quinta-feira, 31 de julho de 2008

Chore - por um mundo melhor!




Embora não exclusivas das mulheres, as lágrimas fazem-se muito mais presente no nosso universo do que em uma galáxia -- não tão distante -- denominada de via macho láctea.

Ah, as mulheres! Choram se estão felizes, se estão tristes, se viram um filme com um happy end, se o filme tinha um final trágico; choram se o namorado chamou de gorda, choram MUITO mais se o namorado mentiu e disse que você está do jeito que ele gosta -- "Aquele, canalha! Ahhhh, mas ele acha que vai me tapear? Olha aqui, Betranildo, eu sei que você acha a Sinforosa muito mais bonita que eu, viu?" -- choram se vêem um gatinho abandonado na rua, choram se tiram nota baixa, enfim, choram por tudo!

Há quem diga que chorar é fraqueza, conheço um homem que a última vez que chorou tinha 10 anos. Eu choro quase todo santo dia. Pelos motivos elencados no segundo parágrafo ou não. E sim, me sinto aliviada depois das lágrimas. É como se entrasse uma mão no meu coração e arrancasse metade da dor. Porque chorar não é ser fraco, e, por mais clichê que pareça, creio que seja admitir que às vezes não dá pra levar as coisas numa boa, talvez o que mais queiramos é correr pro colo mais próximo, pedir um cafuné e deixar nascer um rio -- o meu rio, o seu rio.

Anália

Continue Lendo...
Postado por CF às 21:47 0 comentários

Fim de relacionamento



Parece o fim do mundo, mas não é. Acabou porque estava na hora de acabar.

É EXATAMENTE como a Cá vive falando: as coisas só têm a importância que você dá a elas. Quanto menos importância eu dou, menos eu preciso... relacionamentos devem ser apenas um adicional de felicidade a sua vida, se não traz mais felicidade, continuar nele pra quê?!

A gente supera SEMPRE, por mais difícil que possa parecer, porque no final nos damos conta de que não precisamos de ninguém pra ser feliz, só de nós mesmas. E isso é suficiente pra te fazer levantar a cabeça e esquecer quem quer que seja que você tenha compartilhado sua vida.

Foi bom, trouxe alegria, parou de trazer, acabou.
É simples. Pra quem vive nunca parece simples, emoções não controlamos, mas colocar isso na cabeça ajuda muito a seguir em frente.


Y.
Continue Lendo...
Postado por CF às 16:34 0 comentários

quarta-feira, 30 de julho de 2008

Receitas de Suco

Sucos consumidos em jejum ou até mesmo longe das refeições podem ser grandes aliados da saúde. Sem contar na delícia destas maravilhas. É comprovado que SEDE e FOME se confundem, portanto sucos reduzem a compulsão por comida e, naturalmente, o apetite EXAGERADO. Com a ajuda da Mariana, estou postando algumas receitas.

- SUCO DESINTOXICANTE para quem fez extravagâncias alimentares no fim de semana:

Bata no liquidificador: água de coco, abacaxi, folha de couve, hortelã e laranja. Adoraria pôr a medida, usem o bom senso! Não utilizem adoçante.


- SUCO NUTRITIVO:

1 colher (sopa) de aveia em flocos
1 colher (sopa) de mel
1 copo de laranja (300 ml)
2 copos de leite (600 ml)
Gelo picado para decorar
1 cenoura picada
1 manga

Colocar no liquidificador o leite, a manga e a cenoura. Bater bem.
Coar a mistura e voltar ao liquidificador. Juntar o mel e bater mais um pouco. Por último acrescentar o suco de laranja, a aveia e bater mais um pouco. Forrar o fundo do copo com gelo picado e colocar a mistura. Servir em seguida.


- SUCO VERÃO. SEGURE o bronzeado, suco rico em betacaroteno:

2 cenouras médias
400 ml de suco de manga
800 ml de suco de laranja
4 colheres (sopa) de farelo de aveia

Pique 2 cenouras médias limpas e descascadas e coloque no liquidificador. Junte 400 ml de suco de manga e bata por 1 minuto, ou até ficar homogêneo. Espalhe a mistura em uma fôrma e leve ao congelador por 3 horas; ou até congelar. Em seguida, retire a mistura, raspe com a ajuda de uma colher e distribua em 4 copos. À parte, bata bem no liquidificador 800 ml de suco de laranja com 4 colheres (sopa) de farelo de aveia. Despeje nos copos e, se preferir, decore com a cenoura ralada.


Tome, no mínimo, 2 copos deste suco por dia durante os 7 dias que antecederem a exposição ao sol.

- SUCO DE ERVA-DOCE com Beterra e Maçã. Favorece a digestão!


½ (chá) de erva doce picada
1 (chá) de água
½ beterraba picada com as folhas
2 maçãs sem o miolo
Adoçante a gosto

Bater bem todos os ingredientes no liquidificador. Despejar nos copos, juntar gelo a gosto e servir em seguida.


Não sei vocês, mas só de meter a mão nas frutas já é terapêutico para mim!

Agradeço mais uma vez a Mariana Terra pelas receitas.

Colaborações:

Continue Lendo...
Postado por CF às 16:07 1 comentários

Concurso Cultura Gol



A Gol lançou um concurso cultural de fotografia. A idéia é que as pessoas tirem fotos de sorrisos nos aeroportos, aeronaves, ou até mesmo agências de turismo, e enviem através do site http://www.sorrisogol.com.br/

As três melhores fotos enviadas ganharão uma passagem ida e volta com acompanhante para qualquer trecho operado pela Gol.

A promoção Fotografe um Sorriso é válida até o dia 3 de agosto e as fotos são enviadas pelo próprio site. Aproveite, falta apenas alguns dias.

Alías, estou recrutando modelos pra eu fazer uma fotografia e mandar pra esse concurso! Alguém se habilita????
BEL :D

Continue Lendo...
Postado por CF às 08:17 0 comentários

terça-feira, 29 de julho de 2008

Palavras x Atos


Pode escrever duas vezes no mesmo dia? Hoje vou dar duas sem tirar de dentro... hahahaha

Estava consolando uma amiga que se disse enganada por um rapaz, quando pensei em escrever isso aqui. Ele dizia que a amava e sem mais nem menos, rompeu com ela sob o forte argumento de "não tem mais nada a ver". Ela bateu muito na tecla do "mas ele disse que me amava!", e acho que isso é um erro comum, que todas nós cometemos, em maior ou menor escala, alguma vez na vida.

Ora, dizer é muito fácil. Todo mundo diz o que quer. No entanto, nem sempre o que se diz corresponde à realidade. Até acredito que quando alguns homens dizem que amam, digam com a sinceridade do momento. Naquele momento, eles amam. Mas para grande parte das mulheres, amor implica em uma coisa eterna, indelével e invencível. Então, quando eles dizem que amam, elas entendem como uma promessa, uma garantia. Se eles mudam de idéia ou deixam de amar, elas se sentem traídas, sacaneadas, etc. Já comentei aqui eu na minha opinião amor pode acabar, né?

Pois bem. Qual a saída? Nunca acreditar em um "eu te amo"? Meio amargo, melhor não. Para verificar se o que está sendo dito corresponde ou não à realidade, nada melhor do que medir pelos ATOS da pessoa. Atos falam muito mais que palavras. Pense no histórico dele. Como ele se porta com você. Ele diz, mas ele também faz coisas condizentes com o que ele diz?

Outro erro: porque ele não demonstra amor da forma como VOCÊ costuma demonstrar, não pode achar que ele não te ame. Cada um tem seu jeito. "mas se ele me amasse, ele ligaria durante o dia porque sentiria saudade..." Será? Vai saber...

Não vou falar muito porque já postei hoje, só vim chamar a atenção para o fato de que é fácil falar, mas para saber a verdade é preciso levar em conta os atos, todos os atos, da pessoa, de forma global. Sorria quando ele disser que te ama, e não tente fazê-lo provar com palavras, com explicações, com argumentos. Fique de olho nos atos, eles é que entregam quem é quem.

Sally

Continue Lendo...
Postado por CF às 10:44 0 comentários

Só eu que não gosto?

A cara das pessoas quando eu digo que não bebo é ótima: "Não bebe? Mas não bebe NADA? Mas porque?". Parece meio inconcebível que uma pessoa não beba. Bruxa, você também deve passar por isso, as pessoas olham como se você fosse um ET. E ainda tem algumas que disparam um "Ah, você não sabe se divertir". Então valeu. Aqui no Rio de Janeiro se bebe muito. Sempre me senti socialmente excluída por não beber. Em compensação, depois dessa "lei seca", meu passe está valorizado nas noites cariocas, virei motorista oficial dos pinguços. As autoridades deveriam repensar os efeitos dessa lei, será que compensa ME ter nas ruas dirigindo toda noite? Melhor um bêbado hein... hahahahaha Sou barbeira mesmo, faço um monte de coisas bem, mas dirigir não é uma delas. Sou responsável, ando devagar, mas não tenho o dom da direção.

Revista Caras. Não gosto. Acho chato demais, não consigo ler. Ler? É né... se é que dá para se falar em leitura. É praticamente só foto! E agora tem uma versão que eu considero abominável, um revistinha menor só sobre crianças, uma espécie de Caras Infantil, onde a criancinha, toda maquiada e vestida como um adulto (sério, parecem anões) mostra sua casa, seus brinquedos... Aquilo realmente não dá para mim. Não que eu seja fina ou um poço de cultura, muito pelo contrário, sou povão, mas não suporto a revista Caras.

Não gosto de Coca-Cola. Nem de refrigerante nenhum. Complicado dizer isso em público, parece que você bateu na mãe de alguém: "NÃO GOOOOOOSTAAAAA? MAS COMOOOOOO?". Somado ao fato de não beber, isso me condena a beber água onde quer que eu vá. Parece que estou bebendo mijo, tamanha a revolta das pessoas. "Vai beber água?". É. Eu vou beber água, eu sempre bebo água. Se um dia eu morrer de overdose de alguma coisa, só pode ser de creme anti-rugas (que por sinal, não estão adiantando nada, já penso com carinho no botox).

Não uso qualquer tipo de drogas. Isso pode parecer normal, mas no Rio de Janeiro não é tão comum assim. As pessoas ao menos experimentam. Nunca experimentei. Nunca experimentei nem cigarro normal. Bala Halls já altera um pouco minha percepção da realidade, sou fraquinha para isso. O máximo em matéria de drogas que eu uso é café (tá achando que não é droga? precisa ver como eu fico quando tomo café! hahahahahaha).

Acho bonito barriga definida em mulher. Taí uma coisa que nunca uma mulher concordou comigo (muito menos um homem). Nem meu personal concorda comigo. "Fica muito masculinizado". Eu gosto e encaro a cara de surpresa das pessoas quando ando de barriga de fora. (não, não uso top, eu me refiro a quando vou à praia). Inclusive já escutei comentários negativos de pessoas que estavam comigo "Precisa dessa barriga assim? Ficava tão mais bonitinho como era antes". É para mim, não é para os outros. Os gomos ficam.

Outra coisa que eu detesto que todo mundo no Rio usa: uma titica chamada Body Splash. É uma versão light de perfume, para usar em dias muito quentes, um perfume aguado ou algo assim (definição tosca). Por algum motivo estranho, esses Body Splash tem sempre um cheiro nojento de moranguinho, melancia ou qualquer outra fruta doce. Tenho horror. As pessoas tomam banho de Body Splash e vão malhar num ambiente fechado. Fico com dor de cabeça de tanto cheiro de moranguinho. Não sei como não dá formiga no corpo de quem usa Body Splash!

Comentem vocês também as "unanimidades" que vocês não gostam...
Sally

Continue Lendo...
Postado por CF às 09:09 0 comentários

segunda-feira, 28 de julho de 2008

Rótulos pra quê?!


Uma coisa um tanto curiosa sobre as pessoas é a necessidade que elas têm de classificar tudo e todos. Já prestaram atenção?

Se escuta Simple Plan, é emo; se faz musculação, é marombeiro; se o carro tem neon, é playboy; se é fã de Star Wars, é nerd; se gosta de Libertines, é indie; se só usa preto, é gótico; se só usa rosa, é Patty; se fuma maconha, é malandro; se tem muitos amigos, é popular; se fica com muitas pessoas, é galinha ou periguete; se bebe além da conta, é cachaceiro; se usa uma camisa do Iron Maiden, é metaleiro; se compartilha dos pensamentos do Che, é comunista; se não, é capitalista... Acho que já deu pra ter uma noção.


O mais interessante é o poder de manipulação que os rótulos possuem! Quando as pessoas não se descobrem em nenhum grupo, elas mudam sua personalidade até se encaixarem. Tudo é válido pra não se sentir excluído.


Pessoas são parecidas, mas por vezes me assusto com o quanto.
São deveras entediantes.


Y. num dia ruim.


Continue Lendo...
Postado por CF às 15:20 0 comentários

domingo, 27 de julho de 2008

Mudanças

Como vocês podem perceber, o sistema de comentários do blog mudou. O sistema antigo era mais pesado e poluído visualmente, e nesse, vocês não precisam digitar aquelas letrinhas chatas. Perdemos todos os comentários antigos, mas temos certeza que vocês vão aprovar o novo. E essa é só uma das muitas mudanças que virão por aí, aguardem!

Continue Lendo...
Postado por CF às 21:38 0 comentários

Religião.

Eu não sei quanto a vocês, mas eu acredito em um Deus único, que enviou seu filho amado, para nos salvar. Bom, eu fui batizada na igreja católica, mas nunca fui obrigada a praticar, a ir às missas, ou a fazer algo pela Obra Divina. Até os 13 anos de idade, eu gostava muito de ir às missas e fazer catecismo... mas em algum momento, eu me perdi disso... E depois de um tempo, passei a nem pensar em Deus. Sim, eu sou daquelas pessoas que passa por algo grave e corre para a religião. Sabem de uma coisa? Agora sim eu estou me reconhecendo.

Eu já fiquei muuuito tempo vagando dentro de mim mesma, com pensamentos perdidos e idéias estranhas. Não estou aqui para converter, criticar e, muito menos, brigar por conta disso. Eu jamais usaria o que eu tenho de mais importante - a minha Fé – para essa finalidade. Hoje em dia, sou o tipo de pessoa que reza todas as noites, e coloca os nomes das pessoas queridas nas boas intenções e pede por elas. Do tipo de pessoa que pensa que tudo pode melhorar, as pessoas podem mudar, e que todo mundo tem uma segunda chance... e que rezar é a única coisa que posso fazer para ajudar. De jeito nenhum, tenho preconceito com outras religiões e com quem não tem nenhuma.

Pode ser que esse tipo de texto não seja o que vocês querem para o blog, mas hoje eu precisava dizer isso.


Beijos e uma excelente semana para todas, na paz de Deus!

B.Beiçola.

Continue Lendo...
Postado por CF às 13:34 3 comentários

sexta-feira, 25 de julho de 2008

Para viver um amor de verdade OU uma receita de bolo


Há semanas atrás li "Para viver um amor de verdade", trata-se de um livro fino e resumido que não tem a pretensão de "estudar o comportamento" dos amantes. Mas instruí-los (ou conduzi-los) ao saudável, corrigi-los de excessos e vaidades para que A COISA (Sim, A COISA) caminhe à vitória. Achei salutar compartilhar com vocês alguns "pontos".

AS CONDIÇÕES PARA O AMOR:
- O amor é um processo. Não um destino.

As mudanças num relacionamento são evidentes. Mas é necessário lembrar que é preciso vigiar, cuidar e CONTINUAR CONQUISTANDO. Então nada de se descuidar e deixar PARA AMANHÃ. Se você trancafiar o que você sente, mais tarde, verá que só restou a sombra daquela rosa guardada num livro. Portanto, trate de manter a PORRA DA ROSA na ROSEIRA – Mesmo que ela caia depois! Ao menos você deixou A COISA respirar!

- Todos precisam de mais amor.
Não há o que se explicar quanto a isso.

- Todo mundo tem feridas e problemas.
Chega de achar que SEUS problemas e SUAS feridas são mais relevantes. Aprenda a escutar o que ele tem a dizer e como se sente em relação a algumas coisas. Com o tempo, descobri que a ausência da paternidade na criação do meu namorado é algo que o ressente. Acho importante conversarmos sobre isso, por exemplo. Me senti MAIS PRÓXIMA quando ele pôde confessar-me certas coisas.

- Seu amado não é você.
Vamos celebrar nossas peculiaridades. Afinal se você se interessou POR ELE é porque ele tinha UM QUÊ diferente, você o quis na sua vida para sair da mesmice e se entregar AO NOVO. Nada de impor novas regras, respeite-o. Você também será respeitada.

- Seu amado não tem bola de cristal.
Revele o que faz você se sentir amado. Meninas, façam a sua lista e mostre para ele!

-As suposições são um perigo.
Deixe o rapaz falar, não descarregue uma metralhadora nele. Não suponha que ele vai querer comer arroz com feijão, por exemplo. PERGUNTE. Parece idiota isso, mas estamos falando de RESPEITO também.

- Os Relacionamentos têm estações.
Ora muito apaixonante, ora carregado de problemas e distanciamento. No final, há sempre um SOL e o que sentem pode voltar revigorado.

Há outros capítulos e eu gostaria de destacar alguns:
- Usar OBRIGADO E POR FAVOR é brilhante. Não é formalidade e creio que para alguns casais possa soar até como IRONIA. Mas não é isso. É importante lembrá-lo de que você SE SENTE "agradecida" por ele ajudá-la. Ser cordial não é estar distante.

- Elogiar.
Elogie, diga PORQUE está com ele. Lembrarem porque estão juntos é como reafirmar o que sentem.

- Oferecer ajuda.
Às vezes, dizer "O que posso fazer por você agora?" ou quando ele está doente: "Vou preparar aquele chá da vovó para você"... são boas atitudes.

- Consagrar e Celebrar datas especiais.


Achei o livro REALMENTE válido. O linguajar é breve e simplório. Tentei traduzir um pouco de lá pra cá e tenho aplicado algumas coisas NO MEU DIA. Algumas dessas coisas eu já havia colocado em prática. Claro que um relacionamento não é RECEITA DE BOLO, mas atitudes assim parecem saudáveis e válidas. Eu acredito no amor e acredito SEMPRE que é PARA SEMPRE.

Zin
* Postei hoje porque não poderei postar amanhã (acho).

Continue Lendo...
Postado por CF às 20:22 2 comentários

quinta-feira, 24 de julho de 2008

Sobre tudo e sobre nada


Tem várias pequenas coisas que quero dizer, uma sem a menor relação com a outra, então, vou juntar tudo em uma postagem com um mix de assuntos. Vamos ver no que é que dá.


Quero demolir um mito. Aquela frase de "ele só quer me comer". Isso não existe mais. Explico minha teoria: a menos que você more no Cafundó do Cu do Mundo, tá cheio de vadia querendo dar para homem de bobeira. Um homem não fica com uma mulher só para comer, só para comer ele tem um monte! Meninas, tá assim de mulher dando de graça, facinho, sem pedir nada em troca, nem um cineminha! Se fosse só para comer, estariam com elas, que dão zero de trabalho. A menos, é claro, que você seja uma MÁQUINA DE SEXO, Deusa do Sexo, e que em função desse seu dom ele só fique com você para te comer. A regra geral se inverteu. Hoje homem consegue mulher MUITO FÁCIL, ninguém fica com outra pessoa "só para ter o que comer". Comida abunda (com trocadilho, por favor).


Outro assunto. Já repararam como as pessoas são ruins de briga? Não que eu espere que todo mundo saiba fazer "mind games", mas porra, as pessoas poderiam ao menos saber bater onde dói! As pessoas, em sua grande maioria, ao atacar alguém, atacam de acordo com o que ELAS se sentiriam mais ofendidas! Que burriiiiice! Em vez de analisar o perfil do alvo, não... disparam coisas que ofenderia elas, mas que na maior parte das vezes, acaba sendo um baita tiro no pé! Olha, eu já escutei ofensas à minha cicatriz (não tinha nada para dizer do meu caráter, foi isso? teve que apelar para uma cicatriz oriunda de um tumor? depõe contra... depõe contra). Ah sim, e adoram me chamar de encalhada. Tudo bem, tudo bem, não sou Miss Brasil, mas quem já viu as minhas fotos sabe que a pessoa tem que ser MUITO LINDA MESMO para ter coragem de ME chamar de encalhada. Projeção é uma merda. Me façam um favor, quando forem atacar alguém, não projetem suas inseguranças, ataquem pensando no ponto fraco do inimigo! hahahahaha...


Mudança radical de assunto. Vi o filme "Ray", sobre a vida do Ray Charles. Fiquei deprimida. PORRA. Será que nem tendo um marido CEGO estamos livres de que ele "olhe" para outra mulher? MAS QUE CU! Minha gente, o cara era cego e CHIFRAVA! Como ele caía em tentação se ele era CEGO? HOMEM É UMA RAÇA SAFADA. SA-FA-DA. Acho que nem mesmo um paraplégico deve ser fiel, quando você vira as costas, o bicho, mesmo paralisado da cintura para baixo, deve "correr" para meter a língua na buceta da empregada jeitosinha! RAÇA MALDITA! hahahaha (brincadeirinha, viu gente? - com fundo de verdade, sempre)


Fui no cinema ver "Hancok". Bacana. Mas não quero comentar o filme. Só queria dizer que achei que o Hancok tem densidade. O "Agente 86" (também muito engraçado) não tem densidade.


Verdades escrotas: frases de mães de amigas minhas das quais o correto é discordar, mas é extremamente difícil, porque, de uma forma tosca, acaba fazendo muito sentido:


- Toda atriz é puta. Se sai beijando meio mundo na boca a título de interpretação porque GOSTA é puta. Se faz POR DINHEIRO também é puta

- Homem sente o cheiro de outro homem e gosta (explicando porque homem fica mais carinhoso e apaixonado quando está levando chifre)

- Gordo tem obrigação de ser simpático, pobre de ser limpinho e burro de ser esforçado


Porque homem quando assiste filme onde outro homem leva uma bela duma traulitada (porrada) no saco se encolhe? Parece que eles vivenciam a dor! Até o saco do cara se encolhe (uma vez eu coloquei a mão para verificar). Vejam a que grau eles levam o corporativismo masculino! Meninas, se a gente não se unir MUITO, estamos fudidas! Quando eu vejo uma cena de mulher apanhando não me é agradável, mas eu não sinto dor por ela e muito menos fico gemento e/ou gritando "ooohhhhmmm uuuuuhhhh aaaauuuu".


Eu acho que quem não é doador de órgão não deveria ter o direito de receber órgãos. Ou melhor, iria para o final da fila. Quem fosse doador deveria ter prioridade e os não-doadores só receberiam se nenhum doador precisasse. Povinho bunda... tem que forçar a ser solidário. Também acho que deveriam colocar algo no cigarro que cause impotência. Quero ver neguinho de churumela se lamentando "ai... ai... eu não consigo parar de fumar". Ou melhor, coloca algo que mate os gametas, assim quem fuma a longo prazo não pode ter filhos, não morre com 45 anos antes de ver o filho se formar, deixando uma criança desamparada no mundo, ou pior, deixando trabalho para os coitados dos avós. E vou além, já que estou chutando o pau da barraca: eu acho que quem casa e separa antes de um ano deveria pagar um imposto ou uma multa, para que as pessoas não saiam fazendo merda por aí e depois abarrotando o judiciário com seus divóricos babacas. O judiciário tem mais o que fazer do que cuidar de caso de adulto-adolescente que cada vez que acha um encosto para suprir sua carência resolve assinar o maldito papel. Neguinho só passa a ser responsável quando mete dinheiro em jogo. Aí, gente que realmente precisa da prestação jurisdicional tem que esperar anos por causa dessas pessoinhas fantasiosas.


É. É isso aí. Isso aqui tá muito cor de rosa. Quero causar uma polêmica mesmo. Podem meter o malho. Eu deixo até escolher as opções. O que vocês querem dizer para me esculhambar?


a) Ela tem diarréia

b) Ela tem uma cicatriz horrível

c) Ela fica com homens casados (essa só vale para quem NÃO fica com homens casados... ops! será?)

d) Ela fingiu que namorou o Somir

e) Todas acima porque não tenho nada para falar do seu caráter ou da sua índole, apenas do seu intestino


Hoje estou on fire! Vamos lá, vem mais merda.


Alguém por favor me faz a caridade de dar a receita do brigadeiro de leite ninho? Vocês sabem, fiz a sofrida promessa de ficar um ano sem comer chocolate (não me arrependo, o motivo vale a pena). Fui fazer um brigadeiro de leite ninho no mesmo esquema que fazia o normal: seis colheres de leite ninho (que era o que eu colocava de nescau), uma lata de leite condensado e levar ao fogo até ferver. Minha Gente, tá duro na cumbuca até agora, só sai com intervenção cirúrgica! Quase que fui pedir a britadeira emprestada para o moço que tá furando a minha rua (às oito da manhã, nas minhas férias) para tentar tirar. Será que isso é o famoso Adamantium? (piada nerd, piada nerd). Aposto que os ossos do Wolverine são feitos de brigadeiro de leite ninho!


Galera do Rio de Janeiro, minha cicatriz está doendo. Não falha, vai cair um toró. Tirem seus guarda-chuvas de casa sexta e sábado.


Bruxa, tá preparada para tomar um sacode do Mengão no domingo? Meu medo é o Bruno não jogar, aí a coisa fica feia para a gente. Somir, seu trate, tira o olho do meu Mengão!


Comentário de um amigo meu sobre ir ao jogo neste fim de semana: "Não sei, Sally. Acho que o marido da minha namorada vai viajar, se ele viajar não vou não, vou ficar com ela". Tudo prostituto, de carteira assinada! hahahahaha. É o fim do mundo!


Olimpíadas chegando. Vocês não tem medalha de ouro no futebol! lá lá lá lá lá lá!!! E a julgar pelo comportamento do Dunga, não vão ter!


Pilha, Kelly, Nando, Beto e Camilinha se foram. Um minuto se silêncio por eles. Apaguei todos os meus meninos. Não tenho mais elo nenhum com vocês, a não ser o da amizade, que é o mais forte de todos. Como diria Arnold... I´LL BE BACK! hahahahah


obs: Não usei drogas, só queria quebrar o clima de enterro.



Continue Lendo...
Postado por CF às 23:28 4 comentários

Sobre o passar dos anos e outras coisas




_

Os últimos anos passaram depressa, muito depressa. E só me cabe perguntar onde se esconderam.
Saí de casa (casa = minha cidade, minha terra) há quase 8 anos e hoje só me pergunto onde eles foram parar.
Não que eu me arrependa de nada, nem que tenha vontade de voltar no tempo e fazer as coisas diferentes, mas às vezes dá vontade de fazer-se presente, nem que seja só por uma hora ou até por um minuto.

Dizem que saudade é basicamente não saber. Não saber como vai a vida, como vão os planos, o trabalho, os amores... Saudade é saber que três amigas de infância -- que estão na sua vida desde que você se entende por gente -- vão casarlogo mais e você não está perto pra ajudar a escolher o vestido, pra fazer planos, pra bater perna a tarde toda, pra conversar - falar de medos e certezas, pra tudo o que você quisesse e pudesse fazer.

Talvez eu seja mais exigente que as outras pessoas e não me contente com apenas um dia, com uma cerimônia, com uma festa bonita e todo mundo com champagne na cabeça e no corpo todo. Não, eu quero bem mais que isso. A vontade de agora é pegar um avião e estar perto delas - de uma em especial. Estar longe da alegria que pode até ser tocada me faz mal.

E viver? Viver é bem isso, não é? A gente cresce, tem mil obrigações, tem nossa vida, nossos planos... Só nos resta aceitar os fatos e tentar conviver com isso da melhor forma possível. Até porque posso brindar à vida e dizer de peito estufado que a vida que escolhi - ou que me escolheu - me realiza plenamente.

_

Anália
Continue Lendo...
Postado por CF às 07:52 5 comentários

quarta-feira, 23 de julho de 2008

As camisinhas mais bizarras

Diz a lenda que os preservativos têm uma longa história no Japão, começando pelas primeiras versões que foram feitas de couro (!), cascos de tartaruga (?), e até mesmo chifres (!?!?!)... (será que daí que veio a expressão "Cornear" ?)Pra felicidade dos tarados da terra do sol nascente, a tecnologia das famigeradas camisinhas tem avançado até chegar ao ponto em que 580 milhões de preservativos são vendidos anualmente no Japão. É o país em que mais se vende preservativos.

Para chegar à frente na corrida da supremacia do sexo seguro e manter a competitividade, mais uma vez, os japoneses inovam...graças a tal inovação, apresentamos aqui, os preservativos mais bizarros vendidos no Japão.


1) Kit Sach



Falasérioooooooooo né. Usaram o design daquele delicioso chocolate - que à propósito, apesar do Nestlé que podemos ver ali na imagem, nunca mais vi aqui no Brasil, tampouco de sabor Morango - enfim, usaram o design da embalagem do chocolate, pra fazer a "Kit Sach".


2) Os nerds também amam.



Essa foi uma das melhores, HAAHAHAHAHAA, personagens de desenhos estilo Power Ranges, Transformes, segundo a fonte, o nome desse desenho é "Otaku-Tachi". O mais interessante é que os desenhos tem tipo, meia dúzia de pênis, HAHAHAHAHAH. Além dessas bolinhas por todo robô, que aparentemente representam seios. Está disponível em 4 incríveis modelos.
Essa é pra você, Saradão, gostosão, que está lendo esse blog, e pensava que viciados em anime não transavam. HAHAHAHAHAHAHAH.

3) Camisinhas astrológicas

Para aqueles que tem bolas de cristal!
(não podia perder esse trocadilho, haha)

Bom, esse aqui deu pra perceber que é pro signo de peixes, ou alguma equivalência no horóscopo japonês. Achei os peixes da embalagem bem pequenos, se é que vocês me entendem.... (talvez daí venha aquela fama dos japoneses, que todos conhecem...hehe).

4) Pergunte aos esquilos



Não me perguntem o que passou na mente de alguém pra colocar esquilos sorridentes na embalagem dos preservativos, mas enfim. Reparem no chapéu dos esquilos. HAAHHAHAHAA.

5) Sexo seguro por telefone



Mais de meio milhão de preservativos são vendidos no Japão cada ano, mas parece que os fabricantes ainda têm capacidade extra e estão à procura de novos mercados para, arrrrrr, penetrar.

Pra comprovar isso aí está o preservativo para celular. Não, eles não são lubrificados.


6) Super discreto..



Os marketeiros tentaram dar uma aura luxuosa a embalagem, mas será que estamos realmente prontos para ver uma caixa deles exibidos junto com candeeiros, flores e outras coisinhas romanticas? Isso sim são segundas intenções, o resto é palha.

7) Super Big Boy



Mas é claroooooo que deixei o mais bizarro pro final. A Okamoto, maior fabricante de preservativos do Japão, utilizou essa imagem arquetípica para ilustrar as caixas de seus maiores preservativos.

Sim, é um cavalo. Um cavalo, um CAVALO gente! HAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHHAHAHA

Cá entre nós, se seu parceiro aparece com um preservativo desses, qual sua reação??? eu acho que ia entrar crise de riso, hahahahahahha. Exceto pelo de número 6 né, que é bem legal. (eu achei!)

Fonte: inventorspot.com


Leia também:

Participe no orkut:

Continue Lendo...
Postado por CF às 22:40 6 comentários

No Fundo do Poço Tinha uma Mola

Não sei exatamente o porquê, mas tenho certeza que, pras mulheres, é muito mais fácil assumir fraquezas do que para os homens. Assumir uma fraqueza não é, simplesmente, aceitar que se tem aquela limitação – e dar o processo encerrado por aí -, mas buscar transformar ela num potencial, ou, ao menos, fazer com que ela não prejudique futuras possibilidades.

Já leram uma revista masculina? Se tem uma coisa que as editoras deste tipo de revista devem odiar, é a palavra “comportamento”. Prestem atenção. Nas páginas, fotos de carros turbinadíssimos e com aquela roda importada linda – prontinhos para os leitores saírem dirigindo por aí. Mulheres estonteantes seminuas/nuas, deitadas numa cama box-king-king-king-size – só falta a plaquinha de “estou te esperando, gato”. Já viram uma seção de “como se curar do trauma de uma broxada” ou “porque meus colegas sobem na empresa e eu não”? E relatos do tipo “vi minha mulher na cama com outro, mas superei” em uma seção do tipo “A Vida do Leitor”? Pois é, nem eu.

Agora, comparem com uma revista feminina: “Cabelo de praia: um penteado fácil para depois do mergulho” (porque é sabido que, a maioria de nós, sai da água com o cabelo escorridíssimo parecendo crina de cavalo), “Moda astrológica: a roupa certa para cada signo” (porque, por mais que sejamos ótimas em moda, dicas sempre são válidas), “Muito linda: como se livrar de vez das espinhas”, “Fossa: como se curar da tristeza em 10 passos”. Isso sem contar os inúmeros relatos de “Engravidei aos 15 anos”, ou “De faxineira, me tornei gerente executiva”. É engraçado, mas, no que tange à assumir fraquezas, nós nos mostramos mais “cabeça-aberta”. Não temos problemas em falar sobre, desde que cheguemos à alguma forma de melhorá-lo. Às vezes, não falamos sobre com nossos homens (o que é absolutamente aceitável), mas aí, temos milhões de alternativas pra recorrer: amigas, mães, revistas femininas...

Se mostrar impotente diante de algo, é, antes de tudo, se mostrar forte. Forte pra assumir o que há de errado, forte para enfrentar com a cabeça erguida (e de salto alto). Por isso, da próxima vez que seu macho se perder por não querer parar e pedir ajuda, lembre-se: nós somos do time que tem todas as chances do mundo, por natureza, pra que isso nunca aconteça.

Ch.



Continue Lendo...
Postado por CF às 11:01 6 comentários

segunda-feira, 21 de julho de 2008

Então vamos falar de problemas...

[post grande]

A ignorância das pessoas me choca quando o assunto é Transtorno Alimentar, já ouvi
comentários extremamente maldosos sobre, e o pior de tudo é saber que quem o faz, só o faz porque não teve um pingo sequer de vontade de ENTENDER o assunto.

Ok, anorexia e bulimia são mais comuns em garotas entrando na adolescência que não ligam nem um pouco pra sua saúde, só para a aparência; ou em modelos. Mas elas não são as únicas a sofrerem desse mal. Eu estaria sendo hipócrita se dissesse que elas não deviam cuidar da aparência, e que o que importa é beleza interior. Aparência importa sim. Mas tudo tem um jeito certo para ser feito.

Mas não quero falar sobre o motivo de cada um para adquirir sua doença, e sim sobre como é difícil lidar com ele. Para isso vou falar do MEU problema.

Comigo começou aos 13, não foi por vaidade, querer emagrecer, nem nada disso. Minha vida teve uma mudança e isso levou ao problema. Eu perdi minha mãe, e com ela os horários para alimentação, eu voltei a morar com meu pai e não tinha mais alguém que realmente se importasse se eu estaria me alimentando corretamente, e eu não tinha aprendido a me importar comigo ainda. Precisava de vigia, gente pegando no pé, orientação, e isso não tive. Daí surgiu a anorexia. Eu comia quando queria, se queria. Muitas vezes esquecia de comer ou simplesmente estava fazendo outra coisa e deixava "isso" pra depois.

A questão é que quem tem transtorno alimentar não percebe. Eu não cheguei a ficar
esquelética porque a anorexia se desenvolveu lentamente, ninguém que convivia comigo percebeu. Depois de um ano levando essa vida, começaram as fraquezas, mas ok, quando ficava fraca comia.

Um tempo depois veio a anemia. E ainda assim ninguém sequer cogitou anorexia,
isso era coisa de outro mundo. Eu tratei a anemia, tomei as vitaminas, quando "melhorei", continuei com a alimentação fraca, e no auge dos 15/16 nem me preocupava com isso. Cheguei a ficar um ano e meio (!!!) sem almoçar. Emagreci bastante.

A anemia voltou, muito pior dessa vez. E só então, depois de 3 anos, alguém foi reparar "nossa, ela tem problema com isso, temos que ficar de olho". Fui obrigada a seguir dieta pra melhorar logo. Engordei 6kgs, e foi quando meu problema atingiu a estética que eu comecei a "gostar" dele.

Eu queria perder esses 6kgs de qualquer forma, não interessando se ia desmaiar todo dia pra isso, estava decidido, eu não comeria mais. Eu não estava gorda, estava longe disso, mas só eu não enxergava, e qualquer comentário inocente eu já tomava pra mim como "você está gorda".

Felizmente eu não consegui seguir adiante com a idéia de não comer. Eu desmaiava todo dia, não conseguia subir as escadas para o meu quarto sem parar na metade pra descansar, não tinha forças pra nada.

Mais um bom tempo tinha se passado e eu nem tinha conseguido me livrar da anemia. Foi então que me dediquei com toda minha vontade à melhorar. Mas eu tinha um novo probleminha... meu organismo não estava mais acostumado com comida, rejeitava quase tudo que eu ingeria. E só foi piorando, eu tomava tudo quanto é remédio pra má digestão e ainda assim o mal estar não passava. Ficava enjoada o dia todo, mas mesmo assim eu TINHA que comer. Comecei a vomitar espontaneamente, comia, me sentia mal, colocava pra fora. Virou rotina, mas era um alívio vomitar. Foi aí que procurei ajuda médica e comecei com medicamentos pesados. Eu tentava comer durante o dia, mas quando me sentia mal, nem esperava o vômito vir, eu induzia, outro grande erro. A minha única refeição garantida era o jantar, porque logo depois eu tomava remédio pra dormir e não sentia enjôo.

Eu não estava mais tão fraca fazendo isso, uma refeição estava me sustentando bem, meu corpoestava ótimo, estava tudo ótimo. MENOS MINHA MENTE! Tinha desenvolvido bulimia. Quando saía pra comer aquela porção de batatas fritas, chegava em casa me sentindo culpada por estar estragando meu corpo. Com o pensamento idiota "se eu vomitar a batata frita, tudo fica bem", eu alimentava a bulimia. Comia tudo que tinha vontade em excesso e depois vomitava deprimida. E mesmo fazendo isso eu não tinha me dado conta que isso que eu fazia era um problema, que tinha nome, que era BULIMIA! Fiquei assim por meses, quando eu comia algo eu realmente passava mal, então induzia o vômito antes de começar o mal estar. O que a bobinha aqui não sabia é que a bulimia também tinha seus efeitos, e eles demoram mas não falham.

Comecei a ficar com dor de garganta, vomitar sangue, todos meus problemas respiratórios pioraram nessa época, meus dentes ficaram mais sensíveis, sentia dores estomacais, enfim, sofri com todos os efeitos possíveis desse transtorno.

Caiu a ficha de que estava mal, procurei ajuda com um psiquiatra, endocrinologista, nutricionista e psicólogo, não todos de uma vez, tive uma certa resistência no início. Remédios pesados passaram a ser minha vida (ainda tomo alguns e sofro com os efeitos colaterais), e não tinha jeito de me livrar do problema sem sofrer, eu comecei a fazer refeições e agüentar os enjôos, segurar o quanto podia para não vomitar, colocar lembretes em toda a casa para não esquecer de comer.

Até hoje, algumas vezes eu esqueço de comer, não é prioridade pra mim, tenho uma relação complicada com a comida. Pretendo nunca mais cruzar com a bulimia, afeta a mente de uma forma inimaginável. E a anorexia eu vou mantendo sob controle. Eu não cheguei a nenhum estado crítico, mas se eu fosse um pouco mais despretensiosa, insegura quanto à minha beleza e tivesse indícios depressivos, teria chegado.

É uma questão de força de vontade e rendição, não se deve ser orgulhosa nessas horas, tem que assumir que precisa de ajuda e obedecer.

Anorexia e bulimia são doenças e não "frescura de quem não tem o que fazer", como muitas vezes ouvi por aí. Afetam o corpo e a mente, o tratamento não é fácil, mas eu posso dizer que SUPEREI.

[/post grande]

Y.


Continue Lendo...
Postado por CF às 14:58 6 comentários

Prato do dia: HOMEM

Se quiser conhecer um homem na PRIMEIRA SAÍDA, leve-o para jantar. Nunca vi algo tão REVELADOR como a forma que homem se porta diante de uma mesa.

TRATAMENTO COM O GARÇOM:
- Tratou o garçom muito mal SEM PROPÓSITO: Sem educação. Um dia, não muito remoto, vai tratá-la como sua empregadinha.
- Tratou o garçom muito mal COM PROPÓSITO: Não leva desaforo para casa. Machão.
- Tratou BEM o garçom, de modo que chamou para sentar-se com vocês: Bicha.
- Tratou BEM o garçom: Um homem normal.

DURANTE A COMIDA, ELE:
- Arrota e palita os dentes: Grosseirão.
- Limpa a boca com guardanapo e pergunta a você se está sujo: BICHA.
- Limpa a sua boca com guardanapo: Romântico.

PEDE PARA BEBER:
- Hi-fi, Caipifruta etc: Bicha.
- Refri LIGHT, ZERO: Bichona.
- Cerveja: Macho.
- Suco: Acha que você é um traveco.
- Vinho: Romântico.
- NADA, alegando que está cuidando do abdomen: BICHA gorda.
- NADA, alegando que vai dirigir: Um homem normal.

AO OLHAR O CARDÁPIO, ELE:
- Pergunta ao garçom se TAL PRATO TEM CEBOLA, MILHO, TOMATE ou outra iguaria: BICHA.
- Escolhe pelo preço: LISO.
- Troca de pedido 2x: BICHA indecisa!

PEDE SOBREMESA:
- Para ele: BICHA.
- Para você: ROMÂNTICO.
- Não pede: ACHOU VOCÊ GORDA.

É, adicionem outras condutas, minhas caras! Um homem à mesa deveria entrar para o HALL de adivinhações, como o pó de café, a interpretação de sonhos e outros...
Zin

Continue Lendo...
Postado por CF às 11:09 4 comentários

domingo, 20 de julho de 2008

O Homem de SEIOS FARTOS

Em abril deste ano, Ronaldo, O Gorducho, ganhou a página principal dos jornais de todo mundo. Um dos travestis, dos três que eram pagos pelo rapaz para fazer programa, decidiu “abrir o bocão”, alegando que não fora pago de acordo com o combinado.

Esta introdução não é para esclarecer as pretensões do Ronaldo ou do Travesti, mas para respondermos, EM PARTE, a indagação que zilhões de mulheres NO MUNDO: Por que um homem como o Ronaldo, com dinheiro e sucesso, cercado de mulheres lindas, procurou travestis para se divertir num motel? Veja que exclui o fator “PAGAR POR SEXO”, pois este seria outro capítulo. Limito-me a discorrer sobre POR QUE OS HOMENS PROCURAM TRAVESTIS?

O antropólogo americano Don Kulick que conviveu um ano com travestis em Salvador (Para escrever um livro sobre TRAVESTIS “e seus mistérios”), em um mês de pesquisa, pediu a cinco deles que registrassem o tipo de serviço prestado nas ruas. O resultado de 138 programas: em 52% dos casos os clientes queriam sodomizar, em 19% exigiam sexo oral, 18% queriam fazer aquilo que se costuma chamar de “troca-troca”, 9% pagaram para ser sodomizados e 2% para ser masturbados.

Diante de percentuais, percebemos que o homem que busca essa mulher MAL-ACABADA ou um HOMEM MODIFICADO pretende alcançar a unção do ATIVO e o PASSIVO, a DELICADEZA e o GROSSEIRO. Engraçado que afirmando isso, eu penso “Porra, mas eu tenho 10 dedos e dois braços também”. Cof, cof... Mas voltando, os travestis queixam-se que são cobrados para terem atitudes másculas durante o PROGRAMA, ao passo que se entopem de silicones pelo corpo para parecerem figuras femininas.

O grotesco e o ambíguo povoam as cabeças destes senhores (e das nossas que tentamos entender a questão). Diz uma psicanalista que “Só um travesti saberia ser tão feminino quanto quer a fantasia de alguns homens”, outros afirmam com veemência que os homens que buscam travestis estão em conflito sobre sua sexualidade e, outros mais otimistas, revelam que isso não quer dizer que são homossexuais.

Como sabem, vários travestis POLÊMICOS (não preciso destacar esse adjetivo, é um pleonasmo chamar travestis de POLÊMICOS) já revelaram que eram pagos excessivamente por homens da mídia, homens casados e que bancavam os machões na sociedade. Será que se nós mulheres fizéssemos o famoso FIO TERRA em nossos homens, eles parariam de procurar os travecos?

Zin

* Informações e dados retirados da REVISTA ÉPOCA.
* NA COMUNIDADE CORPORTAVISIMO FEMININO, na época do “INCIDENTE COM RONALDO”, foram criados cerca de 4 tópicos sobre o assunto.

Continue Lendo...
Postado por CF às 14:56 3 comentários

Feliz dia do Amigo???

Gente, será que precisa mesmo de um dia para comemorar a amizade? na minha mente, comemorar uma amizade é um ato contínuo, afinal, sem eles, o que seria de nós??? Tenho amigos que são mais família do os de sangue. Meus amigos estão sempre em minha mente e sempre que posso, deixo isso bem claro. Cada um tem a sua maneira... tem aqueles amigos que não gostam de nada "ursinho carinhosos", tem aqueles que AMAM as coisas "ursinhos carinhosos"... e me comunico na linguagem de cada um.
Sou a mesma para todos, mas sei separar o jeitinho de ser de cada um.

Então, meninas da CF e todos aqueles que acompanham o blog, um FELIZ DIA DO AMIGO.

Beijos e excelente semana para todas!!!

B.Beiçola.
Continue Lendo...
Postado por CF às 12:44 3 comentários

sábado, 19 de julho de 2008

Ouvido seletivo? (é longo mas ficou legal eu juro!)

Hoje resolvi falar de música, e, de início vou postar aqui algumas. Sntes de vcs responderem de quem é, leiam bem a letra e pensem, algumas estão traduzidas.

"Que tal uma salva de palmas?
Uma ovação em pé
Você parece tão idiota agora
Parado ai fora da minha casa
Tentando se desculpar
Você fica tão feio quando chora
Por favor, corta essa
Não diga me que você está arrependido
Porque não está
Baby, sei que você se arrepende
Somente porque foi pego
Mas você monta o seu showzinho
E realmente me faz acreditar
Mas agora é hora de ir
As cortinas finalmente estão se fechando
Aquilo foi mesmo um show
Muito interessante
Mas acabou
Siga em frente e receba os aplausos
Pegue suas roupas e saia (melhor se apressar)
Antes que a chuva venha
Falando "Garota eu te amo, você é única"
Isso parece como um reatamento
Por favor, o que mais vai dizer?
E não diga me que você está arrependido
Porque não está
Baby, sei que você se arrepende
Somente porque foi pego
Mas você monta o seu showzinho
E realmente me faz acreditar
Mas agora é hora de ir
As cortinas finalmente estão se fechando
Aquilo foi mesmo um show
Muito interessante
Mas acabou
Siga em frente e receba os aplausos
E o prêmio de melhorMentiroso vai para você
Por me fazer acreditar
Que você poderia ser fiel a mim
Vamos ouvir seu discurso
Que tal uma salva de palmas?
Uma ovação em pé
Mas você monta o seu showzinho
E realmente me faz acreditar
Mas agora é hora de ir
As cortinas finalmente estão se fechando
Aquilo foi mesmo um show
Muito interessante
Mas acabou
Siga em frente e receba os aplausos
Mas acabou"



Música 2

Essa vai para as garotas
E eu vou manter isso em cima
Nos estamos em Polo
Eu vejo você Ryan
O que você fez estava certo
Mas nos estamos apenas começando
É cara
Você se vê procurando por alguem
Que vai pegar você e fazer direito
Bem vindo aqui baby, e deixe o papai mostrar como vc vai se sentir
Você sabe que tudo o que vc tem q fazer é me dizer o que quer que mande
E eu prometo que eu vou continuar mandando ver a noite inteira
Olhando nos seus olhos enquando voce anda até o outro lado
E eu pensando que gatinha, eu tenho uma coisa pra voce
Fazendo isso de propósito, sinuosas e trabalhando
Eu posso dizer pelo modo como você me olha garota
Eu quero fazer amor nessa boate(nessa boate, nessa boate, nessa boate)
Eu quero fazer amor nessa boate(nessa boate, nessa boate, nessa boate)
Você tem alguns amigos rondando com voce baby, qnd isso eh legal
Você pode deixar eles com meu amigos,
Deixe-me saber que eu tenho voce
Se vc não sabe, voce é a única coisa que esta na minha mente
Porque do jeito que eu estou perdendo, você me faz querer te dar isso a noite toda
Olhando nos seus olhos enquando vc anda até o outro lado
E eu pensando que gatinha, eu tenho uma coisa pra voce
Fazendo isso de propósito, sinuosas e trabalhando
Eu posso dizer pelo modo como você me olha garota
Eu quero fazer amor nessa boate(nessa boate, nessa boate, nessa boate)
Eu quero fazer amor nessa boate(nessa boate, nessa boate, nessa boate)
Eu quero fazer amor nessa boate(nessa boate, nessa boate, nessa boate)
Eu quero fazer amor nessa boate(nessa boate, nessa boate, nessa boate)
Young Jeezy(bem, você sabe que eu estou sempre rondando! Estou nessa!)
É vamos la
Eu sou o que você quer, sou oque você precisa
Ele deixou você presa, e eu vou te libertar
Sexualmente,mentalmente,fisicamente, emocionalmente
Eu vou ser seu remédio, você vai tomar cada dose de mim
Isso está descendo a gôndola 3, eu vou pegar vc como alguns mantimentos
E toda vez que você pensar sobre isso, vai querer mais algum sobre mim
Sobre o hit da boate, fazer você se mexer,é, nominal R
Puxou pra cima como uma armadilha estrelada
Se eh isso que vc tem que regular seu carro
Você sempre fez amor com um matador na boate com seu gelo 87 jeans e um par fresco de nikes
No sofá, na mesa, no bar, ou na pista
Você pode encontrar comigo no banheiro, é vc sabe que eu estou tentando ir
Você talvez possa me dar um beijo
Se vc continuar tocando desse jeito
Você sabe que você assusta
Baby,
Eles não sabem que nos estamos fazendo
Vamos os dois ficas nus aqui mesmo
Continue garota e eu juroEu vou te dar isso, não pare
E eu não ligo quem esta assistindoAssistindo, assistindo(assistindo, assistindo)
Oohh, nessa boate, na pista
Baby, vamos fazer amor
Eu quero fazer amor nessa boate(nessa boate, nessa boate, nessa boate)
Eu quero fazer amor nessa boate(nessa boate, nessa boate, nessa boate)


Música 3 e última


Oh yeah, oh yeah, oh yeah, oh yeah, oh yeah
Eu sei que você estava esperando por isso
Eu estou esperando também
Na minha imaginação, eu estou em cima de você
Eu sei que você tem aquela febre por mim
E, garoto, eu sei que sinto o mesmo
Minha temperatura está no teto
Se tiver uma câmera por aqui
Então eu vou levá-la embora comigo quando eu sair
Se tiver uma câmera por aqui,
Então é melhor eu não ver esse vídeo no YouTube (Youtube)
Porque se você contar e se gabar desse encontro secreto
Eu vou te perseguir
Porque, baby, eles vão se meter no meu negócio como uma entrevista da Wendy
Mas isso é particular entre você e eu
Toque meu corpo
Coloque-me no chão
Carregue-me por aí
Brinque comigo um pouco mais
Toque meu corpo
Jogue-me na cama
Eu só quero fazer você se sentir como nunca se sentiu
Toque meu corpo
Deixe-me colocar minhas coxas
Ao redor da sua cintura
Só um poquinho
Toque meu corpo
Sei que você gosta das minhas curvas
Venha e me dê o que mereço
E toque meu corpo
Você pode me vestir como uma nova camiseta branca
Vou abraçar seu corpo mais forte que meu jeans favorito
Eu quero que você me acaricie como uma brisa tropica
lE flutuar com você num mar caribenho
Se tiver uma câmera por aqui
Então eu vou levá-la embora comigo quando eu sair
Se tiver uma câmera por aqui,
Então é melhor eu não ver esse vídeo no YouTube
Porque se você contar e se gabar desse encontro secreto
Eu vou te perseguir
Porque, baby, eles vão se meter no meu negócio como uma entrevista da Wendy
Mas isso é particular entre você e eu
Toque meu corpo
Coloque-me no chão
Carregue-me por aí
Brinque comigo um pouco mais
Toque meu corpo
Jogue-me na cama
Eu só quero fazer você se sentir como nunca se sentiu
Toque meu corpo
Deixe-me colocar minhas coxas
Ao redor da sua cintura
Só um poquinho
Toque meu corpo
Sei que você gosta das minhas curvas
Venha e me dê o que mereço
E toque meu corpo
Eu vou te tratar como um ursinho de pelúcia
Você não vai querer ir a lugar nenhum
No colo da luxúria
Deitado entrelaçado comigo
Você não vai querer nada, garoto
Eu vou te dar bastante alegria
Toque meu corpo
Coloque-me no chão
Carregue-me por aí
Brinque comigo um pouco mais
Toque meu corpo
Jogue-me na cama
Eu só quero fazer você se sentir como nunca se sentiu
Toque meu corpo
Deixe-me colocar minhas coxas
Ao redor da sua cintura
Só um poquinho
Toque meu corpo
Sei que você gosta das minhas curvas
Venha e me dê o que mereço
E toque meu corpo




Pois é, agora as respostas
NÃO, NÃO É KELLY KEY, LATINO, MC CRÉU NEM COISAS DO GÊNERO
mas parece né?
é Rihanna, Usher e Mariah Carey.

Porque engolimos esse lixo que parece música da Kelly Key e do Claudinho e Buchecha?
Ah, porque é em inglês...
E tudo que é em inglês é melhor né... deve ser.
Lixo por lixo Latino tem o meu aplauso, ele canta lixo de uma maneira que eu entendo e não glamouriza a merda que ele canta em clipes bem feitos e milionários.


LATINIO MITO FATO ESTOU DE PÉ CANTANDO FESTA NO APÊ

pronto, falei.

Ju.
Continue Lendo...
Postado por CF às 17:13 6 comentários

sexta-feira, 18 de julho de 2008

A SOBRECARREGADA mulher MODERNA



Adoro usar sutiãs e nunca pensei em queimá-los. Porém há décadas atrás, alguma mulher, por um despautério qualquer, resolveu pôr fogo neles e, hoje, nós, mulheres do século XXI, temos que agüentar a fumaça DESSA MERDA TODA em nossos pulmões.


Como se não bastasse a cobrança por um status profissional, a mulher tem que estar impecável... É, mesmo que tenha cozinhado um peixe com cebolas e, por isso, tenha nas mãos um odor nada compatível com seu Channel 5, temos que parecer saídas de um salão de beleza!


É, decidimos encarar a macharada e de FRENTE! Compramos uma briga em busca de DIREITOS, mas os DEVERES se sobressaem diante destas benditas conquistas! Direito a quê? A encarar 4304834983 jornadas diárias? Direito a ser mãe, amante, profissional, motorista, provedora, puta, atleta num dia só?


Meu filho está de férias. Meu namorado precisa de uma assistência sexual. Minha mãe precisa ir ao médico e, como não dirige, a motorista aqui tem que fazê-lo. Ah, meu filho e seus coleguinhas (também de férias) coalharam a casa de pipoca. É, também preciso varrer. E, como se não bastasse, preciso malhar para que meu namorado continue me amando sexualmente e eu não me chame de VACA ao vislumbrar o espelho. É, preciso alcançar o abdômen da Bünchen, senão ficarei fora de foco, minhas amigas não vão gostar tanto de mim assim.


Às 6 da manhã, com 1kg de corretivo ao redor dos olhos, vou trabalhar. O corretivo é para disfarçar as poucas 3 horas de sono da noite passada, claro, a fulaninha que vos fala só tem tempo para si quando todos estão dormindo.


Com essas mudanças, os homens estão mais deselegantes, menos cordiais e POUCOS assumem a postura de MACHO diante de uma casa, por exemplo. Já foram empurradas num lugar público por um homem? (Sim, isso é comum!). Sei que alguma feminista ou até alguma de vocês poderá listar coisas VÁLIDAS E IMPORTANTES para essa mudança dos DIREITOS FEMININOS. Mas meus olhos, cansados, me dizem que deveríamos ter continuado em casa, cochilando na varanda ao ler um livro ou inventando uma nova receita de bolo.


Quem lucrou com essa REVOLUÇÃO FEMINISTA foi o homem e creio que os vendedores de cosméticos também. O homem agora come facilmente, tão facilmente que quer inovar... Sim, minha cidade está recheada de cuecas-cor-de-rosa! O homem permanece com a sua intacta e ÚNICA jornada de trabalho. Ganham AINDA até mais que nós em seus empregos. Podem comer MARIA, SEBASTIANA e JOSEFINA, afinal todas estão solteiras.


Alguém me empresta uma máscara para eu não ter que continuar a engolir tanta fumaça, causada por essa tal fulaninha que certamente estava entediada (talvez com TPM)?


Zin

Continue Lendo...
Postado por CF às 22:47 5 comentários

quinta-feira, 17 de julho de 2008

O que aprendi com as barangas


"QUANTO MAIS FEIA...

...MAIS GOSTOSA SE ACHA!

Essa afirmação é dita aqui com propriedade, FATO! Tinha uma moça que fazia faxina na minha casa, pesava mais de 100kgs, rosto do Serjão Loroza. No entanto, para ela todos homens estavam querendo comê-la. Isso não é a primeira vez. Não é por conta da classe social, conheço vários exemplos.


Daí vejo muita mulher bonita com baixa-estima. QUE PORRA É ESSA?''

Dia desses esse tópico foi lançado na CF por uma das escritoras aqui do blog. Me acabei de rir, auhuauuhuauha. Sério, por que toda baranga se acha, heim?
Toda baranga tem uma vida movimentadíssima (issima issima issima), tem mil caras a fim dela, se acha mucho gostosa e tudo dela é simplismente o MELHOR. O namorado dela que parece um gnomo é o mais lindo e o mais gostoso, pouco importa se o cara tem cara de retardado, se é um mané ou se é até o resto de outra amiga.
O cabelo dela? Ahhh, o cabelo.. aquele monte de palha estirado na chapinha é a oitava maravilha do universo e até aquelas celulites espremidas numa calça apertada são imperceptíveis para ela - só para ela, né?

Acho até que vou chamar o texto de ''O QUE APRENDI COM AS BARANGAS'', porque eu vejo um monte de mulher linda, inteligente e com um monte de coisa boa, mas que se acha uó, parece cega, sabe? Sempre se achando menos.. menos bonita, menos capaz, menos inteligente... alô? Miopia who? Acordem, meninas, acordem!

Resumindo, vamos chamar minha síntese de MANUAL DA BARANGUETE (sim, baranga + piriguete):

1) Você é muito muito muito muito gostosa, todos os homens te querem, não há quem resista ao seu poder de sedução.
2) Seu cabelo é lindo, não importa o quanto ele seja mal alisado e alguns (muitos) fiozinhos insistam em arrepiar. Passa cuspe que eles abaixam, fofa!
3) Celulite? Esse item não existe no seu vocabulário. Pode usar calça branca apertadinha e com calcinha vermelha, heim.. vai ficar um arraso!
4) Falar em celulite, toda baranguete tem um CEULAR que ela não larga 1 minuto sequer pra se comunicar com os muitos homens afim de beijá-las mooooooito. Não podemos esquecer que o celular é o famoso pai-de-santo, só recebe.
5) Tá na balada e o gatinho tá olhando pra você? Nada de fazer doce, heim? Assim que ele se aproximar, dê um beijo desentupidor de pia nele e encoste-o em uma parede. Faça isso com vários. Ficar de pegação na balada vai te dar a fama de a mais desejada, top top mesmo.
6) Amigas? Que amigas? Você tem rivais, cuidado, elas podem tomar os seus machos. Mas duvido, fofa! Ninguém resiste ao seu poder de sedução. É você passando e todos os homens caindo aos seus pés (sim, medo mata!).
7) E o seu Orkut? Muito cuidado com o seu perfil, ele é a fonte dos seus próximos amassos. Capriche nas fotos e pam.. só esperar o resultado! Vale botar foto de bíquini, com o útero aparecendo, encostada na parede e fazendo carinha de sensual.. VALE TUDO!

Deu pra aprender como ser uma baranguete? Não?! Sabia. Aqui só tem menina bonita e gostosa mesmo.. :D

Anália

Continue Lendo...
Postado por CF às 14:18 6 comentários

Mulheres INCOERENTES

Estamos vivendo o século das mulheres INCOERENTES? Aquelas que se dizem FORTES, INDEPENDENTES, BEM RESOLVIDAS e se vangloriam ao dizer que é A Oficial, mesmo que o seu companheiro coma a secretária as segundas-feira? Que valores são estes?

Não estou apenas focando o meu post no grau de incoerência das chifrudas mas, também, nas declarações. Glória Maria sempre faz declarações polêmicas acerca das suas investidas em busca da sua "juventude". Toma 100 pílulas diárias, pula de um pé só, compra brinco com o valor de um apê a beiramar no RJ, come cocô de passarinho (Sim, isso aí foi por minha conta mesmo). Mas aí a moça, digo, senhora lança a seguinte frase: NÃO SOU VAIDOSA. Como assim não é vaidosa? É, de fato, você é obsessiva pela vaidade!

Claro que todos têm o direito de mudar de opinião. Eu mesma tenho toda a hombridade de rever teorias e reavaliar princípios. DANÇO DE ACORDO COM A MÚSICA. Mas, os exemplos dados acima não são NEM DE LONGE de mulheres que MUDARAM DE OPINIÃO, elas continuam na mesma, sendo e agindo da mesma forma e DECLARANDO O OPOSTO.

Vídeo para quem não viu o momento da QUEDA DO BRINCO DA GLÓRIA MARIA.





Zin

Continue Lendo...
Postado por CF às 09:26 4 comentários

terça-feira, 15 de julho de 2008

DIZER e PEDIR

Há uma lista de coisas que se forem pedidas perdem o seu devido valor. Inclusive isso já foi um remoto tópico da nossa COMUNIDADE DO ORKUT. Sempre me sinto um E.T. quando vejo relatos e mais relatos de pessoas dizendo que NÃO PEDEM, que o outro DEVERIA SABER, que VÃO ESPERAR que ele, enfim, AJA ou PERCEBA...

Sou o triste oposto disso. Eu peço, eu digo COMO QUERO e QUANDO QUERO, mesmo que não seja atendida. Penso que o FULANINHO não tem bola de cristal para simplesmente visualizar o que deve ser feito. Aí vocês diriam “SE ele te amasse, ele saberia...” ou qualquer frase dessa natureza! Não creio que a coisa seja tão PEI e BUF assim.

Nós, mulheres, temos a bela capacidade de nos COMUNICAR, de DIZER. O homem tem a bela sorte de resumir seus sentimentos em 4 letras: SEXO. Aí você se pergunta, homem ou mulher, que lê isso: “Você deve cobrar MUITO, não?” Não, dizer não é cobrança. Eu digo, por exemplo, que me tocar DAQUELA forma nas preliminares dói e que deveria ser de maneira mais suave. (Uma condução de mão aí cai bem!) OU que quero ganhar AQUELA MELISSA VERMELHA DA COLEÇÃO Y! Digo, não vou ficar aturando sexo mal feito nem um vestido COR-DE-MERDA.

Não sei se o meu BOCÃO deve-se ao fato de ter cursado COMUNICAÇÃO. Mas aprendi na primeira semana de aula que SE COMUNICAR é tão importante quanto usar camisinha com um cara que você encontrou na rua.

Quem foi que disse que PEDIR E DIZER É SINAL DE FRAQUEZA ou de mostrar-se DEPENDENTE? COMUNICAR NÃO DÓI, PEDIR TAMBÉM NÃO.
Zin

Continue Lendo...
Postado por CF às 20:25 6 comentários

TUMOR






Pelo visto, está na moda falar de doença. Estranho o súbito interesse das pessoas por isso. Tem gente até abrindo tópico para isso em comunidades do Orkut. Beleza. Falemos de tumores. Eu já estive lá, justamente por isso, me permito fazer uma “abordagem cordial” do assunto, como diria Rafael Pilha. Mensagens de fé, pensamento positivo e orações deixo para depois, meu enfoque vai ser outro.


Ficar doente é uma merda. Ter um tumor é uma merda. Você sente sua energia acabando. Você sente que tem algo muito errado com seu organismo. Não importa o tipo nem a localização, é uma merda. Mas, como tudo na vida, pode ter um lado bom.


Pessoas espiritualizadas e bem resolvidas tiram coisas boas como, por exemplo,“aproveitar melhor cada dia da sua vida” ou ainda “não se aborrecer por pequenas coisas” ou então “dar valor às pessoas que amamos”, etc etc. Não estou desvalorizando essas lições. Muito pelo contrário, acho bacana. Mas quero mostrar o lado B. O lado de quem não tem Jesus no coração, como esta mercenária que vos fala, que além de aprender essas lições citadas acima, ainda tirou um proveito extra da situação. O lado que ninguém comenta, porque é politicamente incorreto.


Quando você fala a palavra TUMOR, seu interlocutor geralmente inclina o pescoço para o lado, num gesto de pena, geme (ohhhhnnnn) e te fala palavras de consolo. TUMOR é uma palavra forte. Pode te deprimir ou abrir muitas portas. O tratamento dado a uma pessoa que proclama em alto e bom som “Tive um TUMOR” é diferente, é quase que inevitável. Usar isso para se vitimizar é um saco. Mas usado para obter benefícios pessoais, é um greencard social. Porque não? Sofremos bastante, acho que temos direitoa essas transgressões.


Primeira coisa: tem que acabar com essa cultura esforçada de querer trabalhar doente. Você tem um tumor? Ótimo. FIQUE EM CASA. Fique em casa RECEBENDO. Veja programas de fofoca, jogue vídeo-game, durma o dia todo, faça qualquer coisa, mas não volte para o trabalho. Pode ser que, em certo ponto, vai dê uma vontadede voltar a trabalhar. Peça a alguma pessoa próxima que TE SEGURE. NÃO VOLTE. Não volte a menos que seja indispensável! (na iniciativa privada, não são muito compreensivos). Esse sentimento cidadão de querer ser útil novamente se converte em arrependimento mortal depois do primeiro aborrecimento no trabalho. Curta suas férias forçadas. E se puder, estique-as ainda mais do que o necessário, você teve um tumor, você tem o direito de criar compensações.


Uma pessoa convalescente pode tudo. Ninguém vai contrariar uma pessoa em recuperação, as pessoas sentem pena. Não importa quão sem razão você esteja, a sociedade vai ficar do seu lado. É assim com os deficientes! Experimente bater boca com um deficiente! O cadeirante pode estar cuspindo na sua cara, não importa o quanto você está certa, sempre vem uma idosa e diz “Que horror, brigando com esse pobre menino portador de necessidades especiais, como tem gente ruim no mundo...”.Quando eu estava convalescente, vivia mostrando meus pontos para todo mundo para conseguir o que queria. E conseguia. Já que vão sentir pena, vou fazê-los escravos da própria pena. Pessoas são sádicas. Adoram ver pontos.


Escapei de uma surra quando estava recém operada. Uma semana antes de operar, um professor meu, comprometido, tinha marcado uma escapadinha comigo. A informação vazou (talvez porque ele sempre me dava carona e tenha marcado o encontro nos corredores do curso, um completo irresponsável). Quando voltei da cirurgia, estava comprando um café na cantina do curso, quando chega uma criatura, que acredito ser a digníssima chifruda, bate no meu ombro e fala “Você é a Sally?”. Ao que respondi afirmativamente, ela diz “Você pode me responder se tem algo como Fulando?”. Disse que não ia responder e que minha vida pessoal não interessava a ela. A chifruda se aborreceu e a coisa começou a sair do controle. Ela disse que sempre via ele comigo de “papinho” e senti que a coisa ia feder. Coloquei minha mão no ombro dela e disse “Vou te contar, mas, por favor,não comente com ninguém, ok?” (impressionante como o olho de mulher brilha quando escuta isso, ela se sentiu especial, tenho certeza!). Respirei fundo e usei meu greencard social: “Sabe o que é? EU TIVE UM TUMOR”. O golpe de misericórdia foi levantar a camisa e mostrar os mais de 250 pontos de cabo a rabo na minha barriguinha. Foi automático. A chifruda inclinou o pescoço para o lado, fez“ohhhhhnn” e me olhou com aquela cara de pena.


Expliquei que por causa do TUMOR perdi muitas aulas, e o Fulano, “muito gentil”(na cabeça dela, COM PENA) me deu uma grande ajuda, me passou as aulas dele e até me deu uma carona uma vez. Ela se desculpou muito, muito mesmo. Até hoje me olha com cara de pena. Aparentemente, quem tem um tumor, ou tem tudo perdoado, ou fica inofensivo.


“Mas que horror, usar uma doença em proveito próprio!”. É. Não é bonito, mas é legal. E ficar doente é muito ruim. Me dou ao direito de transgredir. Trollagem na vida real me diverte. É inevitável que as pessoas sintam penade você, então, que tal debochar dessa pena? Foi uma forma que encontreide compensar todo o sofrimento e mal estar. Repito sem dó: tirem proveitoda pena alheia!


Não se trata de “querer se dar bem”. Não fraudei o INSS, não embolsei dinheiro,não menti, não fiz chantagem para que namorado meu continue comigo porque eu estava doente. Percebem a diferença? Apenas joguei com a pena das pessoas a meu favor. Se você está doente, faça o mesmo. Juro que eu não queria despertar pena, mas já que isso parece inevitável, porque não reverter a seu favor?


Um comentário curioso: outro dia li que uma pessoa estava se fazendo de fortona, dizendo, com o maior orgulho, que nunca usou a doença para desculpar nada. Quanto mais a pessoa tira onda, mais eu desconfio. Essas pessoas fortonas são aquelas que fazem chantagem com amigos e namorados quando o caldo entorna. Bravatear em condições normais é fácil, mas quando a porca (sem trocadilhos) torce o rabo, o discurso muda nos bastidores. Ah... os valentes de Orkut. Eles me divertem. Eles acham que as pessoas compram o discurso só porque não os contrariam. Mas tudo bem, sempre tem um chinelo velho para um pé cansado. Tem mais é que ficar com uma pessoa que quando a porca (novamente, sem trocadilhos) torce o rabo diz, entre lágrimas, “foram os remédios que me fizeram agir assim”. Deus me livre de gente assim... seria como namorar o Heny Sobel ou o Ronaldo Esper, também adeptos desse argumento. Hahahaha... desculpem, hoje estou com a macaca...


Sally

Continue Lendo...
Postado por CF às 16:08 2 comentários

Quem tem sogra conta história

"Eu vou matar a minha sogra!”

Quantas vezes você já não disse ou ouviu alguém dizer esta frase. Pra alguns sogra é uma palavra feia o certo seria Segunda Mãe, mas pra outros só “sogra” não basta, ela vem acompanhada de muitos palavrões.

Temos um relacionamento de amor e ódio com nossas sogras elas fazem parte do nosso cotidiano e é praticamente impossível anula-las de nosso passado, presente e futuro. Ninguém é fada madrinha. Tem gente que "come o pão que o diabo amassou" com a presença da sogra.

Quem já não teve situações singulares com suas sogras. Vou citar dois extremos distintos:
_ Minha sogra sempre ficava comigo à noite quando meu marido ia jogar com os amigos, ela me ajudava a cuidar de meu bebê, que tinha na época 2 meses, recentemente descobri que ela acorbetava meu marido com a amante, sempre que ele saia pra ficar com a outra, ela vinha ficar comigo.

_ Descobri que meu marido estava de flerte com uma colega de trabalho, avisei minha mãe que iria sair de casa, liguei pra minha sogra e contei tudo, ela prontamente ligou para seu filhinho e disse que ela não tinha criado homem cafajeste, e que se a nora dela saísse de casa ela ia esquecer que tinha filho.

Nos dois depoimentos não vemos uma semelhança, mas, se trata de mãe e filha, será que os tempos mudaram ou relacionamento sogra e nora não depende de fatores culturais? E quando você está do outro lado da força, ou seja, você é a sogra o que fazer?

Mesmo depois de tudo acho que a tolerância, a aceitação e o respeito pelo espaço do outro estão entre as possibilidades para se conseguir uma convivência saudável entre sogras e noras. E olha se você não morre de amores pela sua sogra ou sogro e até mesmo sua nora... tente compreender o espaço deles nessa história toda. Se mesmo assim ficar difícil, seja assertivo, ou seja, procure um meio termo entre agressividade e passividade, evitando ao máximo ser agressivo ou passivo diante dos fatos, tentando sempre. “Defenda os seus direitos com tranqüilidade e objetividade, mas nunca agressivamente”. Agora se nem isso resolve então é melhor você começar a respirar pelo diafragma pra não cometer uma loucura.

Acid candy
Continue Lendo...
Postado por CF às 16:03 2 comentários

segunda-feira, 14 de julho de 2008

Fidelidade mandou lembrança!

E aí que um epísodio de How I met your mother me fez lembrar desse vídeo.. e como tô sem inspiração, riam comigo!

Y.
Continue Lendo...
Postado por CF às 14:58 4 comentários

domingo, 13 de julho de 2008

Falta de educação virou mania????

Não sei quanto a vocês, mas eu fico sinceramente irritada quando alguém é rude ou falta com a educação comigo. Desde o gesto mais simples, até o mais horroroso.


1 - Situações Vexatórias:

A - Fila do supermercado: Tem sempre um idiota empurrando as suas compras e forçando você a correr.

B - Andando na Rua: Lá está você, no seu caminho e alguém passa correndo, com a fúria de um tornado, esbarra em você e ainda te olha de cara feia, como se você estivesse atravessando o caminho dele.

C – Trânsito: incontáveis as situações estressantes de falta de educação.

2 – Te olham de cara feia E/OU com espanto quando:

- Você dá bom dia quando chega ao trabalho;
- Você RESPONDE um bom dia quando alguém chega ao trabalho;
- Você respeita a “staff” de serventes e ascensoristas do lugar onde você trabalha;


São incontáveis as situações, onde educação não foi a chave da criação de um cidadão.


Beijos e uma excelente semana.

B.Beiçola.


OBS.: Da próxima vez que mudarem de banner, por favor, não escondam o espaço para o loggin!!!!!!!! (anta digital falando)
Continue Lendo...
Postado por CF às 12:41 5 comentários

sábado, 12 de julho de 2008

Modern Lovers


Já cantava o Skank "Ela procurava um príncipe. Ele procurava a próxima." O tal estigma da mulher compenetrada em casamentos e filhos se dissipa no século XXI. Será que a mudança de parâmetros de futuro para a mulher enfraqueceu o sexo oposto? A conotação de fragilidade aqui é a de que ele, o homem, mudou sua postura para acompanhar mulheres com filhos, divorciadas, com histórias de vida distintas.


Minhas amigas vivem nomeando seus ex-namorados como “bichinha, mulézinha” e outros apelidos pejorativos, referente a sua postura sensível. Vejo, também, a reclamação quanto a falta de sensibilidade de alguns. E nesse caldeirão de apelos, cobranças e afins, me pergunto como é o homem IDEAL. Qual a postura que deveria assumir? Ser blazé e fazer pouco caso dos horários, do que você pensa etc? Ou um cara divertido que faz com que você ria 24 horas das suas gracinhas, porém incapaz de SEGURAR A ONDA quando um problema sério aparece?


Todos os tipos parecem realmente desinteressantes, listei alguns tipos retirados da Revista Gloss deste mês:



Modern Lovers


Durão
Prós: Relação adulta, sem pieguices.
Contras: É um pé no saco.


Certinho
Prós: Te trata bem.
Contras: É um pé no saco.


Blazé
Prós: Relação sem turbulências.
Contras: É um pé no saco.


Debilóide
Prós: Tonto (?)
Contras: É um pé no saco.



CONCLUSÃO: O homem ideal é aquele BEEEM imperfeito que você arranja um jeito de justificá-lo porque está IDIOTAMENTE apaixonada.




Zíngara

Continue Lendo...
Postado por CF às 19:35 2 comentários

Mitos da moda

YVES SAINT LAURENT

Despontou aos 17 anos, vencendo um concurso, se não me engano, de casacos. Nessa mesma época arrumou um trabalho na maison Dior.
Seu trabalho de destaque é o terno feminino. Aliás, YSL ficou conhecido justamente por colocar elementos masculinos no feminino.
Meu favorito e eterno, sem dúvidas.


COCO CHANEL

Além do perfume mito fato estou de pé Chanel número 05, Coco Chanel vestoiu grandes divas de Hollywood, e libertou a mulher de trajes desconfortáveis. Também criou a calça feminina e uma linha de roupas esportivas para praia e montaria.

DIOR

Criador do New Look, um conceito revolucionário uma vez que resgatava a feminilidade da mulher, aclama a grandiosidade da vida e da existência humana e devolvia vida às pessoas: tudo que o mundo pós-guerra necessitava. Além de causar fascínio pela sua elegância e luxo, o conceito do New Look vinha carregado de extravagância e exagero: vestidos tradicionalmente feitos com 5 metros de tecido, agora usavam até 40 metros. Isso também ajudou a repercussão do conceito permitindo encerrar a mentalidade do racionamento no pós-guerra.
Ao longo de sua carreira fez a própria tradução física dos sonhos e da fantasia humana através de seus vestidos. Atualmente nas mãos de John Galliano, a Mansão Dior permanece como ícone da alta costura mundial, fazendo jus aos ideais de seu criador.



Continue Lendo...
Postado por CF às 18:43 1 comentários

quinta-feira, 10 de julho de 2008

Música e viver


Incrível como a música está relacionada ao nosso dia-a-dia.

Tem música pra dançar, pra ser feliz, pra ficar triste, pra lembrar de alguém querido, pra viver, pra morrer, pra chorar, pra respirar, pra viajar, pra amar, pra odiar.. pra pra pra (são tantos pras!).

Têm aquelas que a gente conhece através de algum amigo ou namorado e se tornam nossas, já fazem parte da gente. Têm as que a gente conhece desde que se entende por gente e vão ser sempre nossas, indepente do quanto nossa vida mude. Outras são descartáveis, quase como a moda.. ouvimos por poucos dias e já enjoamos, preferindo manter distâncias dos timbres que ontem mesmo embalavam a felicidade.

Têm música que lembra um amor, uma dor, presentes e ausentes, queridos e não mais quereres.

Música pra viver, por um mundo melhor, por um mundo mais sereno.
Música que te faz, não importando se é rock ou axé, a música é democrática (ao menos isso), tem pra todo mundo: pro pobre, pro rico, pra fútil, pra culta..

Música, sempre música.

Anália
Continue Lendo...
Postado por CF às 22:02 6 comentários

E a “DEPRESSÃO” como vai?

Minha mãe sempre disse: “Minha filha homem não te leva a nada seu marido será seu trabalho, nunca dependa de ninguém”. Puxa mas ela nunca me explicou o quanto ser mãe, mulher, esposa, profissional era difícil, e às vezes me pego no choro.

Vejo constantemente mulheres chegarem a seus extremos, cometerem atos pequenos de sabotagem ou ate mesmo a seus semelhantes.

A depressão feminina está associada muitas vezes à frescura, existe certo preconceito cultural com relação a isso e talvez por este motivo seja muito difícil uma mulher pedir ajuda seu sentimento de vergonha a impede. O que nos leva e ela? Na verdade pra mim a depressão tem uma linha muito tênue com nosso cotidiano.

Aí vem alguém e diz: -“Depressão de mulher se cura com sexo.”

Que pensamento machista. Tudo bem o mundo gira em torno dele, mas ele não é a solução pra tudo. É difícil tomar um tombo e levantar sorrindo, cada fase deve ser respeitada, devíamos ser mais ouvidas, mais faladas e mais respeitadas. Talvez assim os sentimentos de impotência, fracasso, tristeza e de apatia esse bloqueio que criamos instintivamente se rompesse.

Achar uma solução às vezes não cabe só a nós, pensamento e atitudes positivas nem sempre bastam cada “Mulher Maravilha” tem seus sentimentos e frustrações e alimenta dentro de si uma criança que precisa de cuidados as vezes, no final das contas podemos sempre achar internamente condições adequadas que nos permitam sair deste estado, e se isso não acontecer peça ajuda afinal ninguém é uma “ILHA.”
Continue Lendo...
Postado por CF às 21:47 4 comentários

À Flor da Pele

“Estou tão à flor da pele, que qualquer beijo de novela me faz chorar”.

Bem, nem tanto. Beijos de novela ainda não fazem isso comigo. Mas, eu poderia listar umas cem músicas que conseguem me levar às lágrimas, principalmente quando eu me encaixo na letra.

A pior parte de colocar um ponto final é quando você não quer, mas sabe que essa é a ÚNICA saída.

Eu: Dessa vez, tem que ser... não dá mais para adiar... já tentamos isso tantas vezes...

Ele: Eu sei, está doendo muito, como sempre... mas dessa vez eu vou me comportar, não vou mais te perturbar, prometo não sabotar mais suas tentativas de namoro... sob uma condição.

Eu: Você não está em posição de impor nada.

Ele: Eu sei, mas mesmo assim vou fazer... O sortudo que tiver você tem que gostar, no mínimo, 10% do que eu gosto.

Eu: faz favor, ?

Ele: Já te pedi desculpas o suficiente por tudo o que te fiz passar?

Eu: Dispenso isso, já te disse mais de mil vezes.

Ele: Ta...

Eu: Por que será que só o amor não é o suficiente?

Ele: Por que eu não te conheci em 1996?

Eu: Eu só tinha 16 anos nessa época, não ia adiantar muita coisa.

Ele: é... Talvez não...

Eu: CHEGA... Ficar falando nisso não resolve e só nos faz sofrer ainda mais e a minha saúde atual não me permite mais nenhuma dor...

Ele: Ta bom, mas esse vai ser um ano longo aqui, sem você...



Algumas dores são necessárias... Infelizmente.


É só isso
Não tem mais jeito
Acabou, boa sorte
Não tenho o que dizer
São só palavras
E o que eu sinto
Não mudará
Tudo o que quer me dar
É demais
É pesado
Não há paz
Tudo o que quer de mim
Irreais
Expectativas
Desleais

Mesmo se segure
Quero que se cure
Dessa pessoa
Que o aconselha
Há um desencontro
Veja por esse ponto
Há tantas pessoas especiais


Para maiores informações:

http://letras.terra.com.br/vanessa-da-mata/978899/


Beijocas

B.Beiçola
Continue Lendo...
Postado por CF às 19:55 5 comentários
 

Corporativismo Feminino Copyright © 2009 Baby Shop is Designed by Ipietoon Sponsored by Emocutez Edited by Blog Feminino