria com ela. O simples fato dela já ter namorado com seu namorado basta, ao menos para mim, para criar uma situação constrangedora. Acho bem desnecessário se colocar nesse tipo quase certo de saia justa!

Durante muitos anos, minha professora de dança do ventre foi a ex namorada de um namorado meu que eu amava demais. Eles chegaram até a morar juntos antes dele ser meu namorado. Eu fiquei amiga dela porque ela é uma pessoa maravilhosa, a ponto de frequentar uma a casa da outra. Quando chegou o aniversário dela, conversei com meu então namorado e achamos que seria melhor que só eu fosse. Fui sem ele. Fui ao aniversário de uma AMIGA, não da ex do meu namorado. Se ele tivesse ido, com certeza teria ficado uma situação chata. Uma coisa é saber que seu ex está com outra, outra coisa muito diferente é ver a cena ao vivo e a cores, mesmo que não tenha nada a ver.

Caso ela não seja sua amiga, não vejo porque você tenha que ir ao aniversário dela. Recuse o convite educadamente, alegando outro compromisso inescusável, afinal, não há necessidade de magoar ninguém.

Não gosto de flertar com o desastre. Não me colocaria jamais nessa situação. E por desastre não digo a possibilidade dele voltar para ela, e sim de que em algum momento se crie uma situação constrangedora. É um evento assim tão importante para você? Se não tiver uma utilidade social de grande porte, recomendo que não vá, ou que vá sem ele. E que em nenhuma hipótese diga que deixou de ir por ela ser ex do seu namorado, as mentes mais pequenas podem entender isso como insegurança sua.

Acredito que devemos nos poupar de algumas coisas na vida. A chance de um dos três envolvidos ter uma revertério e encontrar problema onde não existe é grande. O ser humano adora flertar com o desastre e testar os limites. Não caia nessa furada, procure paz para sua vida.

V. responde: Vai sim, mas vai linda e rica!

-------------------------





Pergunte também a CF, por e-mail meninasdacf@gmail.com ou através da nossa comunidade no orkut!
Continue Lendo...
Postado por CF às 13:59 0 comentários

quinta-feira, 28 de agosto de 2008

A tal da Emancipação


A pergunta deixada pela leitora Ana aqui na nossa caixa de comentários foi: O que responder quando um homem, mesmo que seja um senhor, disser que não vê motivo pra emancipação feminina?

Não vou usar o termo emancipação, apesar do significado amplo da palavra, ela me remete a loucas queimando sutiens em praça pública, e isso acabaria com a imparcialidade que busco aqui. Sempre que entram nessa tal idéia de emancipação acabam caindo naquela discussão de Feministas X Machistas que realmente já encheu o saco, então vou tentar abordar o assunto pelo aspecto humano da coisa, sendo mais imparcial possível, (não sei se realmente conseguirei, mas vou tentar).

Vamos aos motivos:

Em prol do casal: Convenhamos, antigamente as únicas formações que existiam eram praticamente Médico, Advogado e Engenheiro, a sociedade evoluiu muito nesse aspecto, tem cada vez mais gente formada em cada área, a competitividade aumentou muito e os salários diminuíram, com o passar do tempo está ficando mais difícil sustentar uma família, por isso o papel da mulher trabalhar é deveras importante, vejam que ainda nem estou falando de independência, mas dividir as despesas da casa é mais vantajoso para o homem, inclusive - Que eles peguem aqueles R$ 500 que a mulher torraria com dois pares de sapato e vá comprar rodas alienígenas pro carro, homem adora rodas alienígenas. – que a mulher torre todo seu salário com sapatos e maquiagem, já é um grande alívio pro marido não ter que bancar isso.

“Amor, dá dinheiro pra comprar calcinha?” – Não dá né gente?

Ainda que seu marido seja muito rico e bem de vida, onde fica a dignidade, minha filha? – opa, vamos para o próximo motivo.


Pela dignidade: A Sally respondeu no comentário da Ana: “POR DINHEIRO”, eu prefiro dizer que é pela DIGNIDADE. Querendo ou não, quem não ganha o próprio dinheiro tem que engolir muito sapo, isso não deve ser muito agravante no começo da vida de casada, mas com o passar do tempo, a mesmice, o tédio, os sapos virão, tenha 99% de certeza.
Não me interpretem mal, não estou dizendo que essas pessoas são indignas, mas sim que podem, por muito pouco, sentir-se com a dignidade ferida.
Não estou falando isso da boca pra fora, tenho exemplos suficientes na família pra ter certeza que não quero isso pra mim e não recomendo pra ninguém.

Aí a Creiça diz: “Ah, mas meu marido é podre de rico, pra que preciso trabalhar?...” – ok, vamos para o próximo motivo.

Pela independência: Imagine ficar 30 anos casada com um homem que te sustenta, e você quer se separar, o que vai fazer? Viver de pensão? Voltar pra casa dos pais? Retornar ao mercado de trabalho depois de tantos anos fora? Vender o corpo?
Ele ta cagando dinheiro? Então aproveite pra abrir um negócio próprio, ainda que você só administre, faça alguma coisa, Mutley.

Vejam bem, tem mulheres que entram no mercado de trabalho depois de uma separação e conseguem se dar bem, mas oi, me desculpa, você vai correr esse risco flor?

Morte: Sei que ninguém casa pensando na morte do parceiro, mas sejamos realistas, ninguém está livre do fim supremo. E se o maridão morrer e não for rico o suficiente pra te deixar uma bela herança, heim filhona? O que você vai fazer pra sobreviver? Casar novamente enquanto o corpo do defunto ainda ta quente na cova?



Nossas avós ou bisavós ou tataravós (depende da idade de quem está lendo) não tiveram a mesma liberdade de escolha que nós, as coisas mudaram muito por conta da fofas que queimaram sutien em praça pública – não estou dizendo que foi uma atitude louvável, mas eu consigo imaginar o tipo de sapo que as mulheres engoliam naquela época, realmente não devia ser nada fácil.

Agora, se você leu tudo isso e ainda prefere a dependência, se joga nega, mas depois não reclame que ninguém te avisou. E compra bastante sal de fruta, pois engolir sapos da azia!

by Winnie


Continue Lendo...
Postado por CF às 15:26 0 comentários

Quanto você vale?

Existem lugares onde mulheres são avaliadas em camelos. Faça o teste e descubra quantos camelos você vale:

http://camels.evilsun.org/index.php

Li que o valor de um camelo pode chegar a duzentos mil dólares (será verdade?)

Eu valho mais ou menos 60 camelos. Ao multiplicar 60 por 200.000 começo a me perguntar se seria mesmo verdade que os homem no oriente médio não dá valor à mulher... hahahaha


Sally
Continue Lendo...
Postado por CF às 00:25 0 comentários

segunda-feira, 25 de agosto de 2008

CUIDA DO QUE É SEU!

Eu tenho uma amiga lindíssima, daquele tipo que desperta olhares por onde passa... ao menos era assim uns meses atrás. Ela está namorando há 6 meses, a relação era tudo que ela sempre quis, até que ela percebeu que o namorado está perdendo o interesse, e já começou até a não disfarçar pra olhar outras mulheres (porque homem apaixonado disfarça o quanto pode! Não olhar que não dá né!).

E aí, ela me perguntou: Por quê?

Bom, estava na cara. Ela, assim como muitas outras mulheres fazem, deixou de se cuidar quando entrou numa relação estável.


E aí que eu digo:

- Meu bem, os seus pêlos não vão desaparecer magicamente, já para a depilação! Homem nenhum (ao menos os normais) gosta de descer a língua numa floresta.

- Usar moleton pode ser confortável, mas sinto dizer: não é excitante! Nops, no way, em caso algum.

- E aquele hidratante caríssimo, economizar pra quê? É seu namorado que tem que te achar cheirosa, não tem oportunidade ideal pra um hidratante não! Use-o, mas use com gosto, fique mais cheirosa que madame saindo da Bvlgari.

- Seu bumbum não vai ficar durinho e suas coxas torneadas, com você assistindo TV comendo um pacote de ruffles!

- Tem mais, roupas ficam velhas, sabia? Pare de adiar a ida às compras por preguiça de enfrentar o cansativo troca-troca, mulher tem que estar bem vestida, tipo, SEMPRE! Aquela calça jeans já sabe andar pela cidade sozinha! E a sandalinha básica então nem se fala.

- Soltar pum na frente dele pode ser uma demonstração de intimidade e tudo mais, mas homem tem que achar que MULHER NÃO PEIDA! N-Ã-O P-E-I-D-A!

- Outra coisa, só papai-mamãe enjoa, não deixe chegar a esse ponto. Se vista de puta, coelhinha da playboy, mulher-gato, whatever, mas impressione!!! Isso vai diminuir suas chances de ser corna (lógico, me baseando na Teoria do Cansaço, mas isso é assunto pra outro post).


Não é que só a aparência importe, mas ele não ficou a fim de você na primeira olhada porque te achou inteligente, carismática e blábláblá.

Com exceção das viciadas em beleza, mulher quando acha o que quer, tende a esquecer que tem que MANTER e se acomoda. “Mas ele me acha linda assim natural”, ah claro, então fica aí ao natural enquanto ele encara o rabo de outra.


Né não, Beckham?!


E, nos comentários, poupem-me do clichê “antes de ficar bonita pra ele, tem que ficar pra si”, o bêabá eu não perderia tempo postando aqui. Prontofalei.


Lady X.


Continue Lendo...
Postado por CF às 11:27 0 comentários

domingo, 24 de agosto de 2008

Pintos de minha vida


Há quem não faça questão, mas pra mim, o melhor do sexo é o oral.
Todos os homens com os quais fui para a cama anteriormente mandavam muito mal nesse aspecto, era um verdadeiro saco. Sim, eu fingia merrrrrmo, não adianta, se o negócio não tá bom, quero mais é que termine logo. E pouco adiantava dar o mapa do país das fadas, nunca dava certo.

Namorei um cara que se achava o tal, dizia que na cama ele era isso e aquilo. Mentira! O pinto dele ereto não chegava a 10cm. Mixaria pouca é bobagem, né!
Depois do Mr. Pintinho, fui agraciada com o Mr. Pintão. Que além de lindo e maravilhoso, manda muito bem na cama. E, olhem só, eu achava que o Mr. Pintão não era lá grande coisa, já que o mesmo é/era muito tímido.
Surpresa! Mr. Pintão é um tarado de primeira, daqueles que não se permite ter prazer enquanto eu não tenho primeiro.

Para que o oral seja maravilhoso-ótimo-plus-advanced-debom em primeiro lugar o cara tem que gostar mesmo do que faz, fazer só pra cumprir tabela não adianta. Depois vem a experiência mesmo, saber o quanto deve lamber, como alternar os dedos e até com que ''força'' deve fazer isso. Você pode ajudar o cara e dar algumas dicas, ajuda muito também. Além das dicas, é legal que role um feedback também, vale dar gritinhos e gemidos quando ele fizer algo que você goste, assim ele demora mais tempo no que te dá prazer.

Bem-estar no sexo é muito mais psíquico do que físico, já quue, pelo menos pra mim, eu preciso me sentir bem á vontade com a pessoa. Mas é sempre bom se falar do que gosta e dar o mapa do tal caminho das fadas, afinal, se fosse só psíquico tava todo mundo no Bate Papo Uol fazendo sexo virtual!

Hellex!

P.S: óbvio que existiram outros pintos em minha vida, mas esses, ah esses, eu prefiro nem lembrar!
Continue Lendo...
Postado por CF às 12:31 1 comentários

Da série: Tesão total!

Nem sei quem linkou esse site chamado "Pedindo arrego" aqui no blog da CF, mas meu faro jornalistico não se enganou..

Entrei nele e cliquei no link "dançarinos" e olhem sóam a pérola que eu achei, minha gente:


Achei essa foto no site dos Seven Gods, reparem na descrição do site:

"Durante a semana eles são homens normais: Executivos, militares, empresários, médicos e professores. Porém, aos fins de semana, quando cai a noite e a lua cheia brilha no céu, eles se transformam nos Seven Gods; os garçons dançarinos que, neste final de século tão carente de fantasia e mistério, encarnam toda a força dos mais poderosos deuses gregos,somente para você mulher..."


Tesão total! Orgamos múltiplos!
HAUHAUAHUAHAUHAUAHAU


Continue Lendo...
Postado por B. às 10:45 0 comentários

Da Série: Coisas que você não deve fazer na casa da sogra, mas você fez.



(pelo menos, EU fiz).

Pois é, namoro novo e eis que surge o convite: vamos jantar na casa da minha mãe neste domingo?

“Claro!”

Na nossa cabeça, sinal claro de relacionamento caminhando, já que você foi A eleita para conhecer o “covil”. Sim, porque casa da mãe do marido/noivo/namorado é um covil. Tem que tomar cuidado onde pisa.
Não se enganem, conhecer a sogra pode ser o início do fim... Principalmente se você for um pouco “desligada” desses rituais, igual a esta que vos escreve! Da próxima vez, usarei a tática do “silêncio, sorrisos e balançar a cabeça positivamente”.

Primeiro dia na casa da mãe dele, um jantar (com direito a talheres diferenciados e tudo). Tudo bem que essa era bem fresca, mas coisas que eu poderia ter evitado:

- Não comer a comida com o garfo de sobremesa;
- Não derramar o chocolate da fondue na toalha super requintada;
- Não falar que detesta política;
- Não contar que odeia ver o Jornal Nacional;
- Não dizer que tem orgulho de morar no subúrbio e não vê nada demais em Copacabana;
- Não parecer melhor que o filhinho querido;
- Não criticar o fato de que o bebê da mamãe já deveria pagar as próprias contas;
- Não dizer que ADOROU o pai dele e atestar que você foi PRIMEIRO na casa do pai dele, sendo esse pai odiado pela ex-mulher – que é a sua sogra- e detestado pelos outros filhos e outras noras bajuladoras;
- Não falar o que pensa;
- Não ter personalidade;
- Não se oferecer para ajudar na louça;

Sim, eu já fiz isso... E até hoje, um ano depois do término, sou comentada na casa dele e na roda de amigos... hahahahahahaha. De alguma forma, eu deixei minha “marca” na casa dela.


Só pra lembrar: nem todas são assim... eu já tive um sogra que era mãezona mesmo... mas isso é tema para outro post!


Beijos e excelente semana.


Continue Lendo...
Postado por B.Beiçola às 07:29 1 comentários

Vale a pena?

O que faz duas pessoas se gostarem ao ponto de aderir a monotonia dos finais de semana e persistirem na fidelidade(na teoria, pelo menos)? Ok, vai chover pensamentos do tipo: "-Ah, eu aproveito muito com meu namorado", "Não tem coisa melhor que ficar agarradinho com meu amor" e por aí vai.

Calma gente, eu irei explicar. Talvez eu esteja falando desta maneira tão crítica porque eu namoro há um bom tempo. Digamos que tempo suficiente para pintar a famosa dúvida: Será que eu o amo mesmo ou estou com ele por puro comodismo? Na maioria das vezes, não dá para separar uma coisa dá outra.

O tempo vai passando, o vínculo vai aumentando, você já sabe o tipo de cueca que ele gosta, o restaurante preferido e até quando ele mente.Tanta dor de cabeça, muitos problemas superados(ou não) que o cara passa a ser quase um órgão seu, uma espécie de vício. Ai um belo dia, quando o sujeito não tem o que fazer e desconta toda a raiva dele em você, porque perdeu uma cadeira na universidade, o teu coleguinha da academia, AQUELE super fofo,educado, cheio de amor pra dar te convida pra sair. Eu até suspiro...é difícil! Eu sou fiel, mas sinceramente nessas horas eu tenho vontade de quebrar o protocolo que é uma beleza! Resultado: Recusei o convite, obviamente.

Sabe, as vezes bate uma angústia na sexta.Talvez seja algum encosto que eu tenho, querendo me levar pro caminho da perdição, pra minha antiga vidinha de solteira. Muitas vezes, me questiono se vale a pena entrar de cabeça num relacionamento, abdicar de alguns hábitos e no final das contas acabar se machucando ou machucando alguém, porque infelizmente "O sonho acabou". Namoros longos, dificilmente dão certo. Por que será? Das duas uma: Ou está na hora de reavaliar meu relacionamento ou ando muito pessimista.

Ass. Estagiária. (Texto enviado por leitora!)

Continue Lendo...
Postado por CF às 01:01 0 comentários

sábado, 23 de agosto de 2008

Ogra, um animal peculiar.






Sim, eu demorei demais pra fazer um post sobre a Ogra, meu yorkshire destruidor e fofo. Sou muito apegada a ela, ela nasceu aqui em casa e foi o único filhote que nos restou (a mãe morreu, um filhote morreu, outro vendemos e eu nunca mais o vi =( ). Ela é um cão peculiar e eu sempre acho que ela é um cão melhor do que os outros...

Primeiro porque, ela cabe na bolsa. Nada pode ser mais engraçado do que ela no frio só com a cabeça pra fora da bolsa, olhando o mundo. De manhã não existe nada mais interessante do que ser acordada por suas patinhas suaves andando em cima das cobertas. Ela dorme que nem gente, com a cabeça no travesseiro, se viro de costas, ela encosta suas costas nas minhas, se viro de frente, ela vira de frente "patas com mãos".

As pessoas se espantam quando falo dela, porque, sempre invento diálogos pra tudo ficar mais interessante, sempre comento "aí a Ogra me disse..." "espere! Como assim ela te disse?" "Força de expressão! É claro que ela nem fala!" e eu fico roxa de vergonha, as pessoas não tem mesmo senso de humor, a verdade é que se ela pudesse falar teria muito a dizer e eu acho que ela diz muito sem dizer nada. Se estou triste ela se senta na beirada da cama e suspira, se estou feliz ela abana o rabinho, consegui ensinar ela a sentar e nem mesmo preciso agradar ela com biscoitos para isso. Ela me recepciona sempre com alegria e nunca me julga quando faço bobagem. É uma amiga verdadeira e sei que posso contar com ela nos próximos 14 anos.

Depois... depois quero ter um pug!

Ela odiou a idéia, emburrou e me chamou de traidora do movimento, vou lá tentar oferecer um biscrock.



xoxo


Jules



Continue Lendo...
Postado por CF às 17:03 0 comentários

Linda (é, nem tanto), loira e japonesa!

No Prêmio Contigo, Adriane Galisteu, não contente com o louro dos seus cabelos, pediu para o seu cabeleireiro: - Me deixa japonesa, ok?


Então, está aí o resultado.


A pergunta que não quer calar: Quantas aspirinas ela tomou depois do evento?

Creuza


Continue Lendo...
Postado por CF às 12:28 1 comentários

sexta-feira, 22 de agosto de 2008

Desmistificando clichês sexuais




1) Sexo anal: Eles insistem, elas negam.
Nunca esqueci que ao começar a relatar que curtia sexo anal, uma amiga gritou, taxativa, “Deus me livre!”. Acabei encolhendo-me na cadeira e mudei de assunto, afinal eu fazia o famoso sexo anal com o meu parceiro. Confesso que já houve tentativas com outros caras, mas quando “começava” o tesão não era suficiente para continuar. Com o meu homem atual sinto-me extremamente preparada para o ato.

Geralmente começamos com o sexo oral, lubrificando a região a ser penetrada. Toques no clitóris e o famoso “rala-rala” por trás. Recomendo tal prática apenas com quem tenham intimidade suficiente. Como sabem, o ato pode se tornar algo escatológico, como uma “borrada” no pênis do parceiro. Portanto, evitem se empanzinar nas refeições e dêem aquela ida básica ao banheiro.

Sei que é QUASE unânime o fato das mulheres julgarem esta prática de mau gosto e desprovida de tesão.

2) Mulheres preferem preliminares a penetração.
Anatomicamente, o homem é privilegiado durante a “fodeção”. E daí acham que estão abafando com o vai-e-vem torturante. A mulher precisa ser estimulada diretamente no clitóris, o que faz muitas mulheres preferirem “esfregações”, “lambidinhas”, “masturbações” e outros comportamentos inseridos nas preliminares. Mas se BEM POSICIONADA, a mulher arranca um múltiplo durante a penetração.

Vejamos algumas posições recomendas pelas meninas da CF e pelos médicos:
- Sentar-se nele, de frente.
- Em cima dele, de pernas fechadas, enquanto ele abre suas pernas. Isso garante o contato clitoriano com o corpo do homem.
- Em pé, de frente, pernas bem fechadas.
- Pés no ombro do parceiro.
- De quatro.

3) Homens gozam fácil, já as mulheres...
Teoricamente, os homens têm toda a anatomia a seu favor para a gozada. Acho que orgasmo e cabeça boa estão muito ligadas. As mulheres foram muito oprimidas (e ainda são) acerca do comportamento sexual, portanto, a explicação física não me convence. Acho que as mulheres PODEM e DEVEM gozar com a mesma facilidade dos homens.

4) Mulheres fazem amor, homem sexo.
Há a sombra do passado feminino, dizendo que é vulgar ter orgasmos múltiplos com um cara que não a ama. Pura bobagem, tesão deve ser o ingrediente crucial no sexo.

5) Cair de boca no primeiro encontro é vulgar.
Há regras que foram impostas: “Não dê no primeiro encontro. E se der, não faça sexo oral ou coisas mais ousadas”. Para MUITOS HOMENS, conseguir levar a mulher para cama no primeiro encontro é desestimulante. Nunca entendi ESSA associação. Mas tudo bem. Conseguir que a moça faça um oral nele então... É atestado de puta de graça. Eu sei, nem todos pensam assim. Estou falando da MAIORIA.

Meninas, se sentirem vontade de dar, com direito a posições dignas de filme pornô e o rapazote no dia seguinte não ligar... Favor, não se lamentar. Agradeçam por ter se livrado de alguém que não gosta de comer mulher. Sério.

6) Mulher não se masturba e não vê sacanagem.
Sim, não colocamos no jornal, mas nos estimulamos no chuveirinho, com um objeto fálico ou com os dedos. Embora não sejamos famosas pelo apelo visual, curtimos uma ceninha erótica e até pornô. Já ouvi do meu parceiro frases como “Eu não estou dando conta do recado?”. Aí eu pergunto “Você deixou de se masturbar?”. Para o homem se masturbar é lei, para a mulher é assombroso. Se me masturbo é porque é gostoso, me faz ter mais confiança e poder sexual para o ato.


Lady Y

Continue Lendo...
Postado por CF às 08:56 3 comentários

Da Série: "Pego Fácil"


Podem me chamar de barangueira!!!!!! mas eu pegava fáááácil o Ricardo Santos (vôlei de praia). Que ombro é esse, minha gente? Deixa só a Sally ler isso aqui, vai me chamar de criminosa novamente, só porque eu disse que o Herson Capri fica bem de farda...


Tenham um bom dia, gente!!!!!!!!!!!!

Beijos

Continue Lendo...
Postado por B.Beiçola às 08:31 0 comentários

quinta-feira, 21 de agosto de 2008

Use filtro solar!

Escolhi a imagem pra causar impacto mesmo, dizem que uma imagem vale mais que 1000 palavras, então caso fiquem com preguiça de ler, apenas olhem a foto e reflita sobre o tema desse post.

Acredito que a maioria já viu aquele vídeo "Sunscreen" que também tem sua versão brasileira, com Pedro Bial - "Use Filtro solar". Eu não vim aqui falar do vídeo tampouco do Pedro Bial, mas sim contar um pouco da minha experiência errante nesse aspecto.

Minha primeira insolação: praticamente uma criança, quase adolescente-sem-cabeça na praia, sem minha mãe, querendo acompanhar o mesmo ritmo dos primos que não tinham pele sensível como a minha, querendo pegar um bronze. Passei protetor solar pela manhã e fiquei o dia inteiro na praia. Não foram queimaduras de primeiro grau, formaram bolhas enormes nas minhas costas, meu rosto ficou inchado, fiquei parecendo um lango-lango cor de rosa.

Segunda insolação: Sabem aquelas piscinas de 1000 litros que você coloca na laje de casa? (super coisa pobre, eu sei, haha). Crente que minha primeira insolação só se deu devido ao SAL da água do mar, passei o dia inteiro creuzando na piscina de mil litros com os amiguinhos. Dessa vez não criou bolhas, mas ainda assim o resultado foi muito muito ruim, tanto que no dia seguinte eu tinha um casamento pra ir, e não pude, pois não conseguia colocar o vestido que havia comprado.

Terceira insolação: Amanhece um dia com uma baita chuva no interior de São Paulo (S. J do Rio Preto), quem conhece sabe que lá faz um calor infernal. Pois é, eu não conhecia. Saí de casa cedo no meio de chuva pra ir no clube da cidade vizinha, não levei protetor solar pelo fato de estar chovendo. O dia ficou nublado, mas muito abafado, e o dia inteiro só no mormaço foi suficiente pra me fazer um belo estrago. Bolhas nos ombros, na testa. Voltei pra São Paulo e aqui estava um calor dos infernos, o calor fazia minhas bolhas do ombro e da testa encherem e estourarem, tinha que ficar secando com um lencinho o dia todo.

Desculpem a escatologia, mas só depois disso tudo a creuza aqui foi enteder a importância do filtro solar.
Essas não foram as únicas vezes que me estraguei no sol, mas sim as mais graves.

Eu era adolescente, eu não queria ser branquela, eu queria ser aceita, eu queria ter marca de biquine, e no fim das contas a única coisa que conseguir foi estragar a minha pele. Minha mãe me alertava, eu não dava ouvidos, eu queria mesmo era me queimar ! Além das influências das amigas incautas que passavam coca-cola na pele pra pegar bronze, em pleno século XX com a ciência trabalhando a nosso favor e a camada de ozônio cada vez mais como as ruas de São Paulo: Totalmente esburacada!
Não, coca-cola eu nunca usei, existia uma fagulha de juízo nessa mente insana.

Ainda tenho sequelas dessa época, diversas pintas nos ombros e nos braços, que antes das insolações não existiam. (meu pai é ruívo, e mesmo não tendo nascido ruíva, minha pele tem uma tendência a ser mais sensíveis que as outras, e a ficar pintada mais fácilmente).

Temo muito pelo futuro da minha pele depois de todas essas loucuras, me arrependo amargamente de não ter sido mais cuidadosa. Sei que minha pele vai envelhecer mais rápido por isso, sei que minhas chances de ter doença de pele são maiores, é sempre assim...a Fulaninha de 15 anos abusa, e quem sofre é a futura Fulana com 40, 50 anos..

Então fica a dica pra quem ler esse post, nunca deixem de usar filtro solar gente, protejam aquela que é praticamente nosso cartão de visita: a pele!

As meninas da comunidade Corporativismo Feminino não parecem ser das que fazem as mesmas loucuras que eu já fiz, mas ficaadica pra qualquer leitora sem cabeça que por aqui passar.

LEMBRE-SE: Não tente conseguir mais bronze que o Brasil nas Olimpíadas de Pequim, use filtro solar!




Continue Lendo...
Postado por B. às 23:04 0 comentários

quarta-feira, 20 de agosto de 2008

Da série "COISAS QUE VOCÊ NUNCA DEVE USAR"

Depilar as sobrancelhas e tatuá-las. Sem delongas, já que a foto abaixo sintetiza a estética duvidosa.


Foto: Julia Paes
Fonte: ego.com.br
Creuza



Continue Lendo...
Postado por CF às 17:45 0 comentários

terça-feira, 19 de agosto de 2008


Ahhh sim, já ia esquecendo. Já que hoje é meu dia e tenho carta branca para escrever o que quiser, quero perguntar se vocês gostaram de TOMAR UM CHOCOLATE DE TRÊS A ZERO da Seleção Argentina? Foi bom para vocês?


Podem rogar praga, dizer que vai perder para a Nigéria, eu não ligo. A Argentina já tem medalha de ouro no futebol mesmo... O Brasil não tem, né?


E antes que comecem a falar de Copa do Mundo, sugiro que passem no site oficial da FIFA e vejam, no ranking oficial da FIFA, QUEM está em primeiro lugar.
RIQUELME, MEU NÊGO, VEM PARA O FLAMENGO!!!


Adios, Hermanas.
Sally

Continue Lendo...
Postado por CF às 21:49 1 comentários

segunda-feira, 18 de agosto de 2008

Melhor ficasse calado...






Todo mundo reclama daquelas perguntas femininas que colocam o homem em uma sinuca, em um xeque-mate do qual não tem como ele sair bem. Por exemplo: “eu estou gorda?”. Homens freqüentemente se queixam dessas perguntas alegando que não importa o que eles respondam, acaba em briga ou em cobrança. O que eles talvez não percebam é que TAMBÉM fazem perguntas cretinas que nos deixam em uma situação constrangedoras, onde, muitas vezes, nem a mentira salva! Perguntam aquilo que não deve ser perguntado, esperando um afago no ego com uma mentira bem contada. Pois é, insegurança não é exclusividade feminina não. Estou cansada de mulher levando a fama, quando eles também fazem. E fazem o tempo todo!


São perguntas que, geralmente, te possibilitam duas respostas: uma mais mentirosa, que vai deixar ele meio putinho e outra mais sincera, que vai deixar ele puto pra caralho. Um saco! Quem abre a boca para perguntar deveria estar preparado para encarar a verdade. Essas perguntas são completamente improdutivas para a relação. Mas eles fazem mesmo assim. São perguntas para as quais eles poderiam ter uma resposta avaliando o comportamento diário da pessoa, sem precisar verbalizar a pergunta. Mas eles fazem mesmo assim. E depois ainda reclamam dizendo que NÓS perguntamos e ficamos putas!


Macharada, vamos parar de tirar ondinha, porque vocês fazem igual ou pior que a gente! Quem nunca escutou pelo menos uma ou duas dessas pérolas da insegurança abaixo?


“No que você está pensando?” – Dá licença? O pensamento é livre! Não podemos ficar alguns minutos em silêncio que eles vem com essa tirania de controlar nossa mente? Muitas vezes nós não estamos pensando em NADA. Nadinha. Ao menos eu. Tem vezes que eu me desligo e fico curtindo um semi-coma mental (tenho uma tara pelo ócio criativo). Aí vem a frase. Fudeu. Se você for rápida no gatilho, pode inventar alguma coisa em uma fração de segundos. Se for uma coisa que incomode ao Zé Ruela, ele vai ficar putinho. Se for uma coisa inofensiva, ele não vai acreditar em você, vai dizer “Sei...” com ar ofendido e TAMBÉM vai ficar putinho. Mas se você for mentalmente lerda como eu, está ainda mais ferrada. Quando pula uma pergunta dessas, a queima roupa, eu fico olhando e pensando sobre o que eu estava pensando. Essa inércia contemplativa me ferra. Aparentemente, isso é uma confirmação de culpa. Se eu estava pensando em algo que ele vai ficar incomodado é pior ainda! Fico olhando com cara de bunda, com aquele olhar bovino, cara de poucas idéias... Não sei o que eles querem com essa pergunta. Eu penso no que eu quiser e ninguém tem o direito de fiscalizar meu pensamento! Atualmente, respondo essa pergunta com um palavrão e uma frase feita. Ficam putinhos também. Mas não vejo como me sair bem dessa situação. O que eu estou pensando é problema meu e é isso que vai escutar se me perguntar.


“Você me ama?” – Sim, homens perguntam isso. Freqüentemente. Não sei se sou eu que falo pouco sobre sentimentos ou se eles andam meio carentes mesmo. O curioso nem é a pergunta em si, e sim que o Zé Ruela escolhe a hora menos apropriada para fazê-la. Você está tentando estacionar, fazendo uma baliza daquelas que precisam de três populares te ajudando (sim, sou barbeira, isso não é novidade), suando, e vem a frase: “Você me ama?”. Ou então, você está fritando batata, cozinhando o arroz e assando o bife, fazendo malabarismos para que tudo não queime e vem a frase. Essa é verídica: faz poucos meses eu estava tentando entrar em uma calça, pulando feito um sapo cururu com a calça presa no joelho (nada passa da minha panturrilha, é um inferno), toda suada, xingando e veio a frase: “Você me ama?”. Romance tem hora, né gente? E outra coisa: se a pessoa não te ama o suficiente para dizer espontaneamente, não é muita esmola emocional ter que ficar perguntando? Me poupem! Avaliem se eu amo ou não pelos meus atos! Se você diz que ama, ele olha com cara desconfiada. Se você diz que não ama, ele fica putinho.


“Você gostava mais dele do que de mim?” – O que se pretende com isso? Evidente que você nunca vai falar que gostava mais do ex do que dele. Ok, é divertido dizer que gostava mais do ex do que dele e quem faz essa pergunta realmente merece escutar isso, mas custa caro a longo prazo. Como manda o figurino, você diz que gosta mais dele e ele faz aquela cara de insatisfeito, como se estivesse te chamando de mentirosa. Porra! Quer o quê? Que eu tatue o nome dele na virilha para provar que eu o amo mais? Além disso, diante da pressão da pergunta, a afirmativa de que o ama mais perde todo o valor. E que porra é essa de amar mais ou amar menos? A gente ama as pessoas de forma diferente. Não tem escala de um a dez para medir o quanto amou cada um. Depende muito do tipo de relação que você constrói! Não importa o que você responda: ou ele não vai acreditar, ou ele vai ficar puto. Homem inseguro é assim, se preocupa mais com o “rival” do que com a própria relação! Faço questão de deixar claro que não vou responder a uma coisa dessas. Nada mais broxante que homem que não confia no seu taco (com trocadilhos, por favor).


“Você acha meu pau pequeno?” – Merece, não merece? Merece ouvir um “Ahhh... isso é o seu pau? Achei que era uma verruga!”. Vocês acham que isso não acontece? ACONTECE SIM, sempre tem um infeliz que faz essa pergunta (ou sou eu que sou azarada?). O que responder? Bater palma para maluco e dizer “Não, Meu Amor, você tem um pau enoooorme!”? Meio ridículo recompensar esse tipo de pergunta... É fato que 99% das vezes que perguntam isso, a mulher está apta a dizer “já vi maiores”. Claro que a gente já viu um maior que o seu, mas isso não quer dizer nada. Parem com essa paranóia sobre o tamanho, ok? Será que alguém que solta uma pergunta dessas espera sinceridade? Como sempre, o padrão é o mesmo: ou fica desconfiado, ou fica putinho. Nesses casos eu acho válido tentar desviar o assunto, porque quando se trata do bilau, eles são muito sensíveis. Se avacalhar com ele, a maior prejudicada vai ser você.


“Você acha que eu me visto mal?” – Geralmente a resposta é um sonoro SIM, VOCÊ SE VESTE MAL PRA-CA-RA-LHO! Mas não dá para dizer isso, né? Dá, dá sim, mas seria arrumar problemas a longo prazo. Tem as valentes, que tentam alguns eufemismos como “Não é bem o meu estilo...” ou ainda “Depende, de que roupa você está falando?”. Eu não me arrisco. Pode estar com uma bermuda laranja, um boné verde e uma camiseta escrito “Se você é Chicleteiro Deus te abençoa, se você não é, Deus te perdoa” que eu vou dizer que se veste muuuuuito bem. Claro, pode ser que ele não acredite. Mas se você disser algo diferente, são grandes as chances dele se ofender mais ainda!


“Você já mentiu para mim?” – Fico abismada com a inocência de alguns seres humanos. Seria inocência ou vontade de arrumar briga? Alguém aqui acha que uma relação (qualquer relação) sobrevive sem mentiras? Ninguém quer se relacionar com uma sincericida! Evidente que algumas mentiras brancas são necessárias (às vezes, umas mentiras mais pesadas também). O que você vai dizer? “Não, Meu Amor, eu nunca menti para você”? Se você disser isso, como eu fui babaca de dizer uma vez, vai tomar um “Está mentindo agora” na cara, como eu tomei. Se disser “Porra, Mermão, nem te conto! Minto pra caralho! Hahahaha” vai tomar coisa muito pior na cara - talvez um murro. Não tem como se sair bem. Nesse caso, até vale a pena tentar mudar de assunto e mudar o foco da conversa. Diga algo para chocar, do tipo “Ontem caguei um toletão, Meu Amor, precisava ver, era do tamanho do meu braço!”.


“Alguém já te disse que...” – Complete a frase com um elogio. ex: "Alguém já te disse que você é linda?". Evidente que você já recebeu esse elogio antes. O que dizer? “Sim, sim, já me disseram isso sim, de montão!”? ou então “Não, Meu Amor, você é o único homem do mundo que me elogia!”. Já adianto que o silêncio não é uma opção. No começo deste ano um Zé Ruela me disse “Já te disseram que as suas pernas são lindas?”. A anta que vos fala ficou em silencio (a inércia contemplativa, ela sempre me ferra) pensando em qual seria a resposta menos perigosa. O silencio é pior que as duas respostas acima. Ficou puteeeeenho por dias.


“Você acha que eu estou ficando gordo?” – Substitua “gordo” por qualquer outro atributo físico que ele ache que pode ser desagradável para você: muito magro, careca, barrigudo ou qualquer outra coisa. O que dizer? Eu digo a verdade e pago caro, muito caro por isso. Poucos são os que arregaçam as mangas e fazem algo para reverter o quadro. Mais fácil ficar putinho, né? A gente presume que quem abre a boca cheia de dentes para perguntar está preparado para escutar a verdade. Mas não está. Melhor soltar um “Para mim você é lindo de qualquer jeito”. Claro, ele não vai acreditar, mas o tempo de “putez” (substantivo novo na língua portuguesa) é bem menor do que se você cuspir a verdade. O ideal seria ele ter vergonha nessa cara e correr atrás do prejuízo... ela te disse que você está gordo? Beleza, fecha a boca e malha, baleião! Mas não, entram em um raciocínio errado de que “tem que gostar de mim como eu sou”. Favor lembrar como você era NO COMEÇO do namoro, pois foi ASSIM que a mulher gostou de você, ok?


“Você estava sonhando com quê?” – Dá licença? Sonho é uma coisa involuntária, ok? Eu não escolho com o que eu sonho! Vai me punir ou brigar comigo por uma coisa que eu não tenho como controlar? Várias vezes durante este ano fui acordada porque estava dormindo com um sorriso no rosto ou estava falando coisas suspeitas (sim, eu falo dormindo). Só matando. Respeita meu sono, porra! Acordo meio tonta, sem saber bem onde estou e já vem a pergunta, antes mesmo do “bom dia”: “Você estava sonhando com quê?”. Tente dizer que não lembra e observe os decibéis no tom de voz dele se elevarem. Tente dizer “nada não” e observe o mesmo resultado. Nada te salva. Você está condenada se ele achar que foi “traído em sonho”. O que se pretende com isso? Que você faça força para sonhar apenas com bolsas e sapatos? Até parece que eles nunca sonharam com outras mulheres...


“Quantos homens você beijou/ficou/namorou/transou etc antes de mim?” – Grandes chances do número ser cortado pela metade na hora da resposta. O que se pretende com essa pergunta? Não costuma sair nada benéfico dessa resposta. É doloroso para eles lembrar que você deu para outros homens alguma vez na vida. Não vejo como dar uma resposta satisfatória e também não vejo como o passado mereça tanto destaque. Até porque, quem está perguntando provavelmente já fez muito mais sexo que você, inclusive com puta, com mais de uma mulher e todas as demais variações. Ninguém ganha respondendo uma coisa dessas. Intimidades do passado, principalmente envolvendo sexo, devem ficar em segredo para o atual. Mas, se você se recusa a responder, ganha um carimbo da vagabunda na testa. Se responde, ele vai ficar putinho e vai jogar coisas na sua cara depois. Um desfavor.


“Você ainda gosta dele?” – Francamente, se paira essa dúvida, melhor colocar um ponto final, não é mesmo? Perguntar uma coisa dessas é se auto-humilhar além do aceitável. Essa eu nem me daria ao trabalho de responder, é pé na bunda certo! Mas tem as pacientes que entoam o mantra "Se eu gostasse dele, ainda estaria com ele", o que, a propósito, é uma mentira do caralho. Mas cola. Podem continuar usando, porque cola.


“Foi bom para você?” – Meu Filho, se você não sabe ver quando foi bom para uma mulher, vai fazer um cursinho “sexo para principiantes” e não me aporrinhe com a sua inexperiência e insegurança. Merece tomar um “NÃO, FOI UMA MERDA” na cara!


Esqueci alguma frase importante? Comentem perguntas cretinas das quais vocês já foram vítimas. Fico feliz quando vejo que não sou só eu que sou para-raio de maluco... hahahaha


Obs: Agora que vi que o povo da enquete quer que falemos sobre sexo. Ainda hoje volto e escrevo sobre sexo. Desconfio que quem pediu isso foi a macharada que lê o blog...


Sally.

Continue Lendo...
Postado por CF às 23:23 0 comentários

Carol, Coringa sem ajuda de PHOTOSHOP

Depois do último filme do Batman, os avatares do Orkut ganharam uma imitação do Personagem Coringa. Quinta-feira (14), Carolina Dieckmann recepcionou os convidados do aniversário do seu filho com um sorriso de dar inveja em Jack Nicholson e Heath Ledger (é, não mais), já que eles precisaram de maquiagem...



Photoshop é para os fracos, né, Carol?
Zin



Continue Lendo...
Postado por CF às 20:41 0 comentários

Como me rendi...



O post hoje é um tantinho pessoal.

Como as garotas da CF sabem, fujo de casamento igual diabo foge da cruz (?). No entanto, estava (sim, passado) de casamento marcado pro fim desse ano. Como me livrei?


Dia dos pais, estávamos jantando com meu pai, conversa vai e vem, meu namorado começa a puxar o assunto de comprar uma casa logo e blábláblá, eu respiro fundo, meu pai nota meu desconforto e provoca “está ansiosa pra lidar com todas essas bobagenzinhas de noiva logo?”, como pessoa decente que não sou, falei tudo, desabafei ali na frente do meu pai mesmo, os dois ficaram de cara com minha reação e meu namorado só conseguia me olhar com ódio.

Em casa (não sei como ele conseguiu ir para casa comigo ainda), meu namorado sentou furioso na cama, eu estava me preparando para a briga tremenda, para que ele quebrasse tudo por eu tê-lo feito de idiota, mas ele só disse “então é isso? Não precisa mentir dizendo que queria (mas SIIIIM eu precisava, o relacionamento acabaria se eu não aceitasse). Eu estou indo, a gente se vê.” Assim mesmo, seco. Puts, todo mundo sabe, eu não agüento pressão, eu fujo.

Eu não o vi por uns dias. Tentei chorar, mas não consegui. Não tive vontade de ligar. Não tive vontade de sair com amigas. Não tive vontade de fazer nada, pra ser sincera.

5 dias depois ele apareceu, ainda não tinha me devolvido as chaves, então quando cheguei ele estava na sala esperando com rosas na mão. Ele veio me abraçou e disse “tudo bem” “tudo bem o que?” “eu fico a vida toda com você sem exigir nada se é isso que você quer” “é isso sim o que eu quero”.

O que ele não sabe é que foi nesse exato momento que decidi o que quero, eu quero casar com ele. E danem-se todas as preocupações, dane-se se nada é para sempre, dane-se se aparecerão outros gostosões e eu estarei comprometida, dane-se tudo!

Eu nunca acreditei no amor eterno, talvez nunca acredite, mas dessa vez eu QUERO pagar pra ver! Tenho certeza que não vou encontrar em toda esquina alguém que mexa tanto comigo que me faça mudar meus valores.

He is the one. Wish me luck (:


Lady X, piegas huhu
Continue Lendo...
Postado por CF às 18:04 1 comentários

domingo, 17 de agosto de 2008

A Arte da Interpretação




Esses dias, um casal de amigos teve uma dr daquelas. Terminaram, voltaram, fizeram o maior escândalo. O cara, que é meu vizinho e praticamente da família, me pediu ajuda desesperadamente. Segundo ele, o problema maior era: “ela vê coisa onde não tem!”. Perguntei o que tinha desencadeado a coisa toda, e ele me respondeu que “falou que ia jogar futebol no domingo e voltava depois, e ela interpretou como ‘você não gosta de namorar comigo e prefere jogar futebol a fazer sexo’”. Dá pra entender uma coisa dessas? Pois é, e o pior é que o coitado ia mesmo jogar futebol. E, segundo ele, eles estavam fazendo sexo duas vezes por semana. Tá, não entendi.
Pensando bem, cheguei à conclusão que mulher adora interpretar o que ele diz quando ele simplesmente queria dizer aquilo. Ponto. Quer ver? “Estou um pouco cansado pra sair hoje” como “Você não gosta mais de sair comigo” ou “Por que não ficamos em casa e fazemos um programa à sós hoje?” como “Você tem vergonha de sair comigo”. E a lista é interminável. É claro que gato escaldado tem medo de água fria, e manter um pé atrás com bom senso sempre é uma carta na manga pra você não se decepcionar depois, mas às vezes, o que ele está dizendo, é simplesmente aquilo e pronto. Até porque homens não são cheios de truques como as mulheres. Quer ver como somos complicadas?

“Vamos com calma, tudo tem seu tempo” – Por mim, já saía apresentando você pra todos, mas se eu fizer isso, você vai pensar que sou fácil, e eu não sou!
“Não precisa me dar presente” – Eu quero presente.
“Vamos rachar a conta?” – Estou esperando você pagar, porque isso é o mínimo de cavalheirismo que se espera de um homem (ao menos nos primeiros encontros).
“Vai mesmo?” – Não quer ficar comigo, então?
“Não estou a fim de sair esse fim de semana” – Não tenho roupa/Estou feia/Quero dar um gelo em você.
“A gente precisa conversar” – Estou de saco cheio de suas atitudes infantis.
(Ad infinitum)

É claro que homens também dizem coisas querendo dizer outras. Mas isso é a exceção, não a regra. O método deles é adiar, e não dizer implicitamente. Por isso, querida amiga mulherzinha, interpretar o que ele diz pode ser muito perigoso – principalmente se for neurótica. Saiba usar essa arte com coerência, e da próxima vez que ele pedir para você usar aquele vestido bonito, acredite: ele te acha mais bonita com aquele vestido, não significa necessariamente que você esteja uma mocréia horrorosa precisando de todos os tratamentos de beleza existentes!

Penélope.

Continue Lendo...
Postado por CF às 20:21 0 comentários

Para Descontrair


Meninas, para descontrair o domingo e pensar nas calorias consumidas no sabadão
Beijos e uma excelente semana
B.Beiçola
(sei que essa piada é velha, mas vale à pena rir novamente).


Querido Diário


Hoje começo a fazer dieta. Preciso perder 8 kg. O médico aconselhou a fazer um diário, onde devo colocar minha alimentação e falar sobre o meu estado de espírito. Sinto-me de volta a adolescência, mas estou muito empolgada com tudo. Por mais que dieta seja dolorosa, quando conseguir entrar naquele vestidinho preto maravilhoso, vai ser tudo de bom.


Primeiro dia de dieta. - Um queijo branco. Um copo de diet shake. Meu humor está maravilhoso. Sinto-me mais leve. Uma leve dor de cabeça talvez.


Segundo dia de dieta - Uma saladinha básica. Algumas torradas e um copo de iogurte. Ainda me sinto maravilhosa. A cabeça dói um pouquinho mais forte, mas nada que uma aspirina não resolva.


Terceiro dia de dieta. - Acordei no meio da madrugada com um barulho esquisito. Achei que fosse ladrão. Mas, depois de um tempo percebi que era o meu próprio estômago. Roncando de dar medo. Tomei um litro de chá. Fiquei mijando o resto da noite.

Anotação: Nunca mais tomo chá de camomila.


Quarto dia de dieta - Estou começando a odiar salada. Sinto-me uma vaca mascando capim. Estou meio irritada. Mas acho que é o tempo. Minha cabeça parece um tambor.
J. comeu uma torta alemã hoje no almoço. Mas eu resisti. Anotação: Odeio J.


Quinta dia de dieta - Juro por Deus que se ver mais um pedaço de queijo branco na minha frente, eu vomito! No almoço, a salada parecia rir da minha cara. Gritei com o boy hoje! E com a J.

Preciso me acalmar e voltar a me concentrar. Comprei uma revista com a Gisele na capa. Minha meta. Não posso perder o foco.


Sexto dia de dieta - Estou um caco. Não dormi nada essa noite. E o pouco que consegui sonhei com um pudim de leite. Acho que mataria hoje por um pedaço de brigadeiro...


Sétimo dia de dieta - Fui ao médico. Emagreci 250 gramas. Tá de sacanagem! A semana toda comendo mato, só faltando mugir e perdi 250 gramas! Ele explicou que isso é normal. Mulher demora mais emagrecer, ainda mais na minha idade. O FDP me chamou de gorda e velha!Anotação: Procurar outro médico.


Oitavo dia de dieta - Fui acordada hoje por um frango assado. Juro! Ele estava na beirada da cama, dançando can-can.Anotação: O pessoal do escritório ficou me olhando esquisito hoje, J. diz que é porque estou parecendo o E.T


Nono dia de dieta - Não fui trabalhar hoje. O frango assado voltou a me acordar, dançando dança-do-ventre dessa vez. Passei o dia no sofá vendo tv. Acho que existe um complô. Todos os canais passavam receita culinária. Ensinaram a fazer Torta de morangos, salpicão e sanduíche de rocambole. Anotação: Comprar outro controle remoto, num acesso de fúria, joguei o meu pela janela.


Décimo dia de dieta - Eu odeio Gisele B.


Décimo primeiro dia de dieta - Chutei o cachorro da vizinha. Gritei com o porteiro. O boy não entra mais na minha salae as secretárias encostam-se à parede quando eu passo.


Décimo segundo dia de dieta - Sopa. Anotação: Nunca mais jogo poquer com o frango assado. Ele rouba.


Décimo terceiro dia de dieta - A balança não se moveu. Ela não se moveu! Não perdi um mísero grama! Comecei a gargalhar. Assustado o médico sugeriu um psicólogo. Acho que chegou a falar em psiquiatra. Será porque eu o ameacei com um bisturi?Anotação: Não volto mais ao médico, o frango acha que ele é um charlatão.


Décimo quarto dia de dieta - O frango me apresentou uns amigos. A picanha é super gente boa, e a torta, embora meio enfezada, é um doce.


Décimo quinto dia de dieta - Matei a Gisele B! Cortei ela em pedacinhos e todas as fotos de modelos magérrimas que tinha em casa. Anotação: O frango e seus amigos estão chateados comigo. Comi um pedaço do Senhor Pão. Mas foi em legítima defesa. Ele me ameaçou com um pedaço de salame. Décimo sexto dia. Não estou mais de dieta. Aborrecida com o frango, comi ele junto com o pão. E arrematei com a torta. Ela realmente era um doce.


Por “mulher” - que apesar de estar acima do peso, se recusa a fazer dieta.

Continue Lendo...
Postado por B.Beiçola às 08:12 0 comentários

sábado, 16 de agosto de 2008

Da série "COISAS QUE VOCÊ NUNCA DEVE USAR"!


FATO, só quem usa sutiã com alça de silicone acha que a mesma é invisível.

Não sei ao certo quando a referida surgiu, mas lembro que a vi pela primeira vez em meados de 99 para 2000.
Era febre, tinha de todo jeito. Alça mais grossinha, alça mais fininha e grudenta, com brilho, sem brilho, com frescura, sem frescura... Tá, tudo bem. Não era de se espantar que as mulheres se surpreendessem com a novidade e até quisessem experimentar, por que não, né? Mas vejam só.. Anos e anos depois de que essa merda foi inventada, ela ainda continua em evidência.

Morte à alça de silicone! Não mate seu visual, aquele mesmo que você demorou horas idealizando e achando que ia abafar. Porque tomara que caia foi criado pra usar com sutiã tomara que caia também e se for pra usar aquela blusa de alcinha, melhor que se compre um sutiã com uma alça bonita e que realmente possa aparecer, acredite, minha amiga, sua alça de silicone encardida não se adequa à pele, não é invisível, não é charmosa, não possui vantagem nenhuma a não ser sustentar suas peitcholas, coisa que qualquer lingerie vagabunda faz.

Falam tanto da calcinha bege, que ela é brox(ch?)ante e tra la la la, mas porque raios não falam da alça de silicone?

Recomendo que os homens adicionem mais um verbete aos seus dicionários de vocabulários femininos:
Alça de silicone: 1. Alça de sutiã emborrachada e que a maioria das mulheres acham que é invisível.
2. Feia, encardida e vulgar, já deveria ter entrado em extinção, mas, não se sabe porquê, ainda a vemos nas ruas de todo o país.

Beijos não siliconados,
Anália
Continue Lendo...
Postado por CF às 11:42 1 comentários

sexta-feira, 15 de agosto de 2008

Belos brasileiros olímpicos

Continuando sobre as beldades brasileiras olímpicas. Tem sim viu Sally ^^



1 - Giba, cara de meninão.





2 - Alexandre Pato, fofinho





3 - Rodrigo Pessoa (aqui não no seu melhor ângulo), definitivamente, um charme.


4 - Anderson Nocetti, sorrisão LINDO



5 - Tiago Pereira, preciso mesmo comentar?


6 - César Cielo, a procura de uma namorada após as Olimpíadas, quem se candidata?




=)

ADORO OLÍMPIADAS!

Jules
Continue Lendo...
Postado por CF às 22:15 0 comentários

Saúde Feminina


Eu pensei muito sobre esse post e resolvi não criar um pseudônimo. Assumo o risco da exposição, porque vale à pena.
Uma coisa muito importante que deve sempre ser abordada em blogs/revistas/comunidades femininas é a nossa saúde. Eu tenho algumas historinhas para contar.

Aos oito anos de idade, eu fui à ginecologista pela primeira vez, por conta de uma coceirinha chata e minha mãe achou que deveria me levar, para eu não ter medo dessas consultas e nem preconceitos. O que eu tinha era uma alergia boba ao sabão em pó que usávamos na época.

Passado isso, tornou-se constante fazer um preventivo anual, com cotonete, e eu sempre encarei normalmente. Minha primeira menstruação veio aos 14 anos e eu comecei a freqüentar ainda mais a gineco, que por sinal, é a mesma até hoje.

Aos 16 anos eu descobri um cisto no seio esquerdo. Coisa boba, que na época era chamado de “displasia mamária”. Realmente, ele sumiu com o tempo e com os remédios que a gineco passou.
Mas eu já fui alertada: “esse tipo de cuidado é para sempre, e seria bom você fazer exames a cada seis meses, já que na família existem casos de câncer de mama”.
Sem problemas, eu sempre encarei numa boa e nunca me deixei levar pelo pânico da possibilidade de ter alguma coisa.


Aos 19 anos, quando perdi a virgindade, passei a ser “apta” para a ultra-sonografia transvaginal e foi quando eu descobri os microcistos no ovário (acontece com uma grande parte das mulheres) e que não precisava fazer nada, pois não me colocavam em risco. O único problema seria engravidar, pois precisaria de tratamento. Ok, não estava querendo isso na época mesmo (hoje em dia, com a maturidade dos órgãos, os cistos sumiram).

Aí vem a parte chata: quando um homem faz você perder todo o seu esclarecimento... me envolvi com um cara, que eu sabia que era B.O, e mesmo assim transei sem camisinha... e adivinhem: HPV (não confundir com o vírus da AIDS).

Esse vírus é responsável pelo desenvolvimento do câncer no colo do útero, quando não tratado. Meu mundo desabou:
“Mas logo eu, que não saio com todo mundo”.... pois é, basta sair com UM, sem camisinha, que você está incluída.
A minha salvação foi ter este histórico de cuidado com o corpo desde cedo (por mais que tenha escapado o cuidado número 1. ?... mas abafa). Bastou uma cauterização e tudo resolvido e os outros exames mostraram que eram apenas os sintomas externos.

Nesse link, tem mais detalhes:

http://www.gineco.com.br/hpvum.htm

Tem mais: por conta de todos esses remédios que eu tenho que tomar, meu metabolismo está do avesso e meus hormônios também. Semana passada, reparei uma mancha no meu sutiã. Liguei correndo para a gineco e ela me atendeu.. Tem uma secreção na mama esquerda, e eu apavorei. Ela me tranqüilizou, dizendo que não era da e que deve ser da alteração hormonal. Para não deixar dúvidas, eu fiz uma mamografia hoje e está tudo bem.



Então, leitores, o que eu quero que fiquei gravado é o seguinte:

- Camisinha sempre;
- Façam o preventivo periodicamente;
- Façam o auto-exame;
- E estejam sempre com exames em dia (ultra-sonografias, sangue e etc).

Beijos e domingo eu posto mais!!!!

Continue Lendo...
Postado por B.Beiçola às 20:36 0 comentários

quinta-feira, 14 de agosto de 2008

Não canse a sua beleza!

Para não dizer que não está a fim de você, o homem é capaz de simular um ataque epiléptico, com direito a somrisal e choques elétricos para a "coisa" ficar convincente. Mas não, eles não dizem com todas as letras: "Creuza, você nem é feia, mas não estou interessado. Tchau!"

Seria tão mais fácil, não? Quantas vezes você deu DESCULPAS a sua amiga, confortando a moça com frases do tipo: "Ah, ele deve estar ocupado!", "Tadinho, saiu de um namoro agora!", "Seja mais paciente, querida, logo ele vai descobrir a mulher incrível que você é!". Pois é, eu mesma já fiz uso de muitas frases com o intuito de não mandar a auto-estima da amiga para a puta que pariu.

Sim, também, já ME DISSE frases dessa natureza para mascarar a rejeição de outrem. Estamos sempre arranjando um pretexto para o SER HUMANO não ter se interessado por nós. É, meninas, muita auto-estima em cheque e muita injeção de realidade nessa hora.

Vejamos alguns fatos:

Ele não ligou PORQUE ESTAVA OCUPADO. Trabalha muito, tadinho. Claro que ele pensou em você, mas DURANTE UMA SEMANA, sim, UMA semana, ele não conseguiu pôr a porra do dedinho no celular e ligar para você. Sério, você não sente pena? Eu tenho, mas é PENA DE VOCÊ QUE CAIU numa desculpa esfarrapada dessa. Alô! Se o cara está a fim, ele liga sentado na privada, mas liga!

Ele saiu de um relacionamento há pouquíssimo tempo. O divórcio deixou cicatrizes irreparáveis. Ele nem consegue mais confiar nas mulheres, ora! Como os homens sofrem, não? Ô, traumatizô! Sério, você não sente dó do ser humano? Tem mulher até que pagaria terapia para o rapazote. Mas, amiga, não gaste tanto, compre um espelho de R$1,99 e enxergue a verdade: Ele só não quer ficar com você.

Ele está sem tempo, acabou de comprar um apartamento novo ou mudou de emprego. Coitadinho, ele não tem tempo nem para ir ao banheiro, imagina ENTÃO estar disponível para ficar com VOCÊ? É, ele simplesmente não está a fim de perder seu precioso tempo COM VOCÊ. Mas quem sabe com a Isabela?

Ele não quer nada sério, muito menos casar. Como sofrem esses homens, ele, de fato, está magoado, coração partido e não quer começar nada sério. É isso o que você pensa, sentada no seu rabo. Meninas, já cai nessa! Levei um namoro de mais de 2 anos onde o rapaz jurava de pé junto que não iria casar, que o casamento era a coisa mais ridícula e que ele nunca o faria. Mas foi só o rapaz se apaixonar DE VERDADE para mudar o pensamento, em poucos dias ele estava pedindo a namorada em casamento!

Ele não faz sexo com você. Acho lamentável ter que comentar este ponto. Considerando que homem é mais SEXO que qualquer outro sentimento. Então, a primeira frase berra UM "Cai fora, minha filha!"

Ele não convida você para sair. Fica no nhem-nhem, mas não diz "Vamos sair!". É, tem mulher que chama para sair (Eu sou uma!). Mas, caríssimas, não chamar para sair, diz nas entrelinhas, com um cartaz em neon: Não quero estar com você! Muito menos no meu precioso fim de semana!

Esse pequeno post não é para dizer "Alô, todas nós somos feias, desinteressantes e ninguém estará a fim da gente". Esse post é para dizer que QUANDO UM CARA ESTÁ A FIM, ele não dá desculpas, nem inventa doença da mãe ou some por semanas. Usem o seu tempo para estar com quem quer "perder tempo" com você. Use o seu perfume carésimo com quem liga para você durante o intervalo da reunião. Façam aquela depilação cavada para o cara que tem orgulho de estar ao seu lado...


Sim, este post foi inspirado no famoso "Ele simplesmente não está a fim de você". Não deixe de ler, leitura dinâmica, divertida e clara. Vale estender “o presente” as amigas que ficam no MSN, falando: “Será que ele perdeu meu telefone? Não me liga há semanas!”. Não, o que ele perdeu foi o interesse, sinto muito.

Zíngara

Continue Lendo...
Postado por CF às 20:25 0 comentários

Salve a Floresta!



Fugindo um pouco da proposta do blog, venho aqui rapidinho deixar uma foto chocante que vi no blog do Gordo Nerd!
A foto é da Floresta Amazônica, boa parte já devastada para que haja mais espaço para o cultivo de soja e chega a assustar!
Sei que existem pessoas que querem mais é que tudo se foda, que a floresta vire cemitério ou estacionamento, mas sei que não vou dormir em paz se não fizer a minha parte, mesmo que pequena, mesmo que não adiante de nada.

Anália
Continue Lendo...
Postado por CF às 07:47 0 comentários

terça-feira, 12 de agosto de 2008

vem nadar aqui em casa!

Ir pra academia cedo tem suas vantagens... como ver competição de natação.
Eu e todas as gordas obesas e outras nem tanto que estavam correndo na esteira suspiramos.
MICHAEL PHELPS, VEM NADAR NA BANHEIRA AQUI DE CASA!
ai ai ...


coisa linda de Deus!










Jules

=***




Continue Lendo...
Postado por CF às 20:02 0 comentários

Short Olímpico

































Adiantei minha postagem de hoje para ontem porque eu sabia que ao chegar em casa não iria sentar para escrever. Hoje tem ginástica artística masculina. A vida é feita de escolhas.
Mas, para o dia não passar em branco, vim deixar uma pequena amostra do short olímpico sobre o qual falei algumas postagens abaixo. Apreciem Marian Dragulescu TudoDeBom, com sua cara de terrorista e seu short deslizante...
Será que custa muito caro uma viagem até a Romênia?
Sally.


Continue Lendo...
Postado por CF às 19:29 0 comentários

segunda-feira, 11 de agosto de 2008

Mitos e verdade sobre Dietas



Como pessoa ocupada que sou (cof), não vai rolar de discorrer sobre um tema hoje. Entonces, vou colocar uma matéria do Terra sobre dietas. Achei a matéria válida porque já ouvi tanto absurdo sobre o assunto, e também, informação nunca é demais.

Sendo assim, confira os mitos e verdades apontados pelo endocrinologista Ricardo Barroso:


1. Mito: alguns alimentos têm gordura zero

Todos os alimentos têm gordura, mesmo um peito de frango grelhado tem gordura. Portanto, para perder peso elimine frituras definitivamente da sua dieta e use apenas azeite de oliva ou óleo de canola e girassol, em pequenas quantidades.

No preparo dos alimentos, evite ao máximo usar óleo, pois não é um tempero e não agrega nenhum sabor aos alimentos. Para se ter uma idéia, carboidratos e proteínas têm em torno de 4 calorias por grama, enquanto gorduras têm mais do que o dobro.

2. Mito: água quente em jejum queima gordura
Queimar gordura e eliminar peso depende da quantidade de alimentos ingeridos e o número de calorias eliminadas. Alguns poucos alimentos aceleram o metabolismo, como a cafeína.

Beber água quente em jejum, chá quente depois das refeições não elimina nenhum grama de gordura que você ingerir ou a que você tem em seu corpo. O ideal é eliminar a ingestão ou diminuir ao máximo a quantidade de gordura ingerida e praticar exercícios aeróbicos.

3. Verdade: é possível comer comida saudável em fast foods
Fast foods podem não fazer mal se você aprender a comer de forma balanceada. Grelhados, saladas e outros alimentos saudáveis também podem ser encontrados em fast foods. Fique de olho na quantidade e na forma de preparo dos alimentos, sem gordura, preferencialmente e jamais fritos.

4. Verdade: para emagrecer é preciso comer em pequenas quantidades ao longo do dia
Seu corpo precisa de uma certa quantidade de calorias e nutrientes todos os dias para funcionar bem. Se você pular refeições durante o dia, estará mais propenso a compensar nas outras refeições. Uma forma saudável de perder peso é comer pequenas quantidades de comida divididas em cinco refeições, que devem incluir uma variedade de alimentos nutritivos e com pouca gordura.

5. Mito: tudo que é natural é bom para a saúde
Um produto que é considerado natural não é necessariamente seguro para sua saúde. Alguns produtos vendidos na televisão sem orientação de um médico geralmente não são testados cientificamente para comprovar se são seguros ou funcionam. Verifique com seu médico antes de usar qualquer produto natural ou à base de ervas para emagrecimento. Você pode estar deixando de tratar-se adequadamente, subestimando os riscos.

6. Mito: comer à noite engorda
É claro que à noite o metabolismo é mais lento. É importante comer alimentos de fácil digestão como legumes, sopas, sucos, frutas. Não importa que hora do dia você come, é o quanto come durante todo o dia que faz ganhar ou perder peso.

7. Mito: dietas da moda são ótimas para perder peso
Dietas da moda não são a melhor forma de perder peso. Essas "dietas" geralmente limitam seriamente ou proíbem alguns tipos de alimentos.

Desconfie de qualquer dieta que restrinja os principais grupos de alimentos a longo prazo. A alimentação deve ser saudável e equilibrada. Ao seguir uma dieta de poucas calorias com um bom equilíbrio entre carboidratos, proteínas e gorduras você perderá peso sem prejudicar seu organismo e terá uma menor probabilidade de recuperar o peso perdido.

8. Mito: carne vermelha é ruim para a saúde
Carne vermelha, frango, porco e peixe contêm gordura saturada e colesterol. Porém, contêm nutrientes que são importantes para a saúde como proteína, ferro e zinco. O tamanho de uma porção de carne tem o tamanho aproximado de um baralho de cartas. Escolha pedaços de carne que têm menos gordura e retire qualquer gordura extra antes de cozinhar.

9. Verdade: comer e assistir TV engorda
Tente não lanchar enquanto estiver fazendo outras coisas como assistir televisão, jogar vídeo game ou usar o computador. Se você fizer as refeições e lanches na copa ou na sala de jantar, estará menos propenso a se distrair e provavelmente estará mais ciente de o quê e quanto está comendo.

10. Mito: posso comer tudo que quero e emagrecer
Para perder peso é necessário renunciar sim a alguns grupos de alimentos como doces, frituras, massas, etc. Após atingir o peso desejado, basta ter ciência que para manter o peso terá que adotar novos hábitos de vida.

Lembre-se que sem força de vontade não há resultado. Cada escolha é uma renúncia. Troque por exemplo bolachas, frituras, doces por barrinha de cereais, assados, frutas, alimentos lights, etc. Acima de tudo, encontre prazer em outras atividades que não a comida.


__

Lady X, ocupada por hoje.

Continue Lendo...
Postado por CF às 17:50 0 comentários

Sugestão Rápida.





Para quem mora no Rio de Janeio (e pode pagar pelo ingresso). Não deixe de assistir o musical em cartaz no Teatro Casa Grande (Shopping Leblom).



"A Noviça Rebelde".



Não sou fã de espetáculos demorados, mas como eu ganhei o ingresso, resolvi arriscar. Eu não sabia se chorava ou se aplaudia. Produção de primeira, IMPECÁVEL



Em Tempo: eu pegava o Herson Capri fardado.




Informações:






Beijos

B.Beiçola

Continue Lendo...
Postado por B.Beiçola às 17:11 0 comentários
 

Corporativismo Feminino Copyright © 2009 Baby Shop is Designed by Ipietoon Sponsored by Emocutez Edited by Blog Feminino